A A A C
email
Retornando 93 resultados para o mês de 'Setembro de 2011'

Quinta-feira, 22/09/2011

Viajando com as histórias na EM Brício Filho – 3ª CRE

Tags: blogsdeescolas, riodeleitores, 3ªcre.

Acabamos de ver o maior evento literário do país em número de visitantes, a Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Então, sabemos que o livro ainda tem muito a nos oferecer mesmo em mundo cada vez mais informatizado. Nenhum meio pode substituir a magia de toque, cheiro e formato do objeto livro. Outras formas de leitura nos proporcionam outras magias, mas não nos privarão das asas de papel dadas pelos livros. A indústria de livros, cada vez mais criativa, nos presenteia todos os anos com novos formatos: livros com abas, livros em 3D e livros brinquedos.

 

Foi com o objetivo de apresentar os livros com formatos diversos aos alunos do EI ao 3º ano que a Sala de Leitura da E.M. Brício Filho, a cargo da profª Mônica Fonseca, elaborou o projeto Viajando com as Histórias.

 

 

 

 

O livro realmente nos leva a lugares nunca antes visitados e a conhecer personagens incríveis. Então, foi criada a figura do viajante com a mala cheia de histórias diversas e nos formatos mais inesperados. Este viajante pode vir do Norte ou do Sul, mas as malas estão sempre repletas de livros.

 

 

 

Então, a mala é aberta e uma das histórias é contada às crianças. As outras não ficam abandonadas na mala. Logo depois da contação do texto selecionado os alunos tem oportunidade de manusear os livros presentes na mala. É sempre um momento mágico para eles e a curiosidade pelo prazer da leitura já está semeada.

 

 

 

Mas, como para todo viajante, chega a hora de partir. Não é um adeus - é só um até breve. Basta esperar a próxima viagem ou visitar a Sala de Leitura para viajar nos livros novamente.

 

 

 

 

Deu vontade de viajar também? Não perca o vídeo. Eles viajaram e conheceram o Grande Monstro Verde.

 

 

 

Que tal saber mais sobre o projeto e conhecer o recém nascido blog da escola? Ele está recheado de atividades sobre o Folclore e fotos da homenagem ao Dia dos Pais.

 

 

 

Imagens extraídas do blog da escola

 

                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 21/09/2011

Escolas da 10ª CRE participam do “Dia Mundial de Limpeza na Praia”

Tags: 10ªcre.

 

 Diretora Vânia (lado esquerdo) e coordenadora pedagógica Maria Tereza com alunos da Escola Municipal Nair da Fonseca, da 10ª CRE participando do "Dia Mundial de Limpeza na Praia", em Sepetiba,

Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Comemorado neste sábado, 17 de setembro de 2011, o “Dia Mundial de Limpeza”, “Dia Mundial de Limpeza das Águas”, ou o “Dia Mundial de Limpeza na Praia”, reuniu milhões de pessoas em cerca de 130 países, destacando-se como um dos eventos ambientalistas internacionais mais conhecidos, participativos e efetivos do mundo, segundo o Instituto Ecológico Aqualung, um dos organizadores do evento no Brasil.

 


Aqui no Rio de Janeiro, além da Lagoa Rodrigo de Freitas, o “Dia Mundial de Limpeza” aconteceu também nas praias do Flamengo, Botafogo, Leme, Copacabana, Ipanema, Leblon, São Conrado, Barra da Tijuca, Recreio, Prainha, Grumari, Ilha de Paquetá e Sepetiba.

 


Por volta das dez horas da manhã, professores e alunos das escolas municipais Nelson Romero e Nair da Fonseca, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, já estavam reunidos com colegas de colégios e de escolas da rede particular, para o início da atividade, que consistiu na retirada do chamado micro lixo, das areias de um trecho da Praia de Sepetiba, que vem passando por obras de reabilitação ambiental, coordenadas pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente com a participação do Instituto Estadual do Ambiente.
 

