A A A C
email
Retornando 48 resultados para o mês de 'Maio de 2013'

Segunda-feira, 27/05/2013

Somos Parte de um Grande Universo

Tags: 6ªcre, educaçãoinfantil, sustentabilidade.

No EDI Ana Maria Cristina Marques Ribeiro, a preocupação com a sustentabilidade é tão central que o currículo é trabalhado a partir de questões ambientais. O objetivo de tudo isso é formar pessoas capazes de responder aos desafios que o mundo de hoje coloca à nossa frente. Assim, não é à toa que o Projeto Político Pedagógico de 2013 se intitula: "Somos Parte de um Grande Universo!"


Uma frase muito curiosa foi dita em um Congresso no Brasil sobre Vida Sustentável: Todos pensamos em deixar um planeta melhor para nossos filhos. Quando nos ocorrerá deixar filhos melhores para o futuro do nosso planeta?.

 

A educação que se recebe em casa é o que determina as atitudes e posturas das crianças frente ao mundo. Uma criança que aprende o respeito e valores dentro de casa, através do exemplo de seus pais, crescerá e se tornará um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive no respeito ao nosso planeta.

 

E qual é o papel da escola? Ela deve oferecer um ambiente que promova o aprendizado da cultura da sustentabilidade, a fim de ensinar a importância de atitudes de preservação para que as gerações futuras não sofram com a destruição ambiental.

 

Família e escola precisam mostrar que a coletividade é uma forma de crescer e que a divisão de tarefas e responsabilidades pode transformar a sociedade. Dessa forma, nossos filhos / alunos estarão convivendo com conceitos de sustentabilidade, conteúdos e aprendizados que ficarão para toda a vida.

 

Assim, transformaremos o mundo através de pequenas atitudes!

 

 

Este vídeo foi realizado na Oficina de Animação realizada em São José do Rio Pardo entre os anos 2010 e 2011 com estudantes do ensino médio da rede pública. O roteiro e os desenhos foram desenvolvidos pelos participantes no âmbito da Casa Euclidiana. O tema da sustentabilidade foi calcado no Ideal Euclidiano em consonância com os tempos atuais. A história foi contada de trás para frente como um reflexão sobre um futuro próximo (e incerto) para a humanidade no planeta.

 

Somos Parte de um Grande Universo

 

No Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Ana Maria Cristina Marques Ribeiro, a preocupação com a sustentabilidade é tão central que o currículo é trabalhado a partir de questões ambientais. O objetivo de tudo isso é formar pessoas capazes de responder aos desafios que o mundo de hoje nos coloca.

 

Não é à toa que o Projeto Político Pedagógico do EDI de 2013, Somos Parte de um Grande Universo, tem como tema Vivendo em Harmonia com o Planeta. Durante o 1º bimestre, foi desenvolvido com os pequeninos o tema Água, Fonte de Vida, que contribuiu para a construção de diversos conceitos e para a formação da consciência ecológica nas crianças.

 

Os alunos experimentam quais objetos afundam e quais flutuam. Momento muito importante em que os pequenos são estimulados a comparar atentamente o que pesquisaram com a prática e também perceber as dificuldades e as relações com outras vivências.

 

Nesta atividade, os alunos trabalharam com o suco que usa água para ser preparado, com as suas cores, experimentarando aromas, sabores, medidas e quantidades.

 

Quantos copinhos de café cabem em um litro? Esta foi a pergunta-desafio que estimulou os alunos a se juntarem e decidirem a resposta através a experimentação.

 

Quantos potes de massinha cabem em um litro? Os alunos se moblizaram e colocaram a mão na massa para desvendar este desafio.

 

O trabalho realizado pelos educadores do EDI visou trabalhar com os alunos e suas famílias no desenvolvimento da conscientização em relação a cultura da preservação da água, mostrando suas múltiplas formas de uso, os seus ciclos, sua importância para a vida e os problemas que o mundo atual vem enfrentando com a falta dela.

