A A A C
email
Retornando 23 resultados para o mês de 'Setembro de 2017'

Quinta-feira, 14/09/2017

“É Hoje”, no CIEP Ministro Gustavo Capanema

Tags: 4ªcre, identidade, cuidado, arboviroses.

 

“É Hoje”, no CIEP Ministro Gustavo Capanema
 

O projeto desenvolvido no Ciep Ministro Gustavo Capanema trabalhou as questões da identidade, o cuidado com a saúde e os valores para a promoção de uma cultura de paz na escola e na comunidade.

 


É hoje no Capanema! “Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos”, este foi o nome dado ao projeto pedagógico que vai nortear as atividade realizadas no CIEP (04.30.201) Ministro Gustavo Capanema no ano de 2017.

 

 

A escola, situada na Maré, vem realizando um trabalho para a valorização do espaço escolar e de incentivo a uma cultura de paz na comunidade da Maré, promovendo espaços de criação e debate entre os alunos sobre a realidade na qual estão inseridos, discutindo sobre valores, direitos e deveres enquanto cidadãos e moradores deste local.



Durante o primeiro semestre deste ano, os subtemas trabalhados dentro do projeto foram identidade e cuidado e durante este período os alunos, professores e responsáveis estiveram envolvidos em atividades que discutiam a pluralidade na formação histórica do povo brasileiro, o respeito às diferenças entre as pessoas, as origens das famílias dos alunos e dos moradores da Maré e a importância do cuidado com o outro e consigo, além da promoção de paz na escola e na comunidade. Foram discutidos os temas: a necessidade de respeitar o espaço alheio e os cuidados com a saúde, bem como os cuidados preventivos de doenças como a dengue, a zica e a chikungunya.

 


Para celebrar o período do primeiro semestre e promover uma maior integração entre a escola e a comunidade foi realizada a culminância das atividades com o evento chamado “É HOJE!” . No evento ocorreram exposições das atividades realizadas pelos alunos, apresentações dos alunos e contou com a participação do Instituto Embelleze de Bonsucesso, que disponibilizou cortes de cabelo e ornamentação de unhas para a comunidade. Com a ong Redes da Maré, uma exposição sobre a história da formação da comunidade da Maré e com a Clínica da Família Adib Janete, apresentou a receita de shampoo contra piolhos e levou o mosquito Aedes para informar aos participantes os cuidados para evitar a procriação do mosquito Aedes aegypti.



Os responsáveis presentes participaram do aulão com os professores de educação infantil da unidade e puderam ver de perto como é realizado o trabalho na escola. Os alunos orgulhosos de suas produções expostas, puderam compartilhar o dia com seus familiares neste evento, que foi repleto de alegria e parcerias.

Este foi o 4º evento “É HOJE!” realizado na escola e o primeiro do ano de 2017. O próximo já tem data marcada e conta com a participação de todos para mais um evento de sucesso no CIEP MINISTRO GUSTAVO CAPANEMA.

 

Parabéns à Equipe da escola pelo excelente trabalho realizado!



Sobre a escola:
CIEP (04.30.201) Ministro Gustavo Capanema
Endereço: Via A 1- Vl Pinheiro - Maré
CEP: 21046-035
Tel: 3104 9650 e 3104 9576
Email: ciepgustavo@rioeduca.net
Diretora: Gisleide GonçalvesVânia Freitas de Brito
Adjunta: – Debora Tavares
CP: Rafeal Menezes
Professor de apoio à Direção: Ana Paula Lopes

 


 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 13/09/2017

Projeto Alimentação Saudável

Tags: 3ªcre, alimentação, saudável.

 

  O projeto Alimentação Saudável faz parte do Projeto Político Pedagógico da E. M. Joaquim Ribeiro, que  tem como eixo condutor o desenvolvimento da cidadania consciente através de ações que promovam o aprendizado lúdico e transformador de comportamentos e ideias. No 2º bimestre, a escola abordou a alimentação saudável. Vamos conhecer um pouco desse trabalho. 

 

 

O Projeto Político Pedagógico da E. M. Joaquim Ribeiro, que tem por título ”A E. M. Joaquim Ribeiro transformando ações em conhecimentos - o viver saudável na sociedade”, apresentou como eixo do 2°bimestre a alimentação em toda a sua riqueza de conteúdos e temas. Contudo, um assunto despertou mais a curiosaidade das turmas e foi o foco de discussão dos participantes: a Alimentação Saudável. 