 

A Escola Municipal Nair da Fonseca, da 10ª CRE, que fica localizada bem próxima da Praia de Sepetiba, esteve presente ao evento com uma representação de alunos acompanhados por professores, pais, responsáveis, pela diretora Vânia e pela coordenadora pedagógica Maria Tereza.

 


Segundo informações da diretora Vânia, para o Rioeduca, a E.M. Nair da Fonseca, cujo Projeto Político Pedagógico tem o seu eixo principal voltado para o tema: “Criar, Reciclar e Preservar”, a escola vem participando do “Dia Mundial de Limpeza das Praias” há pelo menos cinco anos, mesmo antes do início das obras que estão sendo realizadas na orla de Sepetiba.

 

.


Todos os alunos da E.M. Nair da Fonseca que estiveram presentes receberam sacos biodegradáveis e luvas apropriadas, com as recomendações de segurança para evitar acidentes, como não entrar na água, não manusear objetos cortantes ou perfurantes e nem levantar nada muito pesado.

 

Para a diretora da Escola Municipal Nelson Romero, Terezinha João (que aparece na foto junto com dois alunos), a atividade realizada em Sepetiba, no "Dia Mundial de Limpeza na Praia" foi muito positiva para os alunos e também para os pais e responsáveis que compareceram ao evento, porque, além da coleta do micro lixo, efetuada pelas crianças, serviu para conscientizar a todos sobre a necessidade de não jogar lixo em praias, rios, lagoas, como forma ativa de grande importância para a manutenção da qualidade de vida de todos nós e dos animais marinhos.


A diretora Terezinha João, da Escola Municipal Nelson Romero, também localizada em Sepetiba, compareceu com alguns professores e alunos, que participaram da coleta do micro lixo, em comemoração ao Dia Mundial de Limpeza na Praia.

 

 

 

 Diretora Terezinha João (do lado esquerdo da foto) com as professoras Márcia Pinto e Paula, em companhia de alguns alunos da Escola Municipal Nelson Romero, da 10ª CRE, no evento comemorativo do "Dia Mundial de Limpeza na Praia." em Sepetiba.

 

Magali Jordão, da Comissão de Revitalização de Sepetiba, explicando aos alunos sobre a importância daquela atividade para a sensibilização de todos em relação aos cuidados para não jogar lixo nas praias, mares, rios e lagoas.

 

Alunos das escolas municipais de Sepetiba aguardando para o início da coleta do micro lixo, que seria devidamente classificado, catalogado por tipo e pesado, para que os dados possam ser enviados ao Centro para a Conservação da Vida Marinha.

 

Banda musical estudantil do Educandário Edite dos Santos, localizado em Sepetiba, que abrilhantou os festejos comemorativos do "Dia Mundial de Limpeza na Praia", em 17 de setembro de 2011.


Magali Jordão, integrante da Comissão de Revitalização de Sepetiba, que conseguiu incluir aquela praia da Zona Oeste, na lista das demais que já fazem parte do “Projeto Limpeza na Praia”, conversou com os alunos sobre a iniciativa, explicando que se trata de uma atividade do tipo “mãos à obra”, para que qualquer pessoa possa dar a sua contribuição pessoal, participando da limpeza, independente de estar ou não integrada a um grupo ou associação.
 

 

De acordo com o texto produzido e distribuído pelo Instituto Ecológico Aqualung, para comemorar o “Dia Mundial de Limpeza na Praia”, “quase dois terços de todo o lixo que é encontrado pelos voluntários é algum tipo de detrito não degradável em curto prazo.” “Deixando de jogar lixo nas praias, mares, rios e lagoas, ao mesmo tempo em que ajudamos na limpeza desses ambientes, retirando os detritos sólidos descartados de forma irregular, podemos vislumbrar dias melhores para o ambiente marinho e para nós mesmos.”

 


Além dos alunos das escolas municipais Nair da Fonseca e Nelson Romero, o “Dia Mundial de Limpeza na Praia”, que aconteceu em Sepetiba, também contou com a presença e participação do Colégio Edite dos Santos, cuja banda musical abrilhantou o evento, fazendo a abertura oficial com acordes do Hino Nacional Brasileiro.

