A A A C
email
Retornando 69 resultados para a tag 'artesvisuais'

Segunda-feira, 26/11/2012

Brincadeiras de Animação

Tags: 2ªcre, blogsdeescolas, artesvisuais.

Os alunos da Escola Municipal Bombeiro Geraldo Dias, localizada no bairro da Tijuca, participaram do Festival do Rio 2012.

 

 

O Festival do Rio 2012 aconteceu nos meses de setembro e outubro.  Durante esse período, o Rio de Janeiro foi conhecido como capital mundial do cinema. Além da participação de produtores profissionais, o espaço também foi aberto às escolas de nossa rede.

 

O cinema é uma forma de arte que contribui com nosso conhecimento; nos leva a uma percepção crítica e poética diante dos fatos que nos cercam diariamente.  A Mostra Geração é um espaço, dentro deste grande evento que propicia a participação de crianças e jovens iniciantes apresentando suas obras. Eles têm a oportunidade de estar em contato com obras de grandes mestres do cinema e também de conhecer o trabalho dos inciantes na área. “É o cinema de diferentes formas, todas elas mágicas, envolventes e muito prazerosas.” ( Informações consultadas no portal Festival do Rio 2012)

 

A Escola Municipal Bombeiro Geraldo Dias, além de outras duas unidades escolares da Tijuca, participou da Mostra Geração, realizada no dia 04 de outubro de 2012, na Estação SESC Rio, com o filme "Brincadeiras de Animação", criado pelos alunos do 1º ao 3º anos do Ensino Fundamental, sob a supervisão da professora Gisele Felix.

 

 

 

 

A professora Renata Carvalho, representante do portal Rioeduca, na 2ªCRE, após visitar o blog da escola entrou em contato com a unidade escolar. A professora Gisele Félix, responsável pela produção do trabalho, enviou um relato contando como foi participar da Mostra Geração no Festival do Rio 2012.

 

O objetivo do trabalho foi a compreensão do processo de realização da "animação", já que os alunos assistiam a diversas animações e não conheciam seu modo de produção. Esta seria, assim, mais uma possibilidade de comunicação e de expressão conquistada por eles.

 

Partimos, então, da realização de desenhos livres com a proposta de dar-lhes movimento. Também demos "vida" a bonecos de massinha, objetos e brinquedos, além de realizar movimentos "impossíveis" com nossos corpos, como deslizar ou voar (pixilation).

 

O trabalho foi realizado nas aulas de Artes nas turmas do 1º, 2º e 3º anos, com alguns pequenos exercícios no EI-10, e foram reunidos em um vídeo.


Gostamos do resultado final e resolvemos inscrevê-lo para seleção no Programa Vídeo Fórum - Festival do Rio.


"Foi muito gratificante para as crianças a experiência de ver seus trabalhos valorizados e expostos em uma enorme tela de cinema, com tantos espectadores.  Foi muito enriquecedor que elas vissem as produções de outras crianças e trocassem suas experiências. Esse incentivo fez com que eles ficassem mais envolvidos ainda com a realização de outros trabalhos." - Professora Gisele Félix

 


 

 

Alunos durante o desenvolvimento da atividade

 

 

Clique e assista ao vídeo criado pelos alunos da Escola Municipal Bombeiro Geraldo Dias, que foi exibido na Mostra Geração do Festival do Rio, dia 04 de outubro, no cine Estação SESC Rio.

 

 

 

Quer conhecer mais sobre o trabalho desta escola? Visite seu blog!

http://embombeirogdias.blogspot.com.br/

 

Professor, o portal Rioeduca é um espaço feito por e para professores. Participe também! Entre em contato com o representante de sua CRE para divulgar o blog ou projetos desenvolvidos por sua escola.

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

Contato:
Professora Renata Carvalho – Professora da rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 07/11/2012

Grande Otelo, Grandes Obras

Tags: 6ªcre, artesvisuais.

 

O Núcleo de Arte Grande Otelo está oferecendo aos alunos da 6ª CRE a oficina de Arte e Tecnologia, que tem por objetivo homenagear os grandes nomes da arte brasileira que ajudaram a construir  a história do nosso país.

Um dos eleitos foi Romero Britto!

 

 

Romero Britto começou seu interesse pelas artes  na infância, quando usava sucatas, papelões e jornal para exercitar a sua criatividade. Também começou nessa época a usar a grafitagem, o que foi de grande influência em seu trabalho.

