A A A C
email
Retornando 23 resultados para o mês de 'Setembro de 2017'

Quarta-feira, 20/09/2017

Meu Mundo, Muitas Histórias: Diversidade Cultural!

Tags: 8ªcre, diversidade, edi, educação infantil.

 

Não é preciso aguardar o dia 19 de abril para abordar a temática do índio no Brasil. A riqueza da cultura indígena pode e deve ser conhecida durante todo ano! Foi assim no Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Maria Cecília Ferreira, uma experiência muito especial para todos os participantes.

 

 

A cultura indígena sempre esteve presente na história do Brasil e influencia constantemente as tradições do País, isso torna importante que a escola promova momentos de contato com as tradições e contribuições culturais do índio brasileiro.

Essa iniciativa proporciona aos alunos não só maiores oportunidades de conhecer e entender o processo de construção do País, mas também como compreender a história indígena do passado e do presente, conhecendo seus desafios e lutas, inclusive os aspectos positivos dessa população em relação à riqueza da cultura brasileira.

Desde os anos iniciais a temática indígena é abordada nas escolas. Geralmente o tema é apresentado nas comemorações do dia 19 de abril, mas no Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Maria Cecília todo o 2º bimestre foi dedicado às aprendizagens ligadas à Cultura Indígena.

 

 

Durante todo o segundo bimestre os alunos do EDI Professora Maria Cecília mergulharam na cultura indígena. A temática contagiou toda a unidade escolar, fazendo assim uma viagem na diversidade do nosso país.

O momento de grande importância no projeto foi a visita de dois índios da tribo Ticuna, do Amazonas. Os dois índios passaram o dia fazendo atividades com as crianças. Eles cantaram, representaram e fizeram pinturas no rosto das crianças, assim como fazem com os pequenos índios de suas tribos.

Os alunos observaram os instrumentos de caça e pesca dos índios e a curiosidade os fez participar atentamente de cada etapa desse projeto tão especial para todos!

 

"Mais que aprender, nós vivemos, experimentamos! Partilhamos carinho e afeto. Viva o povo indígena! Viva o EDICeci!" 

                                                                                                          Professor Bruno Rossato - Diretor do EDI Professora Maria Cecília

 

 

Trazer para as unidades escolares o conhecimento sobre o índio, suas vivências, suas necessidades e anseios é um movimento que visa trazer à compreensão da diversidade de nosso povo. 

As questões do índio no Brasil estão intimamente ligadas à preservação do ambiente. As atividades desenvolvidas no EDI Maria Cecília no projeto deram enfoque à conscientização do fazer diário de cada um visando o cuidar com a natureza.

O projeto "Meu Mundo, Muitas Histórias: Unidos pela Diversidade Cultural" foi uma grande oportunidade para alunos e professores e a visita dos índios Ticuna tornou esse momento ainda mais especial.

 

 

 

"Qualquer vida é muita dentro da floresta

Se a gente olhar de cima, parece tudo parado

Mas por dentro é diferente

A floresta está sempre em movimento

Há uma vida dentro dela que se transforma sem parar.

Vem o vento

Vem a chuva

Caem as folhas

E nascem novas folhas

Das flores saem os frutos

E os frutos são alimentos

E os frutos são alimentos

Os pássaros deixam cair as sementes

Das sementes nascem novas árvores

E vem a noite

Vem a lua

E vem as sombras que multiplicam as árvores

As luzes dos vagalumes são estrelas na terra

E com o sol vem o dia

Esquenta a mata

Ilumina as folhas

Tudo tem cor e movimento."

                                                                                                     (Poema de um índio Ticuna) 

 

 

O Rioeduca parabeniza a equipe do EDI Professora Maria Cecília pela realização do projeto!

 

 

 

Para conhecer mais um pouquinho do EDI Professora Maria Cecília, visite a página no Facebbok: 

https://www.facebook.com/profile.php?id=100012780048879

 

Contato: edimferreira@rioeduca.net

 

Entre em contato com o Rioeduca e compartilhe as ações da sua escola!

