A A A C
email
Retornando 45 resultados para o mês de 'Setembro de 2013'

Quarta-feira, 18/09/2013

Semana da Educação Infantil na Creche Municipal Cantinho do Queto

Tags: 3ªcre, blogdasescolas, educaçãoinfantil.

Na 2ª Semana da Educação Infantil, a Creche Municipal Cantinho do Queto levou as famílias à instituição para participar da vida escolar das crianças.

 

No dia 25 de Agosto aconteceu a abertura da 2ª Semana da Educação Infantil no Parque de Madureira. O seu objetivo é promover a importância da Educação Infantil no desenvolvimento da criança.


A festa estava linda e todas as CREs expuseram maravilhosos trabalhos que as Creches, Escolas e EDIs estão realizando em suas instituições em prol do desenvolvimento das crianças da Educação Infantil.

 

 

O bebê, desde cedo, possui um grande desejo de desvendar o mundo, as pessoas e a si mesmo. Para tanto, utiliza-se dos jogos e das brincadeiras, é capaz de pesquisar, organizar e assimilar. Porém, necessita de alguns recursos que proporcionem essas descobertas, como amor, segurança e carinho. É fundamental a parceria entre família e escola baseada em uma confiança mútua.


Na Creche Municipal Cantinho do Queto, a visita dos pais em todas as turmas tende a aumentar o laço de família e escola. Juntas não medem esforços para ajudar no desenvolvimento dos pequenos.


Com os alunos do Berçário, os pais brincaram no parquinho e participaram de uma degustação na hora do almoço, participando e se divertindo com os bebês.

 

 


Os vínculos afetivos e emocionais seguros que a criança estabelece com seu “cuidador” estão diretamente relacionados com o desenvolvimento e a aprendizagem durante a primeira infância - condição fundamental para inserir a criança no mundo.


No Maternal I, as crianças e os pais escutaram histórias e participaram das atividades de pintura e colagem, além de brincarem com jogos de encaixe e se divertirem no parquinho.

 


A Turma do Maternal II, com crianças de 3 anos, adoraram mostrar como trabalham na sala e como já estão “crescidinhos”. A autonomia nessa fase é o principal objetivo da escola e dos pais.


Na hora do almoço, o aconchego dos responsáveis foi notado com o colinho dado. Foi um momento gostoso em que todos puderam vivenciar o dia a dia de seus filhos, fortalecer a confiança e perceber um pouco do desenvolvimento proporcionado na Educação Infantil.

 

 

Parabéns à Creche Municipal Cantinho do Queto pelo trabalho de parceria com a família e em fazer parte do desenvolvimento dessas crianças!

 

Escolas e professores não deixem de compartilhar atividades ou projetos no nosso Portal Rioeduca. Procure o representante de sua CRE!!
Clique aqui para conhecer seu representante

 

 


Profª Elidia Correia

Representante 3ªCRE no Rioeduca

elidiacorreia@rioeduca.net

Twitter:  @ElidiaCorreia

Facebook: Elidia Correia  e  Grupo Rioeduca/3ª CRE

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 18/09/2013

Tecnologia, Educação e Vida!

Tags: 8ªcre.

 

A E. M. Joaquim da Costa Ribeiro desenvolve o projeto Tecnologia, Educação e Vida! Com atividades para desenvolver habilidades de Língua Portuguesa e Estrangeira com o uso da internet, o projeto conquistou alunos e funcionários da escola.

 

 

Umas das mais avançadas tecnologias são a internet e o computador, que além de facilitar a comunicação entre pessoas de lugares distantes, proporciona o melhor desempenho nas funções de empresários, professores e outras diferentes profissões no mundo todo.

 

A escola não pode ficar de fora de todas as mudanças que a tecnologia proporciona. Atualmente os alunos podem ter acesso à informações em tempo real e viajar por diferentes espaços do nosso planeta.

 

Na Escola Municipal Joaquim da Costa Ribeiro, o projeto Tecnologia, Educação e Vida leva para a sala de aula a discussão sobre como as redes sociais, os sites de pesquisa e a internet podem melhorar a qualidade da educação.

