A A A C
email
Retornando 48 resultados para o mês de 'Maio de 2013'

Quinta-feira, 16/05/2013

Construindo Um Mundo Melhor Com a Arte de Vinicius De Moraes

Tags: 9ªcre, cidadedeleitores, leitura, blogdeescola.

A equipe da E. M. Professora Enyr Portilho de Avellar, da 9ª Coordenadoria Regional de Educação, comemora o centenário de Vinicius de Moraes com um belo projeto que envolve música e vários segmentos da arte, contagiando toda comunidade escolar.

 

Em comemoração ao centenário do nascimento de Vinicius de Moraes, a escola buscou conhecer mais sobre a vida e a obra desse brasileiro que mostrou o Brasil ao mundo.

A unidade escolar aprofundou suas pesquisas nas músicas infantis do poeta e estas foram apresentadas aos alunos de forma lúdica a fim de explorar toda a sua diversidade.

 

Nosso Cenário e os responsáveis do 1º e 2º turno

 

  A arca desconjuntada
Parece que vai ruir
Entre os pulos da bicharada
Toda querendo sair...

 E abre-se a porta da arca. 
Lentamente surgem francas 
A alegria e as barbas brancas 
Do prudente patriarca...


O projeto tem como objetivo oportunizar às crianças da Educação Infantil o acesso ao universo literário de Vinicius de Moraes, mobilizado através de poesia, música, encenações, jograis, danças etc. Leva, assim, os alunos a constituírem uma relação diferenciada com a linguagem literária e, consequentemente, a tornarem-se futuros leitores e produtores de textos competentes.


Durante a execução desta 1ª parte do nosso projeto, as crianças foram incentivadas a:

  • Participar de brincadeiras: casinha, pular corda, imitar cantor (a), dançarino (a), etc.;
     
  • Estabelecer relações entre leitura e escrita;
     
  • Escutar e conversar sobre as obras musicais de Vinícius de Moraes: Samba, Bossa Nova, Valsa, cantiga de roda;
     
  • Ampliar o conhecimento de diversos aspectos referentes à produção musical: os instrumentos utilizados, tipo de profissionais que atuam e o conjunto que formam (orquestra, banda etc.);
     
  • Produzir coreografias de acordo com as ideias que as letras das canções de Vinicius de Moraes sugerem. Ex: Lá vem o pato, A foca, A casa, O gato, O pinguim, O elefantinho, etc.;
     
  • Brincar de faz de conta, utilizando fantasias variadas, maquiagem, roupas velhas de adultos, sapatos, bijuterias e acessórios para, diante do espelho, construir e afirmar a imagem corporal e perceber que sua imagem muda sem que se modifique a sua pessoa;
     
  • Perceber estruturas rítmicas para expressar-se corporalmente por meio da dança, brincadeiras e de outros movimentos;
     
  • Listar e fazer a contagem dos elementos contidos nas letras das canções de Vinicius de Moraes;
     
  • Perceber e representar o corpo como instrumento de autoexpressão e comunicação. Diferenciar letras, desenhos e números;
     
  • Confeccionar cartazes, murais e portfólios com vários recursos e técnicas.

Foi utilizado o CD Arca de Noé como norteador dessa etapa do projeto (músicas infantis) pois, segundo nos conta a coordenadora Patrícia, é um tema que desperta o interesse natural das crianças desta faixa etária que, em geral, adoram bicharada, imitam seus sons, seus jeitos, estabelecendo relações afetivas com seus animais de estimação.

 

A culminância do projeto aconteceu no dia 29/04/2013, quando tiveram a participação dos responsáveis e o empenho das professoras, auxiliares de creche, merendeiras, serventes, enfim, todos os funcionários da escola tiveram sua participação mais que especial.



Acompanhe a comemoração através das imagens abaixo:

 

Turma EI-41 Professora Clara
As Abelhas

A abelha-mestra
E as abelhinhas
Estão todas prontinhas
Para ir para a festa...

 


Turma EI-30 Professora Beatriz
O Pinguim

 Bom dia, pinguim
Onde vai assim
Com ar apressado?...

 

 

Turma EI-31 Professora Elisabete
A Galinha d'Angola

Coitada, coitadinha
Da galinha-d'Angola
Não anda ultimamente
Regulando da bola...

 


Turma EI-10 Professora Andreza
 A Foca

 Quer ver a foca
Ficar feliz?
É pôr uma bola
No seu nariz...

