A A A C
email
Retornando 14 resultados para a tag 'diadoprofessor'

Quinta-feira, 16/10/2014

A Voz Doce e Suave da Professora Nancy Pimentel

Tags: 4ªcre, diadoprofessor.

 

 

A voz humana é uma maravilhosa obra da anatomia e define a nossa identidade. Ela é como uma impressão digital, totalmente original. É a chave evolutiva para a sobrevivência da nossa espécie. 

 

 

Sim, a máxima anterior é verdadeira. Mas só alguns, só alguns poucos a usam de forma harmoniosa, leve e encantadora como a Professora Nancy. Dentre os seus muitos talentos desempenhados na Rede, nas horas vagas a professora canta no coro da Igreja.

 

 

Nancy, a Professora que Canta e Encanta a todos com a sua Voz Doce

 

Nancy é uma pessoa que gosta de se dedicar nas ações profissionais que desenvolve, colocando não somente seus conhecimentos teóricos e práticos a serviço do “outro”, como o seu coração em tudo o que faz.

Em seu dia a dia, seu maior talento em família é enxergar as qualidades das pessoas, mesmo que elas não sejam aparentes. Ela é agregadora e generosa, está sempre disponível a fazer o bem. Nancy aprecia a arte, a literatura e uma boa conversa com os amigos! 

A música ocupa um lugar especial em meio a outros talentos. Ela canta no coro da Primeira Igreja Batista em Olaria, atuando como solista. Sua voz é doce e suave, quando canta é capaz de tocar o coração das pessoas com uma interpretação toda especial que revela o seu jeito especial de ser.

Texto gentilmente enviado pela Professora Anne Pimentel (irmã).

 

 

 

                Depoimento da Professora Anne Pimentel sobre a sua irmã, a            Professora Nancy Pimentel

 

Estou muito feliz com a iniciativa e considero que vocês são pessoas lindas e, além de tudo, amigas! Muito obrigada pela iniciativa e pelo carinho, a Nancy realmente conquistou a amizade e o reconhecimento das pessoas em todos estes anos trabalhados na 4ª CRE e, com certeza, também recebeu muita força e acolhida de vocês!

Aliás, ela influenciou muito a minha escolha de ser professora! Foi através dela que construí minha trajetória como educadora. Faço parte da rede municipal porque admirava seu trabalho e amor pela educação carioca.

O canto coral constitui uma relevante manifestação educacional musical e uma significativa ferramenta de integração social.  Além disso, os conhecimentos adquiridos pelos participantes do coral influenciam na apreciação artística e na motivação pessoal de cada um.

 

 

"A minha receita é o canto orfeônico. Mas o meu canto orfeônico deveria, na realidade, chamar-se educação social pela música. Um povo que sabe cantar está a um passo da felicidade; é preciso ensinar o mundo inteiro a cantar."

VILLA-LOBOS (1987, p. 13)

 

 

A série "Talentos da Rede" tem o orgulho e o prazer de compartilhar  com todos vocês um pouquinho da história dessa professora tão querida e competente para nós da Rede, sobretudo da 4ª CRE. Parabéns, professora Nancy, um talento que vai além do fazer pedagógico.

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Ana Accioly Ver Comentários (7)

Terça-feira, 16/10/2012

Do Século XIX ao Século XXI – Dia do Professor

Tags: 5ªcre, rioeduca, diadoprofessor.

 

O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro e o Rioeduca, através do seu representante na 5ª Coordenadoria Regional de Educação, vem homenageá-los com singelos cartões postais em agradecimento à importante missão de ensinar e de aprender.

 

Do Século XIX ao Século XXI

 

Em 15 de outubro de 1827, D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, todas as cidades, vilas e lugarejos deveriam ter suas escolas de “primeiras letras”. Esse decreto falava da descentralização do ensino, do salário dos professores, das matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados.

 

Após um século, as homenagens aos professores ainda eram ínfimas, porém, a partir de 1947, os estabelecimentos de ensino passaram a promover solenidades que enalteciam a função do mestre na sociedade moderna. Com a participação de alunos e suas famílias, comemoravam condignamente o Dia do Professor.

 

Quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano. Foram eles: Salomão Becker, Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko. A ideia de comemorar o Dia do Professor no dia de 15 de outubro partiu do professor Salomão, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A ideia estava lançada.

