A A A C
email
Retornando 65 resultados para o mês de 'Julho de 2015'

Segunda-feira, 20/07/2015

Eleições do Grêmio na Escola Francisco Frias de Mesquita

Tags: 5ªcre, grêmio.

 

 

 

Mostrando entusiasmo e engajamento, a E. M.  Francisco Frias de Mesquita realizou suas eleições para seu Grêmio Esudantil de maneira organizada, da votação ao empossamento.

 

Confira o relato da Coordenadora Pedagógica Elaine Moreira:

Quando iniciou a divulgação das Eleições do Grêmio Estudantil, nossos alunos ficaram extremamente empolgados, pois muitos (inclusive os pequenos) já tinham visto tal evento na última eleição.

Sabendo da importância desse fato, começamos a confecção de desenhos que iriam concorrer para a divulgação das Eleições na 5ª CRE. Nossos alunos não ganharam o concurso de slogan e imagens, mas puderam sentir o gostinho de como é participar de um evento tão importante nas Unidades Escolares.

 

Informações importantes sobre as funções do Grêmio.

 

 

O André da turma 1302 mostrou engajamento.

 

Realizamos uma assembleia em nossa escola para a escolha da Comissão Eleitoral. E como não poderia ser diferente, os alunos eleitos ficaram super honrados, e puderam mostrar para seus colegas a importância e a responsabilidade de colaborar com as Eleições do Grêmio Estudantil.

A Comissão foi composta pelos alunos do 4º ano da turma 1401: Marcos Paulo Silva, Marcelo da Silva, Maria Fernanda Martins, Maria Eduarda Coelho, Letícia dos Santos e Rickson da Silva. Os seis alunos desempenharam muito bem suas tarefas, e auxiliaram cada aluno nos dias das Eleições para que tudo transcorresse bem. Todos estão de parabéns!

 

Os trabalhos da comissão feitos com entusiasmo.

 

A fila para a votação ficou bem organizada.

 

A votação trancorreu com tranquilidade.

 

Cada aluno representou muito bem sua chapa, fazendo uma campanha inicialmente um tanto quanto acanhada, mas que, aos poucos, foi tomando força, pois todos se empenharam bastante, deixando de lado a timidez.

“As eleições para o Grêmio foi um momento muito importante para nossos alunos, pois além de aprender sobre cidadania, puderam vivenciá-la também”, diz Cristiane, professora da turma 1101.

Momento de muita agitação e nervosismo tomou conta da nossa escola, pois chegou a hora da contagem dos votos. E, para nossa alegria, a chapa vencedora foi "Coração", composta pelas alunas da turma 1301 Ana Luiza Cavalcanti, Thauane Luiza Honorato, Luana Figueiredo e Maria Clara Honorato.

A professora Rosimere, que é regente da turma campeã, diz que apoia a iniciativa, afirmando que a representatividade deve fazer parte do processo de construção da cidadania. Isso deve ser estimulado desde a primeira fase do ensino fundamental. As alunas que representavam a chapa vencedora quebraram barreiras, e mostraram superação diante do desafio proposto.

O encerramento do processo das Eleições se deu com a posse das candidatas no pátio da escola, onde foram aplaudidas e receberam muito carinho de todos os presentes.

 

Pompa e circunstância no dia da posse.

 

“Agradecemos a todos pelos votos. Ajudaremos a melhorar nossa escola”, dizem as alunas Ana Luiza e Thauane (Presidenta e Vice-presidenta).

E, como primeiro trabalho, elas querem montar uma campanha para melhorar a conservação e limpeza do refeitório. “Os alunos devem saber onde jogar o lixo!”, diz Ana Luiza.

 

Empossadas, o trabalho as espera.

 

Esse momento foi sem dúvida um grande marco em nossa escola. Pudemos despertar em nossos pequenos o prazer de lutar por um lugar melhor, mostrando a eles o que é ser um bom cidadão, ter uma boa convivência, responsabilidade e, acima de tudo, respeitar os outros e cada pensar, pois todos fazemos parte da mesma sociedade.

 

Coordenadora Pedagógica Elaine Moreira

 elainemsouza@rioeduca.net

 

Marcus Mortati - Representante do portal Rioeduca na 5ª CRE

marcusmortati@rioeduca.net

 

 

                               

 
 
 

   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 20/07/2015

Brincando com o Meio Ambiente

Tags: 10ªcre.

 

 

A Creche Adalto Bastos, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, localiza-se na Estrada Santa Eugênia S/Nº, Jardim Sete de Abril, em Paciência, atendendo a 119 crianças nos seguintes grupamentos: Berçário, Maternal I e Maternal II.

 


No mês de junho a Unidade Escolar realizou o “Dia do Bincar” com alunos da turma EI-51, trabalhando o ensino de Ciências.

 

Alunos participando do Dia do Brincar de Ciências.

 


As atividades foram desenvolvidas pela professora Maria de Lima e pelos Agentes da Educação Infantil: Gislene, Andréia, Jaqueline e Leonardo.


No primeiro momento, as crianças ouviram a contação da história “O Minhoco Apaixonado”, de Alessandra Pontes Roscoe. A sessão de contação foi muito especial com a tia Maria.


Após a contação, a professora utilizou a tradicional cantiga popular. “Minhoca”:


“Minhoca, minhoca, me dá uma beijoca...
Não dou, não dou... Então eu vou roubar.
Minhoco, minhoco,
Você tá ficando louco, você beijou errado,
A boca é do outro lado!”


Com o objetivo de ressaltar a importância dos vegetais para os seres vivos, a professora plantou: alecrim, hortelã, salsinha e, também, algumas flores, como cravina, onze horas e rosa de pedra. Aproveitando a oportunidade, a professora falou sobre o habitat onde vive a minhoca, e como elas são importantes para a terra e plantinhas.

