A A A C
email
Retornando 58 resultados para o mês de 'Maio de 2017'

Quarta-feira, 03/05/2017

Aqui é um lugar de paz

 

O direito à vida é o primeiro e mais importante direito de todos. Os profissionais da educação, os pais e responsáveis, as crianças e jovens estão se mobilizando para defendê-lo.

Começaremos pelas nossas escolas, dizendo em toda a rede que “Aqui é um lugar de paz”. Cada escola está chamada a rever seus valores e práticas, para que seja, de fato, um espaço de convivência sadia entre todos os que a frequentam.

Queremos uma escola sem violência, sem humilhações, sem racismo, sem preconceitos, sem drogas, em que todos se sintam bem.

Levaremos o movimento à sociedade, pedindo paz e justiça social. O Rio de Janeiro está cansado de uma guerra que ameaça e prejudica todos os seus moradores.

A difícil situação que vivemos hoje foi construída ao longo de muitos anos. Não terminaremos com ela da noite para o dia. Será uma longa caminhada. Mas somos muitos: 1.537 escolas, 650 mil alunos, 65 mil professores e funcionários, mais de 1 milhão de pais e responsáveis.

Unidos, formamos uma força poderosa. Pela paz.

Junte-se a nós.

Nosso movimento começa nas escolas e não tem data para terminar. No dia 28 de maio, um domingo, a comunidade escolar do Rio de Janeiro se concentrará de manhã, cada escola levando a sua mensagem. Será uma festa bonita. Você é nosso convidado.

Venha conosco celebrar a paz. Traga as crianças. É por elas, antes de tudo, que estamos lutando.

 

Cesar Benjamin

Secretário Municipal de Educação, Esportes e Lazer do Rio de Janeiro

                              


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 03/05/2017

Os Jogos no Universo da Aprendizagem

Tags: 8ªcre, jogos, ciências, célula.

 

Cada vez mais acredita-se que o envolvimento do aluno e sua participação na construção da aprendizagem são fundamentais. Associar envolvimento e ludicidade pode ser ainda mais eficaz para os jovens na aquisição de conhecimento. Nessa perspectiva, o professor de Ciências Biológicas, Lúcio Roberto Panza, criou o jogo Cidade-Célula.

 

 

O interesse em aprender pode ser despertado no aluno através de ambientes lúdicos, que harmonizam conhecimento e prática dos conceitos que foram vistos na sala de aula.

Os jogos e brincadeiras estão contemplados nas diretrizes curriculares para os anos finais do ensino fundamental e para o ensino médio como conteúdos estruturantes e são na verdade um valioso recurso pedagógico, visto que os jovens apresentam naturalmente interesse pelos jogos.

Na Escola Municipal Comenius, o professor Lúcio Roberto Panza desenvolveu o jogo: Cidade-Célula visando tornar a aprendizagem dos alunos mais interessante, através do lúdico. 

Cidade-Célula é um jogo educativo de analogias sobre as relações funcionais das organelas celulares.

 

 

O jogo Cidade-Célula é composto por 1 tabuleiro de 60 cm x 40 cm, com 35 casas normais (trilhos da cidade) e 6 casas especiais (usina hidroelétrica, biblioteca, rodoviária, farmácia, alfândega e restaurante), 6 pequenos tabuleiros, que são células individuais para cada jogador, 1 dado, 6 peões de cores distintas, 70 cartas de perguntas e 48 peças representando os lisossomos, ribossomos, os retículos endoplasmáticos rugosos e lisos, complexos de Golgi, centríolos, mitocôndrias e núcleos. O jogo foi confeccionado em material emborrachado.

O objetivo é que cada jogador forme sua célula individual e quem a formar  primeiro, ganha o jogo. A analogia da célula com o funcionamento de uma cidade proporcionou aos alunos maior facilidade de compreensão das funcionalidades de  cada parte da célula.

Os alunos do 8º ano da E.M. Comenius jogaram e aprovaram o Cidade-Célula:

 

“A célula tem muitas partes parecidas com uma cidade, como o núcleo é bem parecido com a biblioteca. O professor coloca no jogo coisas da cidade que se parecem com as organelas, tudo se relaciona a coisas da vida real,  como por exemplo, a usina hidroelétrica seria a mitocôndria (...) É divertido e ao mesmo tempo ensina. Muito legal aprender assim!"

 

(Depoimentos de alunos do 8º ano da E.M. Comenius ao professor Lúcio Roberto Panza)

 

 

"(...) As informações coletadas através de questionário verificaram a percepção que os alunos possuem sobre as relações de complementaridade funcional das organelas celulares depois do manuseio do jogo. Os resultados indicaram que o jogo atraiu o interesse e o apreço das crianças envolvidas e que o trabalho com analogias auxilia a percepção."

