A A A C
email
Retornando 12 resultados para a tag 'encontro'

Quarta-feira, 27/09/2017

Encontro de alunos do PEJA na 3ªCRE

Tags: 3ªcre, peja, encontro.

 

   A noite de 29 de agosto de 2017 foi muito especial para as unidades  da 3ªCRE. Nela aconteceu mais um Encontro Regional dos alunos do PEJA. Trocas de experiências, mostra de trabalhos e apresentações inesquecíveis rechearam de emoção o evento que, como sempre, foi um sucesso

 

 

Segue o release das apresentações:

E.M. Engenheiro Roberto Magno de Carvalho

Os alunos do PEJA apresentarão um jogral e a leitura de um acróstico- “A Escola que temos e a escola que queremos”, com a tradução simultânea em libras através do aluno que é deficiente auditivo e um vídeo sobre a paz.

E.M. Jose Verissimo

Os alunos das turmas de PEJA I e PEJA II da Escola Municipal José Verissimo apresentarão uma poesia em forma de jogral chamada “O sistema” do escritor Eduardo Galeano.

E.M. Eurico Salles

A escola diz que para não se calar frente as injustiças vão cantar. O coral apresentará a canção “ Dias melhores “ de Jota Quest”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E.M. Thomas Mann

A Escola Municipal Thomas Mann traz a apresentação de um coral, com a música “Apesar de você” de Chico Buarque.

E.M. Alcide de Gasperi

A escola traz o rap da felicidade, com poesia: “Amor, Igualdade, Justiça e Liberdade”.

E.M. Edgard Sussekind de Mendonça

A escola traz para nosso encontro um momento voz e violão com a música “A Paz”.

 

 

E.M.Nereu Sampaio

O PEJA da Escola Municipal Nereu Sampaio traz para o encontro de alunos, uma mensagem com interferência de trechos musicais trabalhados no projeto da escola ao longo deste ano. Para a elaboração foram utilizados trechos do texto produzido pela unidade escolar para o encontro, bem como trechos de músicas da MPB utilizadas para ampliar nossa discussão.

E.M. Sarmiento

Os alunos da Escola Municipal Sarmiento tiveram como objeto de estudo a letra da música “Que país é esse” do grupo Legião Urbana e hoje estão aqui para apresentarem o tema em forma de uma dramatização.

E.M.Alagoas

Os alunos apresentarão uma dramatização representando os trabalhadores das regiões do Brasil, finalizando com a música “Trabalhadores do Brasil”.

 

 

E.M. Rubens Berardo

Cada autor trabalhado será representado por um aluno fazendo um paralelo desse autor com o tema "É preciso que as pessoas se respeitem. Não podemos nos calar diante das injustiças."

A escola finalizará com a declamação, de parte de um desses poemas.

E.M. Isabel Mendes

A Escola fará uma apresentação teatral baseada no manifesto “Elas por elas”, onde serão relatados atos verídicos vividos por mulheres.

E.M. George Sumner

A Escola Municipal George Sumner apresentará o “Rap da EJA – É urgente esse grito”, em consonância com o tema discutido nas aulas, durante a construção do texto coletivo.

 

 

CIEP Patrice Lumumba

O CIEP apresentará um trabalho sobre diversidade cultural na alfabetização, com apoio do forró.

 

E.M. Republica El Salvador

Os alunos trazem para nosso encontro um vídeo onde retrata a peça teatral “Na fila- um pouco da história do Brasil”, baseado na crônica de Luís Fernando Veríssimo.

Alguns depoimentos de participantes revelam o quanto esse momento de aprendizagem diferenciada foi importante para toda a comunidade escolar:

Foi emocionante e gratificante acompanhar todo o processo de construção desse momento! Profª Ana Luisa F.Martins Oliveira
 

"Ontem, nos emocionamos, nos admiramos, nos encantamos e vivemos momentos muito felizes, por conta do "XII Encontro Regional de Alunos do PEJA". Porém, para que todo esse sucesso pudesse acontecer, contei com muitas pessoas, desde a fase de planejamento até a realização efetiva do evento.
Os agradecimentos são muitos. Agradeço imensamente a todos:
- À minha equipe do PEJA- Ana Luisa- incansável e sempre disponível;
- Às "meninas da GED", Ângela, Christina, Ana Paranhos e Karina. Um especial agradecimento a Tânia, que fez desde lavar e carregar maçãs do lanche comigo até apresentar os releases do evento;
- À Sandra Martorelli pela ajuda com a arte do banner;
- À Ana Carolina da GIN, parceira com os lanches dos alunos;
- À AIT, com o auxílio do André com as mídias;
- À Direção da EM Sarmiento por ter recebido e armazenado os lanches;
- Ao Sergio e a Ana Maria (Almoxarifado) amigos prestativos e disponíveis;
- Ao Rodrigo por ajudar a carregar os lanches e as águas;
- Aos Professores Orientadores pelo empenho e dedicação para que o evento acontecesse de forma brilhante;
- Aos professores regentes do PEJA, que se empenharam nos ensaios e nas apresentações;
- Aos Diretores que viabilizaram materiais e tudo o mais que fosse preciso para a exposição de trabalhos e as apresentações. Um especial agradecimento as Diretoras Elizabeth, da EM José Veríssimo e Kátia , da EM Alcide de Gásperi, por estarem presentes, prestigiando o evento;
- A todos os alunos do PEJA, que deram um exemplo de cidadania, educação, respeito e participação coletiva e ainda, pelas belas e emocionantes apresentações.Peço que levem a todos os alunos meus agradecimentos e meus parabéns!
Um abraço carinhoso a todos!" - Inácia Alvarenga

