A A A C
email
Dicas, prática pedagógica, troca de experiências.
Retornando 26 resultados para o mês de 'Maio de 2018'

Sexta-feira, 25/05/2018

Projeto Heróis do Tabuleiro - Inscrição de professor

Tags: tabuleiros, heróis, xadrez.

 

HERÓIS DO TABULEIRO

Ampliação – segunda fase

 

O Projeto Heróis do Tabuleiro segue cumprindo o cronograma da segunda fase de ampliação no ano letivo de 2018.

Foram quase 160 escolas inscritas pleiteando a adesão ao projeto. Depois de verificar o atendimento de alguns critérios, como por exemplo, desempenho acadêmico (tendo como prioridade os mais baixos), tivemos a colaboração das equipes das diversas GEDs para finalizar a dolorosa tarefa (mais escolas candidatas do que vagas disponíveis) de deferir a adesão das Unidades Escolares candidatas.

 

CLIQUE AQUI E VEJA AS ESCOLAS CANDIDATAS

 

O docente poderá se candidatar a uma vaga em qualquer uma das 11 CREs, independente da sua origem.

Além dessas, também estaremos preenchendo vagas nas escolas que aderiram ao projeto na primeira fase da ampliação e, por algum motivo, ficaram sem professor.

 

Os professores devem ter atenção para os critérios utilizados para a seleção:

* Só podem participar PI de Educação Física;

* com disponibilidade para dupla regência, pois não é permitido atuar no projeto com tripla;

* Não pode ser 40h, pois esse regime não admite DR;

 

Dentre outros critérios colocados logo no cabeçalho do formulário de inscrição.

 

O questionário constante no formulário é de suma importância, portanto, responda com clareza e evite respostas vagas e inconsistentes.

 

O link estará disponível para respostas até o dia 06 de junho. No mesmo dia serão divulgadas as inscrições deferidas.

 

 
 
 
Para conferir o texto do secretário Sr. César Benjamin sobre a ampliação do Projeto "Herois do Tabuleiro", CLIQUE AQUI
 
 
 
Enviado por:
Fátima Bispo
Assistente I- E/GPEC/GAB
Projeto Heróis do Tabuleiro

   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 25/05/2018

Grêmio Estudantil - Festa da democracia nas escolas

Tags: grêmio, estudantil, votação.

 

 Diário Oficial nº : 46

 Data de publicação: 24/05/2018

 Matéria nº : 492808

 Comunicado

Festa da democracia nas escolas

Votação dos grêmios estudantis movimenta a rede municipal

 

 

 

A corrida eleitoral já começou! Em 835 escolas da rede municipal de ensino as urnas estão abertas para votação. Até amanhã (25/5), alunos dessas instituições escolhem, através de voto livre e secreto, os integrantes dos grêmios escolares que irão representá-los nos próximos dois anos. A votação começou na segunda-feira e os eleitos serão conhecidos no dia 28 de maio.

 

Estudantes com idade a partir dos 9 anos participam das chapas. Mas os com idades inferiores também estão incluídos na festa democrática: os alunos de seis anos foram incluídos para escolher dentre as propostas dos colegas as melhores. O pleito dos grêmios estudantis é apoiado pelo Núcleo Interdisciplinar de Apoio às Unidades Escolares (Niap) da Secretaria Municipal de Educação.

 

Esperança de mudança nas urnas

 

Na Escola Municipal General Tasso Fragoso, em Padre Miguel, a comissão eleitoral do grêmio é quem organiza a eleição entre os alunos e oferece subsídios para que tudo ocorra com transparência e facilidade. A votação na escola começou na quarta-feira (23/05). Marcela Assunção, do 9º ano, enxerga o grêmio como uma oportunidade para transformar a realidade.

 

“É importante porque a gente tem uma participação na escola e tem coisas que não conseguimos mudar, mas ajuda muito”, diz a aluna, membro da comissão.

 

Colega de Marcela, Danilo Eduardo Gomes dá suporte à comissão e está feliz em ser ouvido por professores e funcionários do colégio. “O grêmio na escola é a voz do aluno e ele pode falar com a diretora e ajudar os estudantes na rotina”, esclarece.

 

Coordenadora pedagógica da unidade, Shirley Alves Teixeira acredita que o grêmio ensina muito à garotada. Na Tasso Fragoso, são 50 alunos envolvidos em 15 chapas diferentes. “Eles estão trabalhando muito. Conversam com os colegas, ouvem propostas, como a de criar rodas de conversa sobre bullying. Estão vendo também que é importante ter voz e espaço para participar”, enumera.

 

Já na Escola Municipal Presidente Médici, em Bangu, a professora da sala de leitura Renata Ferreira auxilia as chapas. Durante a votação, ela acredita que os alunos aprendem o que é democracia. “O grêmio é importante para que eles possam mostrar o que nós mesmos não enxergamos como um problema.”

 

Sofia Ribeiro, do 7º ano, está na chapa ‘Liberdade’ que pede melhorias estruturais na unidade. “Queremos conscientizar a respeito do desperdício de comida na escola e também fazer reformas que vão nos ajudar bastante”, defende a aluna.

 

Já João Victor Alves, do 6º ano, faz parte da chapa ‘A Voz do Médici é a Nossa Voz’ que adotou o slogan ‘Somando forças, subtraindo a preguiça, multiplicando ideias e dividindo tarefas’ para a campanha.

 

“Vamos buscar o respeito ao aluno e a melhoria da escola. Eu acho que já sou o melhor indicado porque já concorri por três anos. Perdendo ou ganhando, vamos nos ajudar para fazer isso acontecer”, afirma o veterano candidato.

