A A A C
email
Retornando 26 resultados para o mês de 'Junho de 2016'

Quinta-feira, 16/06/2016

XXV Jogos Estudantis na 1ª CRE

Tags: 1ªcre, eventos, jogosestudantis.

 

 

 

 

Cerimônia de Abertura dos Jogos Estudantis movimenta a Sede do Vasco da Gama.



Em seu Jubileu de Prata, a Cerimônia de Abertura dos XXV JOGOS ESTUDANTIS DA E/SUBE/1ªCRE teve como palco o Ginásio Esportivo do Clube Vasco da Gama.
 

A Cerimônia, que contou com a participação 19 escolas da 1ª CRE, foi realizado no último dia 09 de junho.

A Escola Tia Ciata abriu o evento com entrada da Bandeira da Paz, para que os valores propagados pelos esportes se perpetue.

 


As demais escolas participantes entraram a seguir, quando foi apresentado aos presentes as modalidades em que cada uma irá participar.

 


O Ginásio Olímpico Felix Mieli Venerando nos apresentou uma parte do Desfile Campeão apresentado na abertura do Intercolegial 2016 que, construindo um paralelo entre os cenários cariocas e as modalidades olímpicas, alunos carregaram painéis que foram produzidos coletivamente a partir de reflexões pedagógicas sobre os significados dos elementos esportivos e culturais para a constituição do carioca, especialmente no ano olímpico.

 


Após entrada do Pelotão da Bandeira, composto pelos alunos do Ginásio Carioca Nilo Peçanha, foi executado o Hino Nacional.

 


O juramento foi conduzido pelo aluno Caike Castilho, da E.M. Edmundo Bittencourt. Após o juramento, a Tocha dos Jogos Estudantis foi conduzida pela aluna Ana Carla Carvalho, da E.M. Floriano Peixoto que, após percorrer todo o Ginásio, acendeu simbolicamente a pira.

 


 

A professora Valéria Jaconiano , Gerente de Educação e a Coordenadora da CRE, professora Fátima Sueli foram convidadas a proferir as palavras de Abertura. Professora Fátima, ao final de suas palavras, declarou Abertos os Jogos Estudantis da 1ª CRE.

 


Após a Cerimônia oficial, o público presente prestigiou apresentação de Dança E. M. Espiridião Rosas. Os alunos aproveitaram o momento para uma homenagear aos professores das escolas, através da entrega de uma rosa branca, símbolo da Paz. A professora Cristina Brum, representante da SME, enfatizou em seu discurso o trabalho realizado nas escolas, ressaltando a figura do professor como aquele que promove além do conhecimento das Modalidades Esportivas à Formação de Valores nos Jogos.

 


Para Saber Mais: 

E/SUBE/1ªCRE/GED 

Rua Edgard Gordilho, 63 - Saúde 

Telefone: 2233-4839 

E-mail: gedcre01@rioeduca.net 

Professores Responsáveis: Rosimeri Lima e Alexandre Nabte

 

 




Professor Alexandre Roque de Araujo
Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação alexandrearaujo@rioeduca.net
Twitter: @Alexandre_Roque
Whatsapp 98733-1970

COMENTE E COMPARTILHE 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 15/06/2016

Contando Histórias na E. M. Gastão Monteiro

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

 

 

A Escola Municipal Gastão Monteiro Moutinho desenvolveu atividades diferenciadas com contação de histórias para estimular o gosto pela leitura e pelos livros.

 

O Grêmio Estudantil da Escola Municipal Gastão Monteiro Moutinho, acompanhado pela professora Glauce Fontes, juntamente com a Sala de Leitura, organizou um projeto com o intuito de formar Contadores de História para as turminhas de Educação Infantil.

 

     Alunos finalistas do concurso Contadores de Histórias.

 

O projeto foi desenvolvido com o 6º ano e teve sua trajetória através do período de inscrição,que iniciou no dia 6 de abril, treinamento e apresentação para uma banca julgadora, com a divulgação do resultado no dia 2 de maio. Foram muitos os interessados e a escolha se tornou cada vez mais difícil.

 

Oficina de Leitura na Sala de Leitura.


Foram dias e dias dedicados à prática da contação. Os critérios de avaliação ( fluência na leitura, pontuação, postura, interpretação e interação com o público) foram rígidos e as notas para cada um deles variava de 5 a 10 pontos.

 

No dia do concurso, mesas prontas para a banca examinadora.

 

A banca julgadora foi composta pela professora Glauce Fontes , responsável pelo Grêmio Estudantil e mídia da unidade escolar; pela professora da Sala de Recursos Caroline Bachur; pela professoras da sala de Leitura Osvaldice da Silva  e pela jurada Victória Grego.