 

 

 

*Fonte: http://pprecisa.blogspot.com.br/2011/12/poema-de-um-indio-ticuna.html


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 19/09/2017

Mais Educação na E. M. Finlândia

Tags: 7ªcre, projetos.

 

Com atividades significativas e diferenciadas, o projeto Mais Educação na Escola Municipal  Fiinlândia está estimulando o aprendizado dos alunos.

 

A partir do Programa Novo Mais Educação, que amplia a jornada escolar das crianças e adolescentes em cinco horas semanais, a E. M. Finlândia elaborou uma proposta pedagógica dinâmica, alegre e cativante que tem como objetivo principal promover a integração entre as experiências dos alunos e a construção significativa dos conhecimentos. Uma das atividades propostas envolveu o aprendizado a partir do conhecimento da história dos cupcakes.

 

 Alunos confeccionaram o chapéu de mestre cuca para as atividades envolvendo o tema cupcake.

 

O processo de formação das turmas iniciou com uma reunião entre os Professores de Língua Portuguesa e Matemática que indicaram alunos, tanto com dificuldades cognitivas quanto aqueles que necessitam de maior apoio quanto à relação interpessoal.

Atualmente o projeto Mais Educação da Escola Municipal Finlândia tem 4 turmas com uma média de 20 alunos em cada. As atividades acontecem  com dois facilitadores indicados pela comunidade. O acompanhamento pedagógico ocorre com todo o planejamento e atividades elaboradas pela Equipe de Direção.

 

Proposta de Atvidade : Aprendendo a partir do cupcake

 

Como exemplo de atividade significativa, os alunos assistiram  ao vídeo da origem do cupcake, confeccionaram chapéu de Mestre Cuca e foram realizadas atividades interdisiciplinares envolvendo conteúdos relativos às faixas etárias atendidas. 

1ª Atividade: Assistir aos vídeos da origem do cupcake e confecção de chapéu de Mestre Cuca.

 

  Exibição dos vídeos sobre a origem dos cupcakes.

 

 

 

 

 

2ª Atividade: Confeitando o cupcake (Confeitando o bolinho individualmente e em grupo. Concurso)

 

Confeitando os cupcakes.

 

Concurso entre os alunos.

  

3ª Atividade: Desdobramento (Atividades interdisciplinares)

 

Realização de atividade escrita  a partir da origem dos cupcakes.

 

 

Atividade interdisciplinar  escrita sobre os cupcakes.

 

4ª Atividade: Relacionando preços (relacionando custos e trabalhando com o sistema monetário)

 

A partir dos ingredientes dos cupcakes, análise de preçós, custos e sistema monetário.
 

 

Os alunos do projeto Mais Educação na E. M. Finlândia são avaliados cotidiana e individualmente através da realização das tarefas, comunicação, comprometimento e envolvimento nas ações coletivas e atividades propostas. O desenvolvimento das atividades partem de situações concretas e das vivências de práticas que se desdobram em atividades interdisciplinares, de forma dialética. A leitura de mundo se mostra presente tanto nas vivências quanto nos registros. O aluno é levado a refletir intensamente sobre cada proposta de atividade. Os conteúdos nunca estão desassociados.

 

Direção: Ana Cristina Coutrim G.L. Marcelino e Michele Valois Resende
Professores de Língua Portuguesa: Eloisa Carreira de Oliveira, Jaqueline Aragão Vieira, Roberta
Preissler Marcolino
Professores de Matemática: Enrique José Orlean, Henrique de Lima Apolinario, Everton de Freitas
Godinho, Valter Jose Pereira.
Facilitadores: Brenda dos Santos Argollo e Muller Silva Dias

 

 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

Em breve, estaremos apresentando mais atividades realizadas na E.M. Finlândia!

 

 

 

Para acompanhar a Escola Municipal Finlândia no Facebook:

Escola Finlândia

Para acompanhar a escola no seu canal do Youtube:

Escola Finlândia

Para acompanhar a escola no twitter:

Escola Finlândia

Contato da E.M. Finlândia:

emfinlandia@rioeduca,net

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 18/09/2017

Ato pela Paz na 6.ª CRE

Tags: 6ªcre, aqui é um lugar de paz, árvore da paz.

