A A A C
email
Retornando 93 resultados para o mês de 'Setembro de 2011'

Segunda-feira, 26/09/2011

História e Samba - Homenagem ao Mestre Waldemiro

Tags: 1ªcre, eventos, artesmusicais, blogs.

 

 

Alunos e professores da Escola Municipal Mestre Waldemiro desenvolveram um projeto especial  para  comemorarem o vigésimo terceiro aniversário da escola.

 

 
 
Gestores, coordenadores e professores sabiam que a festividade deveria ser planejada com o carinho e dedicação que a unidade merecia. Contudo, queriam a participação e o envolvimento dos alunos no evento.
 
 
                                                                             Professores da Escola
 
 
A Escola Mestre Waldemiro possui uma história de construção, amor, cidadania e educação, portanto compartilhar este sentimento com as novas gerações era essencial para despertar ainda mais o amor da comunidade pela instituição.
 
 
 
 
Porém, durante o  planejamento da festa, surgiu uma pergunta: Será que todos os alunos conheciam a história do Mestre Waldomiro? Será que as famílias conheciam de fato, o patrono da escola? Deste modo, o aniversário de 23 anos trouxe a oportunidade de realizar um grande evento contando a história do grande mestre.
 
 
A professora Claudia e os alunos do quarto e quinto ano estudaram e escreveram uma peça para apresentarem às demais turmas da escola.
 
 
 
 
 
A comemoração trouxe agitação, curiosidade, e um clima festivo a todas as turmas. Os jovens atores sentiram o comum friozinho na barriga ao encarar a pláteia de amigos e professores, mas não se intimidaram e deram continuação ao espetáculo esperado.
 
 
 
 
 
De um jeito jovem, divertido e repleto de sorrisos, os alunos contaram a vida de Waldemiro Tomé Pimenta, um homem que fez história através das batídas inconfundíveis de sua música. O teatro ganhou a atenção dos espectadores  pela beleza da arte encenada e pela sensibilidade das palavras  repletas de emoção, que transformaram  o evento  em um espetáculo de conhecimento, história e cidadania.
 
 
 
 
E você, sabe quem foi Mestre Waldomiro?
 
 
 
 
Waldemiro Tomé Pimenta nasceu em 15 de agosto de 1901. Em 1917 mudou-se para a Magueira e lá participou do Bloco dos Arengueiros, começando a carreira de percurssionista do samba, tocando pandeiro. Em 1928 o referido bloco deu origem a Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira. Sete anos mais tarde houve o concurso de diretor de bateria e o vencedor seria quem melhor encourasse o tamborim. E, Waldemiro foi o vencedor.
 
 
 
 
 E assim Mestre Waldemiro comandou a bateria da Verde e Rosa por 50 anos, conquistando 9 campeonatos. Faleceu em 12 de junho de 1983.
 
 
Em 10 de agosto de 1988, após consulta à comunidade foi sugerido o nome "Mestre Waldemiro" para a escola em substituição ao Centro Cultural Comunitário de São Cristóvão, que funcionava desde 1983.
 
 
 
 
 
Claro que a festa não ficou só no teatro, teve muita música, samba, e ao final uma homenagem encantadora: o “SAMBA WALDEMIRO”, composição da Professora Ana Helena.
 
 
A equipe do Rioeduca  parabeniza os 23 anos da escola, e deseja muitas alegrias e sucesso para toda a comunidade da ESCOLA MUNICIPAL MESTRE WALDEMIRO.
 
 
 
 
Clique AQUI , e conheça mais os  projetos
 
realizados por uma equipe de sucesso. 
 
 
 
 
 

                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 26/09/2011

Conhecendo a E.M. Chácara do Céu e seu PPP

Tags: 2ªcre, blogdeescolas.

 

A E.M. Chácara do Céu  está situada no bairro da Tijuca , no Alto do Morro do Borel, na Comunidade Chácara do Céu e atende a crianças de 4 a 5 anos em  horário integral.

 

Estive visitando o blog desta escola e gostaria de compartilhar o PPP (Projeto Político Pedagógico) da escola para o ano de 2011 "Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!"

 

Vejam a seguir como o PPP foi apresentado no blog.

 

2011 - Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!
Neste ano letivo, a Escolha escolheu como PPP e, guia das atividades desenvolvidas na U.E, a saúde. Como o tema é extenso demais, optamos em selecionar certos conteúdos que serão prioridade nesse projeto.


O projeto tem como Objetivo Geral:

Valorização da individualidade e auto estima da criança que a torna um ser ímpar no mundo e que tem muito a aprender e ensinar para tornar-se consciente de sua função dentro da estrutura psicossocial e assim exercer sua cidadania consciente de seus valores éticos de autonomia, justiça, respeito, responsabilidade, solidariedade, compreensão e afetividade, contando com diversos profissionais de diversos órgãos e/ou instituições para uma ação integrada (parcerias).


