A A A C
email
Retornando 48 resultados para o mês de 'Maio de 2013'

Terça-feira, 07/05/2013

Dialogando com o Jovem Escritor Eduardo Lyra

Tags: 5ªcre, peja.

 

A Escola Municipal Irã está desenvolvendo um projeto que trabalha diferenças
e para fortalecer esta proposta convidou o jovem escritor Eduardo Lyra
que mostrou aos alunos como não desistir de seus sonhos.


 

 

Há dois anos a Escola municipal Irã recebeu o PEJA e como tudo que é novo, embora seja esse o segundo ano, está sendo um desafio. A ideia da equipe é de oferecer a esses jovens e adultos  um leque de oportunidades e pensando assim resolveram desenvolver “projetos que ampliem o espaço para o debate  e a reflexão, promovendo o crescimento e o amadurecimento do grupo”.


“O PEJA é uma modalidade de ensino em que há uma variação muito grande de idades. Jovens, senhores, senhoras e idosos precisam conviver em um mesmo espaço, compartilhando ideias e objetivos, muitas vezes,  divergentes. Aprender a lidar com essa diversidade de forma amistosa,  superando  os conflitos, ainda é um desafio para muitos alunos. Por isso,  buscamos  como alternativa de trabalho, o desenvolvimento de projetos que ampliem o espaço para o debate  e a reflexão, promovendo o crescimento e o amadurecimento do grupo”, relata a professora Ellen Fernandes, Coordenadora Pedagógica da escola.


Então, resolveram criar um projeto que contemplasse diferenças, “na tentativa de recriar  na comunidade escolar um espaço maior de tolerância e respeito mútuo, quebrando pré-conceitos, banindo qualquer tipo de discriminação, levantando a autoestima de todos, fazendo-os acreditar que é possível a transformação através da educação”.


 

Superar, Acreditar, Sonhar

 

 Escritor Eduardo Lyra autografando os livros de sua autoria, acervo da Sala de Leitura

 

 

Para fortalecer esta proposta convidaram  o  jovem escritor Eduardo Lyra para dialogar com os alunos. Segundo a professora Margareth Knupfer, em suas palestras ele mostra como superou o estigma de pobre, morador de comunidade, filho de drogado e muitas outras condições desfavoráveis, sem desistir dos seus sonhos. A partir do seu próprio testemunho de vida, ele procurou impulsionar os jovens a acreditarem em seu potencial e  serem proativos, na tentativa de transformar o mundo através do seu talento.


“A palestra foi extremamente proveitosa. Ele contou sobre as dificuldades encontradas durante sua infância e juventude e como decidira que todos aqueles problemas não fariam mais parte da sua vida.  Uma história de garra, determinação, fé, confiança e principalmente força de vontade”, diz a professora.

 

 

Da esquerda para direita_ professora Terezinha Sendon, apoio à direção do PEJA., escritor Eduardo Lyra e professora Ellen Fernandes

 


E, continua, “Os alunos ficaram, assim como nós, vidrados em suas palavras. Ao término, saímos de lá com a crença de que vale a pena acreditar e investir em nossos sonhos. O sucesso foi tão grande que os 14 livros comprados  para empréstimo da sala de leitura, não foram suficientes e a fila de espera está grande.  O mais gratificante foram os depoimentos feitos no dia seguinte, em um deles a aluna contou que tinha vontade de entrar em um salão de beleza para mostrar seu trabalho como Nail Art, mas não tinha coragem porque lá só havia funcionárias brancas. Após a palestra ela se encheu de coragem e foi conversar com a dona do salão e para sua surpresa ela foi convidada para começar na mesma hora; sua felicidade foi enorme e a nossa também, porque percebemos que a palestra provocou mudança de atitude. Outros depoimentos de alunos estavam relacionados ao renascimento de projetos e sonhos que ora adormecidos voltaram a pulsar em seus  corações”.

