A A A C
email
Retornando 25 resultados para o mês de 'Julho de 2016'

Quarta-feira, 20/07/2016

Conscientizar para Combater o Aedes aegypti

Tags: 2ªcre, dengue.

 

 

 

Os alunos do sétimo ano da Escola Municipal Francisco Manuel aprenderam, durante as aulas de Ciências, ações que podem prevenir a proliferação do mosquito Aedes Aegypti e as doenças causadas por ele.

 


As turmas 1.702 e 1.703 da E. M. Francisco Manuel estão empenhadas no combate ao mosquito Aedes aegypti. A professora Vera Nácia, regente das turmas na disciplina Ciências, nos enviou um relato contando como o projeto foi desenvolvido.

 

 

Além de conhecer o perfil das três doenças transmitidas por esse mosquito, os alunos aprenderam que podem conscientizar os colegas, vizinhos e parentes de como é simples acabar com os criadouros evitando a dengue, a chikungunya e a zica, doenças que podem trazer complicações sérias a saúde.


Além de cartazes e debates em sala de aula, eles apresentaram um seminário sobre o assunto, ressaltando que um mosquito não pode vencer uma nação consciente e cidadã.

 

Cartazes produzidos durante o projeto.

 


O Projeto Político Pedagógico da unidade escolar prevê ações de cidadania e desenvolvimento da autonomia, escrita e leitura. E, para complementar, a professora Vera auxiliou os alunos na construção de slides sobre diferentes assuntos abordados. Além de estudar, os educandos conseguiram construir os conhecimentos de forma mais sólida utilizando as novas tecnologias.


Os alunos se reuniram em grupos para montar o trabalho mediado pela professora Vera. E apresentaram, através de seminários, os conhecimentos adquiridos em sala de aula e por meio das pesquisas em grupos.

 

Apresentação de seminários.

 


De acordo com a professora Vera, no momento das apresentações dos seminários, cada grupo apresentou seu tema e ela e os demais colegas fizeram perguntas sobre o assunto.


Agradecemos a professora Vera Nácia por compartilhar conosco esta experiência de aquisição do conhecimento através de pesquisas em grupos. Desejamos sucesso a toda unidade escolar.

 

O contato da professora Vera Nácia é: veranacia@hotmail.com

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net
 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 20/07/2016

Aprendendo com as Olimpíadas no EDI

Tags: 11ªcre, olimpíadas, edi.

 

 

 

 

O Espaço de Desenvolvimento Infantil Neusa Maria Goulart Brizola está se preparando para a Olimpíada que acontecerá em agosto na nossa cidade. Por isso, todos, desde o berçario até a pré escola, estão conhecendo os esportes e símbolos olímpicos. Confira!

 

A tocha olímpica

Os pequenos do Maternal II da professora Fernanda e das Auxiliares de Educação Infantil Marcela e Auricelia se empenharam bastante para confeccionar sua própria tocha olímpica. Além disso, capricharam no trabalho de colagem que faz parte do portfólio de atividades anual da unidade escolar.

 

Alunos do maternal confeccionando as tochas

 

 

Conhecendo as cidades por onde a tocha olímpica passou...

 

O Pré I da professora Vanessa e o Pré I da professora Elisa descobriram que a tocha olímpica viajou muito e ainda está viajando para chegar até a nossa cidade. Com a ajuda do mapa mundi os alunos procuraram as cidades por onde a tocha já passou e por onde ainda vai passar, e, para sistematizar todo o aprendizado, tiveram que representar o caminho da tocha com a colagem de vários pés na folha de oficio, além de ligarem os numerais compondo a sequência numérica de acordo com a quantidade de cidades visitadas pela tocha! Conhecimentos de geografia, matemática e língua portuguesa integrados em um só contexto, onde a ludicidade está sempre presente. 

 

Alunos colando a tocha olímpica por onde já passou

 

 

Sequencia númerica. Tema tocha olímpica

 

O Futebol

Uma paixão nacional, o futebol também é uma modalidade olímpica, e por incrível que pareça, ainda não conquistamos uma medalha de ouro. O futebol foi o segundo esporte coletivo a entrar como uma modalidade olímpica, só atrás do pólo aquático e hoje se divide em duas modalidades: feminina e masculina.


Os alunos pesquisaram a respeito desse esporte como modalidade olímpica e descobriram suas regras, uniformes e principalmente seu instrumento condutor: a bola!

O Maternal I, das professoras Cidália e das Auxiliares de Educação Infantil Fatima, Gleice, Marcela C. e Sonia, confeccionou a bola com jornais e revistas como as utilizadas nos jogos de futebol. Todos quiseram tocar, chutar e conduzí-la com os pés. Foi uma descoberta e tanto. 

