A A A C
email
Retornando 45 resultados para o mês de 'Setembro de 2013'

Segunda-feira, 23/09/2013

II Semana da Educação Infantil

Tags: 1ªcre.

 

As creches e EDIs da 1ª CRE desenvolveram atividades e projetos com as famílias na    II Semana da Educação Infantil. Realizada de 25 a 30 de agosto, envolveu todas as unidades escolares do Município do Rio de Janeiro que atendem a Educação Infantil.

 

Semana da Educação Infantil na Creche Municipal Sempre Vida Parque da Conquista.

 

A Semana da Educação Infantil do Rio de Janeiro foi instituída pelo decreto municipal nº 35.028, lei estadual nº 6.149 a lei federal nº 12.602 de 03 de abril de 2012, e é considerada um marco no calendário e nas ações de promoção e valorização da Educação Infantil no município do Rio de Janeiro desde o ano de 2012.

 

Durante toda a Semana da Educação Infantil, as creches e EDIs privilegiaram a integração entre a Instituição Educativa, os Serviços de Saúde e a Comunidade. Tem como premissa os múltiplos olhares dos sujeitos envolvidos no cotidiano e a valorização da primeira infância na constituição do sujeito.

 

Pais participam do Projeto "Degusta" na Creche Senninha.

 

 

Objetivos da Semana de Educação Infantil

 

O objetivo geral da Semana é promover e valorizar a Educação Infantil do município do Rio de Janeiro, entrecruzando os múltiplos olhares dos sujeitos que a compõe e a constitui. Já os objetivos específicos são:

  • Ampliar as diferentes compreensões acerca do tempo e espaço da Educação Infantil; 
  • Dar visibilidade a ações de promoção de saúde e desenvolvimento na primeira infância;
  • Proporcionar às crianças experiências significativas e propulsoras de aprendizagens;
  • Fortalecer a comunicação/parceria entre a instituição educativa;
  • Serviços de saúde à comunidade;
  • Ampliar o universo cultural dos sujeitos envolvidos;
  • Divulgar as ações educativas desenvolvidas pelas creches, EDIs e Pré-escolas do município do Rio de Janeiro.

 

Festa no Parque Madureira

 

Dia 25 de agosto aconteceu no Parque Madureira a abertura da “Semana de Educação Infantil”. O evento foi organizado pela Gerência de Educação Infantil/SME em parceria com as onze Coordenadorias Regionais de Educação, a Secretaria Municipal de Saúde e parceiros. Durante o evento houve diferentes ações realizadas pelas CREs, além dos Serviços de Saúde de referência nos espaços delimitados para esta finalidade.

 

Brincadeiras das crianças da Creche Homero José.

 

As creches e EDIs da 1ª CRE marcaram presença com a exposição dos trabalhos desenvolvidos com as crianças nos projetos cotidianos. Também aconteceram oficinas dinamizadas pelas CREs em parceria com as unidades escolares. Os momentos mais esperados foram as apresentações culturais de Zé Zuca, Unicirco e Bia Bedran.


Múltiplos olhares para a Primeira Infância

 

De 26 a 30 de agosto as unidades escolares realizaram em seus espaços, ações que envolveram as famílias e as estimularam a participar ainda mais do ambiente escolar. As educadoras desenvolveram com pais e crianças oficinas de desenhos, pinturas, colagens, exposições, fotografias, filmagens, escritas coletivas, escritas espontâneas, dramatizações, apresentações culturais e contação de histórias.

 

Crianças da Creche Homero José recebem os livros do Programa "Minha Primeira Biblioteca".

 

Houve a entrega solene dos livros do projeto de leitura “Minha Primeira Biblioteca”. E também o saboroso “Degusta”, atividade de almoço para os responsáveis com o objetivo de proporcionar momentos de experimentação da merenda escolar que é servida para as crianças durante a semana nas unidades. 

 

O projeto "Degusta" é saboreado pelas famílias da Creche Homero José.

 

A Semana da Educação Infantil na 1ª CRE foi  mais uma vez um sucesso! 

