A A A C
email
Retornando 54 resultados para o mês de 'Julho de 2017'

Quinta-feira, 06/07/2017

EDI Medalhista Olímpico Evandro Motta Marcondes Guerra e seu Jornal Encantado

Tags: 4ªcre, jornal, eleição, nome.

 

EDI Medalhista Olímpico Evandro Motta Marcondes Guerra e seu Jornal Encantado 

O EDI Medalhista Evandro Motta Marcondes Guerra, em seu Projeto Pedagógico Anual, decidiu coletivamente pela elaboração de um Jornal impresso mensal.

 

 

“Quando registramos no jornal e comunicamos aos demais aquilo que estamos fazendo, mostramos a importância do nosso trabalho e valorizamos as produções das crianças.”

 

 

Após conversa sobre o Planejamento Anual, foi sugerido e aceito por toda a equipe a elaboração de um jornal impresso mensal. Para isso, conversaram sobre as colunas desse jornal e cada turma ficou responsável por uma coluna.

 

 

Paralelamente, conversaram com os alunos sobre o que é um jornal, qual finalidade de um jornal, eles tiveram acesso a vários impressos, e cada turma sugeriu um nome para o nosso jornal.

 

 

Fizeram então uma eleição com toda comunidade escolar, sendo escolhido como nome o JORNAL ENCANTADO.

 

 

Com essa atividade, buscaram promover a interação da comunidade com o EDI. Os pais gostaram muito do jornal impresso e colorido.

 

 

As crianças gostaram de compartilhar com os responsáveis sobre as atividades propostas em sala de aula. O objetivo é que o Jornal Encantado tenha tiragem mensal.

Parabéns à Equipe da escola pelo excelente trabalho realizado!


Sobre a escola:
Gestoras: Valeska Barboteu e Letícia Boni
Professora Articuladora: Aline Sancas
EDI MEDALHISTA OLÍMPICO EVANDRO MOTTA MARCONDES GUERRA
TRAVESSA I DO PAL 44.811 RUA 22 S/Nº BLOCO 1 – MARÉ - RIO DE JANEIRO
Texto enviado por: Letícia Boni Borges Barros

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 06/07/2017

Inclusão Inversa é a Proposta!

Tags: 8ªcre, educação, especial, inclusão.

 

A Escola Municipal Ação Cristã Vicente Moretti atende exclusivamente alunos com deficiência. Sua equipe pedagógica realiza a Inclusão Inversa, quando alunos das escolas regulares são recebidos para atividades compartilhadas com os alunos da Educação Especial. A experiência é muito gratificante e, ao final, todos saem ganhando, pois uma sociedade justa começa com o respeito às diferenças.

 

Professora Marion Costa e a Coordenadora Pedagógica Elisabete Fernandes confeccionando petecas com os alunos

 

A Escola Municipal Ação Cristã Vicente Moretti é uma escola que atende exclusivamente alunos com deficiência.

Sempre que possível a equipe pedagógica planeja atividades que possam ser realizadas com a presença de alunos das escolas próximas para que haja interação entre eles.

As atividades trazem sempre a proposta da participação, do lúdico e do respeito às diferenças.

Ao receber os alunos na E.M. Ação Cristã Vicente Moretti, ocorre o que a escola chama de Inclusão Inversa, ou seja, a escola especial recebe os alunos das escolas regulares para momentos de interação, troca de experiências e muito aprendizado.

 

Alunos brincam e interagem no pátio da E.M. Ação Cristã Vicente Moretti

 

A Escola Municipal Júlio de Mesquita e a Escola Municipal Roquete Pinto estiveram presentes. Eles participaram de atividades que foram planejadas com o objetivo de promover o envolvimento de todos.

A proposta apresentada foi elaborada a partir da Turma da Mata, do autor Ziraldo, que conta a história do índio Tininim que precisa resgatar os dentes do jacaré, para livrar-se de um encantamento.

Para ajudar o índio Tininim, os alunos contaram com o apoio da professora de Educação Física, Marion Costa, que caracterizada de índia deu as orientações para a realização das tarefas.

Os alunos precisaram analisar a planta baixa da escola para descobrir onde estavam as pistas para as atividades, como por exemplo, as respostas do quiz sobre a vida e os hábitos dos índios.

Outra atividade bem animada foi o Jogo de Queimado, que tem origem indígena. Para a participação de todos, o jogo recebeu uma adaptação: os alunos da E. M. Vicente Moretti, cadeirantes ou não, eram o alvo das bolas; e os alunos das outras escolas tinham a missão de não deixar que eles fossem atingidos por elas.

