A A A C
email
Retornando 329 resultados para a tag '3ªcre'

Quarta-feira, 24/04/2019

E.M. Thomas Mann - 3ªCRE

Tags: 3ªcre, ex-alunos, história.

A Escola Municipal Thomas Mann oportuniza encontros entre o passado e presente.

Confira!

 

 

Algumas vezes, a escola só ganha uma real importância quando já não está presente na rotina do aluno, que por sua vez assume uma postura saudosista valorizando os tempos de escola. Com o passar dos anos, chegam as memórias dos grandes momentos, dos melhores amigos, das pequenas aventuras e assim a escola ultrapassa a questão da formação acadêmica e passa a ter um papel fundamental na formação cidadã e na história de vida através das memórias construidas. 

Ah ser ex-aluno, voltar à escola, passar novamente por corredores, salas, quadra e pátio é uma maneira de parar o tempo!  Aproveitando essa memória afetiva, a E.M Thomas Mann desenvolve o projeto "Cria" da Thomas.

 

 

Escola Municipal Thomas Mann é uma escola em movimento, pois possui muitos projetos que promovem diferentes visões de mundo a seus alunos. Consequentemente seu ambiente escolar é dinâmico e há uma grande participação dos alunos nas ações a partir de uma postura protagonista. 

 

O "Cria" da Thomas é um desses projetos, que envolvem a escola inteira. O objetivo é trazer trajetórias de pessoas que já estudaram na Unidade. Dessa forma, a proposta resgata  a história da Thomas e do bairro onde a escola está localizada, sensibiliza a comunidade escolar, promove uma construção de memória dos ex e atuais alunos, além de demonstrar que a escola forma cidadãos de sucesso trazendo exemplos vivos e formados dentro da Unidade.

 

Na primeira edição, foram convidados três ex-alunos, que contaram um pouco sobre suas vivências na Thomas e como essas relações construídas nesse espaço contribuiram em suas vidas pessoais e acadêmicas.

 

 

 

Foram convidados:

 

  • Carla Mendonça de Melo, pós graduada em gestão de pessoas. A ex-aluna contou um pouco sobre a sua profissão como administradora de empresas. 

 

  • Claudia de Matos Paiva, mestre em Literatura e graduada em Língua Portuguesa e Educação Artística. Claudia fez um relato de sua trajetória acadêmica, mostrando aos alunos um pouco do que é necessário para exercer a profissão por ela exercida.

 

  • Josenaldo Barreto Silva, pós graduado em Análise de Sistemas. Ele também demonstrou o que é necessário para se ter sucesso na sua profissão e contou como a Thomas contribuiu para isso. 

 

 

 

Com esse projeto, os alunos da E.M Thomas Mann ouviram histórias, conheceram pessoas, diferenciaram seus olhares. Outros encontros já estão marcados, e eu, Letícia Monteiro, estarei em um deles. Sou ex-aluna da Escola Municipal Thomas Mann e quero muito contar aos atuais alunos o quanto da Thomas existe em mim. Tenho muito orgulho de ser #criadathomas.

 

Parabéns à diretora Karla Jardim, ao diretor adjunto Renato Braga e aos alunos e professores que vivem e constroem essa escola todos os dias!

 

Quer saber mais sobre esse trabalho?
Entre em contato com a Unidade Escolar.
E/CRE (03.13.029) Escola Municipal Thomas Mann
Diretora: KARLA MARIA DE LIMA JARDIM
E-mail: emtmann@rioeduca.net
Telefone: 2218-4587

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 10/04/2019

Escola Municipal Hélio Smidt - 3ªCRE

Tags: 3ªcre, leitura, sala de leitura.

 

A leitura é uma das mais importantes formas de interação com o mundo. Por esse motivo, a Escola Municipal Helio Smidt iniciou, em 2019, o trabalho da Sala de Leitura proporcionando diferentes mundos, encontros e leituras. Confira! 

