A A A C
email
Retornando 29 resultados para o mês de 'Maio de 2018'

Segunda-feira, 14/05/2018

Games Inteligentes com a Prof.ª Ana Paula Cavadas

Tags: 6.ª cre, games inteligentes.

 

 

A professora Ana Paula Cavadas é regente em duas Unidades Escolares de 2.º segmento do Ensino Fundamental da 6.ª CRE. Nelas desenvolve atividades voltadas para o desenvolvimento de Games Inteligentes, estudo que desenvolve no seu curso de Mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Vamos conhecer um pouco deste trabalho?

 

A professora Ana Paula desenvolve este trabalho em duas escolas municipais: E.M. Daniel Piza e E.M. Charles Anderson

 

A metodologia das aulas de Games Inteligentes foi desenvolvida após mais de vinte anos de pesquisa na área de computação e neuropedagogia dos professores Carlo Emmanuel Oliveira, Carla Verônica Marques e Claudia Motta, todos professores pesquisadores Instituto Tércio Pacitti de Aplicações e Pesquisas Computacionais (NCE) da UFRJ.

 

A professora adaptou essa tecnologia complexa que é desenvolvida para os cursos de graduação e pós-graduação, dessa universidade, e aplicou com turmas do segundo segmento do Ensino Fundamental. Seu objetivo é desenvolver a criatividade, a narrativa e provocar um aumento da cognição dos estudantes. Além disso, a professora pensa em de torná-los multiplicadores do processo de Games Inteligentes, que são jogos baseados em princípios neuropedagógicos que viabilizam, através do pensamento computacional, que os estudantes envolvidos aprendam as disciplinas escolares. Dessa forma, há impacto direto no aprendizado, de uma maneira construtiva e não imposta, já que ele não é imposto e sim construído com a turma. 

 

Atuação dos parceiros do trabalho com os Games Inteligentes

 

“No final do ano passado, os estudantes que participaram do processo realizaram quatro oficinas de desenvolvimento de games inteligentes para estudantes do primeiro segmento. Nesse ano, resolvi ir mais além, criei duas turmas de Games Inteligentes na Escola Municipal Jornalista e Escritor Daniel Piza, que funcionam sexta-feira de 8:30h às 11:30h e outra turma que funciona quarta-feira de 13h às 16h, onde conto com o auxílio dos monitores, oriundos da primeira turma de games inteligentes e estagiários de graduação e pós-graduação do laboratório LABASE do Instituto Tércio Pacitti de Aplicações e Pesquisas Computacionais (NCE) da UFRJ”. – contou a prof.ª Ana Paula

 

A professora contou ainda que durante as aulas de Games Inteligentes são aplicadas as técnicas do Fio Condutor Técnico Pedagógico, desenvolvido durante a sua pesquisa, a elaboração dirigida em todas as fases do processo e o currículo rizomático, onde se valoriza o conhecimento do estudante acerca do tema desenvolvido. Nestas técnicas, o professor e os estagiários trabalham apenas como mediadores do conhecimento.  

 

Trabalhando com Games Inteligentes - Vídeo 1

 

Trabalhando com Games Inteligentes - Vídeo 2

 

Para o desenvolvimento das aulas de Games Inteligentes, a professora conta com o apoio científico do Laboratório LABASE-UFRJ e da ONG-ABRAPA. Além destes parceiros, ela ainda recebe apoio dos monitores da primeira turma, estudantes do 2.º segmento do Ensino Fundamental: André Richard, Letícia Maria, Linda Yasmin e Wesleyania Vitória. 

 

Os alunos aguardam as aulas da prof.ª Ana Paula Cavadas com muito entusiasmo. Seu trabalho inspira os jovens e causa a admiração de seus colegas. A responsabilidade é grande, mas esta educadora tira essa tarefa de letra. Segundo ela, alcançar uma educação de excelência é possível, aliando o conhecimento da neurociência e da informática. 

 

Parabéns professora Ana Paula! Parabéns a todos os parceiros! É um orgulho ter na 6.ª CRE profissionais que acreditam e lutam por uma educação de qualidade para todos; que ajudam seus alunos acreditarem que são capazes de fazer tudo o que desejarem. Obrigada por transformar a vida dos nossos jovens alunos!

 

Quer conhecer um pouco mais do trabalho desenvolvido pela professora Ana Paula Cavadas? 

Entre em contato com ela!

Prof.ª Ana Paula Cavadas

E-mail: anapcavadas@gmail.com

Telefone: (21) 2407-0919

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 04/05/2018

Água: Dona da Vida

Tags: cre10, 10ªcre.

 

A água potável é um bem precioso e cada dia está mais escasso. Por isso, a Escola Municipal Álvaro Valle, com o intuito de conscientizar todos os seus alunos, promoveu um evento em comemoração ao Dia Mundial da Água.

