A A A C
email
Retornando 63 resultados para o mês de 'Dezembro de 2018'

Sexta-feira, 14/12/2018

Desenvolvendo o Hábito da Leitura

Tags: cre10, 10ªcre.

 

A Escola Miguel Calmon desenvolve projetos voltados para a leitura com o intuito de contribuir para a formação de alunos com pensamento crítico e reflexivo.

 

A Escola Municipal Miguel Calmon está localizada a Estrada Santa Eugênia, s/n° - Paciência, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A unidade atende 22 turmas, com 701 alunos do 1° ao 5° ano. Tem como diretora, a professora Denize dos Santos Gabriel, como diretora adjunta, a professora Cristiane Teixeira Dias e, como coordenadora pedagógica, a professora Graciene de Souza Braz.

 

No 2° semestre desse ano letivo, a professora Amanda Miranda Costa, das turmas 1201 e 1203 teve a ideia de realizar um projeto com a sala de leitura, tendo em vista que a leitura e a escrita são peças fundamentais para vida de todos nós e, também, visando fazer desta aprendizagem tão importante, um momento de prazer em família. Sendo assim, foi criado o Projeto “Mala Viajante”, onde o aluno tem a oportunidade de resgatar esse momento tão valoroso da leitura em família.

 

Professora Amanda com seus alunos do 2° ano

 

A criança leva para casa a maleta contendo um livro e uma ficha para ser preenchida. O aluno deverá ler o livro com auxílio da família e realizar a atividade proposta. A maleta deverá retornar no dia seguinte para dar continuidade com a ciranda.

 

Sabendo que ler facilita o processo da escrita, desenvolve a criatividade e autonomia dos educandos, a professora junto com a direção procura proporcionar aos alunos diversos tipos de contato com o mundo letrado, buscando fazer da leitura um momento de prazer e descobertas. Para tal, concomitante ao Projeto da “Mala Viajante”, foi realizado o projeto “Avental da Leitura”, onde três vezes por semana, três alunos são escolhidos para contar história para a turma. Esse momento tem gerado uma possibilidade de interação ainda maior do grupo, que se mostra muito disposto a ouvir e colaborar com o colega, pois sabe que o próximo poderá ser um deles.

 

Alunos participando do projeto Mala Viajante

 

— Assim, com os dois projetos de leitura acontecendo ao mesmo tempo na turma, a possibilidade de contato com os livros acaba sendo ainda maior e sabemos que quanto maior o contato com a leitura, maior será a possibilidade de contribuir para a formação de um cidadão com um pensamento crítico e reflexivo, capaz de construir suas próprias ideias e ideais. — afirma a professora Amanda

 

Vale destacar que o hábito da leitura enriquece o vocabulário, aumenta a habilidade de interpretar textos, promove novos conhecimentos e visão diferenciada do mundo, a capacidade de argumentação e desenvolve um olhar crítico e pronúncia correta das palavras. Ou seja, contribui diretamente para o crescimento do aluno, podendo ser um excelente aliado no processo de aprendizagem.

 

Alunos do 2° ano que participam do projeto

 

 

— O projeto tem sido um sucesso na escola, que pode ser mensurado pelo desempenho da professora Amanda Miranda, a qual, inclusive, foi escolhida como professora Talento de 2018. Ela é a mais nova professora e desde sua apresentação tem demonstrado empenho, determinação, entusiasmo, capricho e muito amor em lecionar. O outro aspecto importante é a maneira com que o projeto vem contagiando outros professores que estimaram a iniciativa e, também, buscaram meios de inserir ainda mais ou de forma mais criativa, a leitura e a escrita no cotidiano dos alunos, seja no ambiente escolar, seja no familiar. — afirma a diretora Denize

 

 

Quer saber mais sobre o projeto?

Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (10.19.032) Escola Municipal Miguel Calmon
E-mail: emcalmon@rioeduca.net
Telefones: 3313-0950

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 13/12/2018

Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

Tags: 9ªcre, alimentação saudável, nutrição.

 

O CIEP Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda promove ações sustentáveis e torna-se um dos vencedores do Prêmio Museu Light nas Escolas

 

O CIEP Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda, situado da Estrada Moricaba, s/nº, em Campo Grande, e pertencente à 9ª CRE, foi um dos vencedores do Prêmio Museu Light nas escolas. Este prêmio tem o objetivo de estimular o desenvolvimento de projetos educativos que promovam o uso eficiente e seguro da energia elétrica, o combate ao furto de energia (gato) e o combate aos desperdícios e sua relação com o meio ambiente (sustentabilidade). 