 

 

É muito influenciado pela estética cubista e tem Picasso como grande mestre. Seu estilo vibrante e alegre, com cores fortes e impactantes fez com que sua obra tivesse forte ligação com a publicidade.

 

 

 

Romero Britto ficou conhecido pelo seu estilo alegre e colorido, por apresentar uma arte pop, despojada da estética clássica e tradicional.

 

 

Educar em Arte com Romero Britto

 

 

Educar em arte é proporcionar o desenvolvimento da capacidade criadora através de um processo constante de desconstrução e construção das possibilidades de vidas cotidianas. Viver criativamente não é uma capacidade inata, mas sim apreendida com a prática de captar o sensível ao nosso redor.

 

 

Educar em Arte é também atuar com o meio ambiente, transformar o social, resistir ao conformismo e aprender a utilizar os problemas como desafios de superação.

 

 

Os trabalhos artísticos dão às crianças a oportunidade de desenvolverem suas aptidões, o senso artístico e inventivo, o hábito de observação, imaginação e criatividade; o que favorece o aprendizado de todas as matérias.

 

 

 

Grande Otelo, Grandes Obras

 

 

Sendo a escola o primeiro espaço formal onde se dá o desenvolvimento de cidadãos, nada melhor que por aí se dê o contato sistematizado com o universo artístico.

 

 

Pensando nisso, o Núcleo de Arte Grande Otelo proporcionou aos alunos da Escola Municipal Maurice Maeterlinck a Oficina de Arte e Tecnologia, na qual tiveram contato com a obra de Romero Britto, famoso pintor e artista plástico brasileiro.

 

 

Foram criadas belas composições inspiradas no trabalho do artista. Vamos ver o caminho percorrido pelo grupo e o resultado da oficina.

 

 

 

A professora Luciana Guimarães apresenta Romero Britto aos alunos da Escola Municipal Maurice Maeterlinck

 

 

 

A arte tem uma importância que vai além de disciplina no currículo escolar, pois é produto íntimo da formação humana. O sujeito percebe a sensibilidade da humanidade quando tem a arte como algo significativo em sua educação.

 

 

 

Para a criança, criar é tão natural quanto andar e correr, e o objetivo da arte é justamente liberar o impulso criador que existe dentro dela.

 

 

 

A arte é um importante trabalho educativo, pois procura, através das tendências individuais, amadurecer a formação do gosto, estimular a inteligência e contribuir para a formação da personalidade do indivíduo, sem ter como preocupação única e mais importante à formação de artistas.

 

 

Com este trabalho o Núcleo de Arte Grande Otelo está contribuindo para o desenvolvimento cognitivo dos aprendizes, pois o conhecimento em arte amplia as possibilidades de compreensão do mundo e colabora para um melhor entendimento dos conteúdos relacionados a outras áreas do conhecimento.

 

 

Parabéns a toda equipe do Núcleo por apresentar a arte como um caminho onde o impossível não existe, pois ela dá possibilidades de improvisar, transformar, ir além da superficialidade, entrelaçar conhecimentos; em suma, entrar no terreno criativo da condição humana.

 

 

Visite o blog do Núcleo de Arte Grande Otelo e conheça as outras oficinas oferecidas aos alunos da 6ª CRE. Não deixe de enviar o seu projeto e/ou ação para ser publicado no Portal Rioeduca! Este espaço é meu, é seu, é nosso!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter: @PatríciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

 

 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 02/11/2012

Viva Jovelina, Pérola Negra do Samba

Tags: 6ªcre, artesvisuais.

 

O Polo de Educação para o Trabalho, Telêmaco Gonçalves Maia, estabeleceu uma parceria com a Arena Carioca da Pavuna, Jovelina Pérola Negra, através do professor Nilton Barbosa Filho.  Com essa parceria, desenvolveu uma oficina de desenhos com o objetivo de comemorar os 68 anos da cantora e partideira Jovelina Pérola Negra

 

 

Pérola Negra do Samba

 

 

Jovelina Pérola Negra foi uma das  grandes damas do samba e do pagode. Voz rouca, forte e amarfanhada, de tom popular e força batente. Nascida em Botafogo, Jovelina fincou o pé na Baixada, em Belford Roxo. Pastora do Império Serrano, ajudou a consolidar o que é chamado hoje de pagode.