 

No dia 17 de agosto, diretores, professores, funcionários, alunos, responsáveis e equipes da Coordenadoria de Educação participaram do Ato pela Paz promovido pela Secretaria Municipal de Educação. O evento teve por objetivo promover ações em busca da paz através de exibições artísticas e produções das Unidades Escolares.

 

O Ato pela Paz contou com a participação de todas as Creches, EDIs e Unidades Escolares

 

Um grito ecoou por todas as Unidades Escolares da 6.ª Coordenadoria Regional de Educação. Foram várias vozes e um único pedido: exigimos que nossas escolas sejam respeitadas como lugares de PAZ! Por meio de exposição de trabalhos e apresentações culturais, elas procuraram mostrar para toda comunidade escolar que a paz nos espaços escolares é possível e necessária para a formação das crianças e dos jovens.

A professora Rejane Faria, Coordenadora da 6.ª CRE, juntamente com sua equipe, organizou o Ato pela Paz que aconteceu na Arena Jovelina Pérola Negra (Pavuna). O evento teve início às 9 horas e teve em sua programação apresentações musicais, poéticas, de dança e teatrais. Foi acreditando que a paz inicia no interior de cada ser humano que família, escola e comunidade se juntaram para reconstruir os laços necessários para o fortalecimento de uma rede de solidariedade, vencendo o desafio de reduzir a violência e ampliar as práticas diárias de generosidade; compreensão; respeito à vida e à diversidade; construção de autonomia e liberdade; democracia e participação.

 

Exposição de trabalhos sobre a Paz

 

Ações desenvolvidas nas Unidades Escolares durante o 1.º semestre

 

Dentre as atrações musicais, tivemos o coral de alunos do CIEP Rubens Gomes e do CIEP Poeta Fernando Pessoa. A E. M. Zilda Nunes da costa encantou a todos com a apresentação da banda. O CIEP Zumbi dos Palmares emocionou a plateia com a interpretação da música “Aquarela”, de Toquinho. A E. M. Grandjean de Montigny mostrou, através da música “Paz pela Paz”, que a paz do mundo começa em cada um de nós. A equipe do Núcleo de Arte Grande Otelo realizou uma oficina de música. A anfitriã do dia, Arena Jovelina Pérola Negra, empolgou todos os presentes com o Sarau Jovelina, com o gaitista José Staneck, com a MC Ruiva e outros convidados.

No recital, os alunos da E. M. Monte Castelo e da E. M. Charles Anderson Weaver declamaram poesias que mostraram que para construir a paz é necessário cultivar o amor fraterno diariamente; um amor que se preocupa com o outro e que vai além de si mesmo. A música “A Paz”, de Gilberto Gil, foi coreografada pelos estudantes da E. M. Escragnolle Dória. A apresentação teatral, que teve por tema o respeito pelo outro, foi brilhantemente interpretada pelos alunos da E. M. Alexandre Farah.

 

Apresentações artísticas - Prof.ª Rejane Faria (Coordenadora da 6.ª CRE) com alunos do 2.º segmento

 

Apresentações culturais

 

6.ª CRE - Ato pela Paz

 

O dia 17 de agosto vai ficar na história, na cabeça e no coração de cada uma das pessoas que fizeram este evento ser o sucesso que foi. As escolas mostraram que, através de pequenas ações, realizadas com dedicação e muito amor, estão transformando estes espaços em lugares onde se aprende a ser, a conviver, a conhecer e a fazer. Mestres e aprendizes trabalharam juntos para mostrar que sonhos podem se tornar realidade e que a educação é o passaporte da liberdade, da autonomia e da promessa de futuro.

Parabéns a todos os envolvidos na realização do evento Ato pela Paz! Parabéns por acreditar na força da educação para o desenvolvimento de uma verdadeira cultura de Paz! É um orgulho tê-los na 6.ª CRE!

 

Quer saber um pouco mais sobre o evento Ato pela Paz? Entre em contato!

6.ª Coordenadoria Regional de Educação

E-mail: cre06@rioeduca.net

Telefone: 3017-6989


Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós! Até a próxima semana!

