A A A C
email
Retornando 30 resultados para o mês de 'Julho de 2018'

Sábado, 21/07/2018

Malba Tahan na Copa do Mundo 2018

Tags: copa do mundo, futebol, estudo dirigido, 5ªcre, projeto.

 

Na Escola Municipal Malba Tahan, a Copa do Mundo 2018 não ficou só na torcida! Ela também foi inspiração para o Estudo Dirigido sobre os diversos países que partipam dessa competição. Confira!

 

 

Sobre a Copa do Mundo:

A Copa do Mundo é uma competição internacional organizada pela Federação Internacional de Futebol a cada quatro anos. A Copa passou a ser realizada em 1930, com a primeira competição sediada pelo Uruguai. A escolha da nação-sede é determinada em eleições feitas pela própria Fifa.

A Copa do Mundo, em seu modelo atual, organiza-se da seguinte maneira. As 32 seleções são dispostas em oito grupos, cada qual com quatro equipes. As duas primeiras de cada grupo classificam-se para uma fase eliminatória. Assim, as dezesseis classificadas disputam as oitavas; as oito vencedoras vão para as quartas; as quatro vencedoras prosseguem para as semifinais, e as vencedoras de cada semifinal disputam a grande final. Há também uma disputa pelo 3º lugar travada entre as perdedoras de cada semi.

As nações vencedoras de edições de Copa do Mundo são: Brasil (5 títulos), Alemanha e Itália (4 títulos cada), Argentina e Uruguai (2 títulos cada), Espanha, França e Inglaterra (1 título cada). As nações que mais vezes foram vice-campeãs são: Alemanha, derrotada em 4 finais (1966, 1982, 1986 e 2002), seguida da Argentina, que perdeu em 3 finais (1930, 1990 e 2014). A Holanda participou de três finais e saiu derrotada de todas as três decisões (1974, 1978 e 2010). 

Fonte: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/copa-mundo.htm 

 

 

O Professor de Geografia José Roberto Catharino de Araujo, da Escola Municipal Malba Tahan, desenvolveu a atividade "Malba Tahan na Copa do Mundo 2018" com seus alunos da turma 1704, utilizando esse tema como base para o Estudo Dirigido, visando a inserção de conhecimentos básicos sobre a diversidade de países no mundo, que serão aprofundados na série seguinte. Essa atividade tem a característica básica de um game, com elementos de um jogo para a realização da atividade.

 

Os principais objetivos dessa atividade foram:

1. Levar o conhecimento aos alunos com prática lúdica;
2. Estimular o trabalho em equipe;
3. Despertar o comportamento ético, com um trabalho de forma organizada e respeitosa, uma vez que tratando-se de uma competição de perguntas e respostas, cada equipe somente poderá se manifestar na sua vez de responder;
4. Conhecer os diversos continentes do mundo;
5. Conhecer os países, suas capitais e suas localizações geográficas;
6. Discutirmos as várias matrizes dos povos e principalmente a do povo brasileiro, sua formação e pluralidade cultural;
7. Trabalhar o significado das representações nas bandeiras nacionais das diversas nações;
8. Dar a noção de Estado, Território e Nação, temas tratados a partir do 8º ano; 

 

 

A atividade:

Tempo necessário: Ao menos dois tempos (100 minutos).

• A turma foi dividida em três equipes (Equipes A, B e C), cada equipe teve um líder que ficou responsável por divulgar a resposta a ser dada.

• O Professor, em poder das bandeiras dos diversos países envolvidos na Copa do Mundo, a cada rodada apresentou uma, onde foram exploradas todas as possibilidades de perguntas dentro do proposta do trabalho, utilizando-se de perguntas previamente orientadas ou não. Dependendo do grau de dificuldade, o professor atribuiu, previamente, pontos à resposta dada, mantendo assim um equilíbrio de pontuação entre as equipes, evitando o desânimo daquelas com menor pontuação.

• Os pontos foram lançados no quadro ao lado de cada equipe, perfazendo-se o total ao final da atividade.

• As equipes foram orientadas previamente de que a resposta a ser dada deverá ser decisão de todos, uma vez que se trata de trabalho em equipe, devendo o líder anunciar a resposta.

• Outras variáveis deverão surgir durante à atividade, cabendo ao professor, flexibilizar seu planejamento adaptando-o as novas situações. 

 

“Jogos nos fazem felizes porque eles são trabalho duro que escolhemos fazer. E acabamos descobrindo que quase nada nos faz mais feliz do que a realização de um bom trabalho, por mais duro que seja.” Jane McGonigal
 

Parabéns pelo excelente trabalho realizado!

