A A A C
email
Retornando 43 resultados para o mês de 'Abril de 2013'

Quinta-feira, 18/04/2013

II Encontro com o Autor na E. M. Augusto Vasconcelos

Tags: 9ªcre, blogdeescola, saladeleitura.

A professora Aline de Morais, regente da Sala de Leitura da E. M. Augusto Vasconcelos, Unidade Escolar da 9ª CRE, convidou a escritora Sonia Rosa, que aceitou prontamente o convite para participar do II Encontro com o Autor.

 

 

A Sala de Leitura Monteiro Lobato organizou o II Encontro Com o Autor na Escola Municipal Augusto Vasconcelos. O projeto desenvolvido desde o ano de 2012 busca estabelecer contato entre autores de livros infanto-juvenis e seus alunos. Visa promover e incentivar o hábito da leitura e da escrita, além de estimular o prazer do convívio e aprendizagem no ambiente escolar. A data escolhida para o evento, o mês de abril, foi resultado das comemorações pelo Dia do Livro (18/04) e aniversário do grande escritor Monteiro Lobato – patrono da Sala de Leitura. A primeira parceria realizada foi em julho de 2012 com a presença do escritor Alcides Goulart.

 

Regente da Sala de Leitura, professora Aline de Morais e a autora Sonia Rosa.

 

No evento, a autora realizou sessões de Contação de Histórias, ouviu perguntas e curiosidades dos alunos em relação ao trabalho e vida de um escritor e assistiu às apresentações de música (maracatu) e dança (capoeira).

 

 

 

 

Todos os alunos ficaram encantados com a experiência de ouvir a história lida pelo próprio autor (nesta foto ela está lendo o livro A Manta, Editora Paulinas, Rio de Janeiro, 2000).

 

“A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde”.

André Maurois


 

 

 

O pátio da escola ficou todo enfeitado com os trabalhos realizados pelos nossos alunos. Nossa leitura, mergulhada na imaginação, resultou em atividades belíssimas.

 

“Nem só de palavras vive a poesia”.
Marcos Pasche

 

Cada livro é um mar de aprendizagens. Descobrimos muitas coisas sobre a cultura africana:

 

1 – A história da feijoada (Coleção Lembranças Africanas, Editora Pallas. Feijoada, 2005);

2 – Cantando o Maracatu (Coleção Lembranças Africanas, Editora Pallas. Maracatu, 2004);

3 – Jogando a Capoeira (Coleção Lembranças Africanas, Editora Pallas. Capoeira, 2004).

 

Livros trabalhados no evento:

 

Todos os livros da coleção Lembranças Africanas, Editora Pallas:

 

  • Maracatu , 2004;
  • Capoeira, 2004;
  • Jongo, 2004;
  • Feijoada, 2005;
  • Tabuleiro da Baiana, 2006;
  • Fuzarca, Editora Brinque-book, São Paulo, 2011;
  • Como é Bonito o Pé do Igor, Editora DCl, Rio De Janeiro, 2009;
  • O Menino Nito, Editora Pallas, Rio De Janeiro, 2002;
  • Ê Clarisse?, Editora DCl, Rio De Janeiro, 2002;
  • A Manta, Editora Paulinas, Rio De Janeiro, 2000.


 

 

A escola inteira prestigiou o evento: mais de 400 alunos, sete turmas de Educação Infantil e oito turmas de Ensino Fundamental, Casa de Alfabetização (1º, 2º e 3º anos).

 

 

A Sala de Leitura foi presenteada com o livro A Manta. E a regente, professora Aline, exibe orgulhosa o autógrafo carinhosamente recebido da autora.

 

 

Toda a equipe esteve unida para realizar este encontro. A diretora Cláudia Valéria, a adjunta Elisa e a Coordenadora Pedagógica Rosemery agradecem o carinho e atenção da querida e talentosa Sonia Rosa.


“É preciso que a leitura seja um ato de amor”“

Paulo Freire

 

Sobre a autora:

 

Meu nome é Sonia Rosa, nasci e moro na cidade do Rio de Janeiro. Sou professora, contadora de histórias, orientadora educacional e escritora. Trabalho na rede pública municipal há mais de vinte anos. Desde pequena sempre gostei de escrever poesias e contar histórias para vizinhos e amigos. Foi assim que, de tanto contar histórias conhecidas, acabei inventando as minhas próprias.