 

 

EI-11 Professora Cristiane e EI-21 Professora Coord. Patrícia

O Girassol

 Sempre que o sol 
Pinta de anil todo o céu,
O girassol fica
  um gentil Carrossel...

 Roda, roda, roda
Rodador
Vai rodando, dando mel
Vai rodando, dando flor...

 


EI-12 Professora Beth
O Leão

 Leão! Leão! Leão!
Rugindo como um trovão
Deu um pulo, e era uma vez
Um cabritinho montês...

 


EI-13 e EI-23 Professora Solange
O Pato

Lá vem o pato
Pato aqui, pato acolá
Lá vem o pato
Para ver o que é que há...

 O pato pateta
Pintou o caneco
Surrou a galinha
Bateu no marreco...

 


EI-14 e EI-20 Professora Rosângela
A Casa

Era uma casa muito engraçada
Não tinha teto, não tinha nada
Ninguém podia entrar nela, não
Porque na casa não tinha chão...

Ninguém podia fazer pipi
Porque penico não tinha ali
Mas era feita com muito esmero
Na rua dos bobos, número zero...

 

EI-22 Professora Daniela
O Macaquinho de Pilha e O Gato

O macaquinho
quando está de pilha nova
Fica todo entusiasmado,
bota pra quebrar...

Com um lindo salto, 
Leve e seguro, 
O gato passa 
Do chão ao muro...

 


 

Parabéns a toda equipe da Unidade pelo projeto riquíssimo!

 

 

Acompanhe esta e outras atividades no

Blog da E. M. Professora Enyr Portilho de Avellar

 

 

Profª Márcia Cristina Alves Representante da 9ª CRE
E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net
Twitter: @marciacrisalves






 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 15/05/2013

Destaques do Alfabetiza Rio na 5ª CRE

Tags: 5ªcre, alfabetizario.

A Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro teve 90% dos alunos no 1º ano alfabetizados segundo avaliação que aconteceu em 2012.

 

Segundo a avaliação da Prova Rio 2012, 90% dos alunos no 1º ano da Rede Municipal de Educação foram alfabetizados, assim como em matemática 90,5% e na escrita 76,7%, mas acreditam que ainda não seja ideal.


Essas avaliações aconteceram nas turmas de 1º ano e muitos professores se revelaram alfabetizadores de sucesso. Suas turmas tiveram os índices mais altos da rede.


"Temos 1.600 turmas. Se os alunos desses professores tiveram as melhores notas, temos de entender o que eles tiveram de especial", revela a Secretária de Educação Cláudia Costin.


Acompanhar as aulas, gravar depoimentos com estas educadoras são algumas ações que a Secretaria pretende usar como material de treinamento para as outras escolas que tiveram desempenho baixo. Ambas serão parceiras e deverão trocar ideias com objetivo de elaborarem “um plano de melhoria para a escola com pior desempenho”.


Foram avaliados aproximadamente 40 mil alunos que estavam no final do primeiro ano e os resultados foram tabulados pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (Caed) da Universidade Federal de Juiz de Fora, de Minas Gerais. Em 2012, a SME realizou este teste pelo terceiro ano consecutivo. 

 


Alfabetiza Rio na 5ª CRE

 


Na 5ª CRE, duas professoras e suas turmas se destacaram, ficando em 6º e 7º lugares na classificação geral de toda rede municipal.

 

São elas: Catia Loretti Gonçalves da Silva, lotada na Escola Municipal 05.15.024 Cervantes, e  Adriana Rodrigues Krempser,  que no ano de 2012 estava cedida na Escola Municipal 05.14.023 Gaspar Viana, onde fez um belo trabalho com sua turma. 

 

Como reconhecimento deste trabalho, as professoras participaram do Café da Manhã com a Secretária Municipal de Educação Claudia Costin, no dia 11 de abril, no Gabinete da Secretária.

 

 

Professora Catia Loretti Gonçalves da Silva - Escola Municipal 05.15.024 Cervantes

 

Por telefone, Catia Loretti confessou que nunca foi exclusivamente alfabetizadora e nunca havia alfabetizado uma turma tão heterogênea!

 

“Foi, realmente, um desafio”, revela a professora, que nos enviou um relato, falando da trajetória da turma e os avanços alcançados. Também nos relatou que ficou muito feliz em estar no Café da Manhã junto à Secretária de Educação Claudia Costin e colegas da rede.

