A A A C
email
Retornando 25 resultados para o mês de 'Setembro de 2016'

Quarta-feira, 21/09/2016

Dia da Conscientização da Inclusão na E.M. Azerbaijão

Tags: 7ªcre, projetos.

 


 

O Dia da Conscientização da Inclusão, Dia I,  aconteceu no dia 27 de julho  em todas as unidades escolares da rede municipal.  A Escola Municipal Azerbaijão, inaugurada este ano, desenvolve atividades de inclusão desde o início e  realizou uma semana especial dedicada à inclusão escolar, por ocasião do DIa I.

 

A Escola Municipal Azerbaijão atende ao primeiro segmento do Ensino Fundamental, contemplando em 2016 a uma clientela do 1º ao 5º ano e uma turma do Ensino Especial, de alunos com Deficiência Intelectual.

 

            A aluna  Manuela Arantes, da Classe Especial .

 

Em diversas classes regulares, o trabalho de inclusão já vem sendo realizado desde março, quando a escola foi inaugurada, à medida em que há alunos com necessidades especiais integrados, criando assim uma vivência constante e um aprendizado mútuo contínuo e favorecendo as relações interpessoais e sociais que contribuem para o processo ensino-aprendizagem.

 

                                                               Mural coletivo na E.M. Azerbaijão.
 

Durante o período letivo, toda a escola se manteve unida em um mesmo propósito, visando alcançar êxito no trabalho de inclusão, fomentando o respeito às diferenças individuais.

 

                                                               Cartazes produzidos pelo 5º ano.
 

É visível o comprometimento docente em realizar um trabalho eficiente, adaptando atividades, trazendo novidades e compartilhando metas, bem como trocas de experiências que sirvam de suporte à conscientização inclusiva.

Não só há a integração de alunos de salas regulares. Os alunos da Classe Especial da Escola Azerbaijão  também estão inseridos no contexto escolar. Eles participam das aulas de Educação Física junto com outras turmas, favorecendo sua integração e aceitação. Esse convívio beneficia a todos e traz alegria e satisfação.

 

                                          Alunos realizando atividades envolvendo o tema inclusão.
 

Na sala de leitura, ambiente cujo projeto “OLIMPISMO” enfoca valores olímpicos e paralímpicos para a escola, os alunos da Classe Especial ouvem histórias e trocam experiências e são desafiados a participarem de tudo que lhes é proposto.

 

                                      Trabalhos das turmas envolvendo os valores paralímpicos.
 

Por ser uma escola nova para todos, o espaço é de conhecimento e de reconhecimento e já começamos a perceber grandes avanços na perspectiva de inclusão, porém ainda há obstáculos e barreiras que ainda temos que superar. Mas como a equipe mostra-se unida, trabalhando com determinação e respeito ao próximo, favorecendo as relações da amizade, acreditamos que não faltará inspiração e coragem para seguir em frente e alcançar a excelência que é o objetivo de todos.


                                                      A SEMANA DE INCLUSÃO

 

Em nossa semana de inclusão, promovemos nas turmas a leitura do livro “O meu amigo Paulinho”, de José Carlos Serrano Freire. A história traz à tona a ideia de diversidade e de amizade vista pelos olhos do amigo do “Paulinho”, que é um cadeirante. Com esse tema, as crianças foram instigadas a refletir e debater sobre as diferenças individuais que nos tornam iguais e a respeitá-las.


O filme PARATODOS, que já havia sido exibido para os alunos do 5º ano no mês de junho, voltou à tela da Sala de Leitura com o episódio do Atletismo e mais uma vez foram evocados os valores paralímpicos: determinação, coragem, igualdade e inspiração.

 

                                             Leitura  da história Paulinho para todos os alunos.
 

Refletiram sobre a frase citada no documentário pelo diretor do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons: “Se você olhar a pessoa e ver o potencial que ela tem ao invés do que ela não consegue fazer, você perde a visão do coitadinho”.

 

           Aluno incluído Ryan Tenório de Oliveira,do 5º ano, fazendo o I de Inclusão em libras.
 

 

Nas salas de aula, a proposta foi de que os alunos desenhassem em corações a si próprios e um amigo especial.