 

Minha experiência profissional no campo literário iniciou-se durante o ano de 1993, quando fui a contadora de histórias oficial da “Brinquedoteca”, situada nos jardins do Museu da República.

 

Para saber mais sobre a autora acesse:


http://www.pallaseditora.com.br/autor/Sonia_Rosa/64/

https://www.facebook.com/escritorasoniarosa/info

 


Sua obra: 

 

Ela publicou seu primeiro livro em 1995, O menino Nito (Editora Palla). Hoje, já possui cerca de 40 livros publicados e mais alguns sendo preparados pelas editoras:

1995: O Menino Nito (Relançado Em 2002);

1997: Aparício (Relançado Em 2007);

1998: Amores De Artistas (Editora Paulinas);

2000: A Manta (Editora Paulinas) / Cortes e Recortes (a ser relançado como: Professora, Olha Pra Mim);

2002: O Menino Nito (Editora Pallas) / O Segredo Do Vento (Editora Nova Fronteira) / Cadê Clarisse? (Editora DCl);

2003: O Mar de Ângela (Editora DCl), Coleção Lembranças Africanas (Editora Pallas): 
- Maracatu (2004);

- Capoeira (2004);

- Jongo (2004);

- Feijoada (2005); 

- Tabuleiro Da Baiana (2006);

2004: Quando O Dia Engoliu A Noite (Editora Paulinas) / Lá Vai O Rui... (Editora DCl);

2006: Palavras Encantadas (Editora Zit)  / A História De Pita (Editora Paulinas);

2007: Aparício (Editora DCl)  /  A Lenda Do Timbó (Editora Pallas); 

2009: Como é Bonito o Pé do Igor! (Editora DCl) / Os Tesouros De Monifa (Editora Brinque-Book); 

2010: Lindara (Editora Nandyala)  / Palmas e Vaias (Editora Pallas) / O Curioso Medo Do Homem De Barba (Editora Prumo);

2011: Fuzarca (Editora Brinque- Book) / O Menino De Olhar Apertadinho Que Enxergava Longe (Editora Autêntica) / Abraços Pra Lá E Pra Cá (Editora Nandyala);

2012: Quando A Escrava Esperança Garcia Escreveu Uma Carta (Editora Pallas) / Traços e Tramas (Editora Rovelle) / Vovó Benuta (Editora Record/Galera).


 No Prelo:


- O Casaco (Editora Rovelle);

- Histórias Amareladas (Editora Rovelle);

- Professora, Olha Pra Mim (Editora Rovelle).

 

Ela é patrona de várias Salas de Leitura em escolas públicas e particulares:

- Salas De Leitura e/ou Bibliotecas Sonia Rosa:


2000: Escola Municipal Edmundo Lins (Bairro: Ramos);

2002: Escola Municipal José Pancetti (Bairro: Realengo);

2003: Escola Semente (Bairro: Tijuca);

2007: Escola Municipal Marechal Trompowsky (Bairro: Mangueira);

2009: Colégio Da Companhia De Santa Teresa De Jesus (Bairro: Tijuca);

2011: Escola Municipal Professora Catharina Da Silveira Cordeiro (Na Cidade De Cabo Frio, Rj);

 

- Sala De Leitura O Menino Nito:


2008: Escola Municipal Miguel Gustavo (Bairro: Cordovil).

 

Ela já recebeu vários prêmios:

 

1999: "Amores de Artistas" recebeu o selo de altamente recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), na categoria criança. "Recebi das mãos do prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, com outros 89 colegas-professores, o Diploma Orgulho Carioca, em reconhecimento da dedicação à educação pública municipal".

2004: A coleção "Lembranças Africanas" (Livros: Jongo, Maracatu e Capoeira) recebeu o selo de altamente recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), na Categoria Informativo.

2005: O livro O Menino Nito e a coleção "Lembranças Africanas" (Livros: Jongo, Maracatu e Capoeira) participaram da primeira série do Programa Livros Animados (Canal Futura), pelo Projeto a Cor da Cultura.