 

 

 


"Eu sou a professora Cátia Lorette Gonçalves da Silva, trabalho na Escola Municipal Cervantes. Estou na rede desde o ano de 2002, onde procuro desenvolver o meu trabalho com muita dedicação e amor.

A minha experiência é com as turmas de anos mais avançados, porém, tive o prazer de trabalhar com o 1º ano no ano passado, em que busquei dar o melhor de mim e realizar um trabalho de qualidade, buscando o empenho dos alunos e a parceria dos responsáveis junto à escola. Foi um ano de muita luta, as dificuldades surgiram diante de uma turma com 22 alunos em que a maioria não tinha passado pela Educação Infantil. O processo de alfabetização e letramento iniciou seguindo a rotina da casa de alfabetização, utilizando material didático diversificado, textos, atendimento individualizado, métodos diversos e, principalmente, letras de cantigas infantis. Foi por intermédio da música que começamos a sensibilizar os alunos, estimulando a sua autoestima de forma a desenvolver todas as suas potencialidades".

 


 

E finaliza a professora: "Ao final de um longo trabalho, em que buscamos enfrentar todas as dificuldades apresentadas, podemos colher os frutos, tendo a certeza de que valeu a pena todo o empenho. Vejo as transformações reveladas por todos os envolvidos nesse processo tão prazeroso. Estamos muito felizes pelo resultado obtido na rede e entendemos que a luta continua".

 

Professora Adriana Rodrigues Krempser - Escola Municipal 05.14.023 Gaspar Viana

 

A professora Adriana Rodrigues Krempser, no ano de 2012, estava lotada na E. M. Gaspar Vianna, escola por que tem imenso carinho.

A diretora, professora Viviane Bianchi, revela que o trabalho desenvolvido pela professora Adriana Krempser, em 2012, foi impecável, de excelência. Hoje, a professora está lotada no CIEP Dom Oscar Romero.

 

 


 

 

"As atividades que proporcionaram o bom desenvolvimento, tanto individual quanto coletivo, da turma 1101, na EM Gaspar Vianna, no ano de 2012, consistiram em Rodas de Leitura para o início das aulas, Produção de Texto Coletivo, Escrita Espontânea, Jogos Pedagógicos, como Bingo de Letras, Quebra-cabeça com desenhos e palavras, Cruzadinhas entre outros. Além de Teatro, Contação de Histórias com interpretação das mesmas, com criação de novos personagens (feito em conjunto com as crianças), visita à Sala de Leitura, produção de um Livro em parceria com as crianças, utilização diária dos Cadernos Pedagógicos e dos Livros Didáticos, Atividades de Reforço e Recuperação Paralela e, principalmente, trabalhos visando o aumento da autoestima dos alunos", relata a professora Adriana Rodrigues Krempser.

 

Parabéns às professoras Catia Loretti Gonçalves da Silva e Adriana Rodrigues Krempser pelo ótimo desempenho como professoras alfabetizadoras, destacando-se com suas turmas entre as melhores classificadas no âmbito da Secretaria Municipal de Educação no Alfabetiza Rio.

 

 

Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos. Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

 

Visitem, acompanhem e comentem nos blogs das Escolas da Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro.

 

Acompanhem, também, a 5ª CRE, através do nosso grupo no Facebook, sendo mais um membro:

https://www.facebook.com/groups/rioeduca5cre/

 

 

Professora Regina Bizarro _ Representante do Rioeduca na 5ªCRE

Twitter: @rebiza

Facebook: Regina Biza

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

 

                               


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 15/05/2013

Pequenas Vozes Cantam Vinicius de Moraes

Tags: 8ªcre.

 

 

A música é uma linguagem que comunica sensações e sentidos. A afetividade e a cognição são estimuladas por ela. Assim sendo, a Creche Municipal Silveirinha combinou músicas de um dos grandes compositores brasileiros através de atividades lúdicas para compor o projeto Cantando e Encantando com Vinicius de Moraes.

 

Pequenos da Creche Municipal Silveirinha soltando a voz na culminância do projeto.

 

A música na Educação Infantil deve ser uma importante fonte de estímulos, equilíbrio e ludicidade. Nas escolas de Educação Infantil, percebe-se que a música proporciona momentos felizes para as crianças. A Creche Municipal Silveirinha desenvolveu do dia 4 de março ao dia 26 de abril o projeto Cantando e Encantando com Vinicius de Moraes.