 

        Certificados dos participantes e prêmios dos vencedores.

 

As professoras da Sala de Leitura Osvaldice Maria e Andrea Otílio, iniciaram a contação dos livros escolhidos (Era uma vez e Voa João, da coleção Minha Primeira Biblioteca) e na sequência, os alunos continuavam a leitura a partir de um trecho previamente combinado.


O projeto foi de tão grande motivação que a Direção decidiu ampliá-lo e contemplar todos os alunos que foram para a final , para que se tornassem Contadores de Histórias para um outro projeto que já acontece na escola, "A Hora do conto". Sendo assim, todos ficaram felizes, todos saíram ganhando.     

 

                

                Da esq.p/dir: Professora da Sala de Leitura Osvaldice;o aluno vencedor da manhã Jonatas; a aluna vencedora da tarde Thaissa e a professora da Sala de Leitura Andrea.    

 

                                               Histórias em inglês

Na disciplina de inglês, a professora Andreza da Silva, desenvolveu uma maneira bastante criativa para contar e apresentar as histórias da série de livros de Inglês Zip from Zop da Editora Learnig Factory.


Baseado em um teatro de marionetes com os personagens, os alunos do 1º ao 3º ano conheceram a história dos alienígenas e como se deu a vinda deles para o planeta Terra (Unidade 1).

 

                                        A professora Andreza e alunos reunidos para ouvir a história.
 

Após o teatro, os alunos assistiram o vídeo sobre o tema da aula (revisão de números, cores, formas e cumprimentos), fizeram uma pintura e, para finalizar, teve até pipoca! Foi um dia bastante especial para todas as turminhas.

 

    Atividades dirigidas após a exibição do vídeo Zip from Zop.

 

As atividades desenvolvidas favorecem o gosto pela leitura e o conhecimento através das histórias. A Escola Muncipal Gastão Monteiro Moutinho desenvolve o Projeto Político Pedagógico Para que a Escola nos dê Cidadãos e tem como missão desenvolver o aluno enquanto individuo social, cognitivo, existencial.

O enfoque do projeto em 2016 é o Rio de Janeiro: Braços Abertos para todos os povos, alegorias e disfarces de uma cidade maravilhosa. No segundo bimestre, o eixo temático é uma cidade olímpica com vocação de ser feliz.

 

 

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Para conhecer mais sobre o trabalho da escola:

http://emgastao.blogspot.com.br/

Contato da E. M. Gastão Monteiro Moutinho:

emmoutinho@rioeduca.net

Contato para publicações:

Roberta Vitagliano - Representante Rioeduca 7ª CRE

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 
 
 
 

   
           



Yammer Share

Terça-feira, 14/06/2016

Glauber Rocha's Olympic Games

Tags: 6ªcre, jogos, olímpicos, valores.

 

 

No dia 08 de março, toda a comunidade escolar participou da abertura do projeto Glauber Rocha’s Olympic Games. As atividades realizadas pretendem agregar os valores olímpicos à rotina da escola e transformar os alunos em multiplicadores em suas famílias.

 

Desfile dos deuses  olímpicos

 

O evento reuniu toda a escola na quadra do Ciep Glauber Rocha, uma das primeiras escolas bilíngues no Rio de Janeiro. O objetivo maior do projeto é o resgate de valores, da autoestima dos alunos e a integração escola-comunidade tendo por base primordial a amizade e o respeito mútuo.

Todas as turmas da escola foram envolvidas: da Educação Infantil ao 6.º ano. Os professores de todas as disciplinas e anos de escolaridade, a coordenação, a direção e os funcionários participaram deste primeiro momento, colaborando com sugestões, trabalhos realizados em sala de aula, confecção de itens para decoração dos diversos espaços da escola e mobilização dos alunos.

 

Na mitologia grega, os deuses olímpicos (Dodekatheon) eram os deuses mais importantes na Grécia Antiga e moravam no ponto mais alto do Monte Olimpo

 

Durante a cerimônia, todas as saudações e as primeiras falas dos alunos e professores, foram realizadas nos dois idiomas, Português e Inglês, sempre buscando a integração das duas línguas.

A professora Edilza, Sala de Leitura, iniciou o evento com um breve relato sobre a história das Olimpíadas, destacando os símbolos e os valores olímpicos. Os alunos do 6.º Ano abriram o desfile com a bandeira olímpica, que foi criada por Pierre de Coubertin no ano de 1913. Logo em seguida, vieram as turmas de Educação Infantil ao 5.º ano representando algumas modalidades olímpicas.

