A A A C
email
Retornando 47 resultados para o mês de 'Agosto de 2015'

Sexta-feira, 14/08/2015

Guardiões do Meio Ambiente

Tags: 9ªcre, meio ambiente, educaçãoinfantil.

 

 

 

Os alunos da turma EI-12 vestiram a camisa, e agora são os Guardiões do Meio Ambiente do Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Sirléia Silva Reis, 9ª CRE.

 

 

A questão ambiental está em alta por uma razão simples: necessidade de sobrevivência.

Quanto mais cedo o tema for abordado com as crianças, maiores as chances de despertar a consciência pela preservação. Por isso, a educação para uma vida sustentável deve começar já na Educação Infantil.

O objetivo definido pelo Referencial Curricular Nacional é observar e explorar o meio ambiente com curiosidade, percebendo-se como ser integrante, dependente, transformador e, acima de tudo, que tem atitudes de conservação. As ações pedagógicas foram baseadas na temática: “Meio ambiente: A gente cuida, o planeta agradece”.

 

 

Ações desenvolvidas na turma EI-12:

  • Lista dos animais do filme "Madagascar" (leitura memorizada, destaque das consoantes e número de sílabas);
  • Gráfico: animais preferidos do filme "Madagascar";
  • Pesquisa sobre os lêmures (animal escolhido pela turma);
  • Através da história “Matar sapo dá azar” reconhecemos que todos os animais são importantes para o planeta e merecem respeito;
  • Após assistirmos ao filme “Um plano para salvar o planeta”, formulamos o “PLANO DA TURMA EI-12 PARA SALVAR O PLANETA”. Cada aluno contribuiu com suas ideias simples e poderosas para cuidarmos do meio ambiente;
  • Reutilizamos folhas para a construção de brinquedos de papel. Nesse momento, dissemos NÃO ao consumismo! Um dos principais vilões para o planeta;
  • Conversamos sobre a economia de água, após assistirmos ao filme “Animais unidos jamais serão vencidos”;
  • Realizamos uma passeata ecológica, a fim de divulgarmos o nosso plano para salvar o planeta. Todos os alunos assumiram o compromisso de serem os “Guardiões do Meio Ambiente”.

 

 

A EI-12 deixa a sua mensagem:

“CRIANÇA INTELIGENTE PRESERVA O MEIO AMBIENTE!”

 

 

Parabéns aos alunos e à equipe do EDI Professora Sirléia Silva Reis, pelo trabalho desenvolvido! São nossos pequenos cidadãos desde já respeitando os recursos naturais e desenvolvendo sua consciência ambiental!

 

 

Para ver mais trabalhos realizados, acesse o Facebook do EDI.

Contato com o EDI pelo telefone 3394-2912 ou pelo e-mail edisreis@rioeduca.net.
 

 


 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Rita Faleiro Ver Comentários (0)

Sexta-feira, 14/08/2015

Tenda Folclórica, um Espaço Cultural Privilegiado para as Crianças

Tags: 4ªcre.

 

 

 

 

O saber folclórico é o que aprendemos informalmente no mundo, por meio do convívio social – por via oral ou por imitação. A cultura popular é tudo isso, bem misturado e refletido nos muitos jeitos de ser do brasileiro.

 

“A valorização do folclore, o reconhecimento da importância das manifestações populares na formação do lastro cultural da nação, constituem procedimentos capazes de assegurar as opções necessárias ao seu desenvolvimento”. (BRANDÃO, 1982)

 

 

 

O mundo do folclore é um mundo encantado, cheio de personagens estranhos que transportam a criança aos páramos da fantasia, que aumentam-lhe o poder da imaginação, que une as pessoas. Logo, é razão suficiente para ser trabalhado em todas as escolas, não só no mês de agosto, mas durante todo o ano.

 

 

 

"Pra quem estava curioso me pedindo... olha a Cuca pronta... e terminei o boi-bumbá. Montei a Tenda das histórias do Folclore e todo varal com as parlendas, trava-linguas, lendas, ditados populares, frases feitas, fábulas de cordel, cantigas de roda, adivinhas... As crianças estavam numa curiosidade só... A Tenda Folclórica da Leitura está fazendo sucesso. Recheada de lendas, mitos, contos, parlendas está mexendo com a imaginação dos pequenos."