 

Alunos buscam na planta baixa da escola as pistas do jogo de perguntas e respostas

 

Após os jogos, os alunos participaram de uma oficina de petecas. Utilizando barbantes, jornal e TNT, os alunos confeccionaram suas petecas e depois escolheram um colega para brincarem com elas. 

Em seguida, foi a hora do lanche, quando os alunos degustaram um delicioso cuscuz e para encerrar o dia, todos registraram o especial momento com uma sessão de fotos!

A alegria e o entusiasmo das crianças com necessidades especiais por poderem brincar, participar e receber os alunos na escola fez valer a iniciativa da Inclusão Inversa.

 

 

"Conviver com as diferenças é um privilégio!

Respeitar as diferenças é o caminho para uma sociedade mais justa!"

 

Alunos fazem pose para foto, registrando um dia especial e marcante para todos

 

 

O Rioeduca parabeniza a iniciativa da equipe pedagógica das escolas: Júlio de Mesquita, Roquete Pinto e Vicente Moretti.

 

 

 

Contato da E.M. Ação Cristã Vicente Moretti: emvmoretti@rioeduca.net

 

Direção Geral: Professor Jorge Ricardo Guerra

Diretora Adjunta: Elaine Maria Mello

Coordenação Pedagógica: Elisabete Fernandes Dias de Castro

 

 

Queremos conhecer a sua escola.

Entre em contato com o Rioeduca!

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 05/07/2017

“II Jornada Pedagógica da 3ª CRE”

Tags: 3ªcre, jornada, formação.

 

   A Jornada Pedagógica da 3ª CRE tem por objetivo promover a discussão e reflexão sobre diferentes temas teóricos, consonantes com os projetos das escolas . Essa edição, realizada nos dias 08 e 09 de junho, contou com a presença do Professor Roberto Antunes e da Professora Maria de Fátima Cunha.

 


A Gerência de Educação da 3ªCRE tem como uma de suas metas a ampliação do movimento de formação para Diretores e Diretores Adjuntos, Coordenadores Pedagógicos e Regentes de Sala de Leitura. Esse importante movimento de formação precisa estar em consonância com as necessidades apontadas pelas escolas, considerando os procedimentos pedagógicos que promovem o alto desempenho de alunos e professores.

Realizada nos dias 08 e 09 de junho de 2017, a segunda Jornada pedagógica contou com a participação de dois professores de destaque em suas áreas e apresentações culturais que abrilhantaram ainda mais esse encontro de formação. 
 

 

Após a aberturam realizada pelo Coordenador da 3ª CRE, professor Claudio Figueiredo, houve um momento pedagógico-cultural promovido pelos Professores do Núcleo de Arte Nise da Silveira, Professores Frazão, Jeferson e Wanderley.

 

 

O Prof Roberto Antunes, Coordenador da Disciplina de História na Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro, abordou as temáticas de Educação étnico-racial (a história e a cultura afro-brasileira, africana e indígena) com o objetivo de ampliar os olhares através da apresentação dos estudos e promover as discussões no âmbito das unidades escolares.

Registramos alguns Comentários sobre a palestra:

"Excelente! Emocionante! Espetacular! Precisamos de mais formação com essa temática."

"Parabéns pela palestra que contribuiu para nossa melhor formação."

"Achei fantástico! Adorei o encontro e a abertura para o debate."

"Precisamos conversar mais sobre afro-brasilidade."

"Professor Roberto Antunes, como sempre, enriquecendo os colegas."

 

 

O segundo dia apresentou um Momento pedagógico-cultural, o Coral da E. M. Nereu Sampaio (voz e Libras) - atividade organizada pela Professora Bárbara Sanches Bento - Turma 8005 - Projeto Aceleração 8
 

 

A professora Fatima Cunha abordou o tema Projeto Polític Pedagógico, sua importância para o cotidiamo da escola e seus reais desdobramentos para o trabalho oedagógico na cosntrução de uma escola cidadã. 

Algumas afirmações apresentadas nesse seu estudo: 

"A escola tem como uma de suas funções sociais inserir os seus alunos no mundo de maneira que eles possam, com autonomia, interferir e fazer suas escolhas."

"A discussão coletiva do PPP e as escolhas feitas pela comunidade escolar, para construção de seu Projeto, estão articuladas com o processo de formação e as possíveis escolhas que serão feitas por seus alunos."