2008: A Lenda do Timbó foi contemplado com o White Ravens, um catálogo com a seleção internacional dos melhores títulos do ano. Esta seleção é feita pela Internationale Jugendbibliothek, uma biblioteca infantil da Alemanha, considerada a primeira biblioteca para crianças a ser inaugurada no mundo.

2009: O Menino Nito foi traduzido e publicado na Galícia. Também foi interpretado por uma contadora de histórias local, em galego.
 

 

Parabéns à equipe da E. M. Augusto Vasconcelos pela iniciativa de proporcionar momentos tão ricos e que, com certeza, vão ficar na lembrança dos pequenos para sempre e também por compartilhar conosco este belíssimo projeto.

 

 

Profª Márcia Cristina Alves Representante da 9ª CRE:

E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net

Twitter: @marciacrisalves

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 18/04/2013

Prevenir é a Solução!

Tags: 4ªcre projetos.

A escola é o local onde os programas de educação e saúde podem ter maior e melhor repercussão porque podem abordar e influenciar as crianças desde a primeira infância. Esse desenvolvimento depende tanto dos cuidados relacionais, que envolvem a questão do afeto, quanto dos cuidados com o corpo, com a qualidade da alimentação, dos cuidados em relação à saúde e de como esses cuidados são oferecidos. 

 

A educação em saúde pode - e deve - ser aplicada em qualquer ambiente e faixa etária. Pensando assim, a Creche Municipal Sempre Vida Dique desenvolveu um projeto que mobilizou toda a comunidade escolar voltado para previnir a Dengue. "A demanda foi uma necessidade apontada pela fala dos responsáveis", diz a Professora Fabiana Guerra.

 

 

 

 

Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPS, 1995), a promoção da saúde no âmbito escolar parte de uma visão integral e multidisciplinar do ser humano, que considera as pessoas em seu contexto familiar, comunitário, social e ambiental.

 

 

 

Assim, o educador infantil deve estar preparado para prestar esses cuidados de forma profissional e qualificada. E falar sobre saúde na Educação Infantil implica promover ações de higiene, prevenção de doenças e de acidentes e a realização de atividades que busquem o crescimento e o desenvolvimento da criança de forma integral.

 

Dengue é coisa séria, mas é assunto de criança!

 

 

 

E é dessa forma que a Creche Municipal Sempre Vida Dique desenvolve o trabalho com as crianças, confiram: "Um dos objetivos do nosso Projeto Anual DÓ, RÉ MIM... A GENTE CANTA E APRENDE AQUI é fazer com que nossas crianças aprendam que são sujeitos de direito e deveres e isto contribuirá para a construção da identidade, autonomia e autoestima, possibilitando que eles enfrentem diferentes experiências, situações desafiadoras e tenham acesso à cultura e à diversidade". Texto retirado do blog da Unidade.

 

Confiram os trabalhos dessa Unidade Escolar clicando no link a seguir:

http://semprevidadique.blogspot.com.br

 

 

Parabéns aos profissionais da Creche Sempre Vida Dique por favorecerem a promoção da saúde e, dessa forma, oferecerem as condições adequadas para a construção do conhecimento de forma global.

 

 

 

Ana Accioly é Professora da Rede Municipal

e Representante Rioeduca da 4ª Coordenadoria Regional de Educação

E-mail: anaaccioly@rioeduca.net

Twitter: @Ana_Accioly

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 16/04/2013

Rio de Janeiro: Uma Cidade em Transformação

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

A Creche Municipal Irmã Dulce está localizada na Praça Seca, em Jacarepaguá, e atende cerca de 150 crianças diariamente. Em 2013, a creche estará desenvolvendo o projeto Rio de Janeiro: Uma Cidade em Transformação, iniciado em 2012.

 


 O projeto Rio de Janeiro: Uma Cidade em Transformação da Creche Municipal Irmã Dulce terá como enfoque, este ano, o centenário de aniversário de Vinicius de Moraes. Será trabalhada a obra do “poetinha”, como era carinhosamente conhecido, que cantou em verso e prosa nossa linda cidade maravilhosa!