 

O trabalho foi desenvolvido visando proporcionar aos alunos uma grande diversidade de experiências com participação ativa, para que possam ampliar a consciência sobre as questões relativas à água no meio ambiente e em suas vidas. Pode assumir, assim, de forma independente e autônoma atitudes e valores voltados à sua proteção e conservação.

 

Os alunos aprenderam, entre outras coisas, que praticamente todas as atividades do cotidiano envolvem água, sendo a higiene pessoal e do ambiente em que vivemos um exemplo disso.

 

Perceberam, através de atividades práticas, que a preparação de grande parte dos alimentos também exige água. Aliás, se não fosse a água, muitos alimentos importantes como frutas e verduras não existiriam, pois dependem da água para o seu crescimento. Os pequenos ficaram surpresos e, a partir daí, não conseguiram imaginar o planeta Terra sem a água.

 

Através da música "Peixe Vivo", os alunos puderam vivenciar experiências significativas com relação à alfabetização, além de observar o comportamento  e as características de um ser vivo que necessita da água para viver.

 

Com a confecção deste cartaz, os alunos aprenderam que está em nossas mãos a construção de um mundo melhor.

 

A brincadeira "Se eu fosse um peixinho e soubesse nadar" fez parte da construção dos conhecimentos sobre o tema água.

 

Como vimos, o EDI Ana Maria Cristina Marques Ribeiro está preparando seus alunos para a vida com sustentabilidade de forma responsável. Através destas e outras atividades, que serão realizadas durante o ano, suas crianças estarão sendo capacitadas para se tornarem cidadãos ativos, capazes de aplicar seus conhecimentos e habilidades para fazer um impacto significativo no mundo.

 

 

Parabéns a toda equipe do EDI por ter a crença de que aprender a partir de processos naturais é a maneira mais eficiente de empoderar os alunos e fazê-los compreender a conexão entre as suas escolhas cotidianas e o bem-estar global e local.


 

A equipe do Portal Rioeduca deseja muito sucesso para os alunos e professores, e convida a todos os leitores a deixarem um comentário para a equipe do EDI. Até a próxima semana!

 

 

 


Professora Patrícia Fernandes – Representante do Rioeduca na 6ª Cre
Facebook: Patrícia Fernandes
Twitter: @Paty_PFF
E-mail: pferreira@rioeduca.net


                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 24/05/2013

Jogos Transversais

Tags: 10ªcre, temas transversais, dengue, rio saudável.


 

 

“Jogos transversais: Educação, Ética e Cidadania” é o título do livro escrito pelo professor Denis Mendes Bastos, que desenvolve trabalho de excelência no CIEP Major Manuel Gomes Archer

 

Visito o CIEP Major Manuel Gomes Archer pela primeira vez. Fui convidado pelo professor de Educação Física Denis Mendes Bastos e sou muito bem acolhido pelo diretor Francisco Liberato do Nascimento, pela diretora adjunta Bianca Ferreira Moreira e por toda equipe de professores e funcionários.

 

Professor de Educação Física Denis Mendes Bastos (centro) com a diretora adjunta Bianca Ferreira Moreira e com o diretor Francisco Liberato do Nascimento na sala dos professores do CIEP Major Manuel Gomes Archer, da 10ª CRE.

 


Denis já é esperado pelos alunos do 5º ano, turma 1501, com cartazes e trabalhos sobre o combate à dengue. Estão todos muito ansiosos para a demonstração que farão para o Rioeduca.

 

Converso com o professor Denis que fala sobre os seus projetos de ontem, de hoje e para o futuro. O destaque é para o livro “Jogos Transversais: Educação, Ética e Cidadania”, cujo contrato para a publicação já se encontra formalizado com as Edições Loyola, uma das editoras mais conceituadas do nosso país.

 

Falando sobre como surgiu a ideia do livro, o professor explica que tudo começou a partir do trabalho de conclusão do curso de Especialização em Educação Física Escolar, em 2009, pela UNISUAM, quando relatou suas experiências práticas dos temas transversais para a Educação Física.