 

 

Alunos do PEJA

 

 

 

Alunos do PEJA _ Palestra do escritor Eduardo Lyra


 

Paulo Freire diz que “Educar é impregnar de sentido o que fazemos a cada instante!", assim acredita também toda equipe, “que esse sentido  só existe quando se produzem crescimento e mudança de ideias, atitudes, situações. É o que estamos buscando construir em nossa escola; um espaço de ação-reflexão em que o conhecimento seja compartilhado para transformação da nossa realidade e do mundo que nos cerca”.

 

 

Escritor Eduardo Lyra em palestra aos alunos do PEJA, na Escola Municipal Irã

 

 

Como o resultado foi um sucesso, e tamanha felicidade de todos, a escola resolveu ampliar as palestras. Dia 25 de abril aconteceu a segunda palestra, agora com o escritor sobrevivente do holocausto Aleksander Henry Laks.

 

Com certeza ele será outra experiência marcante para todos, alunos, professores e funcionários.

 

Para saber um pouco mais sobre o escritor Eduard Lyra, é só entrar  no site: www.jovensfalcoes.com.br

 

Veja também aqui  o III Festival Literário que a escola apresentou em novembro de 2012, através do Portal Rioeduca.

 

Parabéns a equipe da Escola Municipal Irã pelo belo trabalho envolvendo os alunos do PEJA e, com certeza, eles agradecerão.

 

Conheça o blog da escola: http://escolaira.blogspot.com.br/


 

 Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos. Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

 

Acompanhem e comentem nos blogs das Escolas da Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro. A lista dos blogs da 5ª CRE vocês encontram aqui.

 

 

Professora Regina Bizarro _ Representante do Rioeduca na 5ªCRE

Twitter: @rebiza

Facebook: Regina Biza

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

 

 

                                


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 07/05/2013

E. M. Renato Leite e a Criação do Conselho de Pais

Tags: 7ªcre, projetos, escola de pais.

 

 

A E. M. Renato Leite está localizada na Taquara e atende alunos da Educação Infantil ao 9ºano do Ensino Fundamental, além de turmas de Educação Especial, projetos especiais e PEJA. Este ano, a unidade escolar irá desenvolver o projeto “Viajando nas asas da Música Popular Brasileira nos 100 anos do Poetinha – A Renato Leite comemorando o Centenário de Vinicius de Moraes”. Uma das ações do projeto é a criação do Conselho de Pais.

 


O Projeto Anual da Escola Municipal Renato Leite perpassa por quatro principais eixos em que busca-se mostrar aos alunos como é possível serem amigos, como aceitar e respeitar o outro e suas diferenças, como lidar com as adversidades de sentimentos.

 

Numa medida de mediação e interlocução maior entre os corpos docente, discente e de responsáveis e na busca de possíveis parceiros, a Escola Municipal Renato Leite iniciará uma série de medidas a fim de sanar essas dificuldades, em que uma delas é a criação do "Conselho de Pais".

 

Diretor Victor Hugo falando sobre a Criação do Conselho de Pais.

 

O Primeiro Encontro para criação do "Conselho de Pais" da Escola Municipal Renato Leite aconteceu no dia 13 de abril e uma nova reunião ocorreu no dia 20 de abril. Os professores que estiveram presentes vieram à Escola de forma voluntária e os encontros contaram com a presença de 130 pais nas duas datas. Foram entregues as revistas "Escola e Familia", enviadas pela SME para os pais.

 

O objetivo do Conselho é integrar o colégio e a família, buscando o desempenho mais eficiente do processo educativo. Procura criar um entendimento compartilhado sobre a representatividade e o que se considera importante propagar como premissas da escola e sua energia fraterna junto à classe. Dessa forma, funciona como elo entre as famílias da turma, o professor e Pais, atuando naquilo em que se sente contribuinte, com compromisso e de acordo com os valores da instituição que definem o papel de cada esfera.

 

Apresentação de slides feita pelo diretor Victor Hugo com mais informações sobre funções do Conselho de Pais.

