A A A C
email
Retornando 40 resultados para o mês de 'Junho de 2015'

Segunda-feira, 29/06/2015

Grupo Interativo e Tertúlia Literária: Ferramentas para uma Aprendizagem Dialógica

Tags: 6ªcre.

 

 

 

Em 18 de junho, a Gerência de Educação da 6ª CRE realizou uma formação com os professores de 4º e 5º anos na Escola Monte Castelo. Vamos ver como tudo aconteceu?

 

Ser professor, hoje, significa não somente ensinar determinados conteúdos, mas, sobretudo, ser um educador comprometido com as transformações da sociedade, oportunizando aos alunos o exercício dos direitos básicos à cidadania.

A formação continuada é uma grande aliada do professor nesse sentido. Não se pode falar em educação de qualidade sem mencionar uma formação continuada de professores, que vem sendo considerada, juntamente com a formação inicial, uma questão fundamental nas políticas públicas para a educação.

Nessa perspectiva, a Gerência de Educação da 6ª CRE planejou para este ano capacitações envolvendo todos os professores do primeiro segmento do Ensino Fundamental. Vários encontros serão realizados durante o ano.

Vamos conhecer, agora, o encontro que aconteceu com os professores de 4º e 5º anos!

 

Tema do encontro com os professores de 4º e 5º anos da 6ª CRE.

 

A segunda reunião com os educadores aconteceu no dia 18 de junho, na E. M. Monte Castelo. Ela teve como tema o seguinte assunto: Grupo Interativo e Tertúlia Literária: Ferramentas para uma Aprendizagem Dialógica.

A professora Débora Belloni, Coordenadora Pedagógica do G. C. Coelho Neto, conduziu o encontro de forma dinâmica e com muita competência. Ela passou para os docentes presentes toda a experiência e sucesso de sua Unidade Escolar com a implementação de ações na comunidade de aprendizagem.

No primeiro momento, a palestrante falou da importância de se implementar novas ações dentro da Unidade Escolar em prol da melhoria do ensino. Em seguida, apresentou o projeto Comunidade de Aprendizagem e as atividades que são desenvolvidas com os alunos do Ginásio Carioca.

 

Professora Débora Belloni conversa com os professores sobre o que é uma aprendizagem dialógica.

 

Umas das atividades apresentadas foi o Grupo Interativo. Nele, os estudantes são agrupados de forma heterogênea quanto ao nível de aprendizagem, cultura, gênero, raça etc. O professor da turma conta com a ajuda de voluntários para mediar as interações.

O professor fica livre para tirar as dúvidas dos alunos, já que existe um adulto em cada grupo para garantir que os alunos realizem as atividades dadas pelo professor. Isso possibilita atender as necessidades de todos, além de proporcionar igualdade de oportunidades.

A segunda atividade apresentada foi a Tertúlia Literária. Nela, os alunos são arrumados em círculos e inscrevem-se, previamente, para interpretar um trecho do Clássico Literário lido. 

 

Professores de 4º e 5º anos vivenciam o Grupo Interativo.

 

Um ou mais alunos emitem suas opiniões e/ou argumentam sobre a fala de algum colega. Depois disso, o moderador, que é o professor, marca novas páginas de leitura e avisa a data do próximo encontro.

Essa atividade favorece a troca direta entre todos os participantes sem distinção de idade, gênero, cultura ou capacidade. Nessa leitura dialógica, com a interpretação coletiva de textos, o que prevalece é a validade dos argumentos, o diálogo igualitário, o respeito e a solidariedade.

De acordo com a avaliação dos professores participantes, ao final do encontro, a formação superou a expectativas. A professora Drielle Brito achou muito importante as ideias apresentadas, afinal, a capacitação foi uma ótima oportunidade para a inserção de novas práticas no cotidiano escolar.

 

Professores da 6ª CRE vivenciam a Tertúlia Literária através do trecho do livro O Abutre, de Franz Kafka.

 

Outro depoimento foi da professora Aline Sarmento, que disse: “Adorei a formação e gostaria que todas fossem com esse nível de competência”. O professor Alex dos Santos declarou: “Achei muito importante ter visto o resultado apresentado com melhorias através do projeto”.

A Gerência de educação da 6ª CRE se encheu de orgulho ao ver que está no caminho certo! A formação de professores é um processo de transformação tanto do educador como da escola através da implementação de atividades educativas inovadoras que favorecem a participação de todos.

 

Um agradecimento muito especial não pode deixar de ser dado às professoras Débora Belloni, nossa querida e competente palestrante, e Maria Rejane, diretora do Ginásio Carioca Coelho Neto, pela parceria de sempre! Vocês são o orgulho da 6ª CRE!

 

Quer saber um pouco mais? Entre em contato com a Gerência de Educação da 6ª CRE!

