A A A C
email
Retornando 63 resultados para o mês de 'Dezembro de 2014'

Quarta-feira, 03/12/2014

Informativo Multírio - 03 de dezembro

Tags: informativomultirio.

 

Multirio Web Rádio
Multirio

Obras exaltam interesse pela literatura na infância

A criatividade no universo infanto-juvenil é o tema de Cidade de Leitores desta semana, que recebe o escritor Flávio Carneiro e o diretor teatral Marco dos Anjos para debater como o gosto pela leitura pode ser estimulado nas crianças. Através de suas obras, o livro Prezado Ronaldo e a peça O Pequeno Autor, eles contam histórias de jovens que passaram a ver o mundo com outros olhos a partir do momento em que foram apresentados à literatura.

Na conversa com apresentadora Leila Richers, a imaginação das crianças e o desejo de ser escritor também são discutidos, assim como as formas de despertar o interesse pela leitura nos jovens. Os convidados ressaltam que o gosto por outras áreas na infância, como os esportes, não atrapalha a formação a intelectual, além de destacarem o papel da educação para o desenvolvimento das crianças. Cidade de Leitores vai ao ar na quinta-feira (04), às 14h, na BandRio, e sábado (06), às 9h, no canal 26 da NET.

 

MultiRio Esporte Clube fala sobre a vela no Brasil

O apresentador Ricardo Prado recebe Walter Boddener, professor, técnico de vela e gerente de Competição de Vela e Vela Paralímpica no Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. O programa fala sobre como introduzir a prática esportiva nas escolas brasileiras. O convidado também aborda as chances do Brasil, em 2016, em um dos esportes que mais trazem medalhas olímpicas para o país. Boddener explica, ainda, a diferença entre vela olímpica e paralímpica e a necessidade da realização de eventos-teste da modalidade.  MultiRio Esporte Clube vai ao ar na quarta-feira (3), às 10h, 14h, 18h e 22h, na Web Rádio (multirio.rj.gov.br/webradio).

 

E mais:

Nesta semana, não perca as novidades do Portal MultiRio! Pesquisa revela a influência da escola na definição dos hábitos culturais cariocas: as atividades das aulas de música ou coral foram as mais lembradas pelos entrevistados, seguidas das aulas de teatro e dança. E mais: mergulhe na história de Vila Isabel, um dos redutos do samba, que se tornou célebre pelos versos de Noel Rosa. Saiba, ainda, sobre os lambe-lambes e descubra por que a atividade desses profissionais é hoje um patrimônio cultural imaterial do Rio de Janeiro. Educação, cultura e informação, tudo isso em: multirio.rj.gov.br.

 

Siga-nos no Twitter

A MultiRio não tem um perfil oficial no Facebook. Informações sobre a Empresa você encontra no Portal MultiRio e na nossa página no Twitter. Se você já faz parte desta rede social, seja um seguidor: twitter.com/multirio.

RIO PREFEITURA | EDUCAÇÂO | MULTIRIO Secretaria Municipal de Educação
MultiRio - Empresa Municipal de Multimeios

Para não receber mais este informativo,
envie e-mail para multiriocomunica@multirio.rio.rj.gov.br.
Tel: 1746/Fora RJ: (21) 3460-1746 • ouvidoria multirio@rio.rj.gov.br

 

Siga-nos no Twitter Portal Multirio

 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 02/12/2014

E. M. Dom Pedro I Visita Ecossistema da Zona Oeste

Tags: 7ªcre, projetos.

 

No dia 10 de outubro, os alunos da Escola Municipal Dom Pedro I visitaram o manguezal da Barra de Guaratiba e o Parque Ecológico Chico Mendes no Recreio dos Bandeirantes, ambos situados na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro.

 

Os professores de Geografia, Alex Rocha e André Ribeiro, e de Ciências, Guta Gonçalves, apoiados pela concepção sócio-interacionista de Vygotsky, que norteia o Projeto Político Pedagógico da E. M. Dom Pedro I, proporcinaram uma atividade pedagógica de campo para seus alunos objetivando consolidar os conhecimentos abordados em sala de aula.

 

 

"A concepção sócio-interacionista de aprendizagem é também chamada de sócio-histórica ou histórico-cultural e, conforme esta concepção, a influência do meio sociocultural é determinante na formação das funções psicológicas superiores. Na verdade, o educando e o conhecimento se relacionam através da interação social, isto é, da atividade conjunta mediada de forma organizada, porém livre." (PPP, 2006, p. 7)

 

 

           Aprendendo mais com a visualização do mapa do Rio de Janeiro na Reserva de Guaratiba.