 

 

Professores, alunos, responsáveis e profissionais da saúde participam da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

 

 

Seguindo a ideia de promover ações significativas na formação integral dos docentes, a Unidade de Ensino participou da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional (JEAN), do FNDE/MEC, destinada, exclusivamente, às escolas que atendem à Educação Infantil. Na JEAN, foi apresentado um projeto que engloba seis temas: alimentação complementar e prevenção da obesidade infantil; alimentos regionais brasileiros; prevenção e redução de perdas e desperdícios de alimentos; horta escolar pedagógica; agricultura familiar na escola e atividades lúdicas para o desenvolvimento social e relacionado ao ato de comer. A partir disso, foram desenvolvidas uma série de atividades específicas para cada tema. O sucesso foi tão grande que o projeto foi apresentado na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (CEFET/RJ), ocorrida entre os dias 15 e 21 de Outubro de 2018.

 

 

A JEAN mobilizou toda a escola

 

 

A JEAN foi articulada pela professora Regente de Sala de Leitura Cristiane Brandão, com a participação do Instituto de Nutrição Annes Dias (INAD), do Programa da Alimentação Escolar (PAE), do Programa de Saúde Escolar, da Embrapa, do Mercur, do Farmacêutico Marcos José, da Assistente Social Claudete Silva, servidora do Hospital Estadual Eduardo Rabello, da Agricultora Familiar Orgânica Vanessa Danciger e do professor Lúcio Teixeira, de Técnicas Agrícolas.

Alunos participam da manutenção e conservação da horta e adquirem novos conhecimentos com professores e funcionários

 

 Vale ainda destacar, que a unidade de ensino possui uma horta orgânica e hidropônica, realiza sua própria compostagem e reaproveita a água da chuva.  

Na horta da escola, os produtos são cultivados sem o uso de agrotóxicos, enriquecem a merenda escolar e são distribuídos para alunos, pais, professores e funcionários da Unidade Escolar. 

 

 

Alunos se alimentam dos produtos cultivados na horta da escola

 

 

Alguns frutos do trabalho, já estão sendo colhidos. Muitas crianças que não aceitavam o tomate na merenda escolar, já o consomem regularmente em suas refeições e até levam o fruto para casa, a fim de, replicar diversas receitas. Os alunos colocam “a mão na massa” literalmente, contribuindo com a manutenção diária da horta. Os responsáveis também são influenciados pelos alunos a modificarem seus hábitos alimentares, buscando uma vida saudável e evitando os produtos industrializados.

 

 

Alunos e responsáveis colhem os tomates e aprendem diversas receitas

 

 

Outra mudança constatada foi em relação ao desperdício de alimentos. Além de aproveitarem uma maior quantidade de alimentos no prato, as crianças utilizam as cascas dos legumes na compostagem da horta e aprendem que as cascas das frutas servem para preparar deliciosas receitas, como o doce de casca da melancia. A novidade tem sido um sucesso entre os pequenos.

 

Alunos aprendem novas receitas a partir de cascas de frutas e legumes

 

A etapa final da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional envolveu crianças e responsáveis, lançando mão de estratégias que integrassem, ao mesmo tempo, ludicidade, sustentabilidade e protagonismo infantil. Foi exibido um Curta da Embrapa (“A história de João das Alfaces”), seguida de uma roda de conversa com a Dra. Mariana Beatriz, dentista da Clínica da Família, e suas auxiliares. Professores e alunos realizaram uma oficina de pintura em pano de prato e exploração da caixa tátil, confeccionada com caixa de leite, utilizando diferentes tipos de frutas.

Os relatos acerca da mudança de comportamento em relação à alimentação das crianças e, até dos adultos, são constantes, bem como a preocupação com o peso. Os novos plantios de hortaliças, nas residências dos discentes também foram evidenciados e relatados pelos pais. A escola possui como novo desafio multiplicar suas próprias experiências e ações sustentáveis com as creches e outras escolas do entorno.

A diretora do CIEP Pontes de Miranda, professora Selma Fátima de Souza, explica que as ações promovidas em sua unidade ajudam a contribuir com a manutenção dos recursos naturais para as futuras gerações, já que as ações de desenvolvimento sustentável precisam ser cada vez mais difundidas em nossa sociedade. Além disso, a prática de hábitos alimentares saudáveis culmina com uma melhor qualidade de vida para todos.

 

 

Direção da escola, professores e demais parceiros envolvidos na Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

 

Parabéns aos envolvidos nesse excelente trabalho!