 


 

A garça, elegante e imponente, também aguarda a conclusão das obras de reabilitação da praia de Sepetiba.

Placa com as informações sobre as obras de reabilitação da praia de Sepetiba, com duas garças que aparentam vigiar a ação das pessoas para que o processo de recuperação seja célere.

 

Diretora Vânia (ao lado direito) e coordenadora pedagógica Maria Tereza, na Praça Washington Luiz (Praça do Coreto, em Sepetiba)  com alunos da E.M. Nair da Fonseca, antes do início da coleta do micro lixo no "Dia Mundial de Limpeza na Praia".

 

Alunos da Escola Municipal Nair da Fonseca, prontos para iniciar o trabalho de coleta do micro lixo na praia de Sepetiba, em 17 de setembro de 2011, "Dia Mundial de Limpeza na Praia".

 

Diretora Vânia ao lado do professor Sinvaldo, do Rioeduca, em companhia dos alunos da Escola Municipal Nair da Fonseca.

 

Alunos da Escola Municipal Nair da Fonseca, em companhia da diretora Vânia (ao lado direito da foto) e de alguns responsáveis, em direção ao local da atividade do "Dia Mundial de Limpeza na Praia", realizado em 17 de setembro de 2011, na Praia de Sepetiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Todo o lixo que foi coletado na praia de Sepetiba pelos alunos das escolas Nair da Fonseca e Nelson Romero, foi anotado e classificado em fichas padronizadas e deverá ser pesado, para que os dados sejam enviados ao Centro para a Conservação da Vida Marinha, com o objetivo de ajudar os vários países participantes do “Dia Mundial de Limpeza na Praia” a buscar uma saída para o problema.

 


A presença de alunos, professores e gestores das escolas municipais da 10ª Coordenadoria Regional de Educação no “Dia Mundial de Limpeza na Praia”, é uma das inúmeras ações participativas do NEA10 – Núcleo de Educação Ambiental da 10ª CRE, coordenado pelo professor Álvaro Jorge M.B. Almeida, que este ano, por estar participando de um congresso fora do Rio de Janeiro, esteve ausente, mas deixou tudo devidamente organizado para o sucesso do acontecimento.

 


“Dia Mundial de Limpeza na Praia – Faça parte dessa ideia. Mantenha sua praia limpa!”
 

 

 

 

                                          

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 21/09/2011

E.M. Madri 2ª CRE apresenta seu histórico em seu blog

Vamos conhecer  hoje, mais um blog criado recentemente:  o blog da E.M. Madri. Também a escola Madri mostra a preocupação em deixar registrado no seu blog a memória desta escola. A postagem feita pela Prof. Paula Martins conta a história da escola contextualizada com os  momentos históricos nos quais o nosso País e o Mundo estavam vivendo. Ficou um texto bastante interessante! Vamos ver!

 

 

Histórico da Madrid


Nossa Escola foi inaugurada em agosto de 1958, durante o governo JK e sendo prefeito o Doutor José Joaquim de Sá Freire Alvim, numa década que se caracterizou pela aproximação entre Estados Unidos e União Soviética, minimizando as tensões da Guerra Fria e deixando o mundo menos apreensivo.

 

Foram os anos do surgimento do rock and roll, do jeans, do hambúrguer e da Coca-Cola, o cinema de Hollywood divulgava o modo de vida americano para todo o ocidente. Foi uma década marcada pelo suicídio de Getúlio Vargas e pelos anos dourados do governo de Juscelino Kubitschek, com seu projeto de desenvolvimento nacional, através do plano de metas que pretendia fazer o país crescer 50 anos em 5 por meio do incentivo à industrialização e da abertura da economia brasileira ao capital estrangeiro. O Brasil entrava na época da modernidade e do consumo, o que transformou o cotidiano e os hábitos dos brasileiros. O ano de 1958 seria aquele que ficaria na memória como o clímax desta euforia da década, cujo aspecto mais destacado seria a primeira vitória brasileira da Copa do Mundo, iniciando a saga que, posteriormente, transformaria o Brasil no país do futebol. Também no cenário esportivo, as raquetes de Maria Ester Bueno trouxeram para o Brasil a vitória nas quadras de Wimbledon.