 

Professor Lúcio Roberto Panza - Escola Municipal Comenius

 

 

 

O Rioeduca parabeniza o professor Lúcio Roberto Panza pela criação do jogo Cidade-Célula.

 Para entrar em contato com o professor e saber mais detalhes desse projeto:

Acesse o email da Escola Municipal Comenius: emcomenius@rioeduca.net

Ou o contato pessoal do professor: professorpanza@gmail.com

 

 

Fonte: Programa de Educação, Gestão e Difusão em Biociências - PEGeD

 

 

Professor, se você tem  uma experiência para compartilhar com o Rioeduca, entre em contato!

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 02/05/2017

Campanha “Aqui é um lugar de paz”

Tags: circular, campanha, paz.

 

Circular E/SUBE nº20

Rio de Janeiro, 28 de abril de 2017.

Assunto: Campanha “Aqui é um lugar de paz”.

 

Sr.(ª) Coordenador(a) de E/SUBE/CRE

 

Desde o início do mês de abril de 2017, a Rede Municipal de Ensino da cidade do Rio de Janeiro vem se mobilizando em torno da afirmação “Aqui é um lugar de paz”. Essa afirmativa alicerça uma campanha que pretende enfatizar a importância do diálogo na escola, envolvendo todos e cada um na discussão e no enfrentamento à violência e promoção da paz.

2. A campanha tem os seguintes objetivos:

a. Assegurar o direito à Educação de crianças e adolescentes, ameaçado pela violência;
b. Refletir sobre a função da Educação na construção de uma cidade de paz;
c. Ampliar práticas de construção de paz no cotidiano da Escola;
d. Promover a integração e o fortalecimento de nossa Rede de Ensino na construção da paz.

3. Para a continuidade da campanha, destacamos a importância de que as ações desenvolvidas estejam ancoradas nos seguintes princípios:

a. Fortalecimento de um movimento coletivo pela não-violência, por meio do diálogo entre pessoas, instituições e políticas do território;
b. Responsabilidade e compromisso de cada um no enfrentamento da violência e na construção da paz;
c. Conhecimento, reflexão e atuação nas diferentes dimensões e níveis de violência;
d. Refletir sobre a Escola como espaço de Proteção Integral de crianças e adolescentes;
e. Valorização do protagonismo do aluno na construção e desenvolvimento da campanha pela paz.

4. Uma carta-convite elaborada pelo Secretário de Educação, Esportes e Lazer será endereçada a toda a Rede Municipal de Ensino. Além de convidar cada Unidade Escolar a aderir à campanha, essa comunicação deve contribuir para apoiar e favorecer a mobilização da comunidade escolar, no mês de maio, mantendo a discussão sobre paz e violência. 

5. A campanha, nos seus três primeiros meses, deverá ser desenvolvida a partir de questões norteadoras e de materiais de apoio a serem sugeridos e disponibilizados pela SMEEL. No entanto, é fundamental que a escola possa imprimir sua singularidade a respeito dos temas tratados. Para tal, espera-se que cada escola realize seu próprio planejamento e desenvolvimento da campanha com a participação efetiva dos alunos e de outros atores da comunidade escolar e do território.

6. Nesse sentido, é importante a busca de parceiros locais – órgãos da Prefeitura e demais atores da sociedade civil – que possam integrar as ações planejadas pelas Unidades Escolares.

7. Para o planejamento e desenvolvimento das ações do mês de maio, sugerimos como questão norteadora o lema da própria campanha “Aqui é um lugar de paz”. Propomos que cada Unidade Escolar, a partir de sua realidade, possa dar maior sentido a essa afirmação, desenvolvendo debates e ações que possam produzir frases e imagens complementares ao tema.

8. Destacamos a importância de registrar as ações desenvolvidas ao longo do mês e solicitamos o envio desses registros para os “Rioeducadores” das CRE ou diretamente para rioeduca@rioeduca.net, que fará a divulgação dos trabalhos desenvolvidos.

9. Diante do exposto, a SMEEL apresenta um cronograma anexo, com as ações comuns a serem realizadas no mês de maio.

10. Na certeza de que somente ações conjuntas e intersetoriais promovem resultados positivos, contamos com a participação de todos.

 

Atenciosamente,

Jurema Regina de Araújo Rodrigues Holperin
Subsecretária de Ensino

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 02/05/2017

Aqui É um Lugar de Paz - 7ªCRE

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 As unidades escolares da 7ª CRE desenvolveram diversas ações envolvendo a campanha  Aqui É um Lugar de Paz iniciada pela Secretaria Municipal de Educação , Esportes e Lazer.

 

A violência urbana é uma questão que desafia os cariocas há décadas. A nova campanha da Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer acredita na capacidade de mobilização da comunidade escolar para conduzir uma ampla discussão em torno do tema (Multirio). Confira abaixo um pouco do trabalho que foi feito no mês de abril em escolas, creches e EDIs localizados na 7ª CRE.