 

 

Para saber mais sobre o CIEP Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda:
Direção Geral: Selma Fátma de Souza
Direção Adjunta: Sérgio da Costa Araújo
Direção Adjunta: Carla Sabrina Maia de Macêdo
Coordenação Pedagógica: Claudia de Sousa Teixeira
Telefone: 3364-1620
Email: ciepfmiranda@rioeduca.net

 

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

Contato para publicações

 

    


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 13/12/2018

E.M. São João Batista - "Projeto Piquenique Literário"

Tags: 4ªcre, piquenique, literatura, alfabetização.

 

Práticas de leitura e escrita foram vivenciadas pelos alunos na VI Semana de Alfabetização da E.M. São João Batista.  

 

 

 

 

A IV Semana de Alfabetização da SME  foi um movimento coordenado pela Gerência de Alfabetização e por diversos integrantes do Nível Central, Regional e Local. A semana tinha como objetivo  propiciar reflexões sobre a Alfabetização na Rede Municipal de Ensino, resgatando memórias docentes e valorizando o protagonismo dos alfabetizadores.

 

 

 

 

O projeto piquenique literário foi realizado na VI Semana de Alfabetização com a proposta de incentivar o hábito da leitura, assim como, promover momentos de leitura prazerosa na escola. Dessa forma, o espaço livre da escola foi transformado em uma biblioteca ao ar livre.

 

 

 

 

No piquinique, professores realizaram leitura de histórias e os alunos puderam fazer suas leituras livres. O lúdico sempre presente como forma de incentivar, ainda mais, o prazer pela leitura e pela escrita. 

 

 

 

 

Um ambiente agradável e o alimento associado à leitura tornaram os momentos prazerosos e estimulantes, o que levou a acreditar que o objetivo do projeto foi alcançado.

 

 

 

 


"A leitura não é uma atividade elitizada, mas uma ferramenta de transformação social dos indivíduos."

(Julian Correa)

 

Parabéns pelo excelente trabalho!

 

 

Unidade Escolar: E/CRE(04.31.006) - Escola Municipal São João Batista
Diretor: CARMELA DE MENEZES BIANCO
Endereço: Pça. Laguna, 40 
Telefone: 2482-7312
E-mail: emsaojoao@rioeduca.net

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 13/12/2018

Concurso de Remoção INTRACRE/2019 e a Escala para escolha de Unidade Escolar

Tags: remoção, intracre.

 

Os Coordenadores das Coordenadorias Regionais de Educação, dando cumprimento ao que determina o parágrafo único do artigo 5º da Resolução SME nº 104, de 23 de novembro de 2018 e aos artigos 5º, 6º, 7º e 8º da Portaria E/SUBG/CGRH nº 4, de 23 de novembro de 2018, torna públicas a relação com a classificação final dos candidatos inscritos no Concurso de Remoção INTRACRE/2019 e a Escala para escolha de Unidade Escolar.

Outrossim, esclarece que:

1 - A Classificação Final por cargo/disciplina, obedeceu ao estabelecido nos artigos 5º, 6º, 7º e 8º da Portaria E/SUBG/CGRH nº 4, de 23 de novembro de 2018.

2 - A Escala para escolha de Unidade Escolar deverá ser respeitada pelo professor beneficiado.

 

 

 

1ª CRE -  (a partir da página 78) DIÁRIO OFICIAL - 12/12/2018

 

2ª CRE - (a partir da página 45) DIÁRIO OFICIAL - 11/12/2018

 

3ª CRE - (a partir da página 47) DIÁRIO OFICIAL - 11/12/2018

 

4ª CRE - (a partir da página 48) DIÁRIO OFICIAL - 11/12/2018

 

5ª CRE - (a partir da página 49) DIÁRIO OFICIAL - 11/12/2018

 

6ª CRE - (a partir da página 79) DIÁRIO OFICIAL - 12/12/2018

 

7ª CRE - (a partir da página 81) DIÁRIO OFICIAL - 12/12/2018

 

8ª CRE - (a partir da página 51) DIÁRIO OFICIAL - 11/12/2018

 

9ª CRE - (a partir da página 52) DIÁRIO OFICIAL - 11/12/2018

 

10ª CRE - (a partir da página 83) DIÁRIO OFICIAL - 12/12/2018

 

11ª CRE - (a partir da página 54) DIÁRIO OFICIAL - 11/12/2018

 

 

Fonte: Diário Oficial


   
           



Yammer Share