Foram confeccionados murais olímpicos, trabalhando os valores paralímpicos e um mural com recortes pintados do contorno das mãos de todos os alunos da escola, convergindo a ação que já fora desenvolvida no projeto da Sala de Leitura com o Dia I.

 

   Mural com corações feitos pelos alunos : eu e um amigo especial.

 

O DIA I

Todos os corações desenhados nas salas de aula foram unidos na montagem de um lindo mural com a frase: “SOMOS TODOS IGUAIS NAS DIFERENÇAS”.


Todos os alunos foram reunidos no pátio da escola, recebendo a visita do ex-aluno da rede, Rogério Gomes, com síndrome de down, formado no Ensino Médio e que trabalha em uma rede de restaurantes muito conhecida na área próxima à escola. Por isso, muitos alunos já o conheciam. Rogério participou de um debate em que pôde contar muito sobre suas experiências e ainda respondeu a curiosidades das crianças.

 

 

Da esq, p/direita: Rogério Gomes (ex- aluno da rede), profª da Classe  Especial Lilian Fortunato e a diretora adjunta Carla Ventura.

 

 

 

      Ao centro, o ex aluno da rede municipal Rogério Gomes que conversou com os alunos.

 

A unidade escolar recebeu  ainda a visita de pais de alunos da Classe Especial para assistir a este momento, que terminou de forma muito alegre. Todos queriam fotografar com o Rogério, reproduzindo, em libras, o I de Inclusão.

 

                                 Responsável pela aluna Manuela presente no Dia I pela Inclusão.
 

Acreditamos que o Dia  I pela Inclusão tenha sido proveitoso para todos os envolvidos e que, na verdade, tenha sido um momento marcante de tudo que já foi trabalho no contexto de Educação Inclusiva durante o primeiro semestre na Escola Azerbaijjão.

                                                                                           

                                                                                                   Texto original de Lilian Ferreira e  Lilian Fortunato.

 

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!
 

 

Blog da E.M. Azerbaijão:

http://escolaaz.blogspot.com.br/

Contato da E.M. Azerbaijão:

emazerbaijao@rioeduca.net

Contato para publicações:

Roberta Vitagliano - Representante Rioeduca 7ª CRE

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 
 
 
 

   
           



Yammer Share

Terça-feira, 20/09/2016

Programa Autocuidado na E.M. Comandante Arnaldo Varella

Tags: 6.ªcre, autocuidado nas escolas, pse.

 

 

A Escola Municipal Comandante Arnaldo Varella vem desenvolvendo com os alunos do Peja e do 6.º ao 9.ºano, desde o primeiro semestre, várias atividades focadas na prevenção de doenças e na atenção e promoção da saúde.

 

O projeto Autocuidado nas Escolas é uma parceria entre as Secretarias de educação, de Saúde e de Desenvolvimento Social

 

Os projetos “Saúde Nota 10”, realizado com os alunos do Peja (Programa de Jovens e Adultos), e o “Olímpiadas da Arnaldo Varella”, destinado aos estudantes do 6.º ao 9.º ano, fazem parte do programa “Autocuidado nas Escolas”. Ele pertence ao PSE Carioca – Programa Saúde na Escola – e pretende contribuir para a formação integral dos alunos, por meio de atividades voltadas para a prática de atividades físicas, alimentação saudável, saúde bucal, cuidados com a pele, garantia de direitos e prevenção de doenças e violência.

 

O Saúde Nota 10 ocorreu em maio deste ano e surgiu da iniciativa dos professores de Educação Física do Peja, Rodrigo Lima e Gislene Amaro, ao perceberem a necessidade dos alunos em entenderem melhor o funcionamento do próprio corpo e também para estimulá-los a buscarem uma melhor qualidade de vida. Para viabilizar o projeto foi estabelecida uma parceria da escola com a Clínica da Família Chrisóstomo Pimentel de Oliveira e com a equipe do PSE da 6.ª Cre.

 

Palestra realizada com os alunos do Peja sobre o autocuidado

 

Avaliação Antropométrica

 

Os alunos assistiram a uma palestra onde ficaram sabendo a importância da avaliação antropométrica, uma das formas mais utilizadas para mensurar o percentual de gordura. A equipe da Clínica da Família, com a ajuda dos professores de Educação Física, fez a aferição do abdômen, peso, altura, pressão arterial, nível de estresse e IMC (Índice de Massa Corporal) de cada estudante. Todos os dados foram anotados no Cartão Saúde Nota 10. Uma reavaliação foi marcada para daqui a alguns meses.