 

Professora Maria de Lima plantando com os alunos

 

Preparados para o segundo momento na área externa, as crianças vivenciaram com alegria cada passo das atividades .


O alunos do Berçário reunidos ouviram a professora Maria apresentar os vegetais plantados e cantaram a música Alecrim:


Alecrim
Alecrim dourado que nasceu no campo sem ser semeado
Alecrim
Alecrim dourado que nasceu no campo sem ser semeado

Foi meu amor que me disse assim que a flor do campo é o alecrim
Foi meu amor que me disse assim que a flor do campo e o alecrim

 

Enquanto cantavam, os alunos apreciavam a Professora Maria plantando utilizando garrafa pet, ferramentas e húmus...


O que mais chamou atenção dos bebês foi a minhoca na mão da professora. Ela mostrou o lugar que a minhoca mora e a sua importância para a terra e as plantinhas.


O jardineiro Raphael apresentou o pulverizador para molhar a plantação.


Após terminar a plantação, a professora Maria pendurou a jardineira confeccionada com o grupamento EI-51 em uma árvore para que as crianças pudessem observar e regá-la diariamente.

 

Plantação dos alunos

 

Alunos participando das atividades de plantação

 

Enquanto os alunos brincavam de agricultores e jardineiros, desenvolviam conhecimentos sobre os seres vivos. A professora organizou as atividades junto às crianças para que o conhecimento pudesse ser explorado de forma criativa, lúdica e prazerosa, levando-os a descobrir o mundo natural que os cercam.
 

 

Creche Municipal Adalto Bastos:

cmabastos@rioeduca.net

 


Parabéns aos Gestores!
Parabéns aos Professores!
Parabéns aos Alunos!


Suelen Corrêa
é Professora da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato:
suelencorrea@rioeduca.net
twitter: @suelencorrea29

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 20/07/2015

Polêmica nas Redes Sociais: em Sala de Aula

Tags: professor, ciências, redessociais.

 

 

Estamos nas redes sociais, é fato! Nossos alunos também estão. Vamos fazer desse limão uma limonada?


Olhe o que aconteceu nessa semana nas redes sociais. Um debate sobre a tangerina que era vendida descascada. Afinal, podemos chamar a tangerina de mexerica ou de bergamota? E a ponkan? É a mesma fruta?


E, afinal, que mal tem comprar uma fruta embalada e já descascada?

 

 

 


Olha quanto material podemos usar com uma simples polêmica nas redes sociais? É claro que temos que “filtrar” muita coisa e, também, ensinar os alunos a como se comportar nesses espaços.


Um dos debates que eu faria em sala de aula com essa notícia é sobre a importância do nome científico. Pelo pouco tempo que temos, damos pouca importância a esse assunto. Um dos objetivos de ensinarmos a nomenclatura científica é para entendermos a razão de usarmos tais nomes. Sabemos que não precisamos guardar os nomes científicos das espécies, mas é muito importante sabermos o porquê desses nomes existirem.


No caso da tangerina, a espécie é Citrus reticulata, e é a mesma espécie da mexerica (do nordeste) e da bergamota (de São Paulo). Em sala de aula, podemos fazer um grande painel de nomes vulgares (ou populares) e científicos, para que os alunos percebam a grande vantagem de se usar um nome unificado que toda a comunidade reconhece.


Outro ponto importante é sobre o descarte de embalagem. No momento em que o mercado “quebra o galho” de descascar a tangerina e empacotar, temos que jogar fora uma embalagem que não é biodegradável. A casca da fruta é biodegradável.


Fora a questão da higiene e da deterioração rápida desses produtos manipulados.


Veja quanto podemos trabalhar em sala de aula usando uma polêmica das redes sociais.
 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sábado, 18/07/2015

Encontram-se Abertas as Inscrições para O Prêmio Anísio Teixeira – 2015

Tags: prêmio, crep.

 

 

 

 

 

 

Centro de Referência da Educação
Pública da Cidade do Rio de Janeiro – Anísio Teixeira

 

 

 

De 20 de julho a 08 de setembro


O Prêmio é concedido, anualmente, mediante realização de um concurso de monografias sobre temas ligados à Educação Pública do Município do Rio de Janeiro. Objetiva promover a reflexão e o debate sobre a Educação Básica, estimulando a produção escrita dos professores e procurando resignificar a ação teórico-prática dos profissionais de nossa Rede.

 

Poderão se inscrever: Professores Regentes, Diretores de Unidades Escolares, Diretores Adjuntos e Coordenadores Pedagógicos, em efetivo exercício na Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro.

 

O tema a ser desenvolvido este ano será “Juventude, Educação e Cultura: espaços, tempos e as relações nas escolas públicas da Cidade do Rio de Janeiro”.

 

Cada concorrente deverá optar por um dos campos temáticos, listados abaixo:

  • Formação do Professor
     
  • Gestão Educacional
     
  • Tecnologia da Informação e Comunicação
     
  • Currículo
     
  • Práticas Pedagógicas

Os autores dos trabalhos monográficos escolhidos pela Comissão Avaliadora, um em cada campo temático, receberão um prêmio no valor de R$ 5.000,00.

 

 

Mais informações:

Centro de Referência da Educação Pública da Cidade do Rio de Janeiro – Anísio Teixeira


crepatsme@rioeduca.net

Tel.: 2253-1050

D.O. nº 64, página 10, de 22 de julho de 2015

 

 

 

Participe!


Você tem muito a dizer sobre o seu fazer pedagógico.

 


 

 

 

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share