A A A C
email
Retornando 60 resultados para o mês de 'Junho de 2015'

Sexta-feira, 19/06/2015

Lego Poesia: Oficina de Criação Literária e o Multiletramento

Tags: inovação, professor, letramento.

 

 

O incentivo à leitura depende de estratégias que tornem o ato de ler um prazer. Esse hábito pode ser estimulado a partir da ludicidade, do imaginário da contação de histórias a fim de incorporar questões do cotidiano do aluno na prática escolar.

 


Em 2013, iniciei em uma escola pública do município de Rio Grande (RS), um projeto experimental denominado Lego Poesia, a partir do convite para ministrar oficina de criação literária para alunos do ensino fundamental. Tal oficina consistia em utilizar peças coloridas de montar (tipo Lego) e livros de histórias infantis para despertar o interesse pela poesia nos alunos de 4º e 5º anos da.


Amparada na Aprendizagem Significativa e na Flexibilidade Cognitiva (conceitos do Construtivismo), a atividade foi dividida em três momentos:

1º) Sensibilização dos alunos, mostrando o ato de ler (e o de escrever) através do jogo de montar peças coloridas, em que cada letra junta a outra forma sílabas, que formam palavras, frases e versos, textos, contos e poemas.

2º) Cada aluno pegou, em uma caixa, três peças coloridas de tamanhos e cores diferentes para tentar montar algo (objeto, animal etc.). Muitos alunos formaram figuras semelhantes, mas, para o imaginário de cada um, era uma escada, um telefone, um trem. Foi comentado sobre a questão do imaginar coisas e inventar personagens e causos, que não deixam de ser formas de montar e contar histórias.

3º) Cada aluno escolheu um livro infantil, alguns com texto apenas, outros com imagens. Solicitei que fechassem os olhos e abrissem o livro em qualquer página e, ao abrir novamente, que os olhos escolhessem uma palavra ou imagem. A seguir, no quadro da sala de aula, munidos apenas de giz, os alunos escreveram todas as palavras escolhidas. Por fim, com um grupo maior de palavras, foi feita uma pequena história e um poema.

 


No ano seguinte, surgiu na escola o projeto derivado “Conhecendo, construindo e encantando com poemas e poesias", organizado pela professora parceira, que expôs o resultado a pais, alunos e professores da escola através de atividade denominada "Varal da Poesia". Houve apoio de uma panificadora da cidade para estampar no papel de embrulho de pães os trabalhos poéticos (poema e poesias) dos alunos.

 



 

 


Professor José Antonio Klaes Roig - Escritor, educador e poeta, residente em Rio Grande, RS.

Mestre e doutorando em Letras, área História da Literatura (FURG, RS)

Atualmente, bolsista da Capes, atua de forma diletante em projetos educacionais experimentais com professores das redes públicas estaduais e municipais do extremo sul do Rio Grande do Sul.

Nas horas vagas é editor do blog Educa Tube Brasil, uma iniciativa individual que conta com a colaboração de diversos educadores do Brasil e exterior, que socializam suas descobertas nesse espaço digital de trocas de saberes.

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 19/06/2015

Pequenos Cariocas

Tags: 10ªcre.

 

 

 

A Creche Jardim dos Vieiras localiza-se no bairro Paciência e atende a 100 alunos, aproximadamente, do berçário à pré-escola, com quatro turmas em horário integral.

 


Em comemoração aos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, foram realizadas, com a turma EI-42, atividades do projeto “Festejando 450 anos do Rio, com os pequenos cariocas”.


As atividades foram desenvolvidas pelas professoras de Educação Infantil Dayane Marques, pela diretora e professora articuladora Cristiane Vilela, pela diretora adjunta Silvina e pela agente de Educação Infantil Sônia.


No primeiro momento, as crianças ouviram a música "Copacabana", para se familiarizarem com um novo ritmo, uma nova voz, uma nova forma de falar da Cidade Maravilhosa...


Existem praias tão lindas cheias de luz
Nenhuma tem o encanto que tu possuis
Tuas areias, teu céu tão lindo
Tuas sereias sempre sorrindo
Copacabana princesinha do mar
Pelas manhãs tu és a vida a cantar
E á tardinha o sol poente
Deixa sempre uma saudade na gente
Copacabana o mar eterno cantor
Ao te beijar ficou perdido de amor
E hoje vive a murmurar só a ti
Copacabana eu hei-de amar

 

Todos os lugares da cidade do Rio de Janeiro que aparecem na música foram trabalhados com as crianças em forma de desenho, cantigas de roda e corte e colagem, nas cores preto e branco, construindo um mosaico do Calçadão de Copacabana.

 

Atividades desenvolvidas:

 

  • Conversa informal;
  • Músicas sobre o Rio de Janeiro;
  • Colagem de papel picado do calçadão de Copacabana;
  • Pintura dos pontos turísticos do Rio de Janeiro em pratinhos de papelão e isopor.

 

 

Alunos desenvolvendo atividades de corte e colagem.

 

Trabalho desenvolvido pelos alunos.