 

O projeto Olimpíadas da Arnaldo teve início no primeiro semestre e estará acontecendo durante todo o ano de 2016. Foi organizada pela equipe de professores da Educação Física das turmas de 6.º ao 9.ºano – Fernanda G. da Silva, Gislene Amaro e Rodrigo Lima - e teve por objetivo proporcionar aos alunos vivências esportivo-culturais no ano dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

 

Torneio de Futsal e Handebol

 

As atividades foram iniciadas, em abril, com um Torneio de Futsal e Handebol realizado com todas as turmas do Ensino Fundamental. Em junho realizaram a Corrida Olímpica, um evento externo que ocorreu no Condomínio da Marinha e teve o apoio de toda a comunidade escolar. O ano olímpico será encerrado com apresentações de danças típicas dos países que participaram dos Jogos Olímpicos. 

 

“Nessas atividades há o trabalho dos valores olímpicos e paraolímpicos com os alunos, pois acreditamos que o esporte é um bom caminho para mudanças positivas na vida de nossos alunos”, relatou um dos professores de Educação Física.

 

Corrida Olímpica

 

Para melhorar a saúde é preciso pensar sobre seu estilo de vida atual e adotar hábitos saudáveis. Isso é autocuidado: olhar para si, observar e escolher ações e formas para cuida da sua saúde. A equipe da Clínica da Família e os professores da E. M. Comandante Arnaldo Varella estão trabalhando de forma efetiva para que os alunos se informem e se sintam motivados a realizar esta mudança.

 

Cada um é responsável pelas transformações na sua vida e na sua saúde. Cada um conhece sua própria situação, sabe o que precisa para se sentir bem e o que ajuda ou atrapalha os processos de mudança. Mas você pode e deve procurar ajuda! Os profissionais da saúde e da educação podem te auxiliar!

 

Autocuidado é qualidade de vida! Torne-se um parceiro ativo e corresponsável no processo de atenção à sua saúde!

 

Quer saber um pouco mais sobre as atividades realizadas pela E. M. Comandante Arnaldo Varella com seus alunos? Entre em contato com eles e fique conhecendo as diversas atividades realizadas por este grupo de professores extremamente competentes e dedicados à educação carioca!

 

E.M. Comandante Arnaldo Varella / (21) 3358-1092
E-mail: emvarella@rioeduca.net

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 19/09/2016

Re(significar)

Tags: 10ªcre, classe especial.

 

 

 

 

Projeto ‘(Re)significar’ desenvolvido com Classe Especial envolve professores e direção da Unidade Escolar.

 

A E/CRE (10.19.210) CIEP Alberto Pasqualine está localizado à Rua Cilon Cunha Brum, s/n° – Conjunto Urucânia – Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro. A Unidade Escolar atende atualmente alunos da Pré-Escola ao 5° ano e tem como diretora, a professora Mônica Roumillac Soares de Mello, como diretora adjunta, a professora Patrícia dos Santos Madela, e como Coordenadora Pedagógica, a professora Adriana Ferreira Vieira Santos.

O projeto envolve o trabalho com materiais recicláveis, inserido no tópico desenvolvimento de pensamento crítico e meio ambiente, um dos pontos trabalhados em 2016 no Projeto Pedagógico da escola.

Com a realização dos jogos Rio 2016, foi possível incluir na grade, a temática olímpica nos trabalhos, assim como realizar um trabalho interdisciplinar com os professores de Educação Física.

O projeto foi realizado com alunos da Classe Especial da Professora Marilu, como desenvolvimento de pesquisa artística que é realizado desde o início do ano.

 

Trabalho do aluno Gerson – Classe Especia - Trabalho com guache, lápis e ampliação.

 

O trabalho foi realizado com a utilização de materiais simples como papel, lápis, tinta guache e rolos de papelão. Durante o ano, nas aulas de artes foram criadas condições de curiosidade artística e experimentação de materiais em diversos materiais (papéis lisos, texturizados, superfícies, etc) além de apresentação de fotos e vídeos de trabalhos diversos utilizando técnica semelhante).