 


 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 15/09/2017

Projetos da Creche Municipal Jeciá de Freitas Ferreira

Tags: 5ªcre, campanha, paz, dengue, zica, mostra, mãe, projetos.

 

Neste ano de 2017, a Creche Municipal Jeciá de Freitas Ferreira se engajou em vários projetos da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, contando com o comprometimento e a responsabilidade de todos os envolvidos para o êxito desse trabalho. Confira a seguir!

 

“Aqui o mosquito não se cria”

Atualmente, o combate ao Mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Zika, Chikungunya e outras, está acontecendo em todos os bairros da nossa cidade.

A creche Jeciá de Freitas Ferreira está fazendo a sua parte e contribuindo para que não haja mais a proliferação do mosquito.

 

 

O posto de saúde Alice Tibiraça, juntamente ao CRAS, realizou uma reunião na crehe para a conscientização de pais, responsáveis e a comunidade.

 

 

Os alunos da creche realizaram atividades que tinham como principal objetivo conscientizar a todos da importância do combate à dengue através de atividades lúdicas e educativas.

Os alunos da turma EI-32 apresentaram a peça “Xô Dengue” aos demais alunos da creche, pais, responsáveis e comunidade. Através da peça, os alunos ressaltaram a importância de não deixar água parada e que cada um precisa cuidar do ambiente que vive.

 

 

Os trabalhos realizados foram expostos para a apreciação dos alunos, pais, responsáveis e comunidade em uma tarde de interação entre todos os envolvidos.

Para saber mais sobre essa campanha, clique no link:

http://prefeitura.rio/web/aquimosquitonaosecria

 

Mostra Mãe Carioca

Na creche, a Mostra Mãe Carioca foi desenvolvida com muito carinho e alegria.

 

 

O poema “Se as coisas fossem mães”, de Sylvia Orthof, foi trabalhado na Turma EI-22 com o objetivo de reforçar os vínculos afetivos, promover e estimular a linguagem oral e proporcionar momentos de reflexão sobre os diversos contextos familiares.

 

 

Todas as turmas promoveram homenagens às mães com apresentações musicais e atividades em que mãe e filhos interagiam constantemente.

A creche ofereceu às mães uma tarde muito agradável, com dinâmicas que reforçaram os valores familiares. Momentos entre mãe e filho são de suma importância, pois eles devem sempre externar seus sentimentos através de afeto, carinho, palavras e ações. 

 

 

“Aqui é um lugar de paz!”

A creche Jeciá de Freitas Ferreira está empenhada no projeto “Aqui é um lugar de paz!”

 

 

Os alunos realizaram atividades que os levassem a admirar pessoas de bem e tê-las como exemplos, formando conceitos e opiniões acerca de questões relevantes, aprendendo a enxergar o outro em suas necessidades, resolvendo seus próprios conflitos e agindo em favor do bem e da solidariedade.

 

 

A turma EI-12 aprendeu como é bom dar um abraço! O abraço é necessário para o nosso bem-estar tanto individual como social, além de ser um excelente meio de comunicação que não precisa ser expressado por meio de palavras. O abraço sincero é aquele que representa carinho, amor, compaixão.

Os trabalhos foram expostos na parte externa da creche para que os pais, responsáveis e a comunidade fossem envolvidos nesse projeto.

É imprescindível que todos nós, cidadãos, tenhamos consciência do nosso papel na sociedade, fazendo assim cada um a sua parte para um mundo melhor!

 

Parabéns pelo trabalho de excelência desenvolvido pela unidade e pelo engajamento de toda a comunidade escolar nas campanhas realizadas neste ano!

 

Sobre a Creche:

Unidade Escolar: Creche Municipal Jeciá de Freitas Ferreira
Diretora: Adriana dos Santos Braga Pinto
Endereço: Praça Nossa Senhora da Apresentação, 298.
Bairro: Irajá
Telefone: 3372-0578
E-mail: cmjferreira@rioeduca.net

 

Gostou da publicação? Deixe seu comentário aqui, pois ele é muito importante para nós!

Sua escola realizou algum projeto interessante? Entre em contato com o Rioeducador da sua CRE.

 


   
           



Yammer Share