 

 

 

 

Incentivar o hábito da leitura desde a infância é fundamental, pois através dela desenvolvemos a capacidade de formar cidadãos ativos, conscientes e críticos. Nesse contexto, é papel da escola fomentar a leitura desde a Educação Infantil, dando continuidade no Ensino Fundamental e Ensino Médio, de forma que a complexidade dos textos seja aumentada de maneira gradativa.  

  

 

 

 


 

Cabe a educação resgatar o repertório que toda criança possui e que adquiriu através de suas experiências, além de apresentar diversas manifestações, culturas e conhecimentos.


A leitura como ferramenta pedagógica desperta o interesse por meio da interação com o imaginário do leitor, assim como, traz possibilidades de uma visão mais ampla sobre a sociedade.
 

 

 

Pensando nisso, a professora de Sala de Leitura da Escola Municipal Helio Smidt realizou o primeiro encontro literário de 2019.

 

"Fiz a inscrição dos alunos que gostariam de participar e nos reunimos para escrever poesias. No primeiro momento, conversamos sobre nossas memórias poéticas e em seguida as crianças escreveram suas próprias poesias. No segundo momento, convidei o autor Matheus Seixas para uma entrevista com o grupo." relata a professora da Sala de Leitura, Ana Cristina Pimentel Machado
 

 

 

 

Ainda segundo a professora Ana:


"No dia marcado para o encontro com o autor, selecionamos algumas perguntas a serem feitas. Matheus foi brilhante nas respostas e ficou emocionado com o interesse das crianças. A maioria delas pediu a opinião dele sobre seus registros e ouviram atentas ao poeta. Duas alunas, Hellen (5º ano) e Maria Clara(6º ano) recitaram suas poesias para o grupo. Foi um dia de muito aprendizado e que, certamente, ficará no imaginário dos alunos e leitores."
  

 

 

 

Quer saber mais sobre esse trabalho?
Entre em contato com a Unidade Escolar.
E/CRE (03.13.034) E. M. Helio Smidt
Diretora: SHEYLA REGINA FERNANDES PEREIRA DA SILVA
E-mail: emhsmidt@rioeduca.net
Telefone: 3273-5131

 

 

 

 



   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 27/03/2019

Creche Municipal Sylvia Orthof - 3ª CRE

Tags: cre03, 3ªcre, super-heróis, arboviroses.

 

A especialidade da Creche Municipal Sylvia Orthof é inovar, trazendo novas possibilidades e experiências de aprendizagem para seus alunos.

Para combater os mosquitos, na semana de Arboviroses, a Unidade Escolar trouxe os Super-heróis.

 

 

 

As Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil compreendem a criança como sujeito histórico e de direitos que se constrói nas interações e na relação com o outro ou ambiente. 

 

Nesse contexto, a partir da proposta da SME, em desenvolver a Semana de Combate às Arboviroses, combinada com o interesse das crianças por heróis e heroínas, a Creche Municipal Sylvia Orthof buscou a ajuda desses amados personagens para trabalhar as questões de cuidado com a saúde e prevenções de doenças.  

 

 

 

Dessa forma, a Creche Sylvia Orthof buscou envolver os direitos de aprendizagem da criança (conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se), seja na rotina, nas atividades ou nas relações com o outro ou espaços.

 

 

 

Aluno colorindo a super-heroína Lívia

 

 

Segundo a professora Sabrina Carvalho de Almeida:  Inicialmente foi proposto a construção da nossa rotina e cuidados, durante as rodas de conversa, onde surgiram alguns assuntos a partir dos conhecimentos expressos pelas crianças e seu conhecimento de mundo. Entre os temas para o desenvolvimento do projeto estão: “Conhecendo nossa sala e nossos novos colegas”; “Quem é esse bicho (Aedes Aegyti)?”; “Como evitar que este bicho nos deixe doente?”; “O que a Dengue, Chikungunya e Zika provocam em nosso corpo?”; “Por que existem super-heróis?”; “Sabemos para que utilizamos nossos sentidos (olfato, paladar...)?”; “Será que heróis e heroínas podem fazer as mesmas coisas?”; “Conhecemos a história dos heróis e heroínas?”; “Qual a história do nosso nome e nossa família?”; “Existem brincadeiras de meninas e meninos?” E assim foi criada nossa Super-Heroína para o combate as arboviroses: SUPER LÍVIA!