 

O Rio de Janeiro viveu os seus últimos anos de capital federal, exportando para o mundo as belezas de Copacabana e o som suave da Bossa Nova. A televisão começava a seduzir os brasileiros e a violência urbana ainda não assustava as populações das grandes cidades. Durante esse período, a Escola Madrid funcionou em dois turnos como escola de 1ª à 4ª série (nomenclatura da época). Um grupo seleto de professores, por volta de 1963, atendia crianças da Favela do Esqueleto, onde hoje se encontra a UERJ. Havia duas turmas que faziam parte de um projeto piloto, subsidiado por americanos, inclusive com controle nutricional. Mais tarde, com a remoção da Favela, a Escola passou a fazer parte da Rede Oficial da Capital. Durante algum tempo funcionou à noite, de forma independente, com o curso supletivo. Aproximadamente em 1975, a Escola passa por mais uma transformação: as turmas de Jardim de Infância deram lugar a turmas de 5ª à 8ª série (nomenclatura da época), concomitantemente com as do 1º segmento (até a 4ª série). Provavelmente, por volta de 1985, a Madrid passou a receber somente alunos que cursassem de 5ª à 8ª séries, hoje, do 6º ao 9º ano.


Quanto ao nome MADRID, ainda não temos referências.
 

Parabéns a Prof Paula Martins pelo texto e estaremos aguardando as novidades da E.M. Madri. Visitem o blog e conheçam um pouco mais em http://escolamadrid.blogspot.com

 

 

Escolas da 2ª CRE enviem seus  projetos com texto , imagens ou vídeos para fatimarcosta@rioeduca.net ,representante da 2ª CRE. Teremos o maior prazer em publicar!

 

Fatima Costa

Equipe Rioeduca 2ª CRE

                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Postado por Fatima Costa Ver Comentários (0)

Quarta-feira, 21/09/2011

GRÊMIO ESTUDANTIL - Ação, conexão e cidadania

Tags: 1ªcre, eventos, artesmusicais, blogs.



 

 


 

A posse solene dos alunos eleitos para o Grêmio Estudantil da 1ª CRE aconteceu dia primeiro de julho . Na cerimônia, repleta de crianças e adolescentes engajados em sua nova missão, ficou estabelecido entre professores, gestores e pela CRE, que os encontros entre eles seriam constantes, para que nesta interação, pudessem dialogar e discutir melhorias para suas escolas.

 


Fatima Sueli, Assessora da 1ªCRE reuniu sua equipe e juntamente com representantes do NSEC-01 (Saúde, Educação e Assistência Social) comprometeram-se em pensar em um meio de dar vez, voz e espaço para que, de fato, cada presidente do grêmio estudantil pudesse cumprir seu papel de representação dos alunos de sua escola.

 


Em meio a reuniões, e-mails, telefonemas e uma imensa vontade de todos os parceiros em transformar sonhos em realidade, surgiu a idéia de usar a redes sociais e a tecnologia digital para alcançar os alunos. Nasce então o blog falagremio.blogspot.com.

 

Este ambiente virtual vem com o objetivo de integrar alunos e escolas, mediados pelos representantes da Educação, Saúde e Assistência Social. Deste modo, todos podem dar sugestões, fazer críticas, trocar idéias e aprender a conhecer seus direitos e deveres. Sem contar que, por estarem sempre conectados, o blog se torna o caminho ideal para esta interação.


Falando em sonhos que se tornam reais, foi logo marcado um encontro com o grêmio para o lançamento oficial do blog no Centro de Artes Calouste Gulbekian. As escolas receberam um convite especial para levarem seus representantes. A Equipe do NSEC-01 não poupou esforços e preparam tudo com muita dedicação e carinho para receberem os jovens alunos.