 

O Conselho de Pais se notabiliza por desenvolver ações que valorizem o aluno, a família e escola. Todas as ações vêm sendo construídas e enriquecidas durante a realização das reuniões que acontecem mensalmente, do qual participam os membros, que são nossos parceiros e colaboradores da escola, consolidando as relações família e escola.

 

Essa é a certeza de que o trabalho do Conselho de Pais cultiva a afetividade e cuida da família com carinho destacando-se por possuir, através de um trabalho significativo, um espaço democrático para a participação efetiva dos pais na escola e, consequentemente, no exercício da cidadania.

 

O Conselho de Pais trabalha de forma compartilhada, solidária, cooperativa e harmoniosa. Possibilita um trabalho de articulação com os pais que inspira compromisso, tranquilidade, assegurando um trabalho eficaz com alternativas e soluções que favorecem um ambiente escolar de colaboração, solidariedade e uma aliança entre pais e escola.

 

Conferindo o resultado da eleição dos representantes de turma e dos professores representantes do PEJA.
 

Entre as esferas que constroem e sustentam qualquer escola, cabe ao Conselho de Pais trabalhar de forma compartilhada, a fim de possibilitar um trabalho de articulação que inspira compromisso, tranquilidade, assegurando alternativas e soluções que favoreçam um ambiente escolar de colaboração, solidariedade e uma aliança entre pais e escola.

Atua continuamente na dimensão de comunicação entre as famílias e destas com as esferas gestoras, de diferentes maneiras. Por isso, o Conselho terá reuniões periódicas com a Direção da Escola, em que serão levadas sugestões, dúvidas ou esclarecimentos das famílias para as demais esferas, assim como fazendo o retorno delas no fluxo inverso.


Além disso, o próprio Conselho traçará algumas diretrizes de ação, sempre baseadas na percepção de necessidades e/ou oportunidades das famílias, ou em conjunto com a Equipe de Gestão, Professores e Alunos, que também serão ouvidos através de seus representantes de turma.


Com os alunos do Programa de Educação de Jovens e Adultos da Unidade Escolar, este processo iniciou-se, com a escolha do Professor Representante das turmas do Programa. A Professora Orientadora do PEJA, Marcela de Oliveira e a Professora de Apoio a Direção, Ivaneide Lobato, dinamizaram, junto com os alunos, este exemplo de representatividade numa importante manifestação do relacionamento da coletividade escolar com o meio em que se insere. Assim vemos que na Renato Leite realmente é “impossível ser feliz sozinho”.

 

Eleição do Professor Representante do PEJA.
 

 

CONHECENDO AS ETAPAS DO PROJETO ANUAL

 

1º Bimestre: “Vou te contar, é impossível ser feliz sozinho!”
 

Objetivos Principais:


• Estimular o crescimento do aluno, resgatando valores e o fortalecimento da autoestima, a relação interpessoal, o diálogo;

• Cultivar os bons hábitos de convivência e amor dentro da família;

• Incentivar o respeito mútuo a partir de atividades compartilhadas em grupo, diminuindo o grau de agressividade no relacionamento entre os alunos;

• Promover um ambiente de aprendizagem constante para o educando, visando suas necessidades e seu total desenvolvimento.


2º Bimestre: “A música popular brasileira na linha do tempo.”
 

Objetivos Principais:


• Possibilitar o conhecimento da trajetória da música popular brasileira, traçando em linhas gerais as principais manifestações musicais, estilos, gêneros, compositores, intérpretes da História da MPB;

• Conhecer a diversidade de estilos musicais;

• Identificar os intérpretes e suas respectivas canções;

• Discutir os aspectos político-históricos que fizeram parte de uma determinada época.

 

3º Bimestre:  “Conhecendo a Biografia de Vinicius de Moraes.”
 

Objetivos Principais:


• Criar um espaço de reflexão sobre as características da linguagem escrita e promover situações de leitura e escrita de biografias e autobiografias;

• Trabalhar os textos de Vinicius de Moraes como instrumentos a serem utilizados para desenvolver a formação do leitor/escritor de poesias.