 

 

Em Campo Grande, os alunos mais novos já sabem que desde cedo é preciso exercer a cidadania. Na Escola Municipal Tóquio, por exemplo, nove chapas formadas por 34 alunos entre o 3º e 5º ano estão concorrendo ao grêmio.

 

A professora Renata Pinheiro Valério mostrou que até mesmo quem está em processo de alfabetização foi incluído no processo eleitoral. Os menores recebem instruções nos cartões com cores e podem escolher os candidatos. E estudantes com deficiência auditiva também votam, pois há a presença de intérprete de Libras na escola.

 

“A gente trabalha o protagonismo juvenil, uma porta para a chave democrática da nossa escola. Assim, formamos crianças que vão aprender qual é o seu papel na sociedade dentro da escola, e também a cobrar uma educação de excelência”, acredita a professora.

 

Lillity, Carolina e Vitória, alunas do 5º ano da unidade, participam da chapa ‘Prioridade e Respeito’ e acham que a estrutura da escola deve estar em primeiro plano. “Nossa chapa pede que as cadeiras e mesas sejam melhoradas. Também é importante ajeitar a pintura da escola e ter mais passeios”, defendem.

 

Pedidos dos alunos poderão ser ouvidos

 

Em Jacarepaguá, na Escola Municipal Desembargador Ney Palmeiro, a professora Ana Lúcia da Costa é quem está coordenando as eleições do grêmio estudantil. Surpresa com a resposta dos alunos, a profissional acredita que o contato com as eleições desde cedo é algo transformador para a vida dos estudantes.

 

“Essa experiência mostra que é um direito deles participar como eleitores e também candidatos”, explicou a docente.

 

Julia da Silva e Amanda Mendes, do 6º ano, estudam na escola e estão concorrendo pela Chapa 1 – Poder Jovem. Elas querem mais atividades que envolvam os estudantes.

 

“A gente pensou em ter um grupo de teatro e dança para os as crianças perderem a timidez. Tem também o projeto de reciclagem e a feira de troca de objetos, como livros ou caderno e uma campanha de doação de roupas”, apresentou Julia. A estudante aposta na mudança de convivência como um dos pontos positivos das eleições e do grêmio.

 

O grêmio estudantil se tornou uma ferramenta para movimentar toda a comunidade da Escola Municipal Lincoln Bicalho Roque, em Curicica. A professora de Educação Física Lilian Pereira dos Santos esteve à frente das 18 chapas concorrentes, totalizando 72 alunos participantes. Além deles, foram separados mais 36 estudantes para comissão e fiscalização.

 

“É o nosso trabalho de formiguinha, mas é muito valioso. É a partir da consciência que eles vão formar bases para tomar melhores escolhas na política do nosso país”, espera a professora.

 

Resultado e posse

 

O resultado da apuração ocorrerá no dia 28 de maio e a posse das chapas eleitas será de 4 a 8 de junho nas escolas. Os presidentes eleitos de cada grêmio comparecerão também nas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) entre os dias 11 e 29 de junho para tomar posse diante de outros gremistas das escolas de sua região.

 

Fonte: Ascom SME 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 25/05/2018

Programa de Residência Docente oferece 130 vagas para professores da Educação Básica

Tags: especialização, residência, docente.

 

Programa de Residência Docente do Colégio Pedro II

 

O Programa de Residência Docente do Colégio Pedro II está com as inscrições abertas para sua nova turma. As inscrições são gratuitas e, ao fim do curso, o professor recebe o título de Especialista em Práticas de Educação Básica.

 

 

Voltado para professores em exercício em escolas de Educação Básica, o PRD é um programa de formação continuada que visa possibilitar a aplicação de novas metodologias e estratégias pedagógicas na instituição de atuação do professor residente, que venham a incrementar os resulta dos de aprendizagem dos alunos da Educação Básica. Neste ano, o Colégio Pedro II está oferecendo 130 vagas.

 

As inscrições tiveram início no dia 18 de maio e seguem até 10 junho, na página de Concursos do CPII. Para se candidatar as vagas é necessário ser professor regente de pelo menos uma turma, nas áreas/disciplinas oferecidas na Educação Básica, possuir diploma emitido em instituições reconhecidas pelo MEC em Licenciatura plena na sua área de atuação ou em formação específica para a Educação Infantil e para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental e ter disponibilidade para cumprir as atividades do programa. As inscrições são gratuitas.

 

A seleção será feita por meio de uma avaliação escrita sobre conhecimentos da área de ensino- aprendizagem, no dia 16 de junho.

 

A Residência Docente terá duração de 360 horas e suas atividades terão início em junho de 2018. A duração do curso é de 12 (doze) meses, prorrogáveis por mais 6 (seis) meses.

 

Saiba mais sobre o processo seletivo acessando o edital.

 

Fonte: Colégio Pedro II

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 23/05/2018

Inscrições abertas: A Linguagem da dança na escola - IHA

Tags: curso, inclusivo, iha.

 

Movimento inclusivo: A Linguagem da dança na escola

 

 

AULAS PRÁTICAS E TEÓRICAS

Carga Horária: 16 horas

                            

CLIQUE AQUI E SE INSCREVA

 

Dias: 4 de junho

2 de julho 

13 de agosto

10 de setembro 

Horário: 13 h às 17h 

          

Local: Instituto Municipal Helena Antipoff

Rua Mata Machado nº 15 

 

Público - Alvo: Professores que atuam com aluno público -alvo da Educação Especial 

 

 

Enviado por:

Ana Beatriz Lago Moraes
(Equipe E/SUBE/IHA)


   
           



Yammer Share