A A A C
email
Dicas, prática pedagógica, troca de experiências.
Retornando 13 resultados para o mês de 'Setembro de 2015'

Quinta-feira, 17/09/2015

Jornada Histórias Concisas do Rio de Janeiro

Tags: jornada, história, ced.

 

 

 

O Programa de Educação Continuada para Professores da Rede Municipal de Ensino promove a formação para professores regentes do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental, a partir do tema "Histórias da Cidade do Rio de Janeiro em torno dos seus 450 anos".

 

Concomitantemente ao lançamento, pela Secretaria Municipal de Educação, do livro “Rio de Janeiro: histórias concisas de uma cidade de 450 anos”, a Jornada Histórias Concisas do Rio de Janeiro reunirá Professores das universidades parceiras do projeto e os Professores da Rede Municipal de Ensino. A Jornada propiciará aos Professores da Rede conhecer e compreender novas abordagens e perspectivas sobre a história de nossa cidade nas mais diversas épocas históricas, compreendidas pelos artigos presentes na obra. A Jornada compreenderá, também, um ciclo de visitas pedagógicas a sítios históricos da região central da cidade.


O objetivo desta ação é propiciar aos Professores da Secretaria Municipal de Educação, atualização e complementação de seus conhecimentos, contribuindo, desse modo, para uma efetiva qualificação das atividades pedagógicas, de modo a garantir uma educação de qualidade para os alunos do 4º ao 9° anos do Ensino Fundamental.


 

 

A formação para professores prevê as seguintes ações:

 

 - Seis Mesas Redondas Temáticas – com a presença de dezoito palestrantes, professores das Universidades parceiras da SME nesse projeto e professores regentes da Rede:

  • O Rio Colonial;
     
  • Rio: Império e República;
     
  • Rio: diversidade e modernidade;
     
  • O Rio e os projetos civilizatórios: corporeidade, educação, saúde pública;
     
  • O Rio e alguns marcos identitários: São Sebastião, samba, futebol;
     
  • O Rio dentro/fora da margem: ditadura, remoção de favelas, 400 anos.

 - Visitas pedagógicas histórico-culturais, atuando em três circuitos, a saber:

  • Circuito Castelo-Praça XV;
     
  • Circuito Praça Mauá;
     
  • Circuito Lapa-Glória. 
     

 

Discriminação temática das Mesas Redondas a se realizarem no Memorial Getúlio Vargas, com inscrições pela Secretaria Municipal de Educação:

 

 - Mesa Redonda 1: O Rio Colonial - 29/09/2015 (14h às 17h)

  • O Rio de Janeiro Colonial: a cidade, seus territórios, instituições e usos sociais e políticos. Prof.ª Dra. Maria Fernanda Bicalho – Depto. de História – UFF;
     
  • A Guerra da Guanabara: a fundação da cidade e a metáfora da pacificação. Prof. Dr. Paulo Knauss – Depto. de História – UFF;
     
  • O Rio de Janeiro Continua Índio. Prof. Dr. José Ribamar Bessa Freire – UERJ/UNIRIO.
     


 - Mesa Redonda 2: O Rio Império e República - 30/09/2015 (14h às 17h)

  • O Rio de Janeiro Imperial. Profª. Dra. Adriana Barreto de Souza – Depto. de História e Relações Internacionais – UFRRJ;
     
  • Da Aldeia do Mal ao Risco Ambiental: breves apontamentos para uma história concisa das favelas cariocas - Prof. Dr. Rafael Soares Gonçalves – Depto. de Serviço Social – PUC-Rio;
     
  • A Cidade-Corte: O Rio de Janeiro no tempo do Rei (1808-1822). Prof. Dr. Sérgio Hamilton da Silva Barra - Depto. de História – PUC-Rio.
     


 - Mesa Redonda 3: Rio: Diversidade e Modernidade - 01/10/2015 (14h às 17h)

  • Uma Capital Toda Prosa: a invenção da belle époque carioca. Prof. DR. Leonardo Affonso de Miranda Pereira - Depto. de História – PUC-Rio;
     
  • Entre Praias e Avenidas: um Rio de modernidades. Profª. Dra. Julia O’Donnell - Depto. de História – PUC-Rio;
     
  • Política, Cultura e Desenvolvimento Urbano no Rio de Janeiro das Décadas de 1960 e 1970. Prof. Dr. Luís Reznik – Dept. de Ciências Humanas da UERJ.
     