 

Os alunos acompanhados dos seus professores visitaram o manguezal da Barra de Guaratiba e o Parque Ecológico Chico Mendes no Recreio dos Bandeirantes, ambos situados na zona oeste da cidade do rio de Janeiro.

 

"Esta atividade de campo foi uma importante etapa para trabalhar com os alunos os conteúdos relacionados às disciplinas de Geografia e Ciências do 3º e 4º bimestre: solo (arenoso e argiloso), relevo (maciços e baixadas), bacia hidrográfica, ecossistemas da Mata Atlântica (mangue e restinga), lagunas e baias, urbanização e impactos ambientais. Permitiu reforçar e complementar os assuntos já trabalhados dentro da sala de aula, sempre tendo como referência os exemplos da cidade do Rio de Janeiro, facilitando as intervenções dos alunos com as suas vivências.  O grupo foi preparado para encarar a atividade como aula e não como um passeio. Tal atitude contribuiu para a seriedade e aproveitamento do grupo interagindo e prestando atenção as informações passadas pelos professores durante todo o trajeto. Tanto no mangue, quanto na restinga (parque Chico Mendes) os alunos tiveram a oportunidade de percorrer pequenas trilhas vivenciando as características que compõem esses ambientes."                       

                                                                                   Professor de Geografia  André Ribeiro

 

       Aula-passeio para aprender mais sobre os ecossistemas do Rio de Janeiro.

 

           Alunos conhecendo de perto o mangue, ecossistema da Mata Atlântica.

 

A relação dialética entre o sujeito e a sociedade a seu redor é uma experiência significativa que alicerça o conhecimento impulsionando para a transformação social. É impagável ver os alunos e professores envolvidos e motivados pela aprendizagem fundamentada.

 

 

  Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 02/12/2014

Judô na Escola Dunshee de Abranches

Tags: 11ªcre, judô, campeonato.

 

 

A Escola Dunshee de Abranches e o professor de educação física Mamede Júnior apostaram no Judô e o projeto tem sido um sucesso! A aluna Alanis Parucker se classificou para o Campeonato Brasileiro de Judô em Minas Gerais, Ouro Preto. Confira!

 

Desde o início do ano letivo de 2014, a E. M. Dunshee de Abranches, localizada na Ilha do Governador, 11ª CRE, tem apoiado a prática do Judô entre os alunos, junto com o professor de educação física Mamede Júnior, que foi presidente da Confederação Brasileira de Judô durante dez anos.

 

Primeiras aulas de Judô.

 

"O Judô favorece a disciplina e a concentração dos alunos. O rendimento em sala de aula melhorou bastante!"

Diretora Walquíria Ângelo

 

 

No dia 24 de maio, aconteceu a 1ª Copa Dunshee de Judô, com apoio da Equipe Mamede de Judô.
 

1º Copa Dunshee de Judô. Em destaque, capa do jornal do bairro sobre o projeto da escola.

 

 

Campeonato da Liga Fluminense de Judô
 

A 3ª fase do Campeonato da Liga Fluminense de Judô (LFJ) 2014 foi realizada no dia 24 de Agosto, no clube Tamoio em São Gonçalo, e contou com a participação de 625 atletas de 37 agremiações filiadas a esta liga.

 

Para que as famílias dos alunos atletas não fossem oneradas, a Diretoria da Equipe Mamede Junior de Judô doou duas cestas de Chocolates para serem rifadas pelos alunos e, assim, conseguirem o montante necessário para efetuarem suas inscrições na competição.

 

 

Fotos do Campeonato da Liga Fluminense de Judô.
 

 

"São alunos iniciantes, mas sua dedicação e comprometimento com o Judô é de tanta intensidade que os resultados obtidos podem ser considerados além das expectativas, pois conseguimos, nos projetos, 15 medalhas, sendo 5 de ouro, 3 de prata, 7 de bronze e cinco 5º lugares"

Coordenadora Michele Nask

 

Participaram dessa competição 30 alunos atletas da E. M. Dunshee de Abranches e 11 alunos atletas da E. M. Brigadeiro Eduardo Gomes. Todos com judogui (uniforme de Judô) com emblema de identificação do projeto. As diretoras das escolas alugaram um ônibus para o translado dos atletas, bem como disponibilizaram lanche para eles por todo o período da competição.