Mas o que realmente representa a expressão "alimentação saudável?" O conceito científico considera a importância da ingesta de alimentos naturais em nossas refeições diárias. Nessa é necessário a absorção de açúcares, carnes, ovos, hortaliças, frutas, legumes, leite, óleos, massas, raízes e tubérculos.

 

 

Dessa forma,  cada turma desenvolveu o tema de sua preferência e tinha como objetivo apresentá-lo de forma lúdica e atraente aos demais alunos da turma e da escola de forma a socializar a informação pesquisada, permitindo que a reflexão fosse disseminada em toda a comunidade escolar.

 

 

Os alunos mostraram os resultados de suas pesquisas através de palestras, jogos, montagem coletiva de um sanduíche natural, degustação de suco natural e apresentação de músicas com o tema. 

 

 

Para comemorar o êxito do Projeto, a equipe de direção, composta pela Diretora Alessandra Ragno e a Diretora Adjunta Marcia Macrin, além da Coordenadora Pedagógica Cicilia Miranda, resolveram presentear os alunos da escola com uma peça cujo tema era Alimentação Saudável. Os alunos adoraram.

 

 

O envolvimento de toda a escola no desenvolvimento desse trabalho demosntra que, para promover a reeducação alimentar de jovens e crianças, basta apresentar de forma lúdica e consistente o valor de uma vida saudável, que só pode ser  conquistada através do consumo consciente de alimentos saudáveis e a prática de exercícios. Parabéns para a escola Joaquim Ribeiro pelo trabalho desenvolvido!

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 12/09/2017

Um Cotidiano de Beleza, Inspiração e Paz

Tags: 2ªcre, paz.

 

Os alunos da turma 1.301, da Escola General Humberto de Sousa Mello, participaram de um projeto que valoriza o cotidiano escolar e a busca de uma educação pela paz.

 

A professora Vera Nácia, regente na turma 1.301, da Escola General Humberto de Sousa Mello, compartilhou conosco as vivências de um projeto que inclui o cotidiano escolar e uma educação pela paz. Vejamos abaixo o relato da professora Vera.


Transformar o cotidiano da escola em um espaço de reflexão, criatividade, alegria e aprendizagem é uma missão diária, mas nesse tempo onde a realidade se revela cada vez mais desumana, onde os alunos se deparam com histórias de violência real ou simbólica, promover um espaço de paz, onde a ludicidade esteja presente é essencial para um desenvolvimento saudável e pode potencializar a aprendizagem.

 

Professora Vera Nácia e alunos da turma 1.301

 


De acordo com José Manuel Moran “Uma educação de qualidade tem como foco, além do ensinar, ajudar a integrar ensino e vida, conhecimento e ética, reflexão e ação, a ter uma visão de totalidade”.

A professora Vera nos conta que a turma 1.301 estava empenhada em um projeto interdisciplinar que iniciou com a literatura. Contação de história – João e o Pé de Feijão, durante este tempo trabalhou-se o reconto, rimas e escrita espontânea.

Em Ciências, a turma estudou sobre reino animal e vegetal. Plantaram o feijão na garrafa PET, observaram a germinação, fizeram registros escritos e desenhos.

 

Feijão plantado na garrafa PET.

 


Nas aulas de Matemática, a tarefa foi a contagem das sementes, das folhas, resolução de problemas e gráficos.

Em Artes, a turma confeccionou a galinha dos ovos de ouro e em cada ovo os alunos escreveram algo que consideram valioso para eles.

 

Galinha dos ovos de ouro.

 

Mas, de repente, apareceu uma novidade na sala de aula. Um passarinho fez um ninho, colocou dois ovos e foi observado pelos olhos atentos dos alunos despertando a curiosidade de todos. Foi paixão a primeira vista! Eles acompanharam os filhotes sendo alimentados e cuidados pelos pais e o primeiro voo foi acompanhado com alegria e vê-los voar pela janela da sala deixou uma sensação de dever cumprido e saudades. Mas pensa que acabou? Estamos com outro “inquilino”.

 

Passarinhos que visitaram a turma durante um período.

 

Existe melhor maneira de ensinar Ciências? A vida nos presenteou. As crianças aprenderam na prática e a reflexão fez parte do processo, assim como os valores implícitos.