 

Essa celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963.

 

 

5ª Coordenadoria Regional de Educação e Rioeduca

 

 

De Janeiro deste ano até hoje, 16 de outubro, quase uma centena de trabalhos das Escolas da 5ª Coordenadoria Regional de Educação/SME/RJ foram publicados no Portal Rioeduca. E nada mais justo que, para homenagear os professores (que não medem esforços nessa difícil mas adorável missão de ensinar e aprender), apresentemos suas equipes através de singelos cartões postais.


Foram inúmeros projetos, eventos nas escolas (e fora delas), desfiles, mostras artísticas, ludicidade etc, que fizeram deste Portal uma referência no Brasil, e até mesmo no exterior, compartilhando muitos trabalhos realizados pelos professores com seus alunos. Temos recebido vários comentários nas publicações de todas as CREs e observamos que muitos que aqui nos leem são pessoas de locais distantes e amantes da educação.

 

Um carinho especial às escolas que nos enviaram fotos de suas equipes para que esta publicação pudesse ter um enfoque de congraçamento. Assim, reafirmamos nosso compromisso com a qualidade das publicações dos trabalhos tão bem realizados pelas escolas através de seus professores.

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Parabéns, Professor, pelo seu dia! 

O que seria do mundo se não fossem seus ensinamentos, orientações e dinamismo?

Parabéns, Mestre!

Parabéns, Educador!

 

Fontes de pesquisa:

Portal da Família http://www.portaldafamilia.org.br/datas/professor/diaprof.shtml

Wikipédia http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_do_professor

 

 

 Escolas e professores participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos. Clique aqui para saber o e-mail do representante.

 

Regina Bizarro é Professora da Rede Municipal e Representante do Rioeduca na 5ªCRE
E-mail: reginabizarro@rioeduca.net / Twitter: @rebiza
 / FACE: rebiza

 

                                


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 05/10/2012

Uma História Especial

Tags: 3ªcre, entrevistas, diadoprofessor.


 

A professora Fátima França já completou 40 anos de magistério e continua cheia de ideias e vontade de ensinar. Sua História é marcada com um toque especial. Confira!

 

 

Mais um outubro chegou. Hora de homenagear o profissional que forma todos os outros e merece nosso carinho sempre. É o trabalho dos professores que faz a revolução acontecer e estamos aqui para registrá-lo. Hoje, vamos conhecer a professora Fátima França, que chamou minha atenção pelas atividades publicadas no grupo da E. M. João Kopke, escola em que está lotada. Mas a história dela começa muito antes.

 

 

 

 

 

 

Potiguar de nascimento, mas de família cearense, ela viveu sua primeira infância às margens do Rio Purus, no Amazonas. Longe das lojas de brinquedos e de escolas regulares, ela aprendeu a ler com sua mãe e tias e a brincar com o que tivesse à mão em um seringal chamado Igualdade.
Daí vem seu olhar especial sobre tudo que a maioria considera lixo. Ela acredita que tudo pode encontrar uma nova finalidade e recorda com carinho das atividades produzidas com suas turmas regulares e especiais. A Árvore de Natal, feita de guirlandas individuais reciclando CDs e o mural intitulado Cantarolendo por sua colega da Educação Especial Ana Viola são seus xodós. O Cantarolendo foi uma maneira de interagir com seus alunos através de músicas infantis ou folclóricas, dobraduras e trechos das músicas como ela mesma nos explica: “ Trabalhamos músicas e ritmos e pra cada música eu criava uma dobradura. Enquanto ia fazendo a dobradura, íamos cantando com eles e pra eles, usando vários sons, batendo palmas, fazendo mímicas, gestos, dançando, balançando o corpo etc. Depois, eu escrevia parte da música e colava a dobradura. Montamos o mural com músicas folclóricas e mais tarde repetimos a dose com músicas e dobraduras natalinas.”

 

 

 

 

 

 

 

Depois de anos trabalhando na E. M. Joaquim Ribeiro com turmas regulares, ela disse ter sido escolhida pela Educação Especial, segmento a que se dedica desde 2006, na E. M. João Kopke, ambas na 3ª CRE. A paixão transparece ao postar os progressos de seus alunos. Cada pequena vitória é comemorada e cada produção exposta com orgulho.