Acreditamos que através da saúde como eixo do trabalho previsto para este ano, as crianças possam ampliar a visão de suas perspectivas de vida, cuidando de seu corpo, mente e do ambiente, projetando desta forma um futuro são e multiplicando suas descobertas com parentes e amigos, uma vez que, a ação prevista pela U.E. procura incluir a comunidade em suas atividades.


Com o projeto, pretendemos conscientizar as crianças e seus responsáveis quanto à prevenção de doenças através de práticas preventivas.

 

E Objetivos Específicos:


Observação e exploração do corpo


Esclarecimentos e conscientização acerca da higiene pessoal - banho, cabelos, unhas, boca, dentes, mãos, etc... – colocando o ato da higiene como uma das principais aliadas na prevenção de doenças;


Divulgação sobre alimentação saudável, foco nas principais características dos alimentos;
Prevenção de acidentes, através de dicas de como usar determinados elementos, do que se pode ou não mexer e o porque ou como o uso pode fazer-se nocivo à crianças da faixa etária que a escola atende;


Promoção de atividades físicas;


Reforço de hábitos e atitudes saudáveis nas relações interpessoais;


Trabalho sobre o lixo e reciclagem;


Divulgação de campanhas de prevenção à doenças;


Conscientização sobre a necessidade do equilíbrio entre o lazer, o brincar; o descanso, o trabalho, etc para um bem estar completo do indivíduo;


Reforço à autoestima das crianças.
 

 A E.M. Chácara do Céu convida Grupos de Pesquisa, Palestrantes ou Voluntários ligados à área da Saúde para fortalecer os Objetivos do PPP em sua U.E.

 

Escolas da 2ªCRE enviem seu vídeos, imagens, projetos e blogs para  Fatima Costa

( fatimarcosta@rioeduca.net) , representante de sua CRE.

Fatima Costa

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Postado por Fatima Costa Ver Comentários (1)

Sexta-feira, 23/09/2011

Fórum de Sustentabilidades e a Sala de Aula

Tags: 10ªcre.

 

Foi realizado nos dias 14 e 15 de setembro de 2011 (quarta e quinta-feira), no Centro Cultural Veneza, na Avenida Pasteur, em Botafogo, o Fórum de Sustentabilidades e a Sala de Aula: valores éticos e formação cidadã, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, dentro do Programa de valorização do servidor da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.

 

Da esquerda para a direita: Dr. Jacques Marcovitch, Dr. Haroldo Mattos, Prof. Carlos Fernando Galvão e Prof. Sérgio Besserman, na apresentação da mesa redonda sob o tema "Sustentabilidades: mais do que um conceito, uma filosofia de vida."


O Fórum foi precedido por uma ampla discussão realizada em todas as coordenadorias regionais de Educação da SME/Rio, no mês de agosto de 2011, quando os professores participantes se reuniram em grupos de trabalho para conhecer os fundamentos da proposta de Carta de Princípios Escolares para um Mundo Sustentável e apresentar os problemas ambientais identificados em cada bairro ou região da cidade do Rio de Janeiro.

 


Além de elencar os problemas identificados, considerando as categorias “Emergencial”, “Estrutural” ou “Conjuntural”, os professores apresentaram soluções no que se refere à situação ambiental da Cidade do Rio de Janeiro, em formulário previamente entregue aos coordenadores dos grupos de trabalho.

 

Professoras Helena Bomeny, subsecretária de Ensino da SME/Rio e Inez Brazuna, coordenadora da 2ª CRE, presentes no Fórum de Sustentabilidades e a Sala de Aula.


O Fórum de Sustentabilidades teve como objetivo, entre outros, subsidiar o professor para o desenvolvimento e implantação de projetos didático-pedagógicos que considerem com base em valores éticos e sustentáveis.

 

Professores da 10ª Coordenadoria Regional de Educação (Santa Cruz, Guaratiba, Sepetiba) estiveram presentes no Fórum, nos dias 14 e 15 de setembro. O primeiro, a partir da esquerda, é Lincoln Tavares, mestre em Geografia e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp/UERJ), um dos palestrantes mais aplaudidos durante o Fórum, que começou a sua carreira do magistério dando aulas na Escola Municipal 10.19.047 Joaquim da Silva Gomes, da 10ª CRE, como fez questão de se apresentar logo no início da sua palestra.


Após a abertura oficial do Fórum, com a presença da professora Helena Bomeny, subsecretária de Ensino da Secretaria Municipal de Educação, seguiu-se a Mesa Redonda intitulada “Sustentabilidade: mais do que um conceito, uma filosofia de vida”, coordenada pelo professor Carlos Fernando Galvão, da E/SUBE/CED/GEOGRAFIA, contando como palestrantes o professor Sérgio Besserman, economista e presidente da Câmara de Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura do Rio de Janeiro; Dr. Haroldo Mattos, professor da Escola Politécnica da UFRJ; e professor Dr. Jacques Marcovitch, da Universidade de São Paulo.