Texto da professora Delfina - E. M. Lais Netto dos Reis

 

 

 

 

O trabalho pedagógico fundado em uma perspectiva folclórica pode colaborar para sanar vícios ou problemas de pronúncia próprios da língua, além de exercitar a memória, pondo em destaque a norma culta, e cumprindo uma função de aprendizagem e de controle da dicção.

Além disso, a infância é a idade das brincadeiras e é através delas que a criança satisfaz, em grande parte, seus interesses, necessidades e desejos particulares. Por assim dizer, conhecer a criança em seu contexto cultural implica observá-la no seu dia-a-dia, em proporcioná-la momentos lúdicos e divertidos. E nada melhor do que a riqueza do nosso folclore para realizar essa empreitada.

 

Parabéns à professora Delfina, por levar os alunos à conclusão consciente de que toda cultura tem uma dignidade e um valor que devem ser respeitados e protegidos diante das diversas culturas que fazem parte da humanidade. 

 

 

Escola Municipal Lais Netto dos Reis

Telefone (21) 3885-2866
E-mail emlais@rioeduca.net
Endereço Praca Belmonte, 7 - Olaria  

 

 

 

Ana Accioly - Representante Rioeduca da 4ªCRE

anaccioly@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 

   
           



Yammer Share

Postado por Ana Accioly Ver Comentários (12)

Quinta-feira, 13/08/2015

Semeando a Leitura em Diferentes Espaços

Tags: 8ªcre.

 

 

 

As atividades planejadas em parceria com a Sala de Leitura, e a criação de novos espaços na unidade escolar se tornaram aliados no despertar de novos leitores na cidade do Rio de Janeiro.

 

Espaço criado para leitura no auditório da E. M. Lima Barreto.

 

Um dos principais investimentos da rede municipal de Educação do Rio de Janeiro é a formação de cidadãos leitores na cidade.

Ainda que a família tenha uma parcela de importância na formação do hábito da leitura, é na escola que a maioria das crianças têm suas experiências com os livros, seja como fonte de conhecimento ou seja como opção de lazer.

As Salas de Leitura e Bibliotecas Escolares oferecem variedade de títulos aos alunos, porém as atividades propostas pelos professores, nesses espaços, é o que faz toda a diferença.

 

Professora Cíntia, regente de Educação Física, lendo para os alunos.

 

Na Escola Municipal Lima Barreto, a professora Cristina Veiga, que é regente na Sala de Leitura, realizou juntamente com a professora Thaís Martins, regente do 5º ano, o projeto Semeando Leituras.

Durante duas semanas, foram trabalhados conceitos como: o valor dos livros, a importância da leitura e o prazer em ler.

O projeto teve início com a exibição do vídeo "A menina que odiava livros". A exibição ocorreu na Sala de Leitura da escola. Após o vídeo, os alunos fizeram sua reflexão sobre o tema e, em seguida, foram convidados a escolher o livro que quisessem, e iniciar a leitura.

 

Aluna Adrielle, ao centro, foi uma das voluntárias para recontar histórias.

 

No segundo momento do projeto, os alunos retornaram à Sala de Leitura, porém, dessa vez, a professora Thaís Martins ou um aluno voluntário escolhia o título e fazia a leitura em voz alta para todos. Era um momento esperado por todos da turma.

Através da observação do modo como a professora lê, os alunos aprenderam sobre pausas, parágrafos, entonação e outros.

 

"Achei o projeto muito legal, porque nos ajudou a ler os livros e prestar atenção na história para poder contar para os outros alunos e, também, porque, nesses dias, nós pudemos ler os livros diferentes da sala de aula, pudemos deitar nas almofadas..."

                                                                        Adrielle, aluna do 5º ano na E. M. Lima Barreto

 

Cristina Veiga, professora da Sala de Leitura, e Thaís Martins, professora regente na E. M. Lima Barreto.

 

No dia da culminância do projeto, os alunos foram levados para o auditório da escola, onde foi exibido o filme "Viagem pelo mundo dos livros".

No auditório, foi criado um ambiente literário e acolhedor, onde foi montada uma tenda com livros pendurados, livros em baldes, almofadas e colchonetes.

Nesse dia, professores e alunos se voluntariaram para ler algum trecho de um livro ou recontar uma história para os participantes.

Para encerrar, a turma participou de um lanche e, na saída, todos ganharam um livro de presente!