Participaram dessa competição 37 agremiações de Judô de todo o Estado do Rio de Janeiro, com um total de 625 atletas.


Os alunos atletas da Brigadeiro Eduardo Gomes praticam Judô desde agosto de 2013 e os da Dunshee de Abranches praticam o Judô desde Março de 2014. Dessa forma, são alunos iniciantes, mas sua dedicação e comprometimento com o Judô é de tanta intensidade que os resultados obtidos podem ser considerados além das expectativas. Nos dois projetos, conseguimos 15 medalhas, sendo 5 de ouro, 3 de prata, 7 de bronze e cinco 5º lugares.

Devido a esse resultado espetacular, recebemos o troféu de 4º colocação geral no evento.

 

 

 

 

 

11ª Coordenadoria Regional de Educação sempre presente!

 

Coordenadora da 11ª CRE Tânia Bendas e Stella Reis, gerente da GED, prestigiando os alunos e profissionais da E. M. Dunshee de Abranches.

 

 

Parabéns a toda equipe envolvida da E. M. Dunshee de Abranches, por propicionar a prática do esporte, desenvolvendo disciplina, saúde e conhecimento dos alunos. Esporte: um caminho para o sucesso!

 

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: http://www.facebook.com/laura.fanttidavilla
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini
WhatsApp: 96852-3714
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 02/12/2014

Salada Cultural

Tags: 2ªcre.

 

Os alunos do primeiro ano da Escola Municipal Maria Leopoldina participaram de atividades integradas e interdisciplinares para se apropriarem da leitura e da escrita. Foi uma verdadeira salada cultural!

 

A Escola Municipal Maria Leopoldina trabalha com projeto anual e subprojetos bimestrais. A proposta tema deste ano é “O Mundo que conhecemos, que construímos depende de nós. Faça a sua parte.” 

A professora Neadel Kovalski contou ao portal Rioeduca como desenvolveu com os alunos da turma 1.101 o subprojeto “Salada Cultural” com o objetivo de auxiliar os pequeninos a se apropriarem da leitura e da escrita.

 

O projeto "Salada Cultural" proporcionou aos pequeninos conhecimentos culturais e incentivou a aquisição da leitura e da escrita.

 

“Os alunos e alunas que chegam a nossa escola são sujeitos em desenvolvimento que, por meio de processos vivenciados, apropriam-se dos bens sociais e culturais: partilham a história local, ampliam a visão e os conhecimentos e transformam valores no processo coletivo. Constituem-se sujeitos autônomos, capazes de interferir nos rumos de sua e de outras histórias de aprendizagens.”

Professora Neadel Kovalski

 


A organização e planejamento do projeto foram feitos de modo integrado e interdisciplinar, o que auxiliou num desenvolvimento global das diversas habilidades e competências nas quais as expressões pessoais e grupais foram desenvolvidas através das mais variadas formas de registros.


Ao longo do projeto, os educandos puderam desenvolver atividades que auxiliaram na aquisição da leitura e da escrita, assim como, desenvolver valores éticos, morais de cidadania e respeito às diferenças.


A proposta do projeto “Salada Cultural” foi baseada na utilização de materiais lúdicos, como jogos, brincadeiras e dramatizações. Além do uso de livros paradidáticos, dos DVDs da coleção “Juro que vi”, da Multirio, do filme “Um Plano para Salvar o Planeta”, da turma da Mônica, e de músicas folclóricas.


Durante o projeto, foram organizadas ações de transformação, possibilitando criações e aprofundamentos em assuntos que mais despertaram o interesse do grupo. Sempre respeitando o objetivo principal do projeto gerador, que tem como base desenvolver a alfabetização e os valores sociais e morais.

 

 Alunos conhecendo o mundo através do globo terrestre, do atlas e construindo mapas.

 

 

 Conhecendo, recontando e registrando as lendas.

 

Na culminância do projeto, os responsáveis visitaram as salas e prestigiaram os trabalhos dos filhos. Tiveram o prazer de curtir, sem pressa, as produções feitas. Ouviram explicações, histórias, compartilharam informações e aprenderam juntos. Foi uma manhã muito gostosa para todos.

 

 Responsáveis prestigiando o trabalho realizado pelos alunos.

 

O resultado do projeto foi muito bom, pois proporcionou aos alunos conhecimentos culturais e auxiliou no processo de aprendizagem da leitura e escrita. Foi realmente uma ótima salada cultural!

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca! Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net
 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share