 

 

A E/CRE (10.19.064) Escola Municipal Álvaro Valle está localizada à Estrada Linha de Austin, n° 03 – Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A Unidade atende a 12 turmas, totalizando 392 alunos do 1° ao 6° ano Experimental, sendo 4 turmas integrais e 08 turmas parciais. Tem como diretora, a professora Ester da Silva Machado Amaral, como diretor adjunto, o professor Cristiano dos Santos Lemos e, como coordenadora pedagógica, a professora Amanda Guimarães Torres.

 

Equipe gestora da E. M. Álvaro Valle

 

O projeto foi idealizado pela coordenadora pedagógica, que pediu a colaboração de todos os professores da Unidade Escolar, trabalhando junto às turmas a importância da água para todos os seres vivos. Os professores abraçaram o projeto e desenvolveram inúmeras atividades com os alunos, de forma individual e em grupo.

 

No pátio da escola, aconteceu uma grande exposição de trabalhos feitos pelos próprios alunos. As turmas de 1º e 2º anos expuseram desenhos sobre como utilizamos a água em nosso dia a dia. As turmas de 3º e 4º anos expuseram cartazes com explicações de hábitos que poderiam evitar o desperdício da água. Já as turmas de 5º e 6º anos fizeram maquetes e apresentações musicais sobre o desperdício de água.
 

Trabalhos confeccionados pelos alunos

 

As atividades foram desenvolvidas no decorrer de março do ano corrente e no dia 23 foi organizada uma exposição de todos os trabalhos. O maior objetivo foi desenvolver nos alunos a responsabilidade com relação a utilização consciente da água.

O dia de exposição começou com uma palestra da professora convidada, doutora Luciana Mattos, para dividir com os alunos seu conhecimento. “Dona da Vida”, assim ela denominou este líquido tão importante para os seres vivos.

A palestrante mostrou a importância da água na nossa vida, relatou que a água é um componente importante, presente em todos os organismos vivos e necessário ao funcionamento de reações químicas e do metabolismo das células. Depois, explorou a questão do meio onde a mesma pode ser encontrada: água doce, água salgada, estados físicos da água e água no solo. Abordou, ainda, a questão dos aquíferos e de sua preservação. Ressaltou  que a água em estado gasoso forma rios aéreos e influem no clima de vários estados brasileiros.

 

Dessa forma, foi explorado de diversas formas a discussão sobre o uso da água, o mau uso, a necessidade de um uso mais racional, o tratamento adequado e a importância de entender que cada gota de água conta. A doutora Luciana finalizou sua palestra cantando com os alunos a música “Chega de mágoa”, do Djavan.

 

Palestra com a doutora Luciana Mattos

 

Após a palestra, a professora da Sala de Leitura, Isabel Cristina Miranda de Carvalho, fez a leitura interpretativa do livro “Um dia, um rio”, de Léo Cunha, que conta a história trágica do desastre em Mariana – MG.

 

Contação de histórias com a professora Isabel

 

 

Após a contação de história, a turma 1501 cantou o Rap da Água, da novela Carinha de Anjo. E, dando sequência, houve a exposição das maquetes do 6º ano.

 

— É muito importante que, desde pequenininhos, aprendam a usar a água de forma consciente, esse recurso essencial para a sobrevivência de todos os seres vivos e que pode tornar-se escasso em qualquer região do mundo. — reforça a diretora Ester

 

— A possibilidade de trabalhar temas importantes como a água, articulando-os aos conteúdos e habilidades previstos nas Orientações Curriculares com práticas significativas favorece ao aluno tecer conhecimento, sendo protagonista de sua própria aprendizagem. — comenta a professora Jhennifer de Oliveira de Paula de Castro, do 4° ano

 

Quer saber mais sobre o projeto?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

 

E/CRE (10.19.064) Escola Municipal Álvaro Valle
E-mail: emavalle@rioeduca.net
Telefones: 3395-1025

 


 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 04/05/2018

Alface estava crescendo na E.M. Alfredo de Paula Freitas

Tags: alface, cultivo, projeto, educação física, 5ªcre.

 

A Escola Municipal Alfredo de Paula Freitas desenvolveu um projeto que contou com a colaboração da professora de Educação Física e da professora de Educação Infantil. Nessa parceria, os alunos tiveram a oportunidade de aprender noções sobre alimentação saudável, trabalhando concomitantemente, atividades de Educação Física. Confira!

 

 

Nome do projeto: Alface estava crescendo
Data de realização: 09/03/2018
Local: Escola Municipal Alfredo de Paula Freitas
Período em que ocorreu: durante a aula de Educação Física
Idealizadora: professora Juliana Marques
Participantes: professora Juliana Marques, professora Viviane Meneguitte e os alunos da turma EI-51.

 

 

Durante uma aula de Educação Física com os alunos da turma EI-51, foi ensinada a música “Alface estava crescendo” que além de agradar nossos pequenos despertou grande interesse e curiosidade acerca da alface. Nesse contexto, inúmeras perguntas foram levantadas que versavam sobre suas características, o cultivo, dentre outras informações.