 

A partir de músicas do compositor, a equipe pedagógica planejou diferentes atividades para as crianças.

 

O encantamento ficou por conta das apresentações das crianças.

 

O projeto desenvolvido na Creche foi de grande interesse para as crianças que, durante aproximadamente dois meses, assistiram a vídeos, ouviram o repertório do CD "A Arca de Noé", de Vinicius de Moraes, além de participarem de Rodas de Leitura para ouvirem histórias relacionadas ao tema.

 

Nas atividades propostas, os alunos puderam criar, desenhar, cantar e escolher o que mais lhes agradava.

 

Na última semana do projeto, as crianças vivenciaram a experiência de ter animais visitando a creche. Esse foi um momento de especial alegria e curiosidade dos pequenos, que receberam instruções sobre o respeito e o cuidado que devemos ter com os animais.

 

Turminha EI 52 apresentando a música "As Abelhas".

 

A culminância do projeto se transformou em um espetáculo!

 

As turminhas cantaram e encantaram com apresentações das músicas: O Leão, O Pato, A Pulga e As Abelhas. Os responsáveis foram convidados e assistiram a tudo com muita satisfação! Momentos como estes só consolidam a parceria da família com a escola na busca de uma educação significativa, que pode se iniciar nos primeiros anos da vida escolar!

 

Equipe da direção da Creche, partindo da esquerda: Mara Lúcia, Professora Articuladora, Rita Moreira, Diretora Adjunta e Marilene Ramos, Diretora Geral

 

  Meu agradecimento à equipe de direção, Marilene Ramos e Rita Moreira, que participaram ativamente de todo o processo, colaborando, incentivando e apoiando o trabalho pedagógico e buscando parcerias.

A todos os colegas educadores que se envolveram trazendo novas ideias, motivando uns aos outros e removendo os obstáculos, dando um show juntamente com as crianças!

E a todos os funcionários que colaboraram com muita força de vontade! Foi lindo ver seus olhos brilhantes na festa de culminância do projeto.

Agradeço também aos pais, que são nossos parceiros de toda hora!

É realmente um privilégio trabalhar com uma equipe de excelência.

Obrigada, equipe Silveirinha!


                                                       Maria Lúcia Gomes dos Santos (Professora Articuladora)
 

 

Para saber mais, clique na imagem abaixo e conheça o Blog da Creche Municipal Silveirinha:

 

 

 

 

 

O projeto realizado na C.M. Silveirinha presta uma homenagem ao poeta e compositor Vinicius de Moraes no ano do seu centenário!

 

 

Professora Neilda Silva - Rioeduca 8ª CRE

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: @Prof_Neilda

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 14/05/2013

Criando e Aprendendo com o Alfabetário Poético

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

A E. M. Gastão Monteiro Moutinho está localizada na Taquara, em Jacarepaguá, e atende crianças da Educação Infantil ao 6º ano do Ensino Fundamental. O Projeto Político Pedagógico Para que a Escola nos Dê Cidadãos tem como objetivo tornar o aluno um ser participante, ativo na busca pelas soluções dos problemas atuais, desenvolvendo sua autoconfiança e capacidade criativa.

 

Durante o primeiro bimestre, uma das atividades significativas da Escola Gastão Monteiro Moutinho foi a criação do Alfabetário Poético por alunos do 6º ano experimental. A atividade foi elaborada pela professora Margarete Pires Bastos nas aulas de português nas turmas 1601 e 1602.

 

Turma 1601 que participou da criação do Alfabetário Poético.

 

Com a comemoração do aniversário da cidade, a professora falou sobre os pontos turísticos, as belezas naturais da cidade e o ar poético que a inspira. As crianças realizaram poemas sobre os pontos turisticos da cidade e adoraram a brincadeira.



Com o objetivo de aumentar o vocabulário, a professora Margarete idealizou o alfabetário poético para ilustrar a sala e aproveitar o entusiasmo. As crianças colaboraram com a ideia do início ao fim. Inicialmente, duplas foram formadas para a confecção das poesias e todos ajudaram na montagem e exibição do material (Mural montado dentro da sala de aula).

 

Mural com as poesias dos alunos dentro da sala de aula.