 

 

Após o trabalho desenvolvido com as crianças, foi a vez dos responsáveis. Na culminância do projeto, a Comunidade Escolar foi convidada a reproduzir os pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro em pratos de isopor e papelão junto com as crianças. Essas obras de Arte ficaram expostas no mural da turma.

 

Comunidade escolar partcipando do projeto.

 

E para encerrar esse projeto, as crianças tiveram um "dia de cinema", assistindo ao Filme "Rio" e brincaram de samba, um ritmo carioca, ao som da música "Cidade Maravilhosa".

 

As crianças participaram com satisfação de cada atividade, desenvolvendo coordenação motora, raciocínio lógico e interação com os coleguinhas, de forma a aprender a admirar tudo o que de mais belo existe na cidade do Rio de Janeiro.

 

 

Creche Municipal Jardim dos Vieiras

E-mail:cmjvieiras@rioeduca.net

 

 

 

Suelen Corrêa
é Professora da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato:
suelencorrea@rioeduca.net
twitter: @suelencorrea29


 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 18/06/2015

Primeiro Fórum sobre Meio Ambiente do PEJA no CIEP Gregório Bezerra

Tags: 4ªcre.

 

 

Os fóruns se constituem como espaços democráticos compostos com o objetivo de promover discussões e atualizar as questões de interesse do próprio grupo. Essa organização permite que a participação dos diversos atores que o compõem construam conceitos e conhecimento acerca do tema discutido.

 

 

“O conhecimento repousa em todos os níveis sobre a interação entre o sujeito e os objetos".

(Piaget)

 

 

PEJA I Bloco II.

 

Dessa forma, a Professora Eline Moreira promoveu, junto aos alunos do PEJA I - Bloco II do CIEP Gregório Bezerra um Fórum para discutir o Meio Ambiente e os seus desfios. Ou seja, todos teriam a oportunidade de expor, de colocar suas ideias e seus pensamentos em relação ao tema, de forma que ao se colocar e ao ouvir o outro, todos pudessem ressignificar seus conceitos sobre o assunto em questão.

 

Fórum sobre Meio Ambiente e seu desafios.

 

Nessa perspectiva, a partir de uma reportagem de jornal, cujo o tema era o não uso de Recursos Naturais Não Renováveis, a turma reuniu-se,  a leitura do texto citado fora realizada e deu-se inicio às falas. Após o debate  iniciaram uma produção de texto em busca de soluções ambientais para o Rio de Janeiro, já que o projeto desse ano é "O Rio de Janeiro continua lindo?.

 

Um pequeno trecho da reportagem que serviu de base para as discussões:

"Políticas nacionais e decisões de investimento dos setores privado e público devem ser baseados na premissa de que a era dos combustíveis fósseis está terminando e a revolução das renováveis está aqui para ficar", defende Tony de Brum, ministro das relações exteriores das Ilhas Marshall. Isso coloca mais pressão no cenário internacional, onde de Brum acredita que a comunidade internacional deve construir uma meta de longo prazo tanto nas negociações climáticas da ONU quanto nas discussões sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável." Revista Época

 

Sendo assim, ao trabalhar com a discussão, objetiva-se desenvolver a habilidade oral do grupo, além disso, deseja-se  ajudar na escrita também. Pois, a sequência didática que parte da leitura para os debates com regras (gênero oral) e posteriormente dão origem a textos escritos apontam a possibilidade de enriquecer os argumentos do interlocutor e consequentemente, ampliam-lhe a forma de expresar-se no mundo.

 

 

Parabéns a todos os envolvidos nesse trabalho, onde a oralidade é o foco, e se propõe a  tornar o falante ainda mais preparado para dialogar com o mundo a sua volta nas mais diversas formas.

 

 

Ciep Gregorio Bezerra
R. Plínio de Oliveira - Penha RJ
telefone:2270-2107

 

Ana Accioly - Representante da 4ªCRE

anaaccioly@rioeduca.net

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Ana Accioly Ver Comentários (0)

Quinta-feira, 18/06/2015

Orientações Sobre Simulado 2015

Tags: simulado.

 

 

 

 

 

Todos sabem da importância de melhorarmos o desempenho acadêmico de nossos alunos, pois queremos a qualidade do ensino na Rede Municipal, o que vimos aprimorando a cada ano, conforme podemos constatar pelos resultados das avaliações de rede. Consideramos, portanto, essencial que os alunos do 5º e do 9º anos sejam estimulados a participar dos Simulados.

 

O primeiro SIMULADO ocorrerá em 23/06/2015 e o segundo, em 01/10/2015.

 

 

Circular E/SUBE nº 41 de 29 de maio de 2015.

Assunto: Simulados 2015

ANEXO

INSTRUÇÕES PARA A APLICAÇÃO DO SIMULADO
 

 

 

Circular E/SUBE nº 43 de 17 de junho de 2015.

Assunto: Simulados 2015 – Orientações complementares

ANEXO

CARTÃO-RESPOSTA COMO ESTÁ NA PROVA

 

 

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share