 

 

Discriminação temática das Mesas Redondas a se realizarem no Museu de Arte do Rio/MAR, com inscrições pelo MAR, a partir de 01/10/2015, pelo site:

 

Escola do Olhar_ Jornada Histórias Concisas do Rio de Janeiro


 

Mesa Redonda: O Rio e os projetos civilizatórios: corporeidade, educação, saúde pública - 21/10/2015 (14h às 17h)

 

  • O regente, o avaliador e o escravo: uma história do corpo na Corte carioca ou um olhar sobre a existência. Prof. Dr. Luciano Rocha Pinto – CIEP Graciliano Ramos (E/SUBE/4ªCRE);
  • As ‘Escolas do Imperador’ (1870-1877): um capítulo fundamental das histórias da educação pública carioca. Prof. Dr. Márcio Martins Costa Brigeiro – E. M. Gonçalves Dias (E/SUBE/1ªCRE);
     
  • Higienizar e civilizar: a campanha sanitária no Rio de Janeiro. Prof. Me. Vinck Vitório Ribeiro de Carvalho – E. M. Almte. Newton Braga (E/SUBE/5ªCRE).


Mesa Redonda: O Rio e alguns marcos identitários: São Sebastião, samba, futebol – 22/10/2015 – (14h às 17h)

 

  • O Rio de São Sebastião. Prof. Me. Vinícius Miranda Cardoso – E. M. Jacques Raimundo (E/SUBE/8ªCRE);
  • Uma leitura crítica do Samba. Prof. Me. Altair Caetano – professor de Geografia da E. M. Barão de Santa Margarida (E/SUBE/9ªCRE);
     
  • Quando a América do Sul conheceu o Rio: a cidade e a organização do sul-americano de seleções de 1919. Prof. Fábio de Jesus de Carvalho – E. M. Mendes Viana (E/SUBE/5ªCRE).

 

Mesa Redonda 3: O Rio dentro/fora da margem: ditadura, remoção de favelas, 400 anos – 23/10/2015 (14h às 17h)

 

  • Três edifícios e uma ditadura: histórias ocultas da Rua México. Prof. Me. Diego Knack – E. M. Anísio Teixeira (E/SUBE/11ªCRE);
     
  • Descobrindo a Vila Kennedy. Prof. Carlos Leandro do Carmo Souza – E. M. Manoel Porto Filho (E/SUBE/10ªCRE);
     
  • O Rio faz 400 anos. Prof.ª Lilian Salomão Moreno – CIEP Pedro Varela (E/SUBE1ªCRE).

 

 

Locais de encontro das Visitas Pedagógicas Histórico-Culturais

 

As visitas visam aproximar o cidadão da história de sua cidade, conhecendo perspectivas e histórias associadas às ruas, monumentos e edificações, contribuindo para o sentimento de pertencimento e valorização do patrimônio da cidade. 

 

Circuito Castelo-Praça XV – 19/09/2015 (10h às 12h30min) Local de encontro: Academia Brasileira de Letras – Av. Presidente Wilson, 203, Castelo. 


Circuito Praça Mauá – 17/10/2015 (10h às 12h30min) Local de encontro: Museu de Arte do Rio/MAR – Praça Mauá, nº 5, Centro. 


Circuito Lapa-Glória – 07/11/2015 (10h às 12h30min) Local de encontro: Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro/IHGB – Av. Augusto Severo, nº 8, Lapa. 

 

 

Podem fazer a inscrição, nos links acima: Professores I e II, Coordenador Pedagógico e Professores de Salas de Leitura.


 

Os endereços são: 

  • Memorial Municipal Getúlio Vargas - Praça Luís de Camões – Glória (próximo ao Hotel Glória e a Rádio Globo).
  • Museu de Arte do Rio – MAR – Praça Mauá, nº 5 – Centro


 

Responsáveis pelo projeto e organização:

Ilmar Rohloff de Mattos
Jaime Pacheco dos Santos
Maria de Fátima Cunha
Roberto Anunciação Antunes

E/SUBE/CED
E/SUBE/CED/CT
E/EPF

Contato: formacao.ced@rioeduca.net
 

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 15/09/2015

Essa Geração Conectada... Entrevista com Andréa Ramal

Tags: entrevista, professor, família.

 

 

A Professora Andrea Ramal nos concedeu uma entrevista bem interessante sobre o uso da Internet e como podemos orientar nosso aluno neste novo (ou nem tão novo) meio de comunicação. 

