A A A C
email
Retornando 58 resultados para o mês de 'Maio de 2017'

Segunda-feira, 15/05/2017

UExpondo: Escola, Espaço de Cidadania

Tags: 6ªcre, cidadania, uexpondo.

 

No dia 19 de abril, foi realizada na 6.ª CRE a UExpondo 2017. O evento já está na sua sexta edição e contou com a participação de funcionários da Coordenadoria de Educação, professores, alunos e responsáveis das Unidades Escolares. Vamos conhecer um pouco do que nossas escolas apresentaram na UExpondo?

 

A realização da UExpondo envolveu todas as Unidades Escolares da 6.ª CRE

 

A UExpondo foi idealizada pela professora Rejane Faria, Coordenadora da 6.ª CRE, e teve sua primeira edição no ano de 2012. Neste dia, as Unidades Escolares (Creches, EDIs, Escolas de 1.º e 2.º segmentos e Espaços de Extensão) realizam uma exposição com os trabalhos executados durante o bimestre. Ela acontece uma vez a cada 3 meses em conjunto com o projeto “Hoje é Dia de Escola”, uma criação da referida Coordenadora. Nele, todas as pessoas que trabalham na Coordenadoria de Educação, se mobilizam para visitar todas as escolas e apreciar o trabalho desenvolvido por elas.

Com a realização destes dois projetos, a 6.ª Coordenadoria Regional de Educação deseja proporcionar aos alunos, professores e comunidade escolar um dia diferente onde estes importantes personagens da educação carioca possam exibir a produção feita em cada sala de aula. Tudo construído pelos estudantes, com a mediação dos docentes. É um momento de valorização da comunidade e um estímulo para que cada um se empenhe em produzir o seu melhor nas ações e projetos desenvolvidos pelas unidades escolares.

 

Abraço da Paz - E.M. Prefeito Marcos Tamoyo

 

Projeto "Lendo em casa e contando na escola" - E.M. Otávio Kelly

 

Confecção de Livros - EDI Ana de Barros Câmara 

 

Escola: Espaço de Cidadania, foi o tema da primeira UExpondo de 2017. Ele teve por objetivo ajudar a escola refletir sobre o seu importante papel na sociedade: fazer de cada pessoa um agente de transformação. Educar é um ato que busca a convivência social, a cidadania e a tomada de consciência política. Além de ensinar o conhecimento científico, deve assumir a incumbência de preparar as pessoas para o exercício da cidadania: acesso aos bens materiais e culturais produzidos pela sociedade e exercício pleno dos direitos e deveres previstos pela lei.

Num ato de coragem, ousadia e compromisso social, as escolas desenvolveram projetos e atividades diversas que fizeram toda a comunidade escolar refletir e colocar em prática ações concretas que fizeram a escola ficar mais próxima da realidade: exposição de trabalhos após reflexões sobre o tema, contação de histórias, palestras sobre bullying e violência na escola, trabalhos sobre a identidade de cada um e da escola, abraço da paz, ações do posto de saúde na escola, apresentações musicais entre outros.

 

Visita da Coordenadora da 6.ª CRE (blusa rosa) ao EDI Gracília Ramos no dia da EUxpondo

 

Projeto "Ei, amigo! Deixa disso!" -  E.M. Alexandre Farah

 

Meu nome, minha identidade - EDI Beatriz Madeira

 

Não resta a menor dúvida sobre quem ganha com o desenvolvimento destas atividades na escola: TODOS. O estudante por construir sua autonomia e senso crítico, responsabilidade e organização; a escola por ser cumpridora do seu papel e a comunidade por se sentir mais integrada a este espaço. Os pais também ganham ao perceberem que seus filhos estão envolvidos em projetos que os tornam mais humanos. Ganham, também os professores, pois o conhecimento tem um significado especial.

E quem perde com todo este movimento? Quem perde é a violência, a miséria, o analfabetismo, a falta de oportunidades e tudo aquilo que é contrário ao desenvolvimento de crianças e jovens. Se quisermos um mundo melhor, temos de fazer da escola um espaço de cidadania. Não bastam somente palavras, conselhos, indicação de leituras e ações isoladas. É preciso mais! É preciso que a cidadania do outro seja preocupação de cada um e que a escola faça a diferença, oportunizando experiências que contribuam para a construção de uma nova sociedade, mais justa e fraterna. 

 

Trabalhando os vários significados da palabra "bala" - E.M. Monte Castelo

 

Desejos de Paz - G.C. Coelho Neto

 

Conversa com os pequenos sobre higiene dental e alimentação (Equipe CMS Enfermeira Edma Valadão) - EDI Amarelinho

 

Parabéns à professora Rejane Faria, Coordenadora da 6.ª CRE, pela iniciativa e aos professores, alunos e pais pelo excelente trabalho que realizaram na primeira UExpondo de 2017!