 

Um dos principais objetivos pedagógicos do projeto é resgatar a história do Rio de Janeiro, educando e conscientizado nossa criança como parte do povo desta cidade, preservando a natureza e o meio ambiente e sua inserção neste contexto.

 

Além disso, um dos outros objetivos é identificar e compreender a pertinência das crianças aos diversos grupos dos quais participa, respeitando suas regras básicas de convívio social e a diversidade que os compõe.

 

Em 2012, a Creche Irmã Dulce foi uma das contempladas no Prêmio Anual de Qualidade na Educação.

 

 

 

Conheça mais sobre o projeto desenvolvido em 2012

 

 

Tendo como base as transformações que estão ocorrendo em nossa cidade, que será palco de inúmeros eventos até 2016, a equipe da Creche adotou como planejamento o tema: RIO DE JANEIRO: UMA CIDADE EM TRANSFORMAÇAO!

 

Nos meses de fevereiro e março, o foco foi o subtema “Nosso povo é gente bamba!”, no qual a história de nossa cidade e a formação de nosso povo foram discutidas.

 

Alunos da professora Heloísa vivenciando o dia a dia de um profissional de saúde.


Nos meses de abril e maio, abordamos as profissões de nossa gente. Nossas crianças pesquisaram em suas casas, com seus familiares, as muitas profissões de nossa cidade. Trouxemos diversos profissionais para que nossas crianças soubessem que nosso povo é “Gente que faz!”.


No mês de junho, especificamente, o Rio de Janeiro foi sede da conferência Rio+20. O Desenvolvimento Sustentável foi a tônica deste encontro, subdividido em dez temas. Destes, nossa creche desenvolveu um trabalho voltado para a preservação das matas e florestas do planeta, água e oceanos e a reciclagem do lixo, abordando o tema “Rio: uma cidade sustentável!”.

 

A turma EI41 da professora Caroline, no subprojeto “Uma cidade de todas as nacionalidades”, trabalhou a influência da África em nossa cultura, estampando suas roupas para a apresentação.

 


 

A turma EI 31 representou a influência do povo Chinês em nossa cidade.

 

Nos mês de agosto, como não poderia deixar de ser, especificamente neste ano, trabalhamos as Olimpíadas, que se realizaram em Londres. No subtema “Nosso povo, nossa gente: carioca de todas as nacionalidades!”, os esportes foram trabalhados, não como competição, mas como uma prática saudável.

 

Conscientizando nossas crianças das boas atitudes para um corpo saudável. Envolvemos as famílias nesta saudável competição, trazendo os pais para dentro da creche para brincar com as crianças. Neste período, aproveitamos para abordar as culturas dos povos que formaram nossa gente, suas bandeiras, suas comidas, tudo que fez do povo carioca, essa gente maravilhosa.


Nos meses de setembro e outubro, observamos de perto as transformações de nossa cidade e como podemos nos locomover, com o subtema “Passeando pela cidade”. Os meios de transporte foram abordados de modo prático e concreto.

 

A professora Daniela e sua turma EI31 vivenciando o trânsito com os meios de transporte feitos por eles com sucata.
 

 

Finalizamos o planejamento anual nos meses de novembro e dezembro “musicalizando” nossas origens, nosso sotaque e os diversos idiomas que fazem parte nossa formação e que permitem nossa comunicação com o mundo. Rio, “Uma cidade musical!”.


O Rio de Janeiro será palco nos próximos anos de grandes eventos, começando agora em 2013 com a Jornada Mundial da Juventude e a Copa das Confederações.Também teremos a Copa de Mundo em 2014 e as Olimpíadas em 2016.


O projeto Rio de Janeiro: Uma Cidade em Transformação reflete o momento de mudanças que está acontecendo em nossa cidade, possibilitando, desde cedo, mais conhecimento e conscientização aos pequenos da Creche Irmã Dulce.
 

 

 

 PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

 

 

 

CONFIRAM NO LINK A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

http://portalrioeduca/sobrenos.php


 

Contato:

 

Roberta Vitagliano

 professora da rede municipal

e representante do Rioeduca da 7ªCRE

 

robertavitagliano@rioeduca.net

twitter: @robertacarmina

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 16/04/2013

Escolas da 2ª CRE Celebram a Páscoa

Tags: 2ªcre, blogsdeescolas, educaçãoinfantil, edi.