 

 

 

 

 

 

 

O depoimento de sua amiga professora Rita Lusiè Velozo nos conta um pouco de sua personalidade:

“ Fátima França traduz a verdadeira essência do professor por vocação e que gosta daquilo que faz. Está sempre de bem com a vida, em alto astral. Gosta de agregar as pessoas. Mesmo não estando mais na E. M. Joaquim Ribeiro, mantém a memória da escola reunindo as pessoas todo mês e mantendo em dia o grupo da escola na rede social. É muito criativa. Não me esqueço das sugestões de jogos e brinquedos que ela me passava, quando eu estava com o Acelera e Progressão, feitos com papel, sucata, caixinha de fósforo, palitos...Ela já fazia reciclagem quando isto nem era moda! Já dá aula há muitos anos e nunca perde o “pique”. E nos últimos anos abraçou uma missão belíssima que é o seu trabalho com alunos especiais. Ela sempre fala deles com muito carinho e é visível o resultado positivo obtido com estes alunos. Fátima é uma pessoa de fé, 'fé em Deus, ' na vida, no homem e no que virá ...'(parafraseando o poeta ) e merece os nossos parabéns por sua trajetória de vida!”

 

 

 

 

 

 

 

Ela diz que não é muito de tecnologia, mas, nas redes sociais, encontrou o prazer de registrar seu trabalho e lamenta não ter guardado lembranças dos livros feitos com as produções de seus alunos coladas em catálogos de cosméticos. O significado daquelas produções sobre os colegas de classe e sobre a turma como um todo se perderam ou estarão guardados no fundo das gavetas daqueles meninos e meninas. Esse risco ela não corre mais, pois a tecnologia jamais substituirá o professor na vida dos alunos e  nos ajuda a conhecer gente que cumpre sua missão com dedicação todos os dias.

Professora Fátima França, prazer em conhecê-la! Parabéns por sua carreira!

 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 28/10/2011

Palavras e Imagens - Profª Maria da Glória E.M. General Osório 6ªCRE

Tags: 6ªcre, homenagem, diadoprofessor.

 

 

Profª Glória e seus alunos!

 

Recebi um e-mail de Fatima Braga, diretora adjunta da E.M. General Osório, com um pedido muito especial, divulgar o projeto de trabalho da professora Maria da Glória. Ela relatou com tanto carinho esta mestra de sua escola, que eu achei interessante reproduzir suas palavras: 

 

"A professora Maria da Glória Guimarães Santiago  - relata Fatima Braga - está na rede municipal de ensino há 26 anos, atuando como professora do primeiro segmento. Maria da Glória é regente da turma do 5º ano. Sempre procurou adequar seus métodos à realidade dos alunos. Incentivando-os a leitura e a criação de textos poéticos. A professora planeja suas aulas de forma que o aluno desenvolva suas potencialidades e criatividade, por meio de uma ação pedagógica que desafie, incentive e leve o aluno a construir o conhecimento através de situações significativas e contextualizadas, numa perspectiva interdisciplinar. Acreditar na capacidade do aluno. Ser carinhosa, amorosa, incentivadora e amiga dos seus alunos é sua prática pedagógica."

 

Reunindo o encanto das palavras com o encanto das imagens e das formas, a escolha por trabalhar a linguagem da poesia com a linguagem visual é um procedimento pedagógico que leva a um gosto (que poderíamos chamar de) natural pela aprendizagem, pela busca do saber... E é esse o procedimento das propostas de trabalho da professora Maria da Glória!

 

Realmente, um trabalho encantador! Confiram neste-book - "Brincando de Poesia" - algumas das produções de seus alunos:

 

BRINCANDO DE POESIA

(Livro Virtual)

 

Myebook - Brincando de Poesia - click here to open my ebook

 

Cliquem aqui para acessar o livro na página do Myebook

 

 

 

 

Acima, formas artísticas para trabalhar Educação Ambiental

 

 

Os alunos construindo conhecimento na aula da profª Maria da Glória

 

 

 

 

PARABÉNS A PROFª GLÓRIA E SEUS ALUNOS!

 

PARABÉNS A E.M. GENERAL OSÓRIO!

 

UM AGRADECIMENTO ESPECIAL A PROFª FATIMA BRAGA!

 

 

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share