 

 

 

O sucesso chegou  tardiamente e ela não realizou o sonho de ganhar muito dinheiro e dar aos filhos tudo o que não teve. Faleceu aos 54 anos de enfarte.

 

 

PET Telêmaco Gonçalves Maia e Arena da Pavuna: uma Parceria de Sucesso

 

 

Através do Professor Articulador Nilton Barbosa Filho, estabeleceu-se uma parceria entre o Polo de Educação para o Trabalho, Telêmaco Gonçalves Maia, e a Arena Carioca da Pavuna, Jovelina Pérola Negra.

 

 

 

A Arena oferece oficinas gratuítas em vários horários e programação de música, dança, teatro, standup comedy e shows para 1.500 pessoas

 

 

Da união, nasceu o projeto Viva Jovelina, Pérola Negra do Samba, que comemorou os 68 anos da  cantora e partideira. Esse foi o ponto gerador para a realização do trabalho artístico  primoroso de criação de pranchas de caricaturas e de desenhos de personalidades do samba pelos alunos do Polo de Educação para o Trabalho Telêmaco Gonçalves Maia.

 

 

Herança da Musicalidade Africana

 

 

Orientados pelo professor Nilton Barbosa e pelos professores da Arena Jovelina Pérola Negra, os alunos partiram de uma pesquisa minuciosa sobre a ancestralidade afrodescendente e a herança da musicalidade africana que gerou o samba, o caxambu, o jongo e o partido alto.

 

 

Esse último foi caracterizado pela tradição do improviso verbal, rimado, sustentado pelas palmas e por  ritmo  e melodia espontânea.  Reúne uma roda de cantoria trazida do coração da África, mais precisamente de Angola, de onde ressoavam os batuques ancestrais que alcançaram as terras quilombolas da Bahia e do Rio de Janeiro na época da colonização.

 

 

Como o repente nordestino, o Partido Alto também adquiriu as características do desafio entre duplas ou grupos de improvisadores, tornando as rodas de samba mais dinâmicas e divertidas.

 

 

A casa da Tia Ciata foi palco das rodas de grandes partideiros que, mesmo sendo perseguidos pela polícia, consolidaram o estilo como samba de raiz.  Atualmente, ele  permanece vivo e forte, graças à contribuição de Clementina de Jesus, um grande nome representante da ancestralidade africana que deixou um legado para Martinho da Vila, Candeia, Aniceto, Geraldo Babão, João da Gente, Jair do Cavaquinho , Almir Guinéto, João Nogueira, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho, Dudu Nobre, Alcione, Beth Carvalho, Lecy Brandão e tantos outros. Mas foi Jovelina Belfort, a Pérola Negra que continuou a tradição de Clementina.

 

 

Oficina de Desenhos com Caricaturas de Personalidades do Samba

 

 

Após a vasta pesquisa relatada acima, os alunos do PET - Polo de Educação para o Trabalho -  Telêmaco Gonçalves Maia produziram caricaturas das grandes personalidades do samba. Entre elas, a própria Jovelina Pérola Negra.

 

 

As caricaturas realizadas pelos alunos do PET enfatizaram e exageraram as características das personagens pesquisadas de uma forma humorística, além de retratarem gestos vícios e hábitos particulares.

 

 

As caricaturas que veremos a seguir apresentam um estilo bastante semelhante  ao cartoon. São divertidos e com um leve exagero que não deprecia a pessoa desenhada.

 

 

 

A palavra caricatura vem do italiano "caricare", que significa carregar  no sentido de exagerar, aumentar algo em proporção

 

 

 

É comum vermos caricaturas políticas em nossos jornais ou revistas. Entretanto, as sátiras sociais através de caricaturas já existiam principalmente a partir do Século 18, realizadas por artistas de renome.

 

 

 

A caricatura é a "mãe" do expressionismo, onde o artista desvenda as impressões que a índole e a alma deixaram na face da pessoa.

 

 

Todos estão de parabéns pelas obras que abrilhantaram a exposição cultural durante evento do dia 21/07/2012 que foi coroado de êxito. Feijoada, muito samba de raiz, partido-alto e fundo de quintal. Sem deixar de mencionar o show da bateria do GRES Império Serrano, a escola de coração da Pérola Negra do Samba.

 

 

Termino a matéria parabenizando todos os envolvidos neste processo educacional: professores, alunos, coordenadores e tantos outros que ajudaram, de alguma forma, para o desenvolvimento da expressão; ajudando  o aluno a atuar de forma afetiva com o mundo, opinando, criticando e sugerindo. 