 

* Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós! Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe. *

 

Professora Rute Albanita
 Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

 

COMPARTILHE E COMENTE!

 

 

                              

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 23/09/2013

Oficina de Xadrez

Tags: 6ªcre, oficina.

O professor Antônio Baptista, da E. M. Comandante Arnaldo Varella, realizou com os alunos do 6º ao 9º ano a Oficina de Xadrez. O objetivo é desenvolver o pensamento cognitivo, o raciocínio lógico, a disciplina, o respeito, a concentração, a autoestima e a integração do aluno com os sujeitos envolvidos no processo de ensino e aprendizagem.

 

“Só aprende quem tem fome e por isso é preciso despertar a fome de saber. Ensinar o voo não é tarefa que se possa fazer. Porque o voo já nasce dentro dos pássaros. O voo não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado”.


Rubem Alves

 

Observemos uma criança ensaiando seus primeiros passos e, mais adiante, aprendendo a andar de bicicleta e, depois, a escrever. No início, sente-se insegura diante do desafio. Não basta dizer a ela os passos a serem dados, pois é dela que precisa brotar a decisão de ensaiá-los até que, quase magicamente, se ponha a andar. Então é capaz de desdobrar-se, fazer e refazer os passos, errar e aprender com o erro, até acertar e poder dizer: "Agora sei!" "Aprendi!" Curiosidade, desejo, esforço e dedicação são os combustíveis neste trajeto.

 

Dessa forma, o aprender torna-se prazeroso, pois exigiu esforço e superação. Não se chega à meta planejada sem percorrer o caminho que leva até ela. O caminho será tão mais bonito e encantado quanto forem os desafios enfrentados. Se não for assim, se tudo for muito fácil, não emana satisfação.

 

Do outro lado da moeda das aprendizagens estão as mãos que nos apoiam. Essas mãos, muitas vezes, são as de um professor que transmite através de suas ações o prazer de ensinar, de dividir sua sabedoria. Essa divisão não segue as leis da matemática: ensinar leva o educador a atualizar seus próprios conhecimentos e a se tornar um constante aprendiz.

 

Desperte sua fome de saber! Tudo é possível, basta sonhar e estar disposto a fazer de tudo para lá chegar.

 

Aprender com Prazer faz toda a Diferença!

 

“Só aprende quem tem fome e por isso é preciso despertar a fome de saber”. Essa frase de Rubem Alves traduz a prática pedagógica dos professores e da equipe gestora da Escola Municipal Comandante Arnaldo Varella que atende alunos do 6º ano 9º ano. Procuram constantemente tornar mais prazerosa e efetiva a relação dos estudantes com o conhecimento e com a escola.

 

Essa aprendizagem lúdica vem sendo despertada nos alunos da escola através da realização de oficinas no período da manhã. Uma delas é a Oficina de Xadrez, que é oferecida dois dias na semana sob orientação do professor Antônio Baptista.

 

A escolha da realização dessa oficina se deu pelo fato do xadrez ser um jogo de estímulos e respostas para problemas e por ele ajudar a desenvolver a capacidade cognitiva do aluno. Melhoras significativas na memória, imaginação, concentração e inteligência são percebidas em quem pratica este jogo.

 

Como podemos ver, o xadrez é uma grande ferramenta no aprendizado. O professor Antônio Baptista relatou no blog da escola que os alunos apresentam-se compenetrados e dispostos a não errar no próximo lance, analisando e investigando cada jogada, elementos da Matemática pura e aplicada.

 

Jogo realizado entre alunos da turma 1601 e do Projeto Acelera 2B.

 

A alegria dos alunos demonstra o quanto o lúdico é uma importante ferramenta de apoio ao ensino da Matemática.

 

Alunos das turmas 8301 e 1601, analisando todas as possibilidades de uma boa jogada.

 

Os alunos da turma 1601 foram extremamente receptivos!

 

Mas não são somente as habilidades mentais que melhoram com o desenvolvimento do jogo de xadrez. Outras aptidões como perseverança, capacidade de estudo, autoconhecimento, organização pessoal, motivação, organização pessoal, motivação e ambição também são desenvolvidas com a prática deste jogo.