 

Trabalhando com a bola. Diversão na certa!

 

A turma também conheceu a poesia de Francisco Moraes Mendes: O JOGO e dentre tantas palavras escritas destacou a palavra BOLA. Mesmo tão pequenos conseguiram reconhecer essa palavra e associá-la ao objeto já trazido pra dentro de sala de aula.

 

Conhecendo a poesia de Francisco Moraes Mendes

 

 

VISITE O BLOG DA ESCOLA CLICANDO AQUI

 

 

Quer saber mais sobre o projeto?

Unidade Escolar: EDI Neusa Maria Goulart Brizola

Telefone: 3393-4160

 

Parabéns a equipe do EDI Neusa Maria Goulart Brizola por tornar a aprendizagem dos alunos significativa, fazendo eles compreenderem os símbolos e os esportes das Olimpíadas, de maneira lúdica e divertida!

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: https://www.facebook.com/groups/1607751852842237
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

 

 

 

                            

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 19/07/2016

Vivenciando Profissões

Tags: 1ªcre, projetos, eventos, .

 

 

 

Escola Municipal Júlia Lopes apresenta aos alunos a importância do papel de cada um e promove valorização dos profissionais presentes na escola.

 

Idealizado pela Equipe Gestora da Unidade Escolar, o Projeto "Vivenciando Profissões" teve como principal objetivo a valorização do trabalho, do papel de cada profissional envolvido no processo educativo dentro da unidade escolar, levando os alunos a perceber a importância de todos e de cada um para o sucesso.

 

Alunos conversando com o Secretário da Escola,  Jorge Rios, que também exerce a profissão de professor.

 

Num primeiro momento foi proposta uma Roda de Conversa com os funcionários e os alunos. Cada profissional pode expor um pouco de suas atribuições e o papel que desempenha dentro da escola. Tal iniciativa teve como principal resultado o respeito e valorização maior aos servidores.

 

A funcionária Mara, profissional responsável pela limpeza, em sua conversa, levou os alunos a refletirem sobre a importância da manutenção do ambiente escolar limpo e a adotar atitudes simples de conservação, que permitiam uma escola mais organizada e, consequentemente, um ambiente mais saudável.

 

A responsável Bianca, mãe das alunas Ana Clara e Ana Júlia, auxiliar de creche

 

Os alunos também dialogaram com a funcionária Sônia, que representou a equipe da merenda. As crianças ficaram interessadas e curiosas sobre o preparo da merenda e a importância de obedecer as regras de segurança . O momento também foi usado para falar da importância de higiene da adoção de hábitos saudáveis de alimentação para o nosso bem estar. Outros profissionais da escola também compartilharam um pouco de seus afazeres com os alunos.

 

Num segundo momento, alguns responsáveis tiveram a oportunidade de dialogar com as crianças sobre as mais diversas profissões: corretoras, auxiliares de creche, cabeleireiras, caixas,  dentre outras.

 

A responsável Vilandi, mãe do aluno Jackson, cabeleireira e manicure

 

Para os profissionais da Escola,  a participação dos responsáveis no projeto contribuiu para aumentar ainda mais os laços e a participação da Comunidade na rotina da unidade.

Para os alunos, foi um momento de suma importância para o desenvolvimento de atitudes cidadãs, valorizando todos e cada um em suas profissões, conhecendo melhor a função de cada um dentro da estrutura.

 

"A grandeza de uma profissão é talvez, antes de tudo, unir os homens: não há senão um verdadeiro luxo e esse é o das relações humanas".

(Antoine de Saint-Exupéry)

 

 

Um pouco mais sobre a Escola Júlia Lopes de Almeida:

Direção: Rosângela Favorita S. Razal

Endereço: Rua Almirante Alexandrino, 3466 - Santa Teresa.

Telefone: 2225-2412

E-mail: emjalmeida@rioeduca.net

 

Escola do Amanhã, localizada no bairro de Santa Teresa, próximo à Comunidade do Morro dos Prazeres, atualmente atende alunos do 1º ao 5º ano , em regime de Turno Único.

O nome da escola é uma homenagem a Júlia Valentim da Silveira Lopes de Almeida, escritora, jornalista, iluminista, abolicionista, defensora da educação e dos ideais feministas que nasceu no Rio de Janeiro, em 24 de setembro de 1862 e morreu na mesma cidade, em 30 de maio de 1934.

 

 Júlia Lopes

 

Professor Alexandre Roque de Araujo

Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação alexandrearaujo@rioeduca.net

Twitter: @Alexandre_Roque

Whatsapp 98733-1970

 

COMENTE E COMPARTILHE

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 18/07/2016

Geografia com (vida)

Tags: 5ªcre, geografia, educação.