 

Andrea Ramal é educadora e escritora. Desde cedo se dedica à educação, e tem uma visão muito clara e objetiva sobre essa geração conectada. Vale a pena ler a entrevista!

 


RIOEDUCA - Como podemos mudar a sala de aula para ensinar essa geração conectada?

ANDREA RAMAL: A geração conectada tem como característica a necessidade de interação. Por isso, trazer tecnologias para a sala de aula é uma forma possível de atrair o interesse dos estudantes e para facilitar o aprendizado. Mas nem sempre as escolas têm estes recursos. A saída nesse caso é tornar a sala de aula mais interativa, mesmo sem computadores. Como? Permitindo que os alunos se expressem, fazendo trabalhos em grupo e dinâmicas e tornando a relação entre professores e alunos mais próxima e repleta de diálogo.

 

RIOEDUCA - Qual a reflexão que a família deve ter sobre o uso da internet ?

ANDREA RAMAL: Você deixaria seu filho andar sozinho numa grande cidade onde não conhece ninguém? Certamente não. A internet é exatamente isso. Há muitas coisas boas, como acesso a conhecimento e possibilidades de interação, mas também há riscos, como invasão de privacidade, perfis e notícias falsas, ataques, abusos e difamações. Os pais precisam estar atentos: ver quais sites e redes sociais os filhos frequentam, o conteúdo dos videogames e as mensagens que são postadas. Tudo isso sem desrespeitar a privacidade dos filhos. Por exemplo: invadir celular ou facebook do filho sem a sua permissão não é correto.

 

RIOEDUCA - Quais são as novas habilidades e competências que um Professor deverá trabalhar com esse aluno conectado?

ANDREA RAMAL: O professor precisa ser uma espécie de arquiteto da aprendizagem, pois para cada aluno haverá uma trilha de aprendizagem específica. Além disso, precisa saber dinamizar a inteligência coletiva, ou seja, estimular o intercâmbio e a troca de ideias e conhecimentos entre todos. Precisa também ser um educador, preocupado com a formação ética, para formar cidadãos conscientes que saibam se posicionar de forma crítica no mundo.

 

 

RIOEDUCA- Sabemos que o nosso aluno não aprende somente dentro da escola. Como podemos mediar esse aprendizado com tantas informações diferentes?

ANDREA RAMAL: Cabe aos pais fazer as pontes entre o que a escola ensina e o que o filho aprende fora. Muito diálogo em casa, formação de hábitos de leitura e programas culturais, como cinema, museus ou teatros, ajudam muito a formar uma pessoa com a mente aberta e antenada para a realidade de hoje. Os pais precisam lembrar que a escola pode fazer uma parte da educação, mas nunca poderá substituir a formação familiar, sobretudo em hábitos e valores.

 

RIOEDUCA- As redes sociais nos permitem interagir com mais pessoas e ter acesso a mais informações. Como a escola pode ajudar esse aluno a cuidar de sua privacidade e de sua segurança?

ANDREA RAMAL: A educação para os meios já deveria fazer parte do currículo da escola - como acontece em outros países. Nessa aula, os alunos poderiam aprender o que pode e o que não deve ser feito nas redes sociais e na internet. Há crianças que postam comentários agressivos por brincadeira, mas na verdade, estão cometendo crimes, como calúnia ou racismo. Elas precisam ter consciência do que isso significa e das consequências que pode trazer para outros e para si mesmos.


 


 

 

Andrea Ramal é autora de “Redação Excelente - Para Enem e Vestibulares” (Grupo Gen) e “Como fazer de seu filho uma história de sucesso” (LTC), entre outros livros. Lecionou desde a alfabetização ao ensino médio e na educação de jovens e adultos. Doutora em Educação pela PUC-Rio, implementou programas de formação de professores e gestores escolares em diversos países. Comenta temas de educação no programa "Encontro com Fátima Bernardes". Atua na produção de recursos digitais para o ensino superior. Nas horas vagas gosta de curtir seus cães, praticar esportes e tocar violão, compondo sambas e MPB.

 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 14/09/2015

Informativo MultiRio - 14 de setembro

Tags: informativomultirio.

 

 

Multirio | News Ascom

MultiRio Siga-nos no Twitter

O Mochileiro do Futuro estreia na MultiRio

É possível voltar no tempo? A nova série da MultiRio mostra as aventuras de um jovem que encontra um par de óculos futurista e, ao colocá-lo, embarca em uma viagem ao passado. Por meio de imagens e gravações históricas, a produção aborda importantes revoltas populares que ocorreram no Brasil. O primeiro episódio volta a 1910, quando marinheiros insatisfeitos com os maus-tratos se rebelaram em um movimento que ficou conhecido como Revolta da Chibata. O Mochileiro do Futuro vai ao ar nesta terça-feira (15), às 19h30, no canal 26 da NET, e na quarta-feira (16), às 14h30, na BandRio.