 

4º Bimestre:  “Vinicius de Moraes com sua Textualidade, Musicalidade e Encantamento”
 

Objetivos Principais:


• Entender que poesia e música são obras de arte, uma forma de linguagem;

• Desenvolver a capacidade de expressão corporal, criatividade e socialização;

• Estimular os alunos a participarem de atividades onde precisam expor seus conhecimentos.

 

Da esquerda para direita, na frente: Leila Aparecida (sala de leitura), Luciana Mostovoy (Português), Viviane Cristino (Ciências), Lídia (Ciências), Jullyana (Matemática) e Cristiane Pina (Português). Atras:Diretor Victor Hugo, Consuelo (Ag. Educadora), Ivaneide Lobato (Apoio a Direção) e Cláudio (Matemática).

 

Diretor Victor Hugo, Viviane Cunha(4o Ano), Alex José (4o. Ano NCM), Ivaneide Lobato (apoio a direção) e Consuelo (ag. Educadora) e na frente Jaqueline (Realfa e acelera 1a), Leila (sala de leitura) e Ana Lúcia ( 5o. ano) no segundo dia de reunião

 

O envolvimento da família no ambiente escolar e social da criança é fundamental e é um componente importantíssimo para a aquisição de valores eventualmente assumidos. O ambiente escolar tem sem dúvida uma função importante de estar instruindo, apresentando soluções, proporcionando meios de aprendizagem e reflexão sobre a problemática aqui apresentada.

 

A criação do Conselho de Pais é uma das ações do projeto anual e que busca a integração necessária entre a escola e a família com o objetivo de buscar e promover um ambiente de aprendizagem constante para o educando, visando suas necessidades e seu total desenvolvimento.

 

As informações foram enviadas pelo Diretor Geral Victor Hugo Almeida que assumiu a direção em janeiro de 2013.

 

 

 PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

 

 

CONFIRAM NO LINK A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

http://portalrioeduca/sobrenos.php


 

Contato:

 

Roberta Vitagliano

 professora da rede municipal

e representante do Rioeduca da 7ªCRE

 

robertavitagliano@rioeduca.net

twitter: @robertacarmina

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 07/05/2013

Fazendo Arte na Educação Infantil

Tags: 2ªcre, educaçãoinfntil, edi.

O blog do Espaço de Desenvolvimento Infantil Doutor Marcelo Candia é uma novidade no mundo virtual. Uma de suas primeiras publicações é a Semana da Arte que aconteceu no ambiente escolar.

Os alunos da Educação Infantil participaram do projeto Semana da Arte, que faz parte do projeto didático anual da escola. Os principais objetivos deste trabalho são: a exposição dos trabalhos realizados pelas turmas, a valorização da unidade escolar e o envolvimento e aproximação dos responsáveis com o processo de ensino e aprendizagem dos pequeninos.

 

A escolha do tema partiu da observação das professora já que, durante as atividades em sala de aula, as crianças comparavam e avaliavam os desenhos, elogiando e criticando os desenhos.


Desta forma surgiu a ideia de apresentar aos pequeninos as obras de pintores famosos como: Tarsila do Amaral e Cândido Portinari, grandes pintores brasileiros.
 

 

Alunos conhecendo através de um vídeo a obra e a história de Tarsila do Amaral.

 

As professoras apresentaram às turmas a obra “Abaporu” de Tarsila do Amaral e pinturas de Cândido Portinari, provocando uma reflexão em relação aos padrões preestabelecidos sobre o “belo” e o “certo” na arte.

 

Releitura da obra "Abaporu" de Tarsila do Amaral.

 

Após a apresentação das obras citadas, as crianças ficaram curiosas para conhecer mais profundamente os artistas e suas obras. A partir deste momento, a escola trabalhou um pouco da biografia de cada pintor e sua trajetória artística.