 


   

 


    A vida cotidiana é muito importante e deve ser trabalhada no processo ensino-aprendizagem, pois é nela que o indivíduo constrói um sentido da vida e dá maior ou menor consciência de nossa identidade. Quantas vezes nossos alunos se questionaram sobre o que tem a ver o que eles aprendem na escola com o dia-a-dia deles? Por que desprezar as experiências, ações, as práticas da vida quando estas podem potencializar o ensino e a aprendizagem na escola?

 

 

Assim, pensando em questões como essas e destacando a importância da interação da vida cotidiana com os processos de ensino e a aprendizagem na escola, a professora Vanessa Amiccuci, que leciona geografia na Escola Municipal 05.14.023 Gaspar Vianna, elaborou um projeto multidisciplinar junto com os professores de história Rogério Basile e Wainer Rodrigues. O objetivo foi realizar com as turmas de 8º e 9º anos um momento dentro do ambiente escolar em que eles pudessem verificar a integração entre a vida cotidiana e a escolar. O projeto contou com o apoio das gestoras Viviane Bianchi (diretora), a adjunta Selma de Barros e a Coordenadora Pedagógica Daniele Gomes.


O Projeto, GEOGRAFIA COM (VIDA), buscou uma atividade englobando a multidisciplinaridade entre os conteúdos históricos e geográficos, trazidos na fala de professores convidados para participar de uma mesa redonda, onde os mesmos fizeram uma breve apresentação de suas ideias, baseados nos questionamentos trazidos em sala pelos próprios discentes sobre a atual situação político-econômica em que se encontra nosso país. Questionamentos sobre a Presidente Dilma Rousseff, o impeachment, as eleições, a política brasileira, entre outros, foram extremamente relevantes para o êxito dessa atividade.


A seguir, as etapas do Projeto GEOGRAFIA COM (VIDA), que teve uma duração de duas semanas e foi realizado no dia 20 do mês de maio de 2016:

 

Etapas


1- Os alunos realizaram trabalho de recorte e colagem com reportagens que mostraram a ligação entre geografia e os fatos cotidianos, inclusive os políticos;

 

 

2- Os alunos fizeram um apanhado de questões sobre suas dúvidas acerca do que veem e ouvem no dia a dia;

 

 

 

3- Dois professores convidados, Rogerio e Wainer, mediados pela professora de geografia, fizeram a exposição histórica acerca do sistema político brasileiro englobando os assuntos citados pelos alunos;


4- A atividade foi finalizada com uma rodada de perguntas feitas pela plateia para os referidos convidados.
 

 

Parabéns a todos os envolvidos no planejamento, execução e participação nesse trabalho de excelência, que visa expandir os horizontes dos nossos alunos, despertando-os para uma compreensão mais profunda do mundo em que vivemos e relacionando as vivências dos educandos com os “saberes acadêmicos”, tão importantes para a formação e para a construção da consciência do ser humano, fazendo-os agir com mais responsabilidade na nossa sociedade.

 

Para saber mais sobre a escola


Gaspar de Oliveira Vianna, médico e cientista paraense, nasceu em Belém a 11 de maio de 1885. Foi aluno do antigo Liceu Paraense, hoje Colégio Estadual Paes de Carvalho. Estudou Medicina no Rio de Janeiro, pois àquela época não existia ainda uma Faculdade de valor, versando sobre temas de Histologia, Histopatologia, Parasitologia, Micologia, Dermatologia e Terapêutica. Foi ele quem esclareceu, aos 23 anos de idade, as alterações anátomo-patológicas da então recém-descoberta doença de Chagas. Aos 27 descobriu a cura das leishmanioses, contribuindo para a salvação de milhões de vidas, em quatro dos continentes do globo, pelo que é considerado UM DOS MAIORES BENFEITORES DA HUMANIDADE. Genial e incansável, em menos de seis anos de exercício da profissão publicou 22 trabalhos científicos de inestimável valor. 

Não é grande orgulho a Escola Municial 05.14.023 Gaspar Vianna trazer o nome deste médico exemplar como patrono?


A escola municipal Gaspar Vianna está localizada no Bairro Araújo em Irajá, conta com atendimento desde a Educação Infantil até o 9º ano e prima por uma educação de qualidade, busca permanente dos gestores e dos professores dessa unidade escolar.


Desenho do aluno Patrick Rosemberg em 18/05/2011 – foto de Gaspar Vianna

 

A escola:


E.M. 05.14.023 Gaspar Vianna
Rua Heron Domingues 122, Irajá - 21230-420
emvianna@rioeduca.net
3372-5041 3372-5665
http://emgasparvianna.blogspot.com.br/

 

 


 

 

                                    

 

 


   
           



Yammer Share