Toda criança tem “direito a uma educação escolar que potencialize o exercício da cidadania em relação ao meio ambiente”. Valorizar os conhecimentos que as crianças trazem para a escola e aproveitar todas as oportunidades para educar os sentidos e a sensibilidade colaboram, e muito, para uma educação pela paz.” – Professora Vera Nácia

Agradecemos à professora Vera por compartilhar conosco este relato sobre atividades escolares, acompanhadas por um olhar no cotidiano que colabore com a educação pela paz.

 

O contato da professora Vera Nácia é: verafranco@rioeduca.net

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net
 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 12/09/2017

Cantinho Jornalístico da Leitura e RJ 56: No EDI Tenente Pedro de Lima Mendes

Tags: 11ªcre, jornal, notícias, ei.

 

A professora Alexandra Paixão, do EDI Tenente Pedro de Lima Mendes, tem ampliado de forma simples e prazerosa, não só o conhecimento dos alunos, como também o vocabulário, através das notícias de jornal e telejornal. CONFIRA!

 

A partir do projeto "Histórias que vem, histórias que vão... Cada uma ensina uma lição. Siga esta trilha" a professora Alexandra Paixão da turma EI - 56, tem se utilizado das notícias de jornal e telejornal para não só ampliar o vocabulário dos alunos, mas também explorar os múltiplos usos e funções da língua oral e escrita, desenvolver o gosto e o prazer pela leitura e escrita, além de oportunizar o amplo debate acerca das notícias.

 

Professora Alexandra Paixão junto com alunos da turma EI - 56

 

O projeto se torna oportuno, visto que, conforme relato da professora, "em tempos de interatividade via telefone celular e internet, cada vez mais próximos da realidade de nossas crianças, fazer com que elas se interessem pela leitura de jornais não é tarefa das mais fáceis, mas, certamente, é fundamental para formar leitores habituais e cidadãos bem informados. Para uma criança tomar gosto pelo jornal, o primeiro passo é acabar com a ideia de que o jornal é coisa de “gente grande” e proporcionar, por meio da ludicidade, uma gama de propostas que façam com que o trabalho com o mesmo possa ser desenvolvido de forma leve e prazerosa".

 

Cantinho Jornalístico da Leitura, antiga Locomotiva da Leitura

 

Cantinho Jornalístico da Leitura

Uma vez por dia, a professora convida um grupo de 3 a 5 crianças para sentar no “Cantinho”. A seguir, pede para que cada um pegue um jornal, escolha uma palavra, recorte e cole num pedaço de papel. Como usam a letra caixa alta, depois que a criança cola a palavra, Alexandra escreve a mesma com o tipo de letra que trabalham e convida a fazer uma leitura.

 

Desenhando e levantando hipóteses com relação a escrita

 

Neste momento, todos que estão por ali com ela realizam suas tentativas. Com relação às possíveis dificuldades, a professora vai mediando de modo que eles se ajudem. Finalizada as tentativas, toda turma é convidada a fazer uma grande roda e as palavras são expostas. As crianças que estavam no “Cantinho” apresentam suas palavras e seus respectivos significados e, logo a seguir, a professora retoma a palavra dentro da notícia onde estava para ampla discussão e para verem se dentro da notícia o significado continua o mesmo.

 

RJ 56

O nome escolhido faz referência ao telejornal que as crianças conhecem e ao número que identifica nossa turma. É composto por uma TV gigante encapada com jornal e um microfone decorado com desenhos feitos pelas crianças. A TV é utilizada pelas crianças a fim de que elas possam se posicionar em relação a quaisquer questões que possam surgir no decorrer do trabalho com notícias. A princípio, elas a estão utilizando para darem suas opiniões, mas, a seguir, abordaremos a crítica, o entretenimento, a culinária. Vale ressaltar que, nesta última semana, a professora adaptou a TV e o microfone à Semana da Educação Infantil a fim de colher depoimento dos responsáveis e crianças acerca da proposta.

 

Funcionárias da escola participando do Plantão SEI (Semana da Educação Infantil)

 

 

Parabéns professora Alexandra! Com certeza a paixão não está só em seu sobrenome, mas também na paixão de realizar um trabalho de excelência que repercute positivamente a todos em sua volta!

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: EDI Tenente Pedro de Lima Mendes

Telefone: 2463-8957 ou 3393-0052

 

 

Contato para publicações:

 

 


   
           



Yammer Share