 


 

Em 16 de setembro no Centro de Artes Calouste Gilbekian, a equipe da Assessoria da 1ªCRE, os parceiros da Saúde e Assistência recepcionaram os ilustres convidados. Os olhos brilhantes e sorrisos abertos dos alunos que chegavam, davam ao ambiente um tom de festa .

 


Logo na recepção, as professoras Fátima Baçal e Maria do Carmo , produziam, juntamente com os alunos do Grêmio, cartazes sobre o evento, para futura exposição. Na parede, um painel convidava os alunos a deixarem frases e recados. Em seguida, cadastravam sua presença com a Professora Luciane. O professor José Luis não parava quieto. Coordenando o evento, recebia os convidados, explicava o encontro, mostrava o ambiente, exibindo a todo instante o orgulho e a alegria de colaborar com um acontecimento tão esperado!

 

 

 

O cenário era um espetáculo à parte. Alunos, pais e professores tiravam fotos enquanto a cerimônia não começava. Fatima Sueli, ao lado do telão, iniciou sua fala, agradecendo a presença de todos, e confessou sua felicidade em poder estar concretizando o sonho de todos os parceiros envolvidos no projeto. Apresentou Apresentou Sylvia Tristão e Patrícia, representantes da CAP1.0 (Saúde), Lourdes da 1ª CAS(Assistência Social), Aline Bressan da Secretaria de Saúde (GTI), Dione (Cras Ismênia) e outros parceiros fiéis nas ações de melhorias para a juventude e que se dedicaram ao encontro, a fim de torná-lo um marco em prol da qualidade de vida e educação para todos.
 

 


 

Cada parceiro recebeu das mãos de José Luis, uma rosa vermelha, simbolizando o respeito e amor por um trabalho alicerçado no desejo incansável de transformar projetos em ações.


Fátima perguntou a grande plateia de jovens, quem acessava a internet, quem tinha facebook, quem gostava de se conectar. Obviamente, braços de levantavam, e gritos encheram o lugar. A realidade é que nossos alunos são nativos digitais, e até mesmo a palavra “conexão” desperta imediatamente a vontade de teclar e interagir. De olhos vidrados no telão, adultos , adolescentes e crianças acompanhavam as novas páginas do blog.

 


As imagens ficaram ainda mais interessantes, quando todos perceberam que as fotos tiradas naquele momento, eram imediatamente postadas no blog. E entre máquinas digitais, filmadoras, tablets e laptops detectamos que as visualizações cresciam a cada minuto.


Ficou claro que o que era para ser um encontro para lançamento do blog, superou as expectativas e se transformou em um mega evento. Estavam presentes na festa, o Bairro Educador, representado por Priscila (B.E Mangueira), Yohana (B.E Santa Tereza), Caroline (B.E de Santo Cristo) e Sabrina (B.E de São Carlos e Catumbi). As jovens representantes estavam animadas e apostando na parceria com as escolas.

 


 

 

O grupo de adolescentes Rap da Saúde, realizou atividades de jogos, dança e brincadeiras tendo Cidadania, como tema principal. Maria Luisa, do PET (Programa de Educação pelo trabalho) estava acompanhada de alunos que participaram do encontro, e contribuíram com  fotos e filmagem.


Vale destacar alguns depoimentos de alunos e professores: Thayane Pinheiro, aluna da Escola Municipal Benjamim Constant relatou que tinha orgulho de ser presidente do grêmio, e que seu objetivo era ajudar a colocar a escola pra frente. Aproveitou para contar que em sua escola todos estão empenhados nos torneios que acontecerão na Semana da Criança.

 


 

Joyce dos Reis, de apenas 10 anos, do 4º ano e representante da Escola Municipal Mestre Waldemiro disse que se empenha em ajudar a direção e os professores na campanha de reciclagem, no combate ao bullyng, e que mantém conversas frequentes com as turmas da escola.