Rua dos Abacates, s/n.º - Deodoro
Telefone: 2457-0017 ou 2457-0023
E-mail:gedcre06@rioeduca.net

 

Prof.ª Patrícia Fernandes – Representante do Rioeduca na 6.ª CRE
Facebook: patrícia_pff@yahoo.com.br
E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

 

                               

 

   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 26/06/2015

Semana da Alimentação Saudável na Escola Padre José Maurício Tomás

Tags: 5ªcre, alimentação.

 

 

De 18 a 22 de maio realizou-se a Semana da Alimentação Saudável, voltada para a importância de uma boa alimentação e da prática de atividades físicas na promoção do bem-estar. A participação de todos os professores garantiu o sucesso do projeto!

 

A proposta da Semana da Alimentação esteve de acordo com o projeto "Economize!", realizado no 1º bimestre, que alertou a comunidade escolar sobre a importância da preservação da água.

Os alunos também perceberam a importância da água na alimentação ao analisar aspectos científicos sobre a quantidade média de água nos seres humanos e sobre a presença da água nos alimentos.

 

Cartazes coloridos com diversas mensagens de bons cuidados com a saúde e a alimentação.

 

 

Comida saudável e trabalho em equipe foram a ordem do dia.

 

Frutas e desenhos coloridos no cardápio.

 

Os pequeninos não ficaram de fora e produziram danças.

 

 

O ritimo foi bem marcado nessa apresentação de instrumentos.

 

 

 

 

Marcus Mortati - Rrepresentante do portal Rioeduca na 5ª CRE

marcusmortati@rioeduca.net

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 26/06/2015

Uma Educação Toda Especial...

Tags: 10ªcre.

 

 

 

A Escola Especial Doutor Hélio Pellegrino, em Santa Cruz, 10ª CRE, especializada em ensino com necessidades educativas especiais, atende 20 turmas em horário parcial, e proporciona aos seus 250 alunos com deficiências múltiplas um ambiente de aprendizagem e inserção social.

 


A Unidade Escolar desenvolve este ano o Projeto Político Pedagógico “Em todos os sentidos ... Comunicar é preciso”, em que o tema principal é desenvolver a identidade e a percepção do eu e do mundo através dos sentidos. O foco é na comunicação alternativa, ou seja, meios pelos quais os alunos com Deficiências Múltiplas (DMU) percebem e transmitem sua percepção do mundo. Esse tema amplo foi desmembrado nos subprojetos:

 


1º bimestre: Para além do olhar...

2º bimestre: Para além do ouvir: canto, conto e me encanto!

3º bimestre: Aromas e sabores: gosto pela vida! 

4º bimestre: Corpo em ação!

 

 

Neste primeiro período, o subprojeto “Para além do olhar...” teve como objetivo geral a construção gradativa da identidade por meio da descoberta do eu e dos outros, a aceitação das diferenças de cada um e a valorização das características individuais. Seguem os demais objetivos:

 


- Construir gradativamente a identidade do aluno, dos profissionais e de toda a Comunidade Escolar;

- Descobrir o “EU”, o outro e o mundo numa grande troca de experiências;

- Buscar a construção da identidade por meio da descoberta de si mesmo e dos outros, desenvolvendo uma autoimagem positiva, confiante e, ainda, sabendo ser aceito no grupo com possibilidades de interagir e crescer;

- Observar as diferenças a partir da observação das pessoas e dos grupos;

- Evidenciar a diversidade de vivencias e experiências a partir da necessidade que sentimos de trabalhar identidade individual e em grupo;

- Construir conceitos ligados à necessidade de compreender a importância de sua identidade, percebendo que ninguém vive e nem cresce sozinho sem (re)conhecer sua identidade;

- Trabalhar a ideia de que o contato com o outro se torna fundamental para a deliberação de limites, para o conhecimento de seu corpo, para a criação da autonomia e de sua identidade;

- Reconhecer que o contato com o responsável do momento, seja na figura materna ou de outro adulto que supre esse papel, cria critérios básicos, muitas vezes importantes para a sobrevivência do aluno;

- Criar um clima de segurança, confiança, afetividade, incentivo, elogios e limites colocados de forma clara e afetiva para que seja alcançada a desejada qualidade da interação entre adultos e a criança.

 

 

Durante o período, foram realizadas várias atividades em sala de aula, tais como:

 


- Pesquisas sobre a origem e o significado dos nomes;


- Cartazes sobre a história dos alunos utilizando fotos e desenhos, montagem de linha do tempo com fotos antigas trazidas pelos alunos e murais informativos;


- Entrevistas com responsáveis;


- Tabelas de ordem crescente e decrescente com dados como idade, peso, altura e com montagem de gráficos.