 

A Páscoa é uma festa religiosa que faz parte de nosso calendário. No mês de março, foi celebrada em algumas unidades escolares da 2ª CRE com festas e atividades relacionadas ao tema.

 

 

Escolas e creches da 2ª CRE reservaram um momento no final do mês de março para celebrar a Páscoa com a equipe de funcionários e alunos. Estes momentos de celebração e pesquisa sobre o tema foram registrados nos blogs das unidades escolares e, também, houve escolas que entraram em contato com o portal Rioeduca enviando material sobre o assunto.

 

A Páscoa é representada por diversos símbolos e, entre eles, temos: os ovos de chocolate que simbolizam uma nova vida com fertilidade, o coelho também símbolo da fertilidade e o cordeiro que, para o povo cristão, simboliza Jesus Cristo.

 

A tradição de trocar e presentear com ovos na Páscoa é muito antiga. Antes mesmo de existirem os ovos de chocolate, outros, como os de galinha, já eram utilizados para serem presenteados nesta data festiva.


A Escola Municipal Afrânio Peixoto costuma comemorar as datas festivas e com a Páscoa não foi diferente. A professora Fátima, coordenadora pedagógica da unidade escolar, entrou em contato com o portal Rioeduca e contou como esta data foi celebrada no espaço escolar.


“Na Páscoa focamos a paz e o amor entre as pessoas, dando significado aos símbolos dessa data. O tema foi trabalhado e bem explorado em sala de aula, culminando com uma apresentação musical e dramatização de cada turma. As crianças participaram ativamente de todas as etapas com muito entusiasmo!” – Professora Fátima.


 

 

Alunos realizando apresentação na festa de Páscoa.

 

 

 

Equipe de professores e direção da E.M. Afrânio Peixoto.

 

 

Os alunos do Espaço de Desenvolvimento Infantil Bárbara Ottoni receberam a visita do Coelhinho da Páscoa para celebrar a data. Foi uma grande alegria receber a presença ilustre de um dos símbolos da Páscoa.

 

 

Visita do coelhinho da Páscoa ao EDI Bárbara Ottoni.

 

 

Na Creche Municipal São Sebastião Arrelia, os pequeninos comemoraram a Páscoa com festa, brincadeiras e atividades sobre o tema.

 

 

Alunos participando de atividades sobre a Páscoa.

 

 

A Escola Municipal Shakespeare registrou em seu blog imagens da festa de celebração da Páscoa e também uma bela mensagem sobre a data.


“Nesta época pascoal, limpe a poeira que lhe impede de enxergar que viver é um ato de amor. Reflita, mude, partilhe, tenha esperança, lute por um mundo melhor, supere os sofrimentos, vivencie a solidariedade, invista na paz e diga sim ao amor e a vida!” – Retirado do blog da escola.


 

 

Mesa organizada para a festa de Páscoa.

 

 

 

Equipe da E.M. Shakespeare.

 

 

O projeto pedagógico anual da Creche Municipal Doutor Sérgio Arouca tem como tema "Brincar e ler o mundo na C. M. Dr. Sérgio Arouca é... criar, construir, aprender e crescer!". E a celebração da Páscoa foi realizada atendendo aos objetivos do projeto.


“Acolhemos também as ideias dos responsáveis e um pedido para que as crianças pudessem sair com orelhinhas de coelhinhos da Páscoa. Unindo esta perspectiva ao nosso projeto, os educadores brincaram com as crianças, dramatizando, rastreando as pegadas do coelho,  descobrindo tesouros escondidos, brincando de coelhinho na toca, enfim, lendo os sinais que o coelhinho da Páscoa deixou nas salas da creche."  Retirado do blog da creche.


 

 

Páscoa na C.M. Doutor Sérgio Arouca.

 

 

Encerramos esta publicação com um vídeo que fala sobre a Páscoa cristã. Vale a pena assistir.

 

 

 

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 

Renata Carvalho – Professora da Rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share