Estreia de Como Assim? promove encontro de gerações

Ideias, valores e comportamentos que fazem parte do cotidiano são temas do debate que reúne jovens e adultos. Com transmissão ao vivo e apresentação de Vera Barroso, a nova série Como Assim? busca estabelecer um espaço de diálogo entre gerações em torno de assuntos também do interesse dos jovens, dando voz ao público-alvo da produção. O telespectador pode contribuir para o debate por meio dos canais de participação. Pelo Twitter, a interação acontece também durante os dias anteriores ao programa. O primeiro episódio aborda a ideia de família e as transformações que vêm ocorrendo, nas últimas décadas, nas relações familiares. Como Assim? estreia na sexta-feira (18), às 14h, na BandRio.

Participe de Como Assim? por meio dos seguintes canais:

Telefone: (21) 2535-4408
WhatsApp: (21) 98909-1488
E-mail: comoassim@multirio.rio.rj.gov.br
Twitter: @comoassim2015

Palácio Guanabara de Portas Abertas

Desde janeiro de 2015, a sede do governo do estado, em Laranjeiras, oferece visitas guiadas ao público.

Siga-nos no TwitterA MultiRio não tem um perfil oficial no Facebook. Informações sobre a Empresa você encontra no Portal MultiRio e na nossa página no Twitter. Se você já faz parte desta rede social, seja um seguidor: twitter.com/multirio
MultiRio

RIO PREFEITURA | EDUCAÇÂO |
MULTIRIO

Secretaria Municipal de Educação
MultiRio - Empresa Municipal de Multimeios

Para não receber mais este informativo,
envie e-mail para multiriocomunica@multirio.rio.rj.gov.br.

Tel: 1746/Fora RJ: (21) 3460-1746 • ouvidoria.multirio@rio.rj.gov.br

Receba nossa newsletter.

 

 

 

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 10/09/2015

Informativo MultiRio - 10 de setembro

Tags: informativomultirio.

 

 

Multirio | News Ascom

MultiRio Siga-nos no Twitter

Programa da MultiRio ‘apresenta’ esportes da Rio 2016

Na contagem regressiva para os Jogos Olímpicos de 2016, o Portal MultiRio disponibilizou todos os episódios da série Tem Jogo! na sua Videoteca. A produção, que estreou neste ano, conta com três jovens repórteres entrevistando atletas profissionais de modalidades olímpicas e paralímpicas. Hóquei sobre grama, goalball, vela, paracanoagem, badminton, tênis de mesa paralímpico e rúgbi em cadeira de rodas estão entre as modalidades abordadas em cada episódio.

Alunos protagonizam programa da MultiRio Web Rádio

Nesta sexta-feira (11), Escola Show de Bola apresenta trabalhos desenvolvidos por jovens da Escola Municipal Brasil, em Olaria, zona norte do Rio de Janeiro. O quadro Papo Dez traz uma conversa entre os alunos e o escritor mineiro Júlio Emílio Braz, autor de Coisas que a gente gostaria de dizer. Ele fala sobre os desafios da profissão, revela seus temas preferidos e comenta suas inspirações. Escola Show de Bola vai ao ar às 9h20, 13h20, 17h20 e 21h20, na Web Rádio.

Pelada de futebol é marca registrada do Rio

Espaços destinados a jogos entre amadores reforçam a tese de que a modalidade teve origem na cidade. Leia no Portal MultiRio.

Siga-nos no TwitterA MultiRio não tem um perfil oficial no Facebook. Informações sobre a Empresa você encontra no Portal MultiRio e na nossa página no Twitter. Se você já faz parte desta rede social, seja um seguidor: twitter.com/multirio.
MultiRio

RIO PREFEITURA | EDUCAÇÂO |
MULTIRIO

Secretaria Municipal de Educação
MultiRio - Empresa Municipal de Multimeios

Para não receber mais este informativo,
envie e-mail para multiriocomunica@multirio.rio.rj.gov.br.

Tel: 1746/Fora RJ: (21) 3460-1746 • ouvidoria.multirio@rio.rj.gov.br

Receba nossa newsletter.

 

 

 

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share