 

Alunos do 6º ano apresentam a bandeira olímpica

 

Um momento mágico foi a participação do Senhor Paulo Sérgio, funcionário da COMLURB, que emocionou a todos quando desfilou com a Tocha Olímpica, um importante símbolo das Olimpíadas. Na mitologia grega, Prometeu roubou o fogo de Zeus e deu aos humanos. Para celebrar a passagem do fogo de Prometeu ao homem, os gregos faziam corridas de revezamento. Os atletas passavam a tocha entre si até que o vencedor cruzasse a linha de chegada. 

 

Paulo, funcionário da COMLURB, levando o sagrado fogo olímpico para a cerimônia

 

A aluna Maria Eduarda, da turma 1502, presenteou a todos com uma belíssima apresentação de ginástica artística. Essa modalidade faz parte dos Jogos Olímpicos desde a sua primeira edição, em Atenas, no ano de 1896. Ela demonstrou muita agilidade, coordenação e concentração na sua exposição. Alunos e professores não tiravam os olhos dela! Sua performance fez todos vibrarem!

 

Maria Eduarda, turma 1502, apresenta a modalidade ginástica artística junto com os valores olímpicos

 

O evento foi encerrado com a assinatura do documento “Compromisso do Participante”. Os representantes das turmas entregaram ao Diretor Geral, Prof.º Marcelo, o termo assinado por todos os alunos, destacando a responsabilidade de preservar e respeitar os valores olímpicos.

 

No mês de abril, dando continuidade aos trabalhos, as turmas realizaram a atividade “Corredor Cultural”. Cada sala de aula foi transformada no endereço de um esporte. As crianças prepararam lindos trabalhos representando uma modalidade de competição. Os alunos monitores repassaram para os visitantes as curiosidades sobre o tema da sala. Foi um momento em que os alunos puderam exercer toda a sua autonomia passando os conhecimentos adquiridos para os visitantes.

 

Desfile das modalidades olímpicas

 

O projeto continuará a ser desenvolvido durante todo o semestre. O encerramento ocorrerá em Junho, com a realização dos Jogos Olímpicos internos, nos quais algumas modalidades serão representadas. “Ao final do projeto, esperamos que os valores olímpicos estejam agregados à rotina da escola e que os alunos sejam multiplicadores em suas famílias e em outros grupos sociais dos quais façam parte”, relatou a prof.ª Márcia – Coordenadora Pedagógica.

 

Cada sala de aula se transformou no endereço de um esporte

 

Os valores olímpicos são uma fonte rica de inspiração para crianças, jovens e adultos. Trabalhar com eles no contexto escolar contribui para o processo de humanização dos alunos, assim como desenvolve a consciência crítica e a formação cidadã. É com muito orgulho que parabenizamos toda equipe do Ciep Glauber Rocha por difundir uma Educação Olímpica na escola, que vem procurando despertar em seus alunos autoconfiança, autoestima e superação, valorizando o respeito e a solidariedade, valores que serão levados pelos alunos para o resto de suas vidas. 

 

Quer saber um pouco mais? Entre em contato com o Ciep Glauber Rocha e agende uma visita para conhecer o trabalho da nossa escola bilíngue!


E-mail: cieprocha@rioeduca.net

Telefone: 2407-5639

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós! Até a próxima semana!

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 13/06/2016

Projeto Oxigenando as Escolas

Tags: 10ªcre, projeto, educação, ambiental.

 

 

 

 

O Núcleo de Educação Ambiental desenvolvendo projetos para colaborar com um ambiente agradável para o aprendizado nas Unidades Escolares da 10ª CRE.

 

O Núcleo de Educação Ambiental da 10ª Coordenadoria Regional de Educação (NEA10), vinculado ao Gabinete da E/SUBE/10ªCRE, está sediado na Cidade das Crianças Leonel Brizola, em Santa Cruz, planejando e desenvolvendo ações, tecnologias sustentáveis e pedagógicas a serem implantadas nas Unidades Escolares municipais da Cidade do Rio de Janeiro, tais como: hortas agroecológicas, plantio e identificação de árvores de Mata Atlântica, visitas ao Viveiro Municipal da Fazenda Modelo e áreas de reflorestamento, reuso de água do ar condicionado, destino correto aos resíduos orgânicos e verdes por meio da compostagem e inorgânicos como as pilhas e baterias, papéis e caixas de papelão, sacos plásticos de alimentos, eletrônicos, óleo de cozinha usado e outros.

 

Além disso, o Núcleo de Educação Ambiental busca estabelecer parcerias públicas e privadas que venham a colaborar com a Gestão Escolar e Ambiental, o que certamente dará uma renovação de conceitos e paradigmas sobre o Meio Ambiente, Educação e Sociedade.

 

Professor Álvaro Jorge

 

O projeto Oxigenando as Escolas é fruto da parceria com a Secretaria de Meio Ambiente da Cidade (SMAC), Coordenadoria Geral de Áreas Verdes – Gerência de Agroecologia e Produção Orgânica. Foi elaborado no final de 2015, em conjunto, pelo NEA10, com o professor Álvaro Jorge Madeira e pelos engenheiros agrônomos Julio César Lacerda Monteiro de Barros e Aline Barreto Santos Meira.

— Considerando a extrema necessidade da criação de um ambiente agradável para o aprendizado nas escolas municipais e sabendo que alguns bairros da cidade, principalmente na área de planejamento AP 5.1, AP 5.2 e AP 5.3, a realidade das mudanças climáticas com o aquecimento global levam nossas escolas a sofrerem constantemente períodos com elevadas temperaturas, esperamos dar um novo aspecto às dependências internas das escolas, diminuindo os impactos climáticos e possibilitando harmonia e interação dos alunos, professores e demais funcionários com o meio ambiente. — afirma o professor Álvaro.

O Objetivo do projeto é o plantio de mudas de espécies nativas da mata atlântica nas Unidades Escolares e outros equipamentos da Cidade do Rio de Janeiro, promovendo a melhoria do desempenho e da qualidade de vida dos estudantes e usuários, em função do ganho ambiental nesses locais.

 

Alunos da E. M. Ricardo Brentani no Projeto Oxigenando as Escolas

 

Na primeira etapa do projeto, foram selecionadas 19 Unidades Escolares, o parque Cidade das Crianças Leonel Brizola e a Vila Olímpica Doutor Sócrates, estimando inicialmente 750 mudas. Porém, foram plantadas 821 mudas nas áreas de Santa Cruz, Paciência e Pedra de Guaratiba.

Nesse projeto, todas as árvores são apadrinhadas pelas turmas da unidade escolar, que se comprometem a cuidar, conhecer as espécies da mata atlântica, sua relação com o meio ambiente e os benefícios ambientais.

O projeto é desenvolvido em etapas, que consistem em: retiradas de mudas mortas, se necessário; abertura de berços de plantio 80x80; adubação orgânica com 0,3 m³ substrato/muda; adubação fosfatada com 300gr farinha de osso/muda; fornecimento de mudas com porte de mínimo 2 metros e DAP diâmetro altura do peito de 2 cm, plantio de mudas, uso de hidrogel 3litros/muda, tutoramento com bambu de 3 metros, irrigação, manutenção das mudas por período de 12 meses e replantio em caso de perda natural.

 

Alunos do EDI Profª Maria Luiza Jobim de Queiroz

 

As espécies utilizadas são: Ingá, Painera Rosa, Orelha de macaco, Aldrago Sibipiruna, Pau Brasil, Oiti, Ipê Branco, Rosa e Roxo, Angico amarelo, Palmeira Imperial, Jacarandá, Guapuruvú, Aroeira, Pitanga, Sapucaia, Jequitibá, Jambo e Arariba.

Tivemos a participação das seguintes Unidades Escolares: Escola Municipal Ricardo Brentani, Escola Municipal Emiliano Galdino, Escola Municipal Roberto Civita, Escola Municipal Professora Eulália Rodrigues de Oliveira Vieira, Escola Municipal Rivadávia Manoel Pinto, Escola Municipal Professora Zulmira Telles da Costa, Escola Municipal Álvaro Valle, GEO Doutor Sócrates, Creche Municipal Inspetor Heraldo Carvalho de Sousa, Creche Municipal Vovô Benta, Creche Municipal Pedrinho, EDI Professora Maria Luiza Jobim de Queiroz, EDI Professor Celso de Almeida Chaves, EDI Geógrafo Aziz Ab’Saber, EDI Samira Pires Ribeiro, EDI Rosele Nicolau Jorge Coutinho, EDI Professor Rubem Gonçalves, EDI Professor Antonio Alfredo Mercadante e EDI Sargento Izo Gomes Patrício.

 

Alunos do EDI Sargento Izo Gomes Patrício

 

Quer saber mais sobre o projeto?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

NEA10 – Núcleo de Educação Ambiental da 10ªCRE
Prof. Alvaro Jorge Madeira
Tel. 3393 7862 neacre10@rioeduca.net

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share