 


Os professores de todas as coordenadorias regionais presentes ao Fórum puderam participar dos debates com envio de perguntas por meio de formulário escrito.

 

Após o almoço - na parte da tarde - seguiram-se as apresentações, com a Mesa Redonda intitulada “Sustentabilidade e a sala de aula: valores éticos e formação cidadã”, com a presença da professora Anice Esteves, mestre em Geografia, da Faculdade de Formação de Professores, campus de São Gonçalo da UERJ/FFP; professor doutor José Carlos Milléo, da Faculdade de Geografia da UFF; e Mathew Shirts, redator-chefe da revista “National Geographic Brasil e Coordenador do Movimento Planeta Sustentável.”

 

 

No segundo dia do Fórum, seguiram-se a Mesa Redonda, na parte da manhã, sob o tema “Um mundo sustentável começa em casa e na escola”, contando com o professor doutor Manoel Santana, da UERJ/FFP, campus de São Gonçalo; professor Lincoln Tavares, do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (Cap/UERJ); professora doutora Maria Teresa Tedesco, da UERJ e professor doutor Silvério de Paiva, reitor da Universidade Estadual do Norte Fluminense.

 


Na parte da tarde, os grupos de trabalho se reuniram das 12h40min às 15h40min para discussões sobre a proposta da Carta de Princípios Escolares para um Mundo Sustentável, com vistas à sua sistematização em reunião na E/SUB/CED, com a escolha de dois representantes por GT.

 


A palestra de encerramento do “Fórum de Sustentabilidades e a Sala de Aula: valores éticos e formação cidadã” foi apresentada por Sérgio Basile, administrador e responsável pelas ações de sustentabilidade da Dataprev, que falou sobre o tema: “Empresas responsáveis, cidades sustentáveis”.

 


Durante a realização do Fórum ocorreram oficinas especialmente preparadas para os alunos de algumas escolas da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro, e também para os pais e responsáveis, que puderam conhecer o Programa “Cozinha Brasil”, desenvolvido pelo SESI, Serviço Social da Indústria, do Sistema FIRJAN, que ensina a comer bem, de forma sustentável e nutritiva, sem gastar muito.

 

Oficina desenvolvida por mediadores do SESI/FIRJAN sobre alimentação saudável do Programa "Cozinha Brasil" com a presença de pais e responsáveis, durante a realização do Fórum.

 

Alunos das escolas municipais de todas as Coordenadorias Regionais de Educação, participaram de uma oficina sobre sustentabilidade coordenada por mediadores do Instituto Sangari.

 

Vanderson e Eduardo (ao lado esquerdo), mediadores do Instituto Sangaria, que coordenaram a oficina sobre sustentabilidade com a participação dos alunos da Rede Municipal de Educação durante a realização do Fórum.

 

Parte do auditório com a presença de diretores, coordenadores pedagógicos, professores, pais e responsáveis e também alunos representantes de escolas das coordenadorias regionais de Educação da SME/Rio presentes ao Fórum.

Professores Helena Dora Wstazka, da E/CRE/GED, Norma Sueli de Santana, da Escola Municipal 10.19.047 Joaquim da Silva Gomes, Álvaro Jorge Madeira, da E/CRE/GAB, Antonio Carlos Batista Suzano, da Escola Municipal 10.19.045 Ponte dos Jesuítas e Humberto Ozório de Figueiredo Filho, da E/CRE/GED.

Professora doutora Maria Teresa Tedesco, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), no momento em que fazia a sua palestra na mesa redonda que focalizou o tema "Um mundo sustentável começa em casa e na escola."

Pausa para o almoço: Professores Helena Dora Wstazka, da E/CRE/GED;  Álvaro Jorge Bandeira, da E/CRE/GAB;  Patrícia Matos Ibrahim, da Escola Municipal  10.19.005 República Árabe da Síria; e  Anna Luiza Karam, da Escola Municipal 10.19.039 Professora Leila Mehl Menezes de Mattos.

 

Professores da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, aguardando a formação dos Grupos de Trabalho, para o início das discussões sobre a proposta da Carta de Princípios Escolares para um Mundo Sustentável, no último dia do Fórum.


Já os alunos, que ficaram em sala especialmente preparadas para eles, participaram de uma oficina de sustentabilidade, com a orientação e mediação de professores do Instituto Sangari.

 


Divididos em pequenos grupos, os adolescentes tiveram oportunidade para demonstrar capacidade de trabalho em equipe, apresentação de solução criativa e habilidade na montagem de um protótipo de automóvel, objetivando mostrar práticas de sustentabilidade no consumo de energia.