 


Como culminância, ou seja, como apresentação de tudo o que foi trabalhado e desenvolvido no bimestre com os alunos, a Unidade Escolar contou com a valiosa participação das mães dos alunos, que são pedras preciosas no processo de ensino/aprendizagem. Para tal, a escola promoveu uma gincana em que aconteceram diferentes atividades:

 

- Caracterização de personalidades preferidas:


Momento em que os alunos, mães e professores se fantasiaram de Chaplin, Chacrinha, Hebe Camargo, Gal Costa, Carmem Miranda, Luan Santana entre outros. Foi um show de talentos com imitações de artistas famosos!


- Roupa mais fashion:


Desfile das mães, que se produziram especialmente para o evento, além da apresentação de objetos mais antigos e suas histórias, na qual as mais originais e antigas eram premiadas.

 


As atividades foram desenvolvidas em duas equipes, as turmas estavam divididas pelas cores amarela e azul, porém, unidas na animação e euforia. Todos os participantes (professores, funcionários, alunos e responsáveis) demonstraram o verdadeiro espírito esportivo, com respeito aos adversários e união entre os companheiros de equipe.

 

Imagens das atividades desenvolvidas:

 

 

Atividades desenvolvidas em sala de aula.

 

Atividades desenvolvidas em sala de aula.

 

Apresentação dos alunos e professores.

 

Participação dos responsáveis.

 

Apresentação aos responsáveis.

 

Na continuação do encerramento do subprojeto, foi realizada, também, a comemoração do Dia das Mães na Sociedade Sul-Rio-Grandense. Evento que durou todo o dia e contou com a participação das mães, que puderam usar a piscina, passear com seus filhos pelos espaços do sítio, assistir à apresentação musical dos alunos e à homenagem da professora Marcia Antunes, que dançou junto a seus alunos a música “Raridade”, de Anderson Freitas.

 

Como avaliação do subprojeto, foi realizada a Reunião dos Responsáveis, na qual foi possível mostrar a todos os responsáveis o trabalho desenvolvido no período através de fotos e depoimentos dos participantes. Além de promover um encontro com a Assistente Social do INSS, que falou aos responsáveis sobre seus direitos e de seus filhos especiais.

 

 

Equipe da Escola Especial Municipal Doutor Hélio Pellegrino.

 

 

Escola Especial Municipal Doutor Hélio Pellegrino:

E-mail: empellegrino@rioeduca.net

 

 

Parabéns aos Gestores!

Parabéns aos Professores!

Parabéns aos Alunos!

Parabéns à Comunidade Escolar!

 

 

Suelen Corrêa
é Professora da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato:
suelencorrea@rioeduca.net
twitter: @suelencorrea29

 


 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 25/06/2015

Fui Aluno da Escola Pública e Hoje Sou um Sucesso!

Tags: 9ªcre, projeto.

 

 

 

No mês de maio, a Escola Professor Paulo Silva realizou o projeto “Fui aluno da Escola Pública e hoje sou um sucesso!”, que promoveu palestras motivacionais de ex-alunos para os alunos de 9° ano e Aceleração com foco na autoestima e vocação profissional.

 

A repórter Camila Silva e a diretora Alcemira da Fonseca Silva com os alunos da E. M. Professor Paulo Silva.

 

Para as palestras, foram convidados alguns ex-alunos de escolas públicas: Rodrigo da Silva Farias, técnico em Enfermagem do Corpo de Bombeiros e ex-aluno da E. M. Professora Leocádia Torres; Camila Silva, produtora e jornalista da Globo News, ex-aluna da E. M. Professora Leocádia Torres; e Luciano Ribeiro Canêdo, Capitão da Marinha do Brasil.

 

Camila Silva, repórter da Globo News.

 

Objetivos:

- Despertar a vocação profissional;

- Expandir o conhecimento dos alunos em relação às diversas profissões e ao mercado de trabalho;

- Trabalhar a autoestima dos alunos, através de modelos bem-sucedidos de profissionais oriundos da Rede Pública.

 

Luciano Ribeiro Canêdo, Capitão da Marinha do Brasil.
 

Atividades Desenvolvidas:

- Pré-técnico: aulas de reforço escolar, focadas nos concursos para escolas técnicas estaduais e federais;

- Palestras motivacionais com ex-alunos da Rede Pública;

- As palestras foram realizadas semanalmente durante o mês de maio, com foco na vocação profissional.

 

Rodrigo da Silva Farias, técnico de Enfermagem do Corpo de Bombeiros.
 

 

Equipe Pedagógica:
Alcemira da Fonseca Silva (Diretora)
Dilciléa Alves Leira (Diretora Adjunta)
Jean Felipe (Coordenador Pedagógico)
Professores: Adriana do Rosário, Thiago Lorena e Éder Venancio.

 

 

Parabéns à equipe da Escola Municipal Professor Paulo Silva, pelo trabalho desenvolvido! Contato com a U.E. pelos telefones 3394-1875 e 3394-5725 ou pelo e-mail empsilva@rioeduca.net.

 

 


 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Rita Faleiro Ver Comentários (1)