 

Quer saber um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido pelas escolas da 6.ª CRE na UExpondo? Entre em contato!

E-mail: cre06@rioeduca.net

Telefone: 2457-0017ou 2457-0023

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

 


 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 12/05/2017

Encontro das Escolas pela Paz no dia 2 de julho

 

Como todos sabem, propusemos que todas as escolas da nossa rede participem de uma campanha contra a violência e pela paz. Não preciso me estender sobre os motivos que nos levaram a isso. Cada escola é livre para definir quais atividades desenvolverá em torno do tema geral “Aqui é um Lugar de Paz”. Pretendemos que a sociedade também abrace essa campanha. O Rio de Janeiro precisa de paz.


Como desdobramento das atividades em curso, propomos a realização de um Encontro das Escolas, para que cada uma mostre o que tem feito, em um ambiente de interação da rede consigo mesma e com a sociedade. Muitas entidades e instituições têm demonstrado o desejo de se juntar a nós.


O Encontro ocorrerá no dia 2 de julho, um domingo, mais ou menos entre 9 e 12 horas, em local público, que poderá ser as imediações do Monumento aos Mortos na Segunda Guerra Mundial (no Aterro do Flamengo), a Quinta da Boa Vista ou o Parque de Madureira. Aspectos logísticos e de segurança estão sendo examinados. Nos próximos dias teremos uma decisão, que será divulgada. Se o local escolhido for a Quinta da Boa Vista, o circo e o zoológico, ali instalados, abrirão gratuitamente para os nossos alunos.


Várias dúvidas surgiram a respeito dessa iniciativa. Nas redes sociais circulam informações erradas e especulações. Faço, por isso, alguns esclarecimentos.


1. Quanto a SME investirá nesse Encontro das Escolas?

Zero. Nenhum recurso desfalcará o nosso orçamento. Adotamos, por princípio, a posição de que toda participação será por adesão espontânea. Haverá grupos de música, de capoeira, de arte circense, de canto coral e outros – todos atuando como amigos e parceiros da nossa campanha, sem remuneração. O mesmo se aplica ao transporte: custo zero para a SME e a Prefeitura. A sociedade está cansada da violência e deseja nos ajudar.


2. Haverá discursos políticos?

Não. Os protagonistas do Encontro serão, antes de tudo, os nossos alunos – e junto com eles, naturalmente, os(as) diretores(as), professores(as), funcionários(as), pais e responsáveis. As atividades ocorrerão de forma espontânea e descentralizada. Não haverá um palco em torno do qual as pessoas devam se aglomerar. Cada CRE terá a sua barraca que servirá como ponto de referência para as escolas de sua área. A circulação será livre. Políticos de qualquer partido serão bem-vindos, mas na condição de cidadãos comuns, sem destaque especial.


3. Haverá algum tipo de celebração religiosa?

Não. Nossa rede é laica e republicana. Líderes religiosos também serão bem-vindos – como cidadãos comuns, sem destaque especial.


4. Que entidades já confirmaram presença?

Não tenho uma lista completa aqui. Instituições científicas, como a Fiocruz, grupos organizados, como escoteiros e capoeiristas, a Unesco, o Observatório de Favelas, a Rede da Maré são exemplos de entidades que estarão conosco. Haverá outras. A adesão tem crescido.


5. Como serão organizadas a logística e a segurança?

Cada escola que desejar aderir deve comunicar isso à sua CRE, que, junto com o nível central da SME, providenciará o transporte de ida e volta, o lanche das crianças e todas as demais necessidades. A CET-Rio cuidará do planejamento da chegada e saída dos ônibus. A Guarda Municipal será colocada no entorno da área do Encontro. A Cedae fornecerá água. A Defesa Civil estará presente. A Saúde destacará ambulâncias. A Polícia Militar reforçará sua presença nas grandes vias da cidade durante os horários do nosso deslocamento. Outros órgãos da Prefeitura e do Estado nos ajudarão.


6. Quem pode participar?

Pela SME, todos os nossos professores, funcionários, alunos, pais e responsáveis, conforme a listagem que será feita em cada escola. A adesão é espontânea. O evento estará aberto à participação da população.


7. O que pretendemos com o Encontro?

Fortalecer a interação das escolas, mostrar o nosso trabalho, divulgar a campanha contra a violência, aumentar a adesão da sociedade, envolver pais e responsáveis, oferecer aos nossos alunos uma manhã de congraçamento, participação e diversão. Queremos que a rede esteja fortalecida quando retornar às atividades normais na segunda-feira, dia 03.