 

Parabéns ao professor Antônio Baptista e a toda equipe da Escola Municipal Comandante Arnaldo Varella por contribuir para uma educação voltada para a interação social na busca pela formação integral do cidadão. O trabalho desenvolvido por vocês ajuda a despertar o espírito reflexivo e crítico dos nossos alunos.

 

A inserção dessa atividade na rotina dos educandos vem colaborar na formação de pessoas capazes de enfrentar os diversos desafios que estão por surgir e, mais do que isso, saber que suas ações e atitudes voltam-se para o processo de desenvolvimento cognitivo.

 

É um orgulho ter o seu trabalho no Portal Rioeduca!

Parabéns professor Antônio Baptista!

 

Quer ter o seu trabalho publicado no Portal Rioeduca? Entre em contato com a representante do Rioeduca de sua Cre! Este espaço é meu, é seu, é nosso! Até a próxima semana!

 

Professora Patrícia Fernandes – Representante do Rioeduca na 6ª Cre
Twitter: @Paty_PFF
Facebook: patrícia_pff@yahoo.com.br
E-mail: pferreira@rioeduca.net

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 20/09/2013

As Estrelas da XXX Mostra de Dança - 5ª CRE

Tags: 5ªcre, .

A XXX Mostra de Dança foi coordenada pelas professoras Desirée Costa e Sirléa Libonati, que fazem parte do quadro de professores que atuam, com muita eficiência, na Gerência de Educação / 5ª CRE.

 

A dança, não é, como se tende a acreditar, um conjunto de passos mais ou menos arbitrários que são o resultado de combinações mecânicas e que, embora possam ser úteis como exercícios técnicos, não poderiam ter a pretensão de constituírem uma arte: são meios e não um fim.

Isadora Duncan

 

 

A Mostra Municipal de Dança propicia aos alunos da Rede Municipal de Ensino o acesso à linguagem da Dança enquanto manifestação artístico-cultural, oportunizando também a formação de plateia. A Mostra caracteriza-se pela apresentação das composições coreográficas produzidas pelos professores da Rede Municipal de Ensino junto aos seus alunos durante o ano letivo.


Suas principais ações são:


• Formação de grupos de Dança nas escolas, incentivando a escolha própria de repertório e a elaboração de coreografias;


• Apresentação dos grupos nas Mostras Regionais organizadas pelas onze Coordenadorias de Educação (CRE);


• Apresentação na Mostra Final dos grupos selecionados nas Mostras Regionais.

 

Segundo Jabim Nunes: “A dança é, sem dúvida, uma das linguagens mais significativas das expressões humanas. Ela pulsa o samba, o bumba-meu-boi, o maracatu, o frevo, o afoxé, o baião, o xote, o xaxado, o funk, o rap, o hip-hop, as danças de salão, as danças eruditas, o jazz, a clássica, a moderna e a contemporânea. Além de Integrar, ajuda na formação crítica e consciente, amplia vivências e faz dialogar no processo criativo, estético e sócio-cultural. Dançar faz bem. Quem dança é mais feliz. Eu amo dançar! Pratique dança. Dê o primeiro passo e ofereça a você mesmo uma oportunidade de descobrir os segredos do corpo que se move!”

 

As Estrelas da XXX Mostra de Dança - 5ª CRE

 

A Creche Municipal Estrelinha Dourada viajou musicalmente pelas regiões brasileiras, se encantando com os diferentes ritmos e danças com O que que a baiana tem?

Vinicius de Moraes, o maior homenageado da Mostra, começa dar o ar de sua graça através da Escola Municipal Pio XII em A infância cresce e floresce com Vinícius de Moraes, embalada pela temática da música de sua autoria, O Girassol.

Mas, a arte também foi lembrada pelo Espaço de Desenvolvimento Infantil José Alpoim tendo Van Gogh e Vinícius de Moraes como destaques, originando a coreografia Os Girassóis de Van Gogh.