 

Sobre a escola:

E/CRE(05.14.029) - Escola Municipal Malba Tahan

Diretora: Washington Altair de Jesus Pereira

Endereço: Av. Brasil 17.221 - Bairro: Irajá

Telefone: 3373-2365 / 3373-2003

E-mail: emtahan@rioeduca.net


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 20/07/2018

Redescobrindo a Letra R: Atividades Lúdicas

Tags: 7ªcre, alfabetização, redescobrindo.

 

A Escola Municipal Desembargador Ney Palmeiro não para de investir na alfabetização de seus alunos e em novas formas para facilitar a aprendizagem.


As professoras da Alfabetização Lyvia Teixeira e Juliana Rebelo mostraram, através de sua experiência prática em sala de aula, as inúmeras possibilidades que uma aula sobre a letra R pode oferecer.

 

 



A partir do vídeo “Redescobrindo a letra R”, disponível no canal do Youtube ‘Redescobrindo’, de autoria das próprias professoras, elas iniciaram a aula.

 


 


Sob o olhar atento dos alunos, a videoaula apresenta uma perfeita combinação entre recursos virtuais e materiais didáticos que podem ser, facilmente, reconstruídos por qualquer um dos expectadores.

 

 

Alunos assistindo a vídeo aula "Redescobrindo a Letra R"



O vídeo apresenta várias atividades a respeito das formas de utilização da letra R nas palavras, e por meio de jogos e brincadeiras, os alunos descobrem os diferentes sons da letra.

 


Diferentes formas de utilização da letra R



Após o vídeo, os alunos são convidados a desenvolverem atividades lúdicas e concretas nas quais constroem objetos com a letra r, alem de algumas frases no contexto da proposta.


Palavras com letra R inicial

 



 


Palavras com letra R no meio

 


 

Palavras com RR
 

 

 


A videoaula do canal Redescobrindo, traz ainda o cenário de uma feira. Nesta cena as professoras convidam os alunos a encontrarem alimentos saudáveis com as três possibilidades do R.

 


 



E assim é criado o contexto perfeito para a degustação de uma deliciosa salada de frutas, com direito a palestra sobre alimentação saudável e certificação.


 

 


Os alunos da Classe Especial, também assistiram ao vídeo e adaptaram a proposta às necessidades do grupo.

 

 

Na Escola Desembargador Ney Palmeiro, todo mundo aprende e todo mundo ensina!

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E.M. Desembargador Ney Palmeiro

E-mail: empalmeiro@rioeduca.net

Tel.: 2408-6042 / 2408-5482

 

Contato para publicações:


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 17/07/2018

2º Festival de Atletismo da 11ªCRE é um sucesso!

Tags: 11ªcre, geo, atletismo.

 

A 11ª CRE foi palco do 2° Festival de Atletismo Escolar

 

Organizado pela Escola Municipal GEO Nelson Prudêncio, que funciona dentro da Vila Olímpica Nilton Santos, no bairro de Pitangueiras. Participaram do evento, realizado no dia 12 de julho, dezenas de alunos/atletas de 16 instituições, entre escolas municipais do Rio de Janeiro, escolas particulares, além de equipes tradicionais do esporte como o Vasco da Gama.

 

GEO Nelson Prudêncio fatura o título de Campeã Geral do Atletismo em casa

 


Durante o evento, os alunos/atletas puderam sentir a sensação de disputar competições em alto nível, fato que, segundo o professor de educação física e coordenador do evento Junior Carneiro, estimula o desenvolvimento da criança dentro do esporte e também é um aprendizado para a vida.

Cada competidor participou de acordo com a faixa etária e gênero, nas categorias pré-mirim, mirim e infantil. Foram disputadas as modalidades de salto em distância e em altura, arremesso de peso e corridas de 50, 75, 100, 500, 800 e 1.000 metros.

 

Cerimônia de Abertura do Festival

 

 

O 2º Festival de Atletismo foi uma iniciativa dos professores Júnior Carneiro e Fabio Bernardo do GEO Nelson Prudêncio, que contou com o apoio logístico da 11ª CRE, da FARJ, da Vila Olímpica Nilton Santos, da CLIPO e do Instituto Trevo. Eles perceberam a necessidade de incrementar o calendário de esporte no primeiro semestre. Um dos organizadores do evento, o professor Fabio Bernardo, conta que a intenção da escola é incentivar a prática do atletismo ainda na fase de iniciação da criança e disseminar a modalidade nas demais escolas da Ilha do Governador.