Peço que todos mantenham uma visão crítica sobre as informações que circulam nas redes sociais e só compartilhem aquelas que, a critério de cada um, tenham credibilidade. Estamos à disposição para esclarecer outras dúvidas.


Muito obrigado.

Cesar Benjamin
Secretário Municipal de Educação


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 12/05/2017

Dia da Paz

Tags: paz, escola, 5ªcre, mobilização, barcelona.

 

 

No dia 30 de março, a aluna Maria Eduarda Alves da Conceição, da Escola Municipal Jornalista Daniel Piza, em Acari, foi morta e após sete dias desse triste acontecimento, no dia 6 de abril, todas as escolas da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro se mobilizaram em memória da aluna e em defesa da paz na cidade do Rio de Janeiro. Veja como a Escola Barcelona participou desse movimento:

 

 

No Dia da Paz a escola Barcelona realizou uma programação diferente com os alunos. Foram feitas atividades com o objetivo de sensibilizar os alunos para a questão das dificuldades da vida, das realidades tão duras que muitos de nós vivenciamos, mas que apesar de toda essa questão podemos lutar para que a paz faça parte da nossa realidade também. Com esse propósito, foram exibidos dois filmes:

  • Video: Coach Carter - Treino para a Vida - para alunos de 6º e 7º anos; 

Em 1999, Ken Carter retorna para sua antiga escola em Richmond, Califórnia, para colocar o time de basquete em forma. Com muita disciplina e regras duras, ele consegue fazer a equipe vencer. Mas quando as notas dos jogadores começam a baixar, Carter fecha o ginásio e interrompe o campeonato. O treinador é criticado pelos jogadores e seus pais, mas está determinado a fazer com que os jovens sejam vencedores tanto na escola quanto na quadra.

  • Vídeo: Crash - No Limite -  para alunos de 8ª e 9º anos.

Tensões raciais emergem em uma série de histórias envolvendo moradores de Los Angeles. Diversos personagens das mais variadas origens étnicas se cruzam em um incidente. Os diferentes estereótipos que a sociedade criou para esses grupos raciais afeta seu julgamento, crenças e atitudes, o que causa problemas e tensões para todos.

 

 

Após a exibição dos filmes, foi realizado um amplo debate com as turmas. Reflexões necessárias para conduzir a nossa sociedade para uma mudança. Discussões sobre o comportamento, as atitudes, os valores que achamos relevantes para que tenhamos uma sociedade mais justa, mais humana e onde a Cultura da Paz seja uma realidade. Após esse momento, foram feitos cartazes com mensagens e atitudes de paz para serem expostos na própria escola. A união dos alunos, professores e a direção da escola nessa mobilização foi o diferencial para o êxito na realização das atividades.

 

 

Uma das atividades da programação desse dia tão importante para a nossa escola, foi a confecção do Tsuru, que é uma ave sagrada no Japão. É o símbolo da paz, saúde, da boa sorte, felicidade, longevidade e da fortuna. 

Fonte: http://gshow.globo.com/como-fazer/noticia/2017/02/como-fazer-origami-aprenda-dobraduras-de-um-tsuru.html

 

 

A escola também foi enfeitada com bolas e pombinhas brancas de papel, simbolizando a paz. Tivemos uma ato de "Dar as Mãos" confeccionando moldes das mãos recortadas em papel cartolina com os dedos entrelaçados para marcar nossa união em favor da paz que tanto queremos. Foi um dia marcante e muito especial para cada um de nós.

 

 

Parabéns a todos os envolvidos nesse evento promovido pela escola e pelo êxito do mesmo, fruto de dedicação e compromisso com a educação de qualidade!

 

Sobre a escola:

Unidade Escolar: E/CRE(05.14.015) - Escola Municipal Barcelona - 10926
Diretor:LUCIANI DE OLIVEIRA BEZERRA
Endereço:Rua Gustavo Martins 76
Bairro:Irajá - Cep:21220-480
Telefone:2482-3314 / 2482-9975
E-mail:embarcelona@rioeduca.net 

 

Gostou da publicação da Escola Barcelona? Deixe seu comentário.

Envie as atividades realizadas na sua escola para o Rioeducador da sua CRE, para serem publicadas no Portal Rioeduca. smiley

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 11/05/2017

Seis Escolas Selecionadas Pelo Anima Mundi 2017

Tags: animamundi, mídia, educação.

 

SEIS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO TÊM PRODUÇÕES SELECIONADAS PELO ANIMA MUNDI 2017

 

Seis animações produzidas por escolas da rede pública municipal do Rio de Janeiro foram selecionadas pela curadoria do Anima Mundi e serão exibidas na programação do Futuro Animador.



 Parabéns para os realizadores!

 

 

Equipe da Gerência de Mídia-Educação

 


 


   
           



Yammer Share