 

 

Com isso, a professora Juliana sentiu a necessidade de atender a demanda de seus alunos e planejou uma aula, com o apoio da professora Viviane, cujo tema dialogava com a curiosidade das crianças. Tendo como pressuposto os seguintes objetivos: Vivenciar atividades rítmicas e sua repercussão em seus corpos; Vivenciar as diferentes noções de localização do corpo no espaço; Realizar atividades que estimulem o desenvolvimento da motricidade fina e coordenação óculo-manual; Experimentar as diversas percepções sensoriais; Consumir com maior frequência os alimentos naturais.

 

 

 


No primeiro momento, após a música de acolhimento cantada todo início de aula de Educação Física, a professora Juliana apresentou-os a alface. Foi levado para a sala de aula uma alface verde e uma alface roxa  para que as crianças pudessem tocar, cheirar, explorando da melhor maneira possível, percebendo as suas nuances e peculiaridades. Houve um diálogo intenso entre alunos e professoras sobre as características da alface. Aproveitou-se, então, dessa situação para alerta-los quanto à importância dos hábitos de higiene durante as refeições.

 


 

 

Após a fase de exploração, cada aluno pôde, com o auxílio das professoras, plantar algumas sementes de alface e levar para as suas casas. Foi ressaltado a necessidade de cuidado e manutenção para que futuramente cada um pudesse colher seu pé de alface.

 

 

Sobre a escola:

E/CRE(05.14.011) Escola Municipal Alfredo de Paula Freitas

Endereço: Rua Gustavo de Andrade 290 Irajá

E-mail: empfreitas@rioeduca.net

Tel: 3372-5009 | 3372-5139


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 03/05/2018

Dia Mundial de Conscientização do Autismo na E.M. Charles Peguy

Tags: autismo, 9 cre, inclusão.

 

No dia 02 de abril a equipe da E. M. Charles Peguy desenvolveu uma importante ação sobre o Dia Mundial da Conscientização do Autismo com o objetivo de conscientizar a toda comunidade escolar de que somos todos iguais, apesar de algumas diferenças, e possuímos todos os mesmos direitos.

 

 

 


O projeto sobre o Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi desenvolvido em toda a escola com um dia inteiro de programações sobre o tema. Idealizado pela equipe da direção e realizado por toda a equipe de professores e profissionais, a ação esteve comprometida em orientar como conviver com crianças autistas de forma respeitosa e pretendeu possibilitar o reconhecimento e a valorização da diversidade em  diferentes situações, visando construir conhecimentos e conviver com novas formas de comunicação. 

 


Integração da Equipe e comunidade escolar da E. M. Charls Peguy, no Dia de Conscientização do Autismo

 

A Escola Municipal Charles Péguy, possui um bom número de alunos autistas integrados, portanto, não tinha como deixar essa data passar despercebida. A equipe da direção planejou uma programação em que toda escola se envolveu com muita empatia e entusiasmo. As turmas foram ensaiadas pela professora das turmas de TGD, Simone Olanda.

No dia da ação, as crianças cantaram a música "Igual, diferente" de Bruno Gadiol, num grande coral, a professora Vanessa, da sala de recursos, fez uma breve explanação sobre o autismo, a agente de apoio a educação especial, Flávia Ornelas, leu uma poesia e a professora Izabel da turma 1302, mãe de criança autista, trouxe um relato pessoal cheio de emoções. Foi um dia de muita aprendizagem, conscientização e respeito aos nossos alunos autistas.

 


Somos iguais e diferentes..
  Igual, diferente
Igual, diferente
Igual, diferente
Igual.....
Depende de nós uma sociedade sem nenhum tipo de exclusão ou preconceito..
Teremos um mundo melhor com crianças conscientes que todos somos iguais... 


 

Comunidade escolar participando do grande coral com as crianças 

 

 

Diretora geral da unidade e as crianças na ação com todos os alunos.

 

 

 

 

Além disso, houve exposição de vários cartazes com trabalhos elaborados por todas as turmas.

 

 


Exposição das atividades de conscientização do Autismo

       

Nos depoimentos, relatos cheios de reconhecimento e pertencimento sobre a ação realizada na E. M. Charles Peguy:

 

"Parabéns para a direção da escola, quem dera que todas as escolas fossem inclusivas e oferecesse essa atenção especial a esses pequenos, que muitas vezes tem seus direitos negados!" 

Susy Rojas

 

 

 

 

Alunos da unidade sendo homenageados na data

 

 

 

 

Parabens à equipe e crianças da E. M. Charles Peguy pelo esforço por uma educação inclusiva!

 

 

Quer saber mais sobre esta experiência, entre em contato:

Escola Municipal Charles Peguy

Endereço: Rua aricuri, 237, Campo Grande

Telefone: (21) 3394-1472

 


 


   
           



Yammer Share