 

 

Normalmente é através da educação física na escola que as crianças tem o primeiro contato com determinado esporte, como é o caso do atletismo. Então, através do festival, conseguimos reunir alunos para disputar um evento que valoriza o trabalho do professor e é importante para os alunos — disse o professor Júnior Carneiro.

 

 

Equipe de professores do GEO Ilha. Animação total

 

O GEO Nelson Prudêncio se consagrou campeão geral do Festival, deixando o GEO Dr. Sócrates em segundo lugar e o tradicional Vasco da Gama em terceiro. Para a diretora do GEO Nelson Prudêncio, Profa. Christiane Fournier, o evento foi uma grande oportunidade de congraçamento entre alunos e professores das escolas participantes e também uma comprovação do sucesso do modelo GEO de escolas.

 

Representantes das escolas e clubes participantes

 

Participaram do evento: E. M. Conjunto Praia da Bandeira, E. M. Cuba, E. M. Holanda, E. M. Capitão de Fragata Didier, E. M. Leonel Azevedo, E. M. Silveira Sampaio, Colégio Loide Marta, de Caxias; CIEP Maringá, de Macaé; Os Ginásios Experimentais Olímpicos Nelson Prudêncio, Doutor Sócrates, Juan Antonio Samaranch e as equipes de atletismo Fortes e Velozes, Vasco da Gama, Paixão Runners, Vila Olímpica Nilton Santos, e Instituto Ideal Brasil.

 

 

Quer saber mais sobre?

E.M. Nelson Prudêncio

E-mail: emprudencio@rioeduca.net 

Telefone: 3885-0096
 

 

Contato para divulgação:


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 17/07/2018

Era Uma Vez ... No Ensino Especial do EDI Eu Sou

Tags: 7ªcre, edi, inclusão.

 

O EDI Eu Sou recebeu a equipe do Projeto Agentes da Inclusão estreando a Ação “Era uma vez” para alunos da Educação Infantil

 

 

O Instituto Municipal Helena Antipoff – Centro de Referência em Educação Especial, apresenta o Projeto Agentes da Inclusão que faz parte da Sala de Leitura Professora Sônia Maria Maltez Fernandez, sob a responsabilidade da Professora Tatiane Cunha.

 

Este projeto justifica-se por compreender que a riqueza existente na diversidade humana é reconhecer a escola como espaço propício para diálogo, a reflexão e o debate sobre a equidade de oportunidade, enfrentamento, à discriminação e o respeito à pessoa com deficiência.

 

A equipe estreou no dia 4 de julho no Espaço de Educação Infantil Eu Sou a Ação “Era Uma Vez”, para alunos da Educação Infantil. O grupo é formado por jovens com deficiência, que superaram a diversidade e com muita criatividade e protagonismo no Projeto Agente de Inclusão, nas ações:

 

  • O relato sobre o tema da Diversidade no Contexto Escolar com casos bem sucedidos de inclusão;
  • Oficina Pedagógica para a Diversidade;
  • A ação Era Uma Vez, para os alunos da Educação Infantil.

 

 

A história contada, cantada e encenada foi “O anel, o pescador e o rei”. Que deixaram adultos e crianças encantadas e hipnotizadas com a destreza desses jovens que são muito mais do que especiais no sentindo amplo da palavra. Raphael, Larissa e Priscilla são os jovens que atuam no projeto com grande destaque.

 

Nosso EDI teve o privilégio de ter sido o primeiro a presenciar o evento. Foi emocionante ver aqueles jovens atuando e interagindo com as nossas crianças. Nós professores da educação Infantil não temos a dimensão do futuro dos nossos alunos de um modo geral, que por serem tão pequenos ainda não nos dão muitas respostas.

No entanto, o que vivenciamos nos deu a perspectiva do sucesso da inclusão. Gostaríamos que todas as escolas e todas as famílias tivessem essa experiência. Momentos como esses são motivadores, nos dão a certeza de que estamos no caminho certo e que a inclusão no ambiente escolar é muito mais do que repasse de conteúdos formaisDestaca Vanessa, diretora do EDI EU SOU.

 

 

Sendo assim, muito emocionados e com o coração transbordando de alegria, encerramos nosso texto, registrando nossa gratidão ao Instituto e a Professora Tatiana por esse lindo Projeto.

Parabéns!

 

Quer saber mais sobre?

EDI Eu Sou (07.16.810)

Endereço: Rua Cândido Benício, 2399 - Praça seca

Diretora: Vanessa Simões

Adjunta: Estela Squiaque Vieira Humbelino

Tel.: 2435-4276

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share