A A A C
email
Retornando 383 resultados para a tag '1ªcre'

Segunda-feira, 29/10/2018

Feira Extraordinária

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, ciências, protagonismojuvenil.

 

Gincana científico-literária discute diferenças, diversidade e inclusão.

 

Diversidade, diferença e inclusão são palavras presentes no cotidiano do ambiente escolar. Pensando nisso, a Escola Municipal Cardeal Leme, localizada no Bairro de Benfica, Zona Norte do Rio de Janeiro, promove espaço de aprendizagens e reflexões sobre os temas.

 

 

 


A partir do trabalho com o Livro Extraordinário, romance infantil que conta a história de um garoto especial e sua vivência quando entra na escola, os alunos discutiram e realizaram narrativas falando de gentileza, amor, cuidado, amizade, respeito, sonhos , conquistas...

 

 

 


A partir dessa sensibilização inicial com a história do garoto Auggie Pullman, os professores lançaram o desafio da realização da feira de Ciências Vivenciando as Diferenças”.

 

 

 

 

 

 

Frases do livro definiram os temas que seriam apresentados por cada turma, criando um link entre a frase do livro e o conhecimento científico, para assim cumprir tarefas de uma gincana.

 

 

 

 

 


Os desafios foram muitos! Porém, maiores foram o entusiasmo, a perseverança e o esforço de alunos e professores para a realização do grande dia da apresentação final do evento.

 

 

 


O resultado do trabalho foi apresentado em um evento com a participação da comunidade, que pôde apreciar o trabalho de qualidade que é desenvolvido pelos alunos e professores da unidade.

 

 

 

Parabéns pelo trabalho realizado !


Para Saber Mais:

Escola Municipal Cardeal Leme

Direção: Karla de Oliveira da Costa Frazão

Direção-Adjunta: Maria de Fátima Martins Ribeiro

Telefone: 3895-8642

E-mail: emcleme@rioeduca.net

 

             


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 15/10/2018

Descobrindo o Egito

Tags: 1ªcre, projetos, riodeleitores, timedealfabetizadores, alfabetização, letramento.

 

Egito foi o eixo condutor do Projeto de Alfabetização da professora do Time de Alfabetizadores da 1ª CRE.

 

A Professora Kássia Portes, regente da turma 1.102 da Escola Edmundo Bittencourt, no Bairro de Benfica, Zona Norte do Rio, resolveu levar para a Sala de aula um pouco da História e da Cultura Milenar do povo egípcio.

 

 

 

“Descobrindo o Egito” trata-se de um projeto sobre um país tão peculiar, sempre abordado em filmes e desenhos, mas pouco lembrado em sua essência e importância na construção do pensamento contemporâneo e evolução das ciências. Com uma proposta interdisciplinar, a “viagem” tem como veículos o diálogo, reflexão, produção, construção coletiva, uso da imaginação e apresentação de conteúdos programáticos para o ano escolar, entrelaçando diferentes linguagens como: matemática, artística, das emoções, escrita e oral.

 

 

 

 


Os pequeninos puderam “viajar” através da história, tendo acesso a um mundo distante geograficamente, mas tão presente no imaginário.

 

Sempre com o foco voltado para a Alfabetização e Letramento, foram propostas várias atividades, que perpassaram por diferentes áreas do conhecimento.

 

 

 

 


Enfim, uma riqueza de possibilidades foi levada para a sala de aula, o que despertou o interesse e a participação ativa de toda a turma. Isso foi possível, porque a professora acreditou e acredita na potencialdade de cada aluno.

 


Parabéns professora Kássia! Através da professora Kássia, parabenizamos a todos os professores que incansavelmente procuram proporcionar sempre uma Educação de Qualidade a Todos as nossas crianças! Feliz Dia do Mestre!

 

 

E você, tem alguma experiência que queira compartilhar conosco? Estamos aguardando o trabalho de sua unidade!

 


Para Saber Mais:

Escola Municipal Edmundo Bittencourt

Direção: Márcio Viégas

Professora Responsável pelo projeto: Kássia Portes

Telefone: 3895-8651

E-mail: emebitencourt@rioeduca.net

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 01/10/2018

Brincando de Mercadinho

Tags: 1ªcre, matemática financeira, alfabetização.

 

De forma lúdica, professora ensina matemática financeira aos alunos.

 

Com o objetivo principal de levar as crianças a compreender a importância e a necessidade do sistema monetário para a sociedade, a professora Tereza Cota, regente da turma 1.205 da Escola Municipal João de Camargo, no Bairro Vasco da Gama, desenvolveu com seus alunos o Projeto “Mercadinho João de Camargo”.

 

 


Através de experiências práticas, os alunos desenvolveram habilidades cognitivas e o conhecimento lógico matemático na realização de atividades que possibilitaram a autonomia em relação aos conceitos e conteúdos envolvidos no projeto.

 

Na perspectiva de proporcionar experiências práticas, os alunos partiram para a ação: elaboraram listas de compras, resolveram problemas envolvendo tabelas de preços, dentre outras.