 

A dança não fala, se expressa. É arte, expressão, emoção e sensibilidade..., assim mostrou a Escola Municipal Gustavo Lessa, que se apresentou com A Dança é a Arte do Movimento, antecedendo o CIEP Metalúrgico Benedicto Cerqueira que homenageou Vinícius, apresentando a coreografia Centenário de Vinicius de Moraes.

Já a Escola Municipal Ruy Carneiro da Cunha decidiu homenagear a personagem mais famosa de Mauricio de Souza, Mônica, com seus 50 anos de vida. Uma suave e breve mostra de que o tempo, embora passe muito rápido, perpetua-se na arte, com a dança Mônica in New York.

 

O Nordeste também foi lembrado através da Escola Municipal França, que demonstrou ligação entre tradição e modernidade. Homenageou este grande brasileiro que leva seu nome no título desta coreografia: Do Catulo ao Pancadão: o Brasil de ontem, hoje e sempre.

E, terminando este primeiro bloco de escolas, conheceremos a rotina do dia a dia das pessoas contada através do relógio pela Escola Municipal Aspirante Carlos Alfredo, com a coreografia O Relógio.

 

 

No segundo bloco de escolas, reproduzindo através dos movimentos a realidade dos escravos nas senzalas, o Clube Escolar Marechal Hermes coreografou Bata do Feijão. Logo em seguida, outra homenagem a Vinícius de Moraes, foi o que mostrou a Escola Municipal Rosa Bettiato Záttera com a dança Sem Amor e Sem Lutar, Não Se Tem Como Viver, numa luta travada entre o Bem e o Mal.


A Escola Municipal Quintino Bocaiúva conclamou a todos comemorar a 30ª edição da mostra de dança com alegria e encantamento, com a coreografia Mistura de Ritmos que Nos Encanta. A tradição e a força cultural dos povos africanos são descritas como uma plena festa de ritmos na coreografia África, apresentada pelo Clube Escolar Marechal Hermes.


Em Tributo a Vinícius de Moraes, o Ginásio Experimental Carioca Mário Paulo de Brito homenageou o centenário da morte deste grande poeta e compositor, que encantou a todos com sua obra, enquanto a Escola Municipal Raja Gabaglia, apresentava a graça e o charme da mulher brasileira, com a dança As Poderosas.


O Clube Escolar Marechal Hermes, em sua terceira apresentação, mostrou Umbrella em estilo sapateado, retratando uma viagem no tempo, proporcionando aos alunos conhecerem um novo estilo de dança, o TAT DANCE. Tom Jobim e Vinicius de Moraes foram relembrados através do Soneto da Separação, coreografado pelo grupo de dança do Ginásio Experimental Carioca Malba Tahan.


A Escola Municipal Luís de Camões, nos embalos da Mostra de Dança, apresentou Trinta Anos Dançando revisitando sucessos musicais que ajudaram a escrever 30 anos de muita história, alegria e dança. E... mais uma vez Vinícius de Moraes, agora com a música Pela Luz dos Olhos Teus, foi homenageado pelos alunos da Escola Municipal Aspirante Carlos Alfredo, com a apresentação Anos Dourados.


Finalizando, a Escola Municipal Francisco Sertório Portinho, vivendo a Infância com Vinícius, coreografou com estilo lembrando a nossa infância, nosso tempo de escola, uma época inesquecível para todos. Os alunos interpretaram a música O Pato com muita alegria.

 

 

A XXX Mostra de Dança, assim como a Mostra de Música das escolas municipais da Cidade do Rio de Janeiro, encantaram crianças, jovens e adultos com a sutileza dos passos e a harmonia da canção no palco da Arena Cultural Fernando Torres, localizada no Parque de Madureira.


Agradeço a colaboração expressiva do professor José Henrique, GED/5ªCRE, sempre disposto a colaborar com as matérias alusivas as ações desta Gerência de Educação, para o Portal Rioeduca.

 

Agradeço, também, a professora Sirléia Libonati pela viabilidade desta matéria.

 


A Coordenadora Regional de Educação / 5ªCRE professora Maria Valéria Pinto Médici e a Gerente de Educação / 5ªCRE professora Glória Martins, meu grande carinho.