 

 

Alunas pintando a super-heroína para o combate as Arboviroses

 

 

Alguns objetivos de aprendizagem e desenvolvimento foram trabalhados com as crianças, a saber:

1 - Desenvolver a empatia pelos outros, percebendo seus sentimentos, maneiras de pensar e suas necessidades;

2 - Criar estratégias para lidar com os conflitos entre as crianças e educadores.

3 - Explorar, com diferentes linguagens, a expressão de sentimentos, sensações e emoções através de brincadeiras, danças e músicas.

4 - Demonstrar controle e adequação do uso do próprio corpo durante as atividades (escuta, histórias, brincadeiras e outras)

5 - Utilizar sons produzidos por instrumentos musicais durante brincadeiras de faz de conta e criações musicais.

6 - Reconhecer as qualidades do som (intensidade, duração, altura e timbre), utilizando-as em suas produções sonoras e ao ouvir músicas e sons.

7 - Construir coletivamente as encenações, definindo os contextos, os personagens, a estrutura da história.

8 - Demonstrar interesse e atenção ao ouvir a leitura de histórias, e acompanhando, com orientação do adulto – leitor, a direção da leitura.

9 - Estabelecer relações de comparação entre objetos ou imagens, observando suas propriedades.

10 - Compartilhar, com outras crianças, situações de cuidado nos espaços da instituição e fora dela.

11 - Identificar relações espaciais (dentro e fora, em cima, embaixo, acima, abaixo, entre e do lado) e temporais (antes, durante e depois).

12 - Classificar objetos, considerando determinado atributo (tamanho, peso, cor, forma etc.).


 

 

 


 

 

Quer saber mais sobre o nosso trabalho?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (03.13.603) Creche Municipal Sylvia Orthof
Diretora: Glória Cristina Sobreira

E-mail: cmsorthof@rioeduca.net
Telefone: 2593-3223

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 13/03/2019

Acolher é receber a todos de braços abertos

Tags: 3ªcre, acolhimento, valorização.

 

Acolher é receber de braços abertos. É mostrar todas as possibilidades de união, integração e aprendizagem. É ver o outro com o olhar de amizade e parceria. Assim fazem todas as Unidades da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

A Escola Municipal Estado da Guanabara é só um exemplo do que acontece na Rede, todos os dias. 

 

 

 

 

O conceito de acolhimento envolve uma postura ética de escuta, de atenção e de respeito. Não só para quem chega, mas para todos que integram um grupo. Isso implica na escuta do usuário, em suas queixas, suas ideias, no respeito às suas experiências e no reconhecimento de sua trajetória. No caso do acolhimento no espaço educacional é preciso reconhecer e incentivar o protagonismo do estudante em seu processo de aprendizagem, fazendo com que ele participe ativamente em todos os espaços da escola. 

 

 

 

 

Todas as unidades da Rede têm em seu calendário um momento reservado para o acolhimento, a fim de recepcionar alunos, professores, funcionários e responsáveis. O que não significa que isso só aconteça nesse período. O acolhimento na Rede Municipal de Educação acontece o ano todo. É uma tradição! 

 

 

 

 

Na E.M. Estado da Guanabara a semana de acolhimento foi  enriquecedora. As boas vindas foram dadas com murais expondo algumas atividades feitas em 2018.

 

 

 

Inspirados pelas asas desenhadas no pátio da escola, todas as turmas assistiram pequenos vídeos com o objetivo dos alunos e professores refletirem sobre suas atitudes e sobre o que desejam para o novo ano. A escola também incluiu, entre as atividades, uma palestra com dicas de como conquistar melhores conceitos e notas nas diferentes disciplinas. 

 

 

Quer saber mais?

Unidade Escolar: E.M. 03.12.004 Estado da Guanabara

E-mail: emguanaba@rioeduca.net

Telefone: (21) 3104-9553

 

 

Contato  para divulgação:

 


   
           



Yammer Share