 

 

Ler é uma atividade que auxilia na aquisição de muitos conhecimentos. E apreciar uma boa leitura no computador tem um gostinho especial para os alunos!

 

O mural Cantinho da Leitura foi desenvolvido para incentivar os alunos a frequentarem a Sala de Leitura. Nesse mural há um espaço reservado para divulgar as facilidades da Educoteca, a biblioteca virtual da Educopédia.

 

A embaixadora da Educopédia, professora Cintia Moreira, conta com a ajuda dos alunos para desenvolver as ideias de divulgação da plataforma. Muitos alunos já estão habituados a acessar a Educopédia para reforçar seus estudos e melhorar o desempenho.

 

A professora de Língua Portuguesa Maria das Graças Ferraz com alunos da turma de Realfabetização e a professora Cintia Rodrigues, de Língua Inglesa.

 

Facebook de Papel do Projeto Realfabetização 2B.

 

As professoras Maria das Graças e Cintia Rodrigues planejaram uma atividade diferente, que os alunos gostaram muito de participar: o Facebook de papel!

 

A atividade foi desenvolvida com os alunos do projeto de Realfabetização 2B. O trabalho foi idealizado para fazer parte do projeto Tecnologia, Educação e Vida!

 

"Foi maravilhoso o retorno dos alunos que realmente se divertiram no desenvolvimento do Facebook de papel. Eles aprenderam brincando e desenvolveram habilidades para as duas disciplinas: Língua Portuguesa e Língua Inglesa."

Professora Cintia Moreira -  Articuladora da Educopédia na E.M. Joaquim da Costa Ribeiro

 

 

O inglês está em todo lugar e, claro, na internet. O mundo atual, ou pelo menos o mundo ocidental, está conectado por meio da língua inglesa. Saber se comunicar nesse idioma pode ser decisivo para a vida profissional e até pessoal.

Dentro do projeto Tecnologia, Educação e Vida, o inglês foi abordado em atividades bem dinâmicas e expostas para toda a comunidade escolar.

 

O painel English Corner foi desenvolvido pela professora de Inglês Cintia Rodrigues, juntamente com a agente educacional Lígia Alves.

 

Professores, alunos e funcionários, em clima de cooperação, confeccionaram o mural.

 

"Esta já é a segunda edição do nosso English Corner. O tema deste foram figuras e frases em inglês. O objetivo foi estimular os alunos a desenvolverem noções de solidariedade, respeito e ajuda aos outros. Aproveitei também para colocar o vocabulário que o 6º ano aprende no primeiro semestre, com os emoticons."     

Cintia Rodrigues - Regente de Língua Inglesa na E.M. Joaquim da Costa Ribeiro

 

 

A professora Marcele Magalhães, regente de Espanhol, desenvolveu um trabalho com bandeiras. A atividade foi feita com os alunos do 7º e 8º anos, que confeccionaram as bandeiras dos países que falam a língua espanhola.

Essa atividade desperta a curiosidade do aluno sobre a localização de cada país, o que pode ser trabalhado em seguida pelo professor de Geografia. 

 

Professora de Espanhol, Marcele Magalhães, Ligia Alves, Agente Educacional e a Embaixadora da Educopédia, professora Cintia Moreira.

 

O Rioeduca parabeniza a todos os professores e alunos da Escola Municipal Joaquim da Costa Ribeiro pelo projeto Tecnologia, Educação e Vida!

 

Professor, entre em contato com o Rioeduca e compartilhe as ações da sua escola!

 

Professora Neilda Silva - Rioeduca 8ª CRE

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: @Prof_Neilda

 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 17/09/2013

Poesia e Atletismo na Escola

Tags: 2ªcre, educaçãofísica.

Os alunos da Escola Municipal Estácio de Sá conheceram a poesia de Vinícius de Moraes e também participaram do projeto Atletas na Escola.