 

Grande carinho aos participantes, alunos e professores, pela participação deste belo momento artístico.

 


E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música.

Friedrich Nietzsche

 

Regina Bizarro_ Representante do Rioeduca/5ªCRE
E-mail: reginabizarro@rioeduca.net
Twitter: @rebiza
Facebook: Regina Biza


Rioeduca/5ªCRE no Facebook:

https://www.facebook.com/groups/rioeduca5cre/

 

 

                               

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 19/09/2013

Anima Escola na 9ª CRE

Tags: 9ªcre, blogdeescola, animaescola.

A E. M. Alba Cañizares do Nascimento, da 9ª CRE, realizou em setembro oficinas do Anima Escola. Um dos objetivos é introduzir nas escolas a linguagem da animação, proporcionando a experiência de produzir filmes animados de forma crítica e criativa.

 

Através do compartilhamento de informações do blog da escola, ficamos conhecendo esta atividade que nos chamou a atenção e que hoje temos o prazer de compartilhar com os nossos leitores. Vamos conhecer um pouco mais deste trabalho que vem sendo realizado nas nossas escolas: o universo da animação no site do Anima Escola e no Blog da E. M. Alba Cañizares do Nascimento.

 

 

Anima Escola - Criado pela equipe do Anima Mundi, Festival Internacional de Animação do Brasil, o projeto oferece cursos e oficinas a alunos e professores, para que possam produzir em sala de aula os seus próprios filmes de animação.


De forma lúdica, a metodologia desenvolvida para a produção de filmes animados estimula o desenvolvimento de diversas habilidades e competências fundamentais para o desenvolvimento de crianças e de jovens: criatividade, planejamento, síntese, abstração, concentração e comunicação.


"Nós, do Anima Escola, acreditamos que a linguagem da animação deve estar presente na escola como fonte de conhecimento e não apenas como um recurso didático, possibilitando a professores e alunos novas formas de expressão e conhecimentos que os ajudem a viver na sociedade contemporânea, fortemente marcada pela presença do audiovisual."

 

Equipe do Anima Escola e professoras da E.M Alba Cañizares.

 

Arte e Educação no processo ensino-aprendizagem, encontro selado pela reciprocidade de gentileza e reconhecimento!

 

Professoras da E. M. Alba Cañizares prestigiando o Anima Escola e
apreciando as produções dos alunos.

 

O Anima Escola realiza um trabalho incrível com os alunos! É o lúdico envolvendo os discentes para o mundo mágico da criatividade e da concentração, trazendo vida aos objetos inanimados em um enredo, uma história construída pelas crianças. Vale ressaltar que o trabalho é sempre em equipe e a parceria é fundamental.


O primeiro momento é no auditório, com explanação sobre as técnicas de animação que foram desenvolvidas nas oficinas:

 

PIXILATION

Animação com pessoas que criam com seu próprio corpo poses sucessivas para a câmara, quadro a quadro, como se fossem bonecos animados.


 

ZOOTRÓPIO

Inventado em 1833, esse aparelho encanta, ao realizar a mágica da animação com dezesseis desenhos feitos em sequência.

 


 

MASSINHA

A cada foto, personagens da massa de modelar são transformados ou reposicionados sobre o cenário. Animação feita em grupo.

 


 

Foi uma semana maravilhosa, de 3 a 6 de setembro, repleta de afetividade e de gratidão pela equipe do Anima Escola.


Equipe do Anima Escola, coordenadora Milca Sena e a diretora Carla Adriana.


Parabéns, equipe da E. M. Alba Cañizares do Nascimento por manter o blog atualizado, proporcionando o compartilhamento das atividades que a unidade vem desenvolvendo. Parabéns, também, à equipe do Anima Escola pelo trabalho envolvente que vocês realizam junto aos nossos alunos.

 

Conheça outras atividades da E. M. Alba Cañizares do Nascimento acessando seu blog.


 

Conheça o site do Anima Escola. Nele, você encontra várias informações importantes e saiba como participar destas oficinas.


 

Profª Márcia Cristina Alves Representante da 9ª CRE
E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net
Twitter: @marciacrisalves


 


 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share