Hanzo, de 9 anos, da turma 1402 da Escola Municipal Darcy Vargas, mostrou espírito de liderança, participando ativamente de todos as atividades: Brincou com o Happy da Saúde, respondeu a perguntas, tocou instrumentos no palco e relatou que quer mudanças em sua escola. Seu professor de Educação Física, Bruno Lima, que o acompanhava, era só emoção.
Com olhos marejados de lágrimas,  confessou que todas as etapas do grêmio, traziam a tona lembranças de quando ele era adolescente e representava sua escola. Bruno foi o grande incentivador dos alunos para que montassem suas chapas e participassem das eleições. Para ele, os benefícios do grêmio vão muito além do esperado, pois considera que a representatividade do aluno, é um exercício real de liderança, democracia e uma lição de cidadania para toda a vida.

 


 

Diana e João da turma 1402, estavam acompanhados de sua diretora Maria Cristina , da Escola Municipal Edmundo Bittencourt, que revelou estar feliz em participar de um momento de suma importância na integração dos alunos do grêmio. Já a gestora Márcia Cristina, da Escola Municipal Alice do Amaral Peixoto, avalia o grêmio como o primeiro grande passo para as crianças aprenderem a decidir, ouvir e participar coletivamente de todas as atividades que proporcionam o crescimento da unidade.

 

Diretora Márcia Cristina, da Escola Municipal Alice do Amaral Peixoto

 


 Diretora Maria Cristina da Escola Edmundo Bittencort com seus alunos representantes

 

O evento, no entanto, ficou ainda mais colorido e emocionante quando o Professor Marciano subiu ao palco. Ele ministra aulas na E.M. Marechal Mascarenhas de Moraes (Projeto 2º Turno Cultural) e na Fundação Gol de Letra, aula de danças aos alunos da rede.Com muito carisma e energia contagiante contou que está desenvolvendo um trabalho de resgate à nossa cultura, ensinando danças folclóricas . Depois de uma bela demonstração de baião, convidou alunos e professores a conhecerem e testarem instrumentos . Mostrou o agogô, a panderola, surdo, e zabumba. Juntos, Professores e alunos fizeram um som que bateu forte no coração de todos. A plateia não segurou a emoção: bateu palmas, balançou os quadris, e tirou os pés do chão, no ritmo que foi do samba ao funk.


Em seguida, Brena e Taisa de 13 anos da Escola Municipal Mascarenhas de Moraes, contaram a história da dança africana Maculelê, e deram espaço à um espetáculo sem igual. Meninos e meninas com rostos pintados e bastões nas mãos, jogavam e dançavam Maculelê, demonstrando elegância, alegria e beleza a arte do nosso folclore.

 

 


Enganaram-se os que pensaram que a festa acabava ali. A pequena Noélia subiu ao palco para explicar a história do Boi da Paraíba que deu origem a dança que cultua a morte e ressurreição do boi. Surgiu então, um show de cores marcado pelas batidas do atabaque e por cerca de  10 minutos dançaram sem perder o folêgo. O Boi grande, majestoso e colorido balaiva entre os jovens, que contavam com o corpo e a voz a história do Boi da Paraíba.


A festa terminou com gostinho de “quero mais”. Entre abraços, troca de e-malis, blogs e telefones mais parcerias se formaram. Os adolescentes tiravam fotos e se despediram.


A inspiradora iniciativa da 1ª CRE e do NSEC -01 em unir o Grêmio Estudantil e parceiros da Educação, Saúde e Assistência Social revela o caminho para a construção da cidadania. Desafios surgirão, contudo, com a garra, competência e a vontade gigante que forma esta equipe, nenhuma barreira é intransponível.


A 1ªCRE e o Grêmio Estudantil acreditam na força da parceria em lutar por uma geração conectada, ativa, participativa e consciente dos seus direitos e deveres. Como cidadãos, seguem de mãos dadas, confiantes no Salto de Qualidade da Educação Carioca.

 

Convidamos a todos a acessarem e divulgarem o blog do grêmio.

Clique na imagem abaixo, e aproveite para seguir e comentar.

 

.

                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share