 

Escola Municipal Maria Florinda Paiva da Cruz

 

A professora de Artes Crisitna, da Escola Municipal Maria Florinda, realizou um trabalho abordando o tema Paz e englobando conceitos como violência, respeito ao próximo e  gentileza. As professoras Maria e Luzia (inglês), na turma 1403, realizaram atividade a partir da música dos Beatles All we need is love (Tudo de que precisamos é amor). Os alunos assistiram ao videoclipe da música e conversaram sobre de que mais precisamos: love (amor), peace (paz), respect( respeito), patience (paciência), happiness ( felicidade), friendship (amizade).

 

  Atividade de Artes envolvendo o tema paz.

 

Inglês no 4º ano : Beatles e o tema paz e amor.

 

Ginásio Carioca Professor Albert Einstein

 

O Ginásio Carioca Prof. Albert Einstein realizou diversas atividades em defesa da Paz, com o objetivo de mobilizar toda a comunidade escolar sobre campanha iniciada pela Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer contra a violência e em defesa da paz. Nossos alunos , orientados e motivados pelos seus professores, confeccionaram murais sobre a paz; fizeram produções textuais; adesivos da pomba da paz; elaboraram cartazes; cantaram a música : "A paz" de Gilberto Gil.

O tema também foi discutido em sala de aula .Destacamos a participação da turma 1903, que orientada pela professora Sonia Cunha PI de Ciências fez uma paródia da música : "Eu só quero é ser feliz", em homenagem à Maria Eduarda.

Foram Realizadas diversas atividades no dia 6 de abril , quinta-feira passada e todos fizeram um bonito e emocionante trabalho. (relato da unidade escolar)

 

         Alunos envolvidos com atividades sobre a paz.

 

Escola Municipal Engenheiro Álvaro Sodré

 

A Escola Municipal Engenheiro Álvaro Sodré, com toda a sua comunidade Educativa, cumprindo a solicitação da SMEEL, hoje, dia 6 de abril, quando a morte de Maria Eduarda completa sete dias, também dedica e realiza ações à memória da nossa aluna e à defesa da paz em nossa cidade.

Mas não queremos viver apenas o luto. Que o luto nos mova à vida, e vida em Paz! Por isso, nossas crianças, pela faixa etária e pela região quase rural em que vivem, não estão tão tocadas pela guerra urbana que vitima crianças. Mas nossas crianças são atingidas por outro tipo de violência, tão cruel quanto uma bala de arma de fogo, e que pode lesar uma vida ainda em crescimento: a violência doméstica e o abuso sexual de menores.

Portanto, a Comunidade se uniu para através de palestras, cartazes, e em especial, a leitura do livro Pippo, alertamos nossos alunos contra esta violência e estabelecermos uma cultura de Paz em nosso entorno, no ambiente de nossas famílias. Que o futuro de nossas crianças seja de PAZ! Todos os funcionários da escola vestiram roupas brancas para destacar ainda mais nossas ações. (relato da unidade escolar)

 

   Aprendendo inglês com o tema paz.

 

Alunos e professores reunidos.

 

E. M. Barão da Taquara

 

Os professores conversaram com os alunos, focaram na situação ocorrida, discutiram o tema nas salas de aula e na sala de leitura. Os alunos viram reportagens através do data show e também debateram sobre bullying.

A questão que escola eu quero para mim? foi abordada em conjunto entre professores, funcionários e alunos. Foram produzidos cartazes sobre a importância da paz e textos sobre a escola desejada com a participação dos professores de Educação Física.

 

Representando com o corpo a palavra paz.

 

Debate sobre a escola que queremos e bullying.

 

EDI Ana Carolina Pacheco da Silva

 

                      Equipe reunida e cartaz sobre cuidados com o Mundo  .

 

    EDI Vera Lúcia Martins Costa

 

Trabalhos envolvendo artes e cartazes com o tema paz.

 

CIEP João Batista dos Santos

 

Atividade envolvendo a pomba da paz e escrita espontânea.

 

 

Escola Municipal Naturalista Augusto Ruschi

 

A pomba da paz e mensagens sobre o tema.

 

Mural com valores envolvendo a paz.

 

 

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

 

 

Contato  para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

Contato E.M. Maria Florinda Paiva da Cruz:

emfpcruz@rioeduca.net

Ginásio Carioca Prof. Albert Einstein :

emeinstein@rioeduca.net

E.M. Engenheiro Álvaro Sodré:

emasodre@rioeduca.net

E.M. Barão da Taquara:

emtaquara@rioeduca.net

EDI Ana Carolina Pacheco da Silva:

edianasilva@rioeduca.net

EDI Vera Lúcia Martins Costa :

ediveramartins@rioeduca.net

CIEP João Batista dos Santos:

ciepsantos@rioeduca.net

E.M. Naturalista Augusto Ruschi:

emruschi@rioeduca.net

 


   
           



Yammer Share