 

A Escola Gastão Monteiro Moutinho tem como missão desenvolver o aluno enquanto indivíduo social, cognitivo e existencial através da prestação de um serviço sério, focado em objetivos e metas educacionais preparando-o para os desafios da vida adulta.

 

A professora Margarete junto com os alunos confeccionando o mural para a sala.

 

Hora de preparar os cartazes com o Alfabetário para ser colocado no mural da sala.

 

Conheça um pouco mais do projeto político pedagógico da unidade escolar:

 

 

OBJETIVOS GERAIS DA UNIDADE ESCOLAR GASTÃO MONTEIRO MOUTINHO

 

Desenvolver o pensamento crítico e a participação do indivíduo na Sociedade formando cidadãos conscientes a partir da compreensão da importância da comunicação nas relações sociais, na relação do homem com a natureza e consigo mesmo.

 

Compreender a cidadania como participação social e política, assim como exercício de direitos e deveres políticos, civis e sociais, adotando no dia a dia atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio às injustiças, respeitando o outro e exigindo para si o mesmo respeito

 

Posicionar-se de maneira crítica, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o diálogo como forma de mediar conflitos e tomar decisões coletivas.

 

Conscientizar-se de seus direitos e deveres enquanto cidadão, pois a partir do momento em que se percebe sujeito do processo histórico, social, cultural e político, o ser humano apropria-se da realidade material intervindo em prol da melhoria da qualidade de vida.

 

Utilizar as diferentes linguagens – verbais, matemáticas, gráficas, plásticas e corporais – como meio para produzir, expressar e comunicar suas idéias, interpretar e usufruir das produções culturais em contextos públicos e privados, atendendo a diferentes intenções e situações de comunicações.

 

Questionar a realidade formulando problemas e tratando de resolvê-los, utilizando para isso o pensamento lógico, a criatividade, a intuição, a capacidade de análise crítica, selecionando procedimentos e verificando sua adequação.

 

Aproveitar todos os espaços oportunizando a participação da comunidade escolar dentro do processo ensino-aprendizagem como agente consciente.


Construir o saber a partir da realidade e experiências vivenciadas confrontando a realidade social e a compreensão crítica dos acontecimentos, possibilitando a todos escrever e, coletivamente, transformar a sociedade.

 

Despertar o interesse envolvendo toda comunidade escolar para um diagnóstico participativo. Com o início do ano letivo e durante todo o período escolar fornecendo novos elementos para a reconstrução do planejamento, tornando uma escola prazerosa.

 


OBJETIVOS IMEDIATOS

 

O aluno deverá ser capaz de:


• Numa situação autêntica de comunicação, estabelecer contato com o mundo que o cerca e, consequentemente, com outros valores, outras culturas, outras realidades, outras formas de ver o mundo;

 

• Reconhecer as diversas linguagens, modo de sentir, pensar, ver e viver a vida;

 

• Expressar-se em diferentes linguagens e ter vontade de conhecer seu próprio corpo, suas emoções e saber lidar com elas, perceber que ele vive dentro de grupos e como tal ele tem responsabilidades;

 

• Despertar a consciência ecológica, observando as transformações da natureza, o trabalho em que o homem modifica a natureza e os reflexos dessas mudanças para a humanidade.

 

 

Apresentação em slides do Alfabetário Poético.

 

         A proposta pedagógica do ano letivo de 2013 está baseada no investimento da leitura e da escrita a fim de construir um alicerce firme do educando, objetivando o alcance da auto-segurança e auto-estima, fortalecendo-o para qualquer desafio pedagógico. Desta forma, atividades, como a criação do Alfabetário Poético, estão inseridas dentro do Projeto Político Pedagógico e visam fortalecer e qualificar cada vez mais o aprendizado dos alunos.

 

Pode-se dizer que ensinar é um ato de sensibilidade, cabendo ao profissional ter a percepção e disposição para aproveitar os ganchos trazidos pela própria demanda do educando, transformando em aprendizado todo e qualquer ensinamento (Glauce Fontes).

 

 Blog da escola :

http://emgastao.blogspot.com.br/

 

 

 PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

 

 

 

 

CONFIRAM NO LINK A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

http://portalrioeduca/sobrenos.php


 

Contato:

 

Roberta Vitagliano

é professora da rede municipal

e representante do Rioeduca da 7ªCRE

 

robertavitagliano@rioeduca.net

twitter: @robertacarmina

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share