Os alunos compreenderam que existem diversas formas de arte e que cada indivíduo expressa-se do seu jeito. Ideia promovida por Tarsila do Amaral na Semana de Arte Moderna.


Dando continuidade ao projeto, as crianças fizeram releituras das obras apresentadas, assim como atividades livres utilizando diversas técnicas e materiais. Os trabalhos foram realizados tanto individualmente, quanto coletivamente.

 

Releitura da obra "A Cuca" de Tarsila do Amaral.

 

Exposição dos trabalhos realizados pelos alunos.

 

A culminância do projeto foi uma exposição dos desenhos dos alunos no espaço escolar. Os responsáveis foram convidados para o evento e ficaram alegres ao verem o trabalho realizado pelos pequeninos da Educação Infantil.


Vários pais se emocionaram ao ver as obras criadas por esses pequenos artistas expostas por toda escola. Os responsáveis ficaram satisfeitos com a exposição e se animaram em realizar uma produção artística juntamente com seus filhos.

 

Responsáveis participando da atividade "Fazendo Arte com meu filho".

 

 Agradecimentos à equipe pedagógica por enviar o material para a publicação.

 

Parabéns ao EDI Doutor Marcelo Candia por realizar atividade que incentivem o conhecimento cultural de seus alunos e familiares.

 

Visite o blog do EDI Doutor Marcelo Candia para conhecer mais sobre o trabalho desta unidade escolar.

 

http://emdrmarcelocandia.blogspot.com.br/

 

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 

Renata Carvalho – Professora da Rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 06/05/2013

Escola Limpa

Tags: 1ªcre.

 

 

A E. M. João de Camargo, situada Rua Ricardo Machado, 633, São Cristóvão, atende atualmente 25 turmas, da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental. Em abril deste ano, a unidade iniciou o projeto “Agentes Transformadores” com o objetivo de valorizar o ambiente escolar, como um espaço de aprendizagem de educação para transformação.

 

 

Agentes Transformadores

 



"De tudo ficam três coisas: a certeza de que sempre estamos começando, a certeza de que temos que continuar, a certeza de que podemos ser interrompidos antes de terminar. Fazer da interrupção um caminho novo." 

Fernando Sabino

 


Inicialmente, foram selecionados os alunos "Agentes Transformadores", que têm a missão de conversar com os colegas quanto à necessidade do cuidado na preservação do espaço público. A primeira etapa teve como foco a conservação dos espaços da escola. Foram exibidos vídeos e fotos para demonstrar o quanto é importante o cuidado com os ambientes. A partir da discussão, foi solicitado aos estudantes que dessem sugestões sobre como manter a escola limpa. As turmas elaboraram cartazes para a campanha de conscientização da necessidade de todos colaborarem para a manutenção de um ambiente limpo e saudável.

 


 

Agentes trasnsrformadores.

 

A Sala de Leitura desenvolve atividades relacionadas às ações de transformação da unidade. Os alunos das turmas de 4º e 5º ano assistiram a filmes e discutiram quais fatores merecem mais atenção. O objetivo principal da roda de conversa foi a importância de encontrarem possíveis  problemas e apresentarem soluções.

 

 

A aluna Eduarda acredita que os alunos têm responsabilidade no mau uso do espaço escolar, assumindo que suas atitudes também são erradas. Reconhece também o trabalho dos garis, responsáveis pela limpeza. Ela afirma: "Os alunos, principalmente eu, estão jogando muito lixo no chão, copo de refrigerante no chão do refeitório, desperdiçando água. Os garis não deixam sujo porque eles querem o bem dos alunos."

 

Através de ações como a da Escola Municipal João de, é possível perceber mudanças de comportamento e atitudes imediatas, que serão lembradas por toda a vida..

 

Clique AQUI e conheça um pouco mais o trabalho realizado na Escola Municipal João de Camargo.

 

 

* Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós! Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe. *

 


Professora Rute Albanita
 Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

 

 

COMPARTILHE E COMENTE!

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share