 

 

 

O Rioeduca apoia os projetos que buscam incentivar a leitura nas escolas.

Parabéns, professores, alunos e equipe da direção da E. M. Lima Barreto!

 

Contato da escola: emlbarreto@rioeduca.net

 

 

*      *      *

 

 

Professora Neilda Silva

Email: neildasilva@rioeduca.net

Facebook: www.facebook.com/neilda.silva.1

Twitter: @Prof_Neilda

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 13/08/2015

XXVII FECEM - Etapa Regional da 3ª CRE

Tags: 3ªcre, fecem.

   

 

 

No teatro da Escola Maranhão, em 21 de julho, num clima de muita alegria, descontração e criatividade, aconteceu o tradicional evento da rede municipal que revela valores musicais entre os alunos: o XXVII FECEM - Etapa Regional da 3ªCRE.

 

 

Mas o que é o FECEM?

 

FECEM é o Festival da Canção das Escolas Municipais. Um projeto de incentivo musical para os alunos da redes municipal das escolas do Rio de Janeiro. O festival traz as músicas feitas pelos alunos, servindo como estímulo para a composição, interpretação e, sobretudo, para a sensibilidade da interpretação musical.

Todas as composições são obras dos próprios alunos, que também interpretam as canções. É possível enxergar através delas a realidade vivida pelos jovens dessas escolas com muita intensidade, pois tudo está inserido no contexto emocional dos adolescentes. Toda a sua história e o seu dia a dia estão em suas músicas.

O FECEM leva os alunos a expressar seus sentimentos e suas reflexões em suas composições e, também, dá a oportunidade aos novos talentos.

Com foco na música brasileira, o projeto se desenvolve ao longo do ano letivo nas escolas.

fonte: http://www.cidadedasartes.org/noticias

 

 

Neste XXVII FECEM Etapa Regional, concorreram oito unidades escolares, com quinze canções ao todo.

As unidades escolares apresentaram o resultado do trabalho, que só reafirma a certeza de que a escola é um espaço de saberes e sabores, na qual a arte e a música são ferramentas importantíssimas. Onde os talentos, as habilidades e as competências dos alunos são valorizados, promovendo a verdadeira aprendizagem: a que fica para a vida e ultrapassa os muros da escola.

 


 

Foram jurados desta etapa: o professor Carlos, da E/SUBE/CED/Extensividade; o professor Márcio Américo dos Santos, diretor da E. M. Maranhão, formado em Belas Artes; o professor Alexandre Hudson Góis Nogueira, que é Mestre em Música e Educação pela UNIRIO e trabalha como professor I da disciplina de teclados na FAETEC; o professor Vitor Almeida Correa, da Escola de Música Villa-Lobos, sendo membro da banda sinfônica da escola de música Villa-Lobos; Bruno Santos, cantor e compositor, integrante do grupo de samba Grupo Copa Sete.
 

 

O Núcleo de Arte Nise da Silveira representará a 3ª Coordenadoria de Educação na etapa final do XXVII FECEM por ter sido o 1º colocado no FECEM - Etapa Regional da 3ª CRE.


* 1º LUGAR – VENCEDORA:
"MEU RIO" - NÚCLEO DE ARTE NISE DA SILVEIRA

* 2º LUGAR:
"O AMOR" - E. M. MARECHAL ESTÊVÃO LEITÃO DE CARVALHO

* 3º LUGAR :
"AROMA TROPICAL" - E. M. JOSÉ VERÍSSIMO

 

 

Apresentamos aos os destaques do XXVII FECEM:

* Melhor Intérprete Instrumental:
MARIA CLARA ALMEIDA DE CASTRO - E. M. REPÚBLICA DO PERU

* Melhor Intérprete Vocal:
BRYAN ALVES DA SILVA - NÚCLEO DE ARTE NISE DA SILVEIRA

* Destaque Instrumental:
JULIO CESAR S. COUTINHO - E. M. MARECHAL ESTÊVÃO LEITÃO DE CARVALHO

 

 

A Equipe da E/SUBE/3ªCRE/GED parabeniza e agradece aos professores que compartilharam conosco suas experiências desse Festival, e deram visibilidade aos talentos que ajudam a despertar; e aos alunos, pelo belo espetáculo apresentado.

 


 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share