 

Denis desenvolve suas aulas a partir de temas como Ética, Saúde, Orientação Sexual, Trabalho e Consumo, Pluralidade Cultural, Meio Ambiente, Educação no Trânsito, entre outros, sempre numa perspectiva que leva em consideração atitudes e valores.

 

As experiências do professor Denis sempre foram muito bem sucedidas, quer seja como professor e coordenador da Vila Olímpica Clara Nunes, quer seja como treinador de atletismo pela Federação Internacional, ou como docente de escolas municipais do Rio de Janeiro e de Nova Iguaçu.

 

Na Rede Municipal do Rio de Janeiro, além do CIEP Major Gomes Archer, o professor Denis já trabalhou também em regime de dupla regência na Escola Municipal Engenheiro Gastão Rangel, onde se dedicou ao ensino para alunos do 2º segmento.

 

Professor Denis com os alunos do 5º ano, turma 1501, na Blitz contra a Dengue.

Nas duas fotos acima, alunos apresentando trabalhos sobre o combate à dengue.


Na quadra de esportes do CIEP, os alunos da turma 1501 estão ansiosos para que as atividades comecem.

 

Denis inicia falando sobre a dengue e os alunos interagem respondendo perguntas que são feitas pelo professor. Ele convida um deles para fazer o papel do mosquito, enquanto uma aluna é indicada para fazer a representação de uma doutora que vai medicar aqueles que forem infectados pelo Aedes aegypti.

 

Tudo acontece de forma muito dinâmica e proveitosa. O professor fala sobre a dengue, os alunos participam compartilhando suas opiniões e as atividades são realizadas como um grande jogo contando com a participação de toda a turma.

 

Atividades na quadra de esportes do CIEP Major Manuel Gomes Archer, coordenadas pelo professor de Educação Física Denis Mendes Bastos com alunos da turma 1501, com destaque para os temas transversais, tendo como foco o combate à dengue.


Denis Mendes Bastos mantém um site (www.jogostransversais.com), onde apresenta vídeos, artigos, projetos, metodologias, planos de aula e um link intitulado “Aluno em ação”, no qual expõe os melhores trabalhos dos seus alunos no CIEP Major Gomes Archer, na Escola Municipal Engenheiro Gastão Rangel, na Escola Municipal Márcio Caulino e na Universidade da Saúde. Vale a pena conferir e aproveitar as excelentes ideias de mais um professor que dignifica o trabalho dos profissionais docentes da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

 

Sinvaldo do Nascimento Souza, professor representante do Rioeduca na 10ª CRE.
Facebook.com/SinvaldoSouza
Twitter: @SinvaldoNSouza

E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net


 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 24/05/2013

Senhoras e Senhores, o Circo Chegou!

Tags: 5ªcre, projetos.

 

A Creche Municipal Jeciá de Freitas Ferreira desenvolveu o "Projeto Circo", com objetivo de que seus alunos conhecessem o universo circense, trazendo para a sala de aula um ambiente colorido e mágico, onde os pequenos e seus educadores puderam desenvolver a imaginação.

 

“O mundo do Circo é um mundo mágico, onde a arte e a alegria estão presentes no dia a dia de quem vive esse mundo”. Com essa afirmativa, a Creche Municipal 05.14.602 Jeciá de Freitas Ferreira transformou suas salas de aula num ambiente colorido e de magia, onde a criança pode, junto com o educador, desenvolver a imaginação e experiências comuns, por vezes pouco exploradas. Por isso, a Creche desenvolveu o Projeto Circo com o objetivo principal conhecer o universo circense.

 

 

Atividades do Projeto Circo

 

 

Músicas e caixa surpresa com o tema “A foca”, de Vinicius de Moraes; pinturas no papel e no rosto; fantoches; confecção de máscaras; trabalhar expressões fisionômicas utilizando do espelho; apresentação de profissionais do circo/teatro com as crianças, brincando com fantasias, se olhando no espelho, essas são algumas atividades desenvolvidas no projeto.