Após essa fase de desenvolvimento de pesquisa, os alunos realizaram os próprios trabalhos. Como base, foram utilizado papelão e papel 40kg, onde cada aluno (ou dupla de alunos) utilizou técnica mista para preparar a base e os rolos de papel higiênico foram cortados e colados na superfície de maneira a criar pequenos quadros, intimistas e para ser vistos de perto pelo observador.

 

Coroa de louro – alunos Vinicius e João. Turma Classe Especial.

 

A Olimpíada no Rio foi um tema utilizado pelos alunos nas imagens executadas como os anéis olímpicos e a coroa de louros.

Alguns alunos se organizaram em duplas, de modo que cada um ficou encarregado de realizar uma parte do trabalho: enquanto um trabalhava o fundo, o outro trabalhava o plano principal e a dupla realizava a montagem.

Vale destacar que os alunos tiveram um senso de observação surpreendente ao criar formas simplificadas e de uma observação extremamente original.

 

Flor. Aluna Joyce. Classe Especial.

 

— O trabalho realizado pelo professor Carlos Guilherme é excelente. Todos os alunos da Classe Especial adoram o trabalho, que é desenvolvido com muita dedicação, paciência e carinho. — afirma a diretora Monica

 

Quer saber mais sobre o projeto?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (10.19.210) CIEP Alberto Pasqualine
Telefone: 3395-3419 
Email: ciepalbertop@rioeduca.net


 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 16/09/2016

Eu Gosto de Ler!

Tags: 9ªcre, projeto, leitura.

 

 

 

A Sala de Leitura da Escola Municipal Rubens de Farias Neves estimulou o gosto pela leitura e o amor aos livros através do projeto “Eu Gosto de Ler!”.

 

 

O projeto “Eu Gosto de Ler!” foi Idealizado pela professora Valéria, da Sala de Leitura, em parceria com a professora Lilia, de Música, e a professora Shirley, Coordenadora Pedagógica. Contou ainda com o total apoio do Diretor, professor Victor Hugo, e da Diretora Adjunta, professora Marcia Vidal. O projeto teve como objetivo fazer com que os alunos escrevessem sobre o amor deles pelos livros e também de continuar estimulando nos alunos o hábito da Leitura.

 

A professora Valéria com as alunas Raíssa Sales e Mariana Balbino.

 

O aluno Alessandro Amado e seu textto.


O projeto foi desenvolvido com os alunos da Unidade, no período de julho a agosto de 2016. Durante as visitas dos alunos à Sala de Leitura, a professora os estimulava a escrever sobre o amor aos livros. Os depoimentos mais criativos foram escolhidos pelas Professoras Valéria, Lilia e Shirley. Os vencedores foram os alunos: Alessandro Amado (Turma 1705), Raissa Sales (Turma 1803) e Mariana Balbino (Turma: 1804). Cada aluno ganhou um kit com 3 livros.

 

 

“Eu gosto de ler, porque eu viajo pelo mundo nas palavras mais bonitas de um livro, me jogo vagarosamente sobre ele e leio lindas frases e palavras, quando acabo de ler eu sinto uma forte emoção que quase me arranca o coração, quero ler muito mais e viajar também, como eu adoro ler!”

Alessandro Amado – Turma 1705

“Eu adoro ler. É algo incrível, é renovador. Sabe aquele momento único, aquela paz que te abraça a partir do momento em que se abre o livro. Amo ler, porque é algo que me inspira a ler mais e mais. Amo ler, porque me faz o que eu sou sempre. Me faz ser eu mesma. Sempre amei ler, é algo que inspira a amar, a viver, a tudo! Então, por que amo ler? Porque ler é viver, é conhecer, é ser.”
Raíssa Sales – Turma 1803

“Eu amo ler, porque me faz viajar e imaginar mundos diferentes, mas é aquele mundo de imaginação que me fez refletir e sonhar. A leitura me fez ir além, além do que eu seria capaz de ir. Ler me trouxe uma das melhores coisas que uma criança pode ter, que é a imaginação e é aquela imaginação de viver em um mundo completamente diferente, aquele mundo perfeito que só você sabe.”
Mariana Balbino – Turma 1804

 

 

Contato com a escola pelo telefone 3394-1458 e 3364-7528, pelo e-mail emrneves@rioeduca.net ou pelo blog da U.E.

 

 

 


 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Rita Faleiro Ver Comentários (0)