Alguns comentários dos participantes sobre a palestra:

"Parabéns à GED pela escolha da palestrante! Fátima Cunha é nota 10!"

"Palestra “pé no chão”, ou seja, uma troca simples, mas atingindo os nossos objetivos de trabalho."

"Foi muito bom rever a professora Fátima Cunha; sua humildade e saber são incomparáveis."

"Achei interessante a forma como a palestrante abordou o tema: sensível e profunda."

"Emocionante, revigorante, pensante!"

 

 

Parabéns à professora Regina Barros e toda a equipe da Gerência de Educação pela organização do evento, pela escolha dos temas e palestrantes da II Jornada Pedagógica  da 3ª Coordenadoria Regional de Educação.

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 05/07/2017

Literatura e Artes na E.M. Miguel Ramalho Novo

Tags: 8ªcre, sala, leitura.

 

O primeiro Chá Literário do ano na Escola Municipal Miguel Ramalho Novo foi um momento especial para apreciar a dança clássica, a poesia e homenagear as mães. O evento promovido pela Sala de Leitura foi a oportunidade do despertar pelo gosto da leitura e da escrita, através da realização de atividades expressivas e artísticas.

 

Alunos que participaram com apresentações no Chá Literário

 

Segundo Paulo Freire, "a leitura do mundo precede a leitura da palavra”. Sendo assim, estamos lendo continuamente tudo que acontece ao nosso redor, mesmo antes de iniciarmos nossa vida escolar.

É preciso levar os alunos à compreensão de que a leitura é um caminho para um vasto conhecimento do mundo e de si mesmo.

Muitos afirmam não gostar muito de ler, mas na verdade o que precisam é descobrir qual estilo mais lhes agrada.

A proposta do Chá Literário é promover o espaço da Sala de Leitura como local privilegiado para aprendizagem e lazer, arte e cultura.

 

À esquera, a Coordenadora Pedagógica Elisangela Santos e ao seu lado a professora Estelita Faria, da Sala de Leitura

 

O primeiro Chá Literário do ano na Escola Municipal Miguel Ramalho Novo foi idealizado pela professora Estelita Faria, regente da Sala de Leitura, com o apoio da Coordenadora Pedagógica, a professora Elisangela Santos.

O evento aconteceu no dia 29 de maio com a participação dos alunos do 6º ano.

As professoras de Língua Portuguesa, Therezinha Cancio e Elizabete Carelli, promoveram, durante o mês de maio, diferentes atividades com poesia. Aconteceram propostas de leitura, declamação, produção e ilustração. Os temas sugeridos foram a Paz e o Dia das Mães.

As turmas do 6º ano levaram para casa um convite para que um responsável participasse do evento, que aconteceu nos dois turnos. No dia 29 de maio foi preparada uma mesa de chá, café e biscoitos e os responsáveis foram recebidos no auditório da escola.

 

Momentos do Chá Literário

 

O Chá Literário iniciou-se com a música “A paz”, de Gilberto Gil e em seguida foi feita uma reflexão sobre a importância da literatura e da poesia para a humanidade.

No palco alguns alunos declamaram poemas, um grupo fez uma apresentação de dança com a música “Trem bala”, de Ana Vilela, versão para o Dia das Mães e a aluna Rafaela Santos, do 9º ano, que é bailarina clássica, foi convidada a se apresentar após a declamação do poema “A bailarina”, de Cecília Meireles.

Em seguida os alunos entregaram aos responsáveis uma lembrança desse momento tão especial: marcadores de livro feitos com as poesias de autores famosos e também as produzidas pelos alunos.

Após uma mensagem final, os responsáveis foram convidados a se servirem na mesa de chá. 

 

"Foram momentos muito especiais! Tiramos fotos, conversamos, trocamos ideias

e todos saíram muito satisfeitos (...)"

                                                                                       Estelita Faria - Professora Regente da Sala de Leitura
 

 

 

Os responsáveis que receberam o convite compareceram e participaram atenciosamente das apresentações do Chá Literário

 

Para saber mais sobre o Chá Literário, entre em contato com a E.M. Miguel Ramalho Novo: emmnovo@rioeduca.net

 

 

O Rioeduca é um portal feito para compartilhar as ações das escolas da Prefeitura do Rio de Janeiro!

Entre em contato! Queremos divulgar o trabalho da sua escola! 

 

 


   
           



Yammer Share