 

 

Para finalizar, apresento a vocês um vídeo mostrando o desenvolvimento de todo otrabalho. Vamos apreciar este belíssimo projeto!

 

 

 

 

 

 

Gostou deste projeto? Envie o seu para seu publicado no Portal Rioeduca. Será um prazer divulgar o seu trabalho! Nós somos a seXta CRE!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter: @PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 31/10/2012

Sujeitos da Ação

Tags: 3ªcre, protagonismojuvenil, artesvisuais, blogsdeescolas.

 

 

A arte de contar histórias nos encanta desde sempre. Na E.M. Reverendo Álvaro Reis, da 3ª CRE, os alunos encantam e contam histórias de uma maneira especial. Me acompanhem no próximo capítulo!

 

 

Há uns dez dias, o país parou para assistir ao final de uma novela de sucesso. Até mesmo quem não seguiu os capítulos anteriores, conhecia os personagens e viu-se envolvido pelo último episódio. Nossa índole humana nos leva a seguir histórias e não abandoná-las, ainda mais se forem bem contadas.

 

A Escola Municipal Reverendo Álvaro Reis pretende em seu projeto político pedagógico educar o aluno para a ação consciente sobre a comunidade em que vive, reconhecendo-se e ao outro com que interage. Na postagem Formando Valores através da Cultura Indígena, podemos ver um pouco deste trabalho.

 

Agora, vamos conhecer o projeto Sujeito da Ação, realizado pela professora Fabiana Costa da Sala de Leitura da escola. Com o objetivo de incentivar a leitura e a produção textual através da vivências das histórias, ela colocou os alunos para envolver-se em todas as partes da produção de uma fotonovela.

 

 

 

 

 

 

A fotonovela era um tipo de narração muito famoso na década de 1960 e 1970. Publicadas nas revistas mais famosas da época, faziam sucesso entre as leitoras. As crianças, nativas digitais, adoram a facilidade de produção que a informática e o acesso à tecnologia proporciona. Eles mesmos podem escrever, fotografar e editar suas produções.

 

A escolha dos temas e a produção dos diálogos ficou por conta da imaginação de cada grupo. O 1º ano, sempre envolvido em fábulas e contos de fadas ficou com "Enquanto Seu Lobo não Vem", canção popular na boca dos pequenos.

 

 

A turma 1401 resolveu registrar uma das lendas do folclore escolar: "A Loura do Banheiro". Assim desmistificam a lenda, ao repensá-la e vivenciá-la teatralmente.

 

 

 

 

 

 

A aluna Yasmim, da turma 1402, produziu o texto que foi encenado pela turma. "O Monstro" é uma narrativa com elementos do universo dos pré-adolescentes e elementos fantásticos. Os efeitos especiais também estão presentes.

 

 

 

 

 

 

 

A professora Fabiana Costa nos conta o passo a passo: “Este trabalho foi realizado em etapas específicas para cada grupo, que consistem em:

- Escolha do texto, contação da história, música e fotografia para o 1º ano.

- Escolha do texto, contação da história, elaboração do figurino e fotografia para o 2º ano.

- Aula sobre quadrinhos, produção textual, montagem, elaboração do figurino e fotografia no 3º ano.

- Escolha do gênero, produção textual, escolha dos melhores textos, dos grupos de trabalho (atores, figurino, cenário, informática) e fotografia no 4º ano.”

 

Assim, cada ano de escolaridade pode produzir de acordo com suas habilidades e potencialidades. A turma 1301 produziu a fotonovela "A Dorminhoca" é de autoria da aluna Marcele.

 

 

 

 

 

 

O prazer da produção textual com papel social e da leitura de textos produzidos por seus pares são grandes incentivadores para a fruição da leitura. As tarefas que envolveram a produção das fotonovelas resgatam nossa cultura, desenvolvendo a criatividade interpretativa e facilitando a capacidade de ação de cada aluno para o sucesso do trabalho. Os sujeitos da ação, nesee projeto, vão continuar interagindo na assimilação dos conteúdos e na construção de seus conhecimentos.

 

Para visualizar todo o projeto e as demais fotonovelas criadas, o blog E.M. Reverendo Álvaro Reis aguarda sua visita. Confiram as ações dos sujeitos e deixem seu comentário.

 

 

 

 

Contate-nos:

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share