 


O Fórum de Sustentabilidade e a Sala de Aula é um passo de fundamental importância para o engajamento de todos na Cúpula R+20, das Nações Unidas em Desenvolvimento Sustentável, que será realizada em 2012.

 

Os participantes do Fórum receberam um exemplar do livro "Mundo sustentável: abrindo espaço na mídia para um planeta em transformação", de autoria do professor e jornalista André Trigueiro, Editora Globo, e "A Gestão da Amazônia: Ações empresariais, políticas públicas, estudos e propostas", de autoria do professor Jacques Marcovitch, da Universidade de São Paulo, que foi um dos palestrantes do dia 14 de setembro.

 

 

 

 

 

 

 

                                          

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 23/09/2011

Resultados da Avaliação do Troféu Rioeduca

Tags: troféurioeduca, rioeduca.

 

A pesquisa que esteve online até ontem sobre a aceitação e sugestões em relação ao Troféu Rioeduca, mostrou que a rede aprovou e que quer mais no próximo ano.

 

Por nossa conta, ficamos bastante contentes com a repercussão do prêmio e mais ainda, quando observamos a qualidade dos novos projetos em termos de finalidade pedagógica. Acreditamos que a troca de experiências tem aumentado essa qualidade junto com o sonho de garantir o Troféu Rioeduca 2012.

 

Vejam em números, o resultado da pesquisa:

 

Além dos números, destacamos alguns depoimentos e sugestões bastante relevantes que influenciarão o regulamento de 2012 - é notório que precisaremos de uma maior transparência e de condições que permitam uma igualdade de condições entre as escolas independente do quantitativo de alunos e de professores de cada Unidade Escolar concorrente. 

 

"1°- O prêmio deve permanecer; 2°- deve ser divulgado em outros meios além do Rioeduca.net; 3°- os critérios devem ser revistos; 4° a iniciativa é extremamente positiva. Isso é evidência de dignificação do professor e da Educação na cidade; 5° espero ganhar o Prêmio em 2012!!! (rsrs)"

 

(Niverton Antunes)

 

"O Troféu Rioeduca foi uma iniciativa de respeito e atenção aos trabalhos realizados pelos educadores e escolas. Acredito que um prazo maior de divulgação e uma divisão por trabalhos para os blogs dos educadores seria mais satisfatório.A votação por e-mail não acho justa,deveria ser uma banca, um júri externo, posso ter muitos amigos e ter uma votação expressiva,e a relevância e aplicação do projeto divulgado. Mesmo assim adorei a iniciativa é uma forma de registro e divulgação de valorosos trabalhos realizados por uma rede de professores comprometidos com a educação."

 

(Sheila Cruz)

 

"A iniciativa foi boa, porém acho que os votantes da 1ª fase não deveriam ser os professores e alunos, pois vimos trabalhos excelentes ficarem de fora por serem de escolas pequenas. Acho que deveria haver a inscrição, a avaliação por uma banca que escolheria os finalistas para concorrerem ao troféu."

 

(Márcia Cristina Neves)

 

"Acredito que já tomaram ciência das minhas críticas. Porém reitero o que já falei. Acho que faltou transparência em todo o processo. O fato de os votos não serem divulgados antes não deveria ser tido como algo que influencia a comissão avaliadora. Acho que essa comissão julgadora deveria ser compostas por outras pessoas fora da rede (profissionais do Magistério com ampla experiência nas diversas áreas de conhecimento) e que a secretaria já conta com o apoio para consultoria, exceto a Secretária de Educação. O fato de a escola se movimentar dentro do seu cotidiano para votar não vejo como um agravante, tendo em vista que a eleição foi estendida aos alunos e muitos deles não possuem acesso em casa. Então nada mais justo que o professor ser a ponte nesse processo. O que poderia mudar, percebendo a estrutura de cada escola é estabelecer outras categorias.Exemplos: Escola de 1º segmento, 2º Segmento, Creche e Ed. Infantil... ou pelo quantitativo de alunos..."

 

(Felipe Ribeiro)

 

"Primeiramente, parabéns à equipe Rioeduca! Vocês são demais! O troféu foi um sucesso! Minha escola conquistou o 2º lugar na categoria blog de escola e estamos muito orgulhosos! Estar lá já foi um prêmio! Sugiro que sejam válidos os votos de toda a comunidade, independente do e-mail. Além disso, acho que os seguintes detalhes são fundamentais nesta categoria: __número de seguidores do blog; __frequência das postagens; __objetivo do blog; __separação por faixa etária. Sugiro, ainda, cursos opcionais para os blogueiros. Organizo o blog da minha escola e gostaria de aprender técnicas e recursos para aprimorar as postagens, o design, possibilidade de lucros para aplicação nas escolas, etc." 

 

(Regina Carla)

 

 

                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share