 

 

 

O desenvolvimento e o resultado deste projeto é relatado pela diretora, professora Luciane Maria Rosa.

 

“Trabalhar o Projeto Circo foi simplesmente mágico. Nas duas semanas de desenvolvimento, trabalhamos com as crianças atividades que lhes proporcionaram desenvolver as habilidades artísticas, de coordenação, de socialização, interação, participação e raciocínio. Tivemos pintura, colagem, música, atividades ao ar livre, brincadeira livre, contação de histórias, fantasias e muita imaginação. Cada professora ficou responsável em desenvolver suas atividades com sua turma na sala de aula. Trabalhamos também as cores, formas geométricas, animais do circo.”

 

Segundo a professora Karla Bomfim, do berçário II, "depois das crianças assistirem ao DVD 'Xuxa Circo' e brincarem com o livro 'Sons divertidos no Circo', elas se encantaram com a magia circense e os espetáculos que o circo nos proporciona. Dessa forma, resolveram brincar de circo. Descobriram experimentar que as fantasias dão asas à nossa imaginação e, através delas, podemos nos transformar em personagens, como os do circo e cair na brincadeira. É claro que o palhaço não podia ficar de fora".


“Experimentar um pouquinho de mágica, por que não? Ela nos intriga e nos fascina, além de nos deixar curiosos. E a caixa de surpresa... O que será que tem dentro? Onde está o brinquedo que estava aqui?”, indaga a professora Karla Bonfim.

 

 

 

E conclui, “ao final da brincadeira, as crianças demonstraram alegria, o fascínio e as emoções com as descobertas que fizeram com os colegas e consigo mesmas diante do espelho”.

 

Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos.

 

Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

 

Professora Regina Bizarro _ Representante do Rioeduca na 5ªCRE.

Twitter: @rebiza

Facebook: Regina Biza

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

 

                               


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 23/05/2013

Realfa 2B, Pressão do Ar em Experiências

Tags: 5ªcre, projetos.

Na Escola Municipal Cecília Meireles, o professor de Ciências José Mauro dos Reis desenvolveu um experimento da pressão do ar, envolvendo seus alunos da Realfa 2B.

 

O professor José Mauro Lopes dos Reis é professor da rede municipal há 21 anos e trabalha utilizando diferentes recursos e metodologias. Atua no Laboratório de Ciências da Escola Municipal Cecília Meireles com turmas do 6º ao 9º ano e CEST na turma do Realfa 2B.

 

Com o intuito de envolver os alunos do Realfa 2B, o professor desenvolveu um experimento sobre a pressão do ar. Seu objetivo foi o de que seus alunos reconhecessem a pressão do ar gerando movimento.

 

Segundo o professor: “os alunos perceberam que o ar comprimido, quando liberado, ocasiona o deslocamento do foguete, comprovando de forma lúdica que o ar pode ser utilizado para diversos fins como encher pneu de bicicleta, de veículos, etc.”.

 

Para este experimento foi usado um foguete construído com sucatas, que impulsionado com a pressão do ar comprimido através de uma bomba de água, pudesse fazer os alunos perceberem a existência do ar e a pressão que esta exerce, seguindo as etapas do método científico.

 

Professor José Mauro Lopes dos Reis e alunos do Realfa 2B: reconhecendo a pressão do ar gerando movimento.

 

Passos para a construção do foguete:

 

• Utilização de uma garrafa pet inteira, atendendo ao princípio da reutilização;

• Montagem das asas (aletas) do foguete com cartolina e fita crepe;

• Lançamento do foguete utilizando uma base composta de tubos e bomba de bicicleta.


Conheça mais trabalhos que alunos e professores desenvolvem na Escola Municipal Cecília Meireles, clicando no link http://emcecilia2011.blogspot.com.br/


 

Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos.

 

Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

 

Professora Regina Bizarro _ Representante do Rioeduca na 5ªCRE.

Twitter: @rebiza

Facebook: Regina Biza

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

 

 

                               


   
           



Yammer Share