 

 

 


O projeto abordou a importância e o papel de cada funcionário exerce dentro de um mercado. As crianças deram um nome ao mercadinho, criaram o logotipo, usaram moedas fantasia para realização das atividades de compra e venda... Enfim, todos assumiram funções: alguns alunos foram caixas, realizando as cobranças, somando as mercadorias, recebendo os pagamentos e dando troco aos alunos clientes.

 

 

 


A professora Tereza aproveitou a oportunidade para trabalhar a questão da Alimentação Saudável e a sua importância na manutenção de nossa saúde.

 

 

 


Os alunos perceberam também a importância da organização do mercado para que os produtos sejam facilmente localizados e assim o fizeram, organizando embalagens previamente selecionadas nos diversos setores: açougue, padaria, cereais, beleza, massas, frios, conservas,congelados, etc....etc...

 

 

 


Tudo organizado, começou o “Brincando de Mercadinho”: Cada criança recebeu cédulas de dois, cinco, dez e vinte reais. Os alunos ser organizaram em grupos e prepararam suas listas... Quando surgiram dúvidas nos preços, chamaram o “gerente” para resolver a situação!

 

A atividade proporcionou aos alunos uma tarde de aprendizagens significativas e prazerosas. Veja o que falaram alguns:


"Aprendi a ser consumidora consciente, não vou comprar qualquer coisa no mercado."- nos conta a aluna Ana Júlia.

As alunas Karolline e Raylane, que atuaram como caixa nos dizem: “trabalhar como caixa de mercadinho é muito difícil, temos que ter muita atenção”.


Para a aluna Isabella, o importante é priorizar o que vai comprar. Veja o que ela falou: “não posso sair comprando qualquer coisa, só porque tenho dinheiro na mão. Tenho que comprar o que necessito naquele momento”.


A mãe representante da turma contou à professora : ”Tereza, meu filho estava ansioso por esse dia. Parabéns pelo trabalho! Lindo! Sucesso!"

 

 

 


E você, fez alguma atividade que despertou o interesse da turma e gostaria de compartilhar? Envie para nós!

 

Para Saber Mais:

Escola Municipal João de Camargo:

Telefone: 3895-8637

E-mail: emjcamargo@rioeduca.net

Direção: Mônica Xavier

Direção-Adjunta: Rosângela Castelo

Coordenação Pedagógica: Rose Nascimento

Professora Responsável pelo Projeto: Tereza Cristina Corrêa Cota

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 03/09/2018

Matemática com Doçura

Tags: 1ªcre, projetos, matemática.

 

Ludicidade e  o uso de Material concreto tornam atividade matemática mais atraente e significativa.


Um dos conteúdos pedagógicos previstos no 6º Ano, na disciplina Matemática, de acordo com as Orientações Curriculares de nossa Rede, são as “Figuras Geométricas Espaciais e Planas”. Com a aplicação desse conteúdo espera-se que o aluno observe e explore o espaço físico, identifique formas e os sólidos geométricos, reconheça as figuras geométricas simples e identifique os elementos de um sólido.

 

 

 


 A Professora Olívia Dib, regente de matemática da turma 1.601 da E.M. Jenny Gomes, localizada no Bairro do Rio Comprido e que atende turmas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, resolveu propor aos seus alunos atividades, nas quais os estudantes entendessem os conceitos dos sólidos geométricos, contando o número de vértices, faces e arestas, de forma concreta e efetiva.

 


Nas aulas que antecederam a atividade, houve um estudo sobre sólidos geométricos e, ao definir os tipos de sólidos (corpos redondos e poliedros), os alunos trouxeram para uma exposição na própria sala, objetos de suas casas que possuissem formas de sólidos geométricos, como: pilhas, caixas de sapato, caixas de creme dental e pizza, bolas de plástico, objetos de decoração, dentre outros.

 

 

 


 Após a apresentação dos objetos trazidos para a aula, a turma foi dividida em grupos e cada grupo construiu seu sólido geométrico com palitos de dente e jujubas. Dessa forma, os estudantes podiam verificar de forma concreta o número de vértices, faces e arestas dos poliedros construídos por eles. 

 

 

 


A professora Olívia relata: “A atividade foi de uma aprendizagem efetiva e prazerosa para a turma”.

 


Através da atividade proposta pela professora Olívia, podemos perceber a importância de trabalhar matemática de forma lúdica e concreta, despertando a curiosidade e transformando os alunos em agentes de seu próprio conhecimento.

 


E você , fez uma atividade aparentemente simples, mas que causou impacto positivo em seus alunos? Que tal vê-la aqui na página do Rioeduca?

 

 

Para Saber Mais:

Escola Municipal Jenny Gomes

Direção: Sônia Maria Reis

Direção Adjunta: Cláudia Franco

Coordenação Pedagógica: Wilton Alves

Telefone: 2273-5299

E-mail: emjgomes@rioeduca.net

 

 

 

 


   
           



Yammer Share