 

"Deixo aqui também registrado meus PARABÉNS!

Tive a oportunidade de me emocionar, me encantar e alimentar ainda mais os meus sonhos para a Educação. PEJA é um programa que faz acontecer, é VIDA! E como disse nosso amado Paulo Freire: 'Em um país como o Brasil, manter a esperança viva é em si um ato revolucionário.'

Mais uma vez PARABÉNS! Continuemos compartilhando sonhos!" Hérica Marinate - GEJA

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 16/08/2017

Escolas vão celebrar a paz na quinta-feira, dia 17

Tags: encontro pela paz.

 

Com brincadeiras, teatro, música e jogos, alunos e professores da rede municipal promovem encontros pela paz em diversos locais do Rio de Janeiro



Na próxima quinta-feira, dia 17, 650 mil estudantes da rede municipal têm encontro marcado com a tolerância, com a solidariedade, com a harmonia, com o companheirismo, ao promover, ao lado de seus professores e funcionários das escolas, atos pela paz em diferentes regiões da cidade correspondentes aos distritos das 11 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs).

Os encontros descentralizados fazem parte da mobilização da comunidade escolar pela campanha Aqui é um lugar de Paz, que vem sendo desenvolvida desde maio nas unidades e apoiada pela Secretaria Municipal de Educação. Os atos ocorrem em substituição ao Encontro pela Paz que aconteceria no dia 2 de julho no Aterro do Flamengo, mas acabou cancelado por conta do mau tempo.

Por meio de atividades lúdicas, esportivas e culturais, as escolas querem mostrar à sociedade, convidada de primeira hora aos atos descentralizados, que a paz nas escolas é possível e imprescindível para a formação de crianças e jovens. Equipamentos importantes da cidade, como o Museu de Arte do Rio (Mar), Engenhão, Parque Olímpico, Lona Cultural João Bosco (Vista Alegre), Arena Carioca Jovelina Pérola Negra (Pavuna) e a Cidade das Crianças (Santa Cruz), entre outros, serão territórios de paz para as brincadeiras e jogos da garotada.

Iniciada há dois meses e sem data para acabar, a campanha Aqui é um lugar de Paz se insurge contra a violência que já resultou na perda prematura das jovens Vanessa dos Santos e Maria Eduarda, alunas das escolas José Eduardo de Macedo Soares e Jornalista e Escritor Daniel Piza, respectivamente, e expõe centenas de vidas ao risco de morte diariamente. A violência já provocou o fechamento de 381 escolas desde o início do ano, deixando 130.468 mil alunos sem aulas.

O movimento das escolas conta as a parceria dos escoteiros, das superintendências da Prefeitura, das unidades de Saúde, Conselho Tutelar e Assistência Social. Vem mobiliando todas as unidades e setores da Rede de Ensino. Nas escolas a palavra paz vem sendo trabalhada de diferentes formas, seja como braços de projetos políticos-pedagógicos, seja no desenvolvimento de trabalhos especiais de arte, música, canto, poesia e teatro. Nessa caminhada pela paz juntaram-se órgãos e secretarias municipais. A campanha também conta com o apoio de entidades como a Unicef, Fiocruz, Unesco, Observatório das Favelas e a Rede Maré, entre outras.

 

Acesse aqui a programação

 

 

Fonte: Assessoria de comunicação - SME


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 27/04/2016

Encontro Literário com Luciana Sandroni

Tags: 2ªcre, encontro, literário.

 

 

Os alunos da Escola Camilo Castelo Branco participaram de uma roda de leitura e um encontro com a autora Luciana Sandroni.

 

A professora Jenny Iglesias, regente da Sala de Leitura, continua realizando no ano de 2016 um projeto iniciado no segundo semestre de 2015. Este projeto envolve encontros semanais para rodas de leitura e os alunos também tiveram um encontro literário com a autora da obra que estavam estudando.


O segundo semestre do ano de 2015 começou com a leitura do livro "Ludi na Revolta da Vacina – uma odisseia no Rio Antigo", de Luciana Sandroni. O projeto contou com a parceria de três professores: duas de Ciências, Aline e Cristiane, e um de História, Felipe. As turmas de 8º ano e uma de projeto Acelera foram convidadas para participarem semanalmente de uma roda de leitura. Alunos e professores, foram envolvidos pela narrativa de Sandroni, que apresenta fatos históricos de uma importante época da nossa cidade entremeados à ficção comandada pela personagem Ludi, uma menina esperta, faladeira e questionadora; bem parecida com a boneca de pano Emília, eternizada por Monteiro Lobato.

 

Expositor verde com obras de Luciana Sandroni

 

De acordo com a professora Jenny, o livro que traz à tona a Revolta da Vacina, ocorrida em 1904, e o Bota-abaixo de Pereira Passos é um convite para pensarmos o Rio de Janeiro dos dias de hoje, também alvo de muitas mudanças urbanísticas. O texto instiga a pensar sobre o surgimento das favelas na nossa cidade, a importância do programa nacional de vacinação, herança deixada por Oswaldo Cruz, a vida cultural do Rio de Machado de Assis.


Como desdobramento da leitura, o grupo comparou fotos do Rio Antigo com as paisagens atuais e ainda sonharam com uma visita à secular Confeitaria Colombo. O que a leitura de um livro pode nos possibilitar? Como a Literatura é capaz de ampliar! – Comenta a professora Jenny Iglesias.

 

Luciana Sandroni autografando livros do acervo da escola e os marcadores com a capa do livro

feitos especialmente para este evento.

 

Para abrilhantar esta leitura que tanto “pano para manga” rendeu, a escola recebeu, no último dia 29 de setembro de 2015, a visita ilustre da escritora carioca Luciana Sandroni.


A premiada autora falou de suas memórias e da importância dos livros em sua vida. Alunos, professores e a própria escritora leram um trecho da obra e foi interessante ver e ouvir a narração de Luciana que autografou livros e marcadores feitos especialmente para este encontro, e deixou os jovens leitores envolvidos pelo poder mágico da Literatura.


Neste dia, o encontro contou com a presença da MultiRio que prestigiou o evento e registrou um momento tão marcante na comunidade escolar.

 

Participação da MultiRio durante o encontro literário.

  

Luciana Sandroni com professor de história Felipe, com a professora Jenny da Sala de leitura e

os alunos Wesley e Fernanda da turma 1801 e Poliana da turma 1701.

 


A professora Jenny Iglesias nos conta que o projeto continua sendo desenvolvido no ano de 2016 com uma nova turma.

Agradecemos a professora Jenny Iglesias por compartilhar conosco esta rica experiência de incentivo ao gosto pela leitura, que se faz tão necessária aos jovens. Desejamos sucesso a toda equipe!

 

O contato da professora Jenny Iglesias é: jpolyf@gmail.com

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net
 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share


Sexta-feira, 23/06/2017

Inscrições para Encontro de Professores - Prêmio COMDEDINE de Pesquisa Escolar

Tags: comdedine, encontro, professores.

 

 

 

A Coordenadoria de Educação, por meio da Equipe da Gerência de Projetos Extensão Curricular, vem divulgar o Encontro de Professores referente ao Prêmio COMDEDINE de Pesquisa Escolar.

O Encontro com os professores tem o objetivo informar e apresentar o desenvolvimento do tema “Um Abraço Negro”, divulgado no Regulamento para 24.ª Edição do Prêmio COMDEDINE de Pesquisa Escolar, por meio de uma importante abordagem sobre Cultura e Arte afrodescendente.

O encontro será realizado no dia 23 de junho de 2017, no CASS – Rua Afonso Cavalcanti, n.º 455, Subsolo - sala 1 - Cidade Nova, de 14h30min às 17h.

Serão oferecidas 40 (quarenta) vagas para Professores que participarão do Prêmio COMDEDINE de Pesquisa Escolar. O convite é extensivo aos representantes da E/CRE/GED. Recomendamos que as escolas, dentro de suas possibilidades, organizem estratégias para viabilizar a participação dos Professores no referido Encontro.


As inscrições serão disponibilizadas, até que seja atingido o limite de vagas por meio do link https://goo.gl/forms/TlP6ZBioJbEC2UsL2  

 

Ressaltamos que se trata de uma importante oportunidade para discussão sobre o Regulamento da 24.ª Edição do Prêmio COMDEDINE e do tema a ser trabalhado em 2017.

Contamos, ainda, com a colaboração dos/das representantes das E/CRE/GED na divulgação dessa ação, junto aos Professores, com vistas à plena participação de todos.

 


Atenciosamente,
Equipe da Gerência de Projetos de Extensão Curricular 


   
           



Yammer Share