 

Em homenagem ao grande poeta Vinícius de Moraes, a professora Sônia, regente da Sala de Leitura, desenvolveu com os educandos um projeto que os levasse a conhecer e refletir sobre as grandes obras deste famoso autor e compositor.

 

O projeto "Atletas na Escola" visa valorizar os futuros atletas, que podem ser encontrados dentro da escola. A E. M. Estácio de Sá está situada dentro do forte São João, no bairro da Urca, onde se encontra a Escola de Educação Física do Exército, que tem uma grande parceria com a unidade escolar. O objetivo desse projeto é incentivar os alunos a serem atletas do futuro.

 

Homenagem a Vinícius de Moraes

 

O projeto em homenagem a Vinícius de Moraes foi realizado com os alunos do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental durante as aulas da professora Sônia na Sala de Leitura.


Considerado um dos maiores nomes da poesia contemporânea, Vinícius deixou uma forte marca na memória das pessoas com as quais conviveu. E para lembrar os 30 anos da morte do poeta, nada melhor que uma homenagem que proporcione aos educandos o conhecimento da vasta obra deste grande autor e compositor. Os alunos leram e conheceram várias obras de Vinícius e registraram o que aprenderam através de diversas atividades.


Alunos do 1º ano do Ensino Fundamental na Sala de Leitura com a professora Sônia.

 

Alunos trabalhando o projeto sobre Vinícius de Moraes.

 

Atletas na Escola

 

A ideia dessa atividade veio do Projeto “Atletas do Futuro” programa de formação esportiva na escola. Por isso, se chamou “Atletas na Escola” como um evento interno.

 

O projeto "Atletas na Escola" foi realizado com os alunos do sexto ao nono ano do Ensino Fundamental sob a orientação das professoras Maria Luiza e Valéria, regentes de Educação Física.


O Brasil irá sediar, em 2014, a Copa do Mundo de Futebol e, em 2016, as Olimpíadas e Paraolimpíadas. Tendo em vista este cenário esportivo ímpar na história brasileira, o Programa de Formação Esportiva Escolar surge com o objetivo de incentivar a prática esportiva nas escolas, democratizar o acesso ao esporte, desenvolver e difundir valores olímpicos e paraolímpicos entre estudantes da Educação básica, estimular a formação do atleta escolar e identificar e orientar jovens talentos. É um grande projeto que está ocorrendo dentro do nosso país.


Os alunos realizaram as atividades do projeto nas dependências da pista de Atletismo da Escola de Educação Física do Exército, que fica próximo e é parceira da unidade escolar. Os educandos ouviram as orientações dos militares sobre as regras e objetivos da competição e, também, sobre a importância do esporte na vida das pessoas.

 

Alunos ouvindo as regras e os objetivos da competição.

 

Alunos participando das atividades do projeto.

 

Parabéns à equipe da Escola Municipal Estácio de Sá pela realização dos projetos. Agradecimentos à professora Laura Lo Surdo por enviar os relatos ao portal Rioeduca.
 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 Renata Carvalho – Professora da Rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 17/09/2013

Folclore e Cultura

Tags: 7ªcre, projetos.

 

A Escola Municipal Gastão Monteiro Moutinho, situada na Taquara, está desenvolvendo o projeto Folclore. O Projeto Político Pedagógico Para que a Escola nos dê Cidadãos tem como eixo temático,no terceiro bimestre, a Cultura.

 

Empenhadas na manutenção e resgate de práticas culturais aliadas ao PPP: Para que a escola nos dê Cidadãos, a Escola Gastão Monteiro Moutinho pensou na elaboração de um projeto ligado ao folclore. Justamente para complementar o eixo de trabalho do terceiro bimestre, pois não dá para falar de cultura, sem falar na formação do indivíduo, sem que esse tema seja visto dentro da escola.

 

A Escola Gastão Monteiro Moutinho pensou em um projeto diferenciado de Folclore para que, a cada ano, o aluno possa aprender temas diferentes de forma aprofundada. Isto foi pensado devido à sequência de etapas que a criança passa quando dá continuidade na sua progressão escolar em uma mesma unidade .

 

Assim, o planejamento das atividades foi feito considerando a possível  falta de motivação e curiosidade de um percentual dos educandos, que acontece quando há falta de inovação e criatividade em alguns dos projetos educacionais anuais de folclore.

 


 

Objetivos:

 

• Oportunizar ao educando o contato com algumas manifestações da cultura popular e do nosso bairro, cidade, região e país;


• Resgatar, vivenciar e valorizar manifestações da cultura popular brasileira;


• Interessar-se por conhecer diferentes formas de expressão cultural;


• Desenvolver a imaginação através da leitura de lendas folclóricas;


• Incentivar a entender a sabedoria popular e sua influência na vida social;


• Incentivar o gosto pela leitura, arte, música e dança de forma contextualizada;


• Conhecer e resgatar algumas lendas e mitos, inclusive as regionais;


• Estabelecer relação entre o falado e o escrito;


• Conhecer semelhanças e diferenças entre os gêneros da escrita presentes no folclore brasileiro;


• Identificar-se como parte integrante da cultura popular;


• Pesquisar e registrar as diversas manifestações culturais do folclore de cada região;


• Identificar o uso da linguagem formal e informal;


• Trocar ideias e respeitar a percepção do outro;


• Desenvolver a habilidade para pesquisar;


• Desenvolver a atenção, o raciocínio e a criatividade;


• Conscientizar sobre os valores culturais passados pelos mais velhos (herança cultural);


• Conhecer e estudar as lendas, ditos, provérbios, frases de para-choques de caminhão, parlendas, cantigas, trava-línguas etc.;


• Emitir opiniões sobre as lendas do nosso folclore e sobre personagens mitológicas;


• Envolver as famílias nas atividades desenvolvidas na unidade escolar.

 

Educação Infantil: criação do cavalo de pau feito com garrafa pet.

 

A turma de Projeto NCM 7601 pesquisou sobre provérbios.

 

Criação da peteca com folhas de jornal - 3º ano.

 

 

Duração do Projeto:


De 01/08 a 07/10.

 

Pluralidade Cultural: atividade desenvolvida pela professora de Artes Luciane, na turma 1601.

 


Mural do 4º ano a partir de atividades de pesquisa sobre culinária e folclore.

 

Jogo da Velha: atividade de criação do 5º ano.

 

Ações Pedagógicas:

 

• Incentivo à leitura e à escrita;


• Concurso de redação com as turmas de sexto ano;


• Gincana do conhecimento para as turmas de 4º e 5º Anos;


• Feira Literária.

 

O Congresso Nacional Brasileiro oficializou em 1965 que todo dia 22 de agosto seria destinado à comemoração do folclore brasileiro e, assim, criou-se o Dia do Folclore Nacional. É uma forma de valorizar a cultura popular e, também, possibilitar o resgate e preservação da cultura folclórica nacional de geração para geração.

 

A expressão Folclore tem origem em Londres, pelo arqueólogo inglês William John Thomas. Folk-Lore, escolhendo duas velhas raízes saxônicas: "Folk", que significa povo, e "Lore", saber. Forma, dessa forma, "Folklore", até que a reforma ortográfica no Brasil suprimiu a letra k, substituída no caso, pela letra c, originando a forma "Folclore".
 

O trabalho desenvolvido no projeto Folclore pela Escola Gastão Monteiro Montinho é fundamental para o resgate e a preservação da cultura nacional, envolvendo as histórias e personagens folclóricas, brincadeiras, provérbios e tudo mais que vem do povo brasileiro e que imprime a nossa identidade nacional.

 

 PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

 

CONFIRAM NO LINK A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

 

http://portalrioeduca/sobrenos.php


 

Contato:

 

Roberta Vitagliano

é professora da rede municipal

e representante do Rioeduca da 7ªCRE

 

robertavitagliano@rioeduca.net

twitter: @robertacarmina

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share