A A A C
email
Retornando 44 resultados para a tag 'escolas'

Quinta-feira, 24/11/2011

Construindo Valores no CIEP Juscelino Kubitschek

Tags: 4ªcre, bairroeducador, escolasdoamanhã.

 

O  Projeto Político Pedagógico do CIEP Juscelino Kubitschek visa Construir os Valores Humanos junto à Comunidade Escolar. São eles: respeito e responsabilidade; tolerância;  amor;  liberdade; honestidade; simplicidade e  humildade;  cooperação e  união;  paz e  felicidade

 


Nessa pespectiva, o Bairro Educador visa contribuir com o projeto, desenvolvendo uma trilha Educativa e trabalhando conceitos sobre identidade, na qual o estudante desenvolve o conhecimento da comunidade e de si mesmo. Como parte do autoconhecimento, desenvolvemos oficinas de Educação Sexual intituladas "Sexo, Amor e Responsabilidade" com apoio metodológico do Instituto Criança é Vida. Nessas oficinas, além do trabalho sobre o tema da sexualidade, também se desenvolvem atividades de interpretação e produção textual. A partir do momento em que o estudante se reconhece e se estima, pode desenvolver os valores com relação ao outro.


O Projeto Bairro Educador faz parte do Programa Escolas do Amanhã e tem como meta contribuir para a formação integral dos alunos de primeiro e segundo segmento da Rede Municipal de Educação. Para isso, investe no fortalecimento da comunidade escolar por meio de alianças e articulações com atores locais e regionais que possam contribuir para aprendizagem dos alunos. O Projeto promove e estimula as redes e processos de comunicação local, com o foco no aumento da participação de indivíduos e instituições nos processos educativos da comunidade escolar.


Também pensando na construção de Valores, o Bairro Educador uniu as escolas de Manguinhos e parceiros locais no Dia "D" de Combate ao Lixo.

 

 

 

 

O Bairro Educador, além dessas atividades, articulou os seguintes parceiros para organização de ações educativas: ONG Turma do Bem que através do projeto Dentistas do Bem, encaminhou 65 estudantes para tratamento odontológico; O Unicirco que doou 100 ingressos para alunos, funcionários e seus familiares assistirem ao espetáculo Trapésio; o Projeto Memória do Banco do Brasil, através do qual foi montada a exposição sobre a vida do Marinheiro João Cândido no período de 03/10 a 07/10; O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e a Universidade Aberta da Fiocruz que desenvolveram ações de educação ambiental; o SESC de Ramos, que levou o grupo “Aumentando um Ponto” para fazer contação de estória para os alunos; o teatro da Comlurb, que apresentou a peça Sujogro no dia D; o grafiteiro Toquinho, morador local que tem feito um trabalho voluntário na escola para identificação de novos talentos; Biblioteca Parque de Manguinhos visita pela 1ª vez por algumas turmas; Museu da Vida da Fiocruz visitado pelos alunos do 4º ano.


 

O Rioeduca.net agradece o material desse post que fora gentilmente enviado por Mary Lança - Gestora de Núcleo - Bairros Educadores Maré/Manguinhos/Complexo do Alemão

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 21/11/2011

CIEP Elis Regina na Luta Contra a Evasão Escolar

Tags: 4ªcre, educação, atividades, bairroeducador, escolasdoamanhã.

 


O CIEP Elis Regina fica na comunidade Nova Holanda - Maré e tem realizado várias ações para recuperar os alunos faltosos durante o ano. Assim, várias estratégias foram utilizadas, primeiro foram feitas ligações telefônicas para as casas dos alunos faltosos e visitas pelas mães e avós voluntárias a fim de localizá-los, essas são algumas entre outras ações que iremos acompanhar nesse post. 


Como forma de contribuir com este objetivo, o projeto Bairro Educador estabeleceu parcerias o Proinape (Programa Interdisciplinar de Apoio à Escola) e a ONG Redes de Desenvolvimento da Maré para, juntos, formarem um fórum no qual são pensadas e executadas ações que revertam este quadro.


O Projeto Bairro Educador faz parte do Programa Escolas do Amanhã e tem como meta contribuir para a formação integral dos alunos de primeiro e segundo segmento da rede municipal de educação. Para isso, investe no fortalecimento da comunidade escolar por meio de alianças e articulações com atores locais e regionais que possam contribuir para aprendizagem dos alunos. O Projeto promove e estimula as redes e processos de comunicação local, com o foco no aumento da participação de indivíduos e instituições nos processos educativos da comunidade escolar.


O Bairro Educador, além dessas atividades, articulou os seguintes parceiros para organização de ações na escola: o Museu das Telecomunicações da Oi Futuro que recebeu a visita da escola; a CEDAE que ofereceu transporte para visita guiada à estação de tratamento do Guandu e que realizou oficinas na própria unidade escolar sobre o consumo consciente da água para turmas de 3º, 4º, 5º anos e uma turma de Aceleração; O Unicirco que doou 100 ingressos para alunos, funcionários e seus familiares assistirem ao espetáculo Trapésio; o SESC de Ramos, que oferecerá a oficina Bagageiro da Arte para seus estudantes; o SESI que ofereceu o curso Cozinha Brasil para os responsáveis e funcionários.


Foram oferecidas também oficinas de Blog e Mosaico Matemático para educadores do Programa Mais Educação. Texto cedido gentilmente por: Mary Lança e Márcio Garcia (Gestores do Projeto Bairro Educador- Maré)

"A persistência é o menor caminho para o êxito."
                                                Charles Chaplin

Parabéns a  todos da equipe do CIEP Elis Regina por persistirem e acreditarem numa Educação Pública de Qualidade!!
 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 13/09/2011

E.M. Aldebarã, uma estrela que brilha na Comunidade de Antares

Tags: 10ªcre, escolasdoamanhã, bairroeducador.



 

Hoje voltei à Comunidade de Antares. Já havia visitando a Escola Municipal Otelo de Souza Reis, e agora conheço o trabalho realizado na Escola Municipal Aldebarã. Fica faltando agendar as visitas ao CIEP Maestro Heitor Villa-Lobos, e à Creche Municipal Sempre Vida Antares.

 

O Conjunto Habitacional Antares, onde está localizada a Escola Municipal 10.19.016 Aldebarã, recebeu este nome em homenagem à estrela Antares, de maior destaque na costelação do Escorpião. Segundo os astrônomos Antares é a Estrela Alfa, isto é a mais brilhante da costelação, podendo ser vista a olho nu principalmente no Verão, sobressaindo pela sua coloração avermelhada.


As três unidades escolares, e mais a Creche Municipal Sempre Vida e o CIEP Primeiro de Maio, ficam localizados na Avenida Antares, se bem que o CIEP, já está mais voltado para um logradouro conhecido como Rollas, enquanto as outras estão situadas no Conjunto Habitacional Antares.

 

Se Antares é a "Dama de Vermelho", Aldebarã é o "Olho do Touro", por ser a estrela mais luminosa da Costelação do Touro e ficar posicionada exatamente no olho esquerdo do quadrúpede.


Para quem gosta de Astronomia, vale à pena ler o texto de José Roberto V. Costa, intitulado “Antares, a dama de vermelho”, que pode ser encontrado em http://www.zenite.nu/ com explicações bem didáticas sobre a denominação, que vem de anti-Ares, que significa rival de Marte, além de outras informações interessantes, como o ranking de Antares como a 14ª estrela mais brilhante, e a sua fama, que vem desde a Antiguidade, quando era citada pelos egípcios, persas e árabes, entre outros povos.

 

 

Sobre a estrela Aldebarã, que empresta o seu nome à Escola Municipal 10.19.016, da 10ª CRE, convém ler o artigo do astrônomo Fernando Costa, do Observatório Astronômico Frei Rosário, da Universidade Federal de Minas Gerais, intitