A A A C
email
Retornando 98 resultados para o mês de 'Julho de 2012'

Quinta-feira, 26/07/2012

A Rádio Maluzinha e o Meio Ambiente

Tags: 7ªcre, meioambiente, educaçãoinfantil, rádio.

 

A Creche Tia Malu, localizada na Taquara, está desenvolvendo o Projeto Pedagógico: “Na Era da Tecnologia, a Rádio Maluzinha Encanta os Nossos Dias”. A Maluzinha, apresentadora e personagem principal da Rádio, desenvolveu com as crianças, nesse trimestre, temas relacionados ao meio ambiente.

 

A ideia do projeto Na Era da Tecnologia, a Rádio Maluzinha Encanta os Nossos Dias surgiu da necessidade que os alunos têm de expressar oralmente seus desejos, costumes e sentimentos. A Rádio é o momento em que eles desenvolvem sua oralidade, ampliam seu vínculo de relacionamento, bem como sua bagagem cultural.

 

 

 

Os alunos ouviram histórias que tratavam sobre o tema Meio Ambiente, como Reciclagem do lixo (livro “Reciclagem, a aventura de uma garrafa”), o desmatamento (livro “A última árvore do mundo”), a poluição do ar e o prejuízo ambiental dessa prática (livro “Onde canta o sabiá).

 

 

 

A partir desses temas iniciados na Rádio, os alunos fizeram atividades de reaproveitamento do lixo, recontaram histórias, criaram suas próprias histórias, plantaram mudas no terraço da Creche, além da própria mudança de hábitos que o projeto nos propõe, enquanto seres humanos transformadores do meio que nos cerca.  

 

 

 

 

 

 



PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!   

 

 

CONFIRAM NO LINK A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

 

http://portalrioeduca.mstech.com.br/sobrenos.php
 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 26/07/2012

I Expo de Ciência e Tecnologia

Tags: 9ªcre, expociencias.

 

A I Expo de Ciência e Tecnologia aconteceu no dia 12 de julho na E. M. Doutor Nelcy Noronha e contou com a participação de professores, direção, funcionários, alunos, responsáveis e comunidade.

 

O tema estava relacionado com a questão do Meio Ambiente: SUSTENTABILIDADE E QUALIDADE DE VIDA, que já havia sido explorado durante o Aulão Rio + 20.

 

 

 

Mais uma vez a E. M. Doutor Nelcy Noronha inova e lança sua I Expo de Ciência e Tecnologia dando continuidade ao trabalho desenvolvido em junho pela U. E. e quem nos conta sobre esta atividade é a professora Carla. Lembram?

 

Professora Carla (direita)e Professora Márcia Abreu (esquerda)

 

Enfrentamos diversos tipos de problemas, pois nossas tarefas eram imensas. A carga de trabalho excessiva nos deixavam desanimados porque o momento era de fechamento do bimestre. Contudo, nossa equipe acreditou no projeto. Promover a integração de toda a escola e fazer os alunos pesquisarem, produzir trabalhos e assimilar conteúdos acerca da questão ambiental, esse era nosso objetivo.

 

 

 

Os professores abordaram vários temas como: Energia Eólica; Linha do Tempo Tecnológica; Preservação da Água dos Rios; Química/Experimentos (uma aliada para um mundo melhor); Sistema Solar; Vulcão; Os 3 R'S (reciclagem); Casa Ecológica; Jardim de Temperos; Lixo Tecnológico; IMC; Aquecimento Global e Efeito Estufa; Sistema Respiratório; Polígonos Representando Ar, Terra, Fogo e Água; Consumo Consciente; Gravidez e Aborto; Ecobairros.

 

 

 

Na Casa Ecológica, os alunos foram orientados pela profª Amanda e produziram com garrafas PET's, vassoura, sofá, cama, casa e jardim vertical. A cada dia na escola, chegavam muitas garrafas trazidas pelos alunos vindas inclusive de lixões. Além disso, a Casa Ecológica contou com barco movido a vapor, luz produzida com limões, forno solar, alimentos feitos com sobras (um bolo delicioso feito com cascas de banana e suco produzido com cascas de abacaxi) e sabão produzido com óleo reciclável.

 

 

O trabalho Ecobairros contou com a participação efetiva do 9° ano que reproduziu um bairro da Espanha que utiliza a energia eólica, captação das chuvas e a compostagem do lixo. O Alexandre, professor de Língua Estrangeira (Espanhol), esteve com os alunos diretamente na produção da maquete, pois foi necessário furadeira, eletricidade e motivação para que tudo ficasse pronto.Todas as luzes dos postos da maquete acendiam, os cata-vento giravam e os alunos ainda apresentavam a explicação em português ou espanhol, de acordo com o pedido do visitante. Muitos pais se emocionaram ao ver o trabalho concretizado com a participação de seus filhos. 

 

O trabalho IMC contou com a orientação da Professora Márcia de matemática. Os alunos calculavam o IMC dos visitantes e ainda ofereciam dicas de uma alimentação saudável. A professora também coordenou os alunos no trabalho sobre aquecimento global e efeito estufa.

 

 

 

A professora Carla orientou os alunos da turma 1905, com Experimentos de Química. A partir do conteúdo dado sobre sublimação, funções químicas, tensão superficial e reações químicas, os alunos produziram bebida esfumaçante, sangue do diabo, leite psicodélico, experimentos com balões e indicador químico a partir de suco de repolho roxo, lembrando que a química é uma grande aliada para um mundo melhor. A professora também orientou os alunos da 1904 sobre o descarte correto de pilhas e baterias e o consumo exagerado, sob o título de Lixo Tecnológico. A turma 1604 trabalhou o tema Rio Sujo/Rio Limpo: só jogue na água o que o peixe pode comer. O tempo de decomposição do lixo foi amplamente trabalhado.

 

 

As turmas de projeto também tiveram participação na Expo com as professoras Mariângela e Greice Mara: Energia Eólica e Reciclagem.

 

 

O tema reciclagem também foi orientado pela professora Nane de Artes Visuais: Reciclagem com Arte. Os alunos produziram pulseiras, porta-trecos, bolsas, diversos utilitários com caixas de ovos, latinhas, caixas de leite, garrafas pet, rolo de papel higiênico e etc. A professora também produziu com os alunos blocos (lembranças) produzidos com cartolina reciclável.

 

 

 

A professora Fátima Alves trabalhou a Pirâmide Alimentar que ficou linda! Com outra turma, ela produziu um jardim de temperos com cebolinha, hortelã, salsa, manjericão e pimenta.

 

 

Josemar, professor  de geografia coordenou os trabalhos com as turmas 1601 e 1603 sobre Vulcões e Sistema Solar. As crianças ficaram encantadas vendo seu astro suspenso sobre a quadra da escola e os vulcões entrando em erupção.

 

Outros professores também estiveram envolvidos: professora Rosângela, de Artes, professora Daniela, de História, professora Rita Simone e professora Nádia.

 

 

 

 

A escola CEFET esteve presente, sendo representada pela professora Marta e pelos alunos da MAFIA (Muitas Atividades de Física Interativa e Aplicada) que demonstraram experimentos de Física, como o Disco de Newton. Nossos alunos do 9º ano demonstraram bastante interesse, uma vez que Física será o conteúdo do 2º semestre.

 

 

 

Os responsáveis foram presença marcante durante todo o período da feira, das 9h às 16h. Os alunos receberam convite para que os pais pudessem participar do evento.

 

 

 

O empenho dos alunos na nossa I Expo de Ciência e Tecnologia foi surpreendente. Descobrimos vários talentos e a solidariedade, a cooperação, a integração e o comprometimento foi fundamental para que nosso projeto desse certo.

 

Veja nos links a seguir a Página do CEFET e as fotos cedidas pela Professora Marta da MAFIA.

 

http://noticias.cefet-rj.br/2012/07/17/campus-nova-iguacu-projeto-mafia-realiza-sua-segunda-atividade-de-extensao/

 

https://plus.google.com/photos/107909415937564545900/albums/5765760447691034497?banner=pwa

 

A seguir poderemos conferir o vídeo e a justificativa do professor Alexandre, coordenador do trabalho Ecobairros.

  

 

 

O desejo de confeccionar um “Ecobarrio” surgiu durante os trabalhos desenvolvidos com as turmas sobre desenvolvimento sustentável. Trabalhamos em sala de aula com o vídeo de Leonardo Boff “La Carta de la Tierra” e discutimos o texto na íntegra. Um semana depois, nossa escola realizou o projeto de divulgação e explicação do que seria o Rio + 20, idealizado pela professora Carla Maria em conjunto com as professoras Amanda Santos e Fátima Alves. Todos nós demos, ao mesmo tempo, a mesma aula planejada. O resultado foi um sucesso! Semanas depois aconteceria a I Expo de Ciência e Tecnologia da Nelcy e decidimos que seria o momento de colocarmos em prática o tão idealizado projeto de construirmos um “Ecobarrio”. O projeto seria baseado no modelo espanhol de desenvolvimento sustentável. Convidamos alunos das turmas de 9º ano para que participassem dele. Os alunos o abraçaram com muita determinação e, durante oito dias de trabalho intenso, foram descobertos muitos talentos individuais que foram coadunados em torno de um objetivo comum: transformar o que já é real na Espanha e em outras partes do mundo em algo que pudesse, mesmo sendo fictício, explicitar aquilo que almejamos para nossa realidade local.

 

 

Os vídeos a seguir mostram o Making of da Expo e um vídeo completo com depoimentos, vamos conferir?

 

 

 

 

 

Parabéns E. M. Doutor Nelcy Noronha por mais uma vez abrilhantar nossa página do blog, mostrando que a Revolução Acontece nas escolas da nossa prefeitura.

 

Um agradecimento especial a professora Carla que veio mantendo contato e enviando todo este material. Essa parceria é fundamental para que este trabalho aconteça.

 

Venha você também fazer parte desta REVOLUÇÃO, envie seu trabalho.

 

 Representante do Rioeduca na 9ªCRE
Profª Márcia Cristina Alves


E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net
Twitter: @marciacrisalves

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 26/07/2012

Rodas de Leitura na C. M. Homero José dos Santos

Tags: 1ªcre, projetos.


 A Creche Municipal Homero Jose, localizada na Mangueira, tem como compromisso em seu projeto pedagógico formar pequenos leitores e envolver toda a comunidade no encantado  mundo da leitura. 

 

 

     “Se você quiser falar ao coração dos homens, há que se contar uma história. Dessas onde não faltem animais, ou deuses e muita fantasia. Porque é assim:  suave e docemente - que se despertam consciências.”

 

A equipe da creche reconhece que um dos papeis fundamentais da creche é iniciar os pequeninos no processo de aquisição da leitura. Desta forma, criaram um espaço coletivo de leitura para que as crianças pudessem experimentar, explorar, cuidar e guardar os livros.

 


As visitas ao cantinho da leitura são feitas todos os dias. As professoras (PEIs) trazem cinco crianças por vez, e têm a oportunidade de ouvir e contar histórias, além de conhecer os autores e ilustradores, etc.

 

 

Para a gestora Aline, o livro é um dos principais mediadores de uma história. Abrir um livro é começar a sonhar, imaginar, associar e elaborar fatos da realidade. As histórias contadas às crianças alimentam a emoção e a imaginação, possibilitam a auto-identificação e contribui para que a criança entenda algumas situações desagradáveis, bem como a auxilia a resolver conflitos.

 

Rodas de Leitura

 

Na Creche Municipal Homero José, as Rodas de Leitura mensais começam sempre com uma contação de história ou leitura de poesia, onde participam os responsáveis e crianças.

 


 

 

Nesse momento, as educadoras têm a oportunidade de conversar sobre o trabalho desenvolvido com as crianças e trocam experiências sobre o que ainda será realizado com os pequenos. Os encontros têm sido muito gratificantes e mostram o quanto é significativa a presença das famílias no ambiente da creche.

 

Professores, enviem o seus projeto de sucesso para o Rioeduca.net

e teremos grande alegria em publicar!

 

Contatos:
Rute Albanita
Representante Rioeduca.net da 1ªCRE
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

        

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 26/07/2012

Trabalhando com Temas Transversais

Tags: 4ªcre, eventos.


 

Os Temas Transversais são constituídos pelos Parâmetros Curriculares Nacionais. Meio Ambiente (Os ciclos da natureza, sociedade e meio ambiente, manejo e conservação ambiental) e Pluralidade Cultural (Pluralidade Cultural e a Vida das Crianças no Brasil, constituição da pluralidade cultural no Brasil, o Ser Humano como agente social e produtor de cultura, Pluralidade Cultural e Cidadania)  são duas das seis áreas apresentadas nos PCN.

 

 

A Escola Municipal Presidente Eurico Dutra nos mostra como articulou e desenvolveu essas duas áreas em suas atividades que culminaram no Arraiá da Sustentabilidade.

 

 

"Para não sair do ritmo da Rio+20, o Arraiá da Escola Presidente Eurico Dutra foi todo decorado com materiais reciclados e reutilizados. 

Nosso homenageando, o “Rei do Baião”, o grande Luiz Gonzaga, foi apresentado pela turma 1101 e a professora Cristina Maria  com a música “Eu só quero um xodó”. Parabéns à professora Andrea Martire, da Classe Especial, que criou a linda coreografia. Continuando a homenagem ao nosso querido Gonzagão, os  alunos do 7º e 8º anos e Autonomia Carioca 2 apresentaram o  “Xote da menina”.

 

 

 

Nossa Escola uniu os conhecimentos trabalhados durante o evento da RIO+20 com as pesquisas feitas em torno da Cultura Nordestina e, como resultado, tivemos uma linda festa na mais rica tradição do Nordeste, com um toque consciência ambiental." Texto: Professora Claudia Cabral - Coordenadora Pedagógica

Fim de festa, alegria pelo sucesso da festa... Pose para a última foto da tarde: estagiária Sônia, gari Jô, agente educadora Adriana, merendeira Selma, professora Ana Lúcia, diretora Sandra, agente educador Anderson (com a filha no colo), aluno Luan, professora Elaine, Laura (filha da professora Edith), professora Edith, professor Marcel e professora Therezinha (em pé), coordenadora pedagógica Claudia Cabral e Matheus  (abaixados).

 

 

 

 

Na prática pedagógica, interdisciplinaridade e transversalidade alimentam-se mutuamente, pois o tratamento das questões trazidas pelos Temas Transversais expõe as inter-relações entre os objetos de conhecimento, de forma que não é possível o trabalho pautado na transversalidade tomando-se uma perspectiva disciplinar rígida. A transversalidade promove uma compreensão abrangente dos diferentes objetos de conhecimento, bem como a percepção da implicação do sujeito de conhecimento na sua produção, superando a dicotomia entre ambos. Por essa mesma via, a transversalidade abre espaço para a inclusão de saberes extra-escolares, possibilitando a referência a sistemas de significado construídos na realidade dos alunos. (Brasil, 1997, p.31)  

 

 

Parabéns à Escola Municipal Presidente Eurico Dutra pelo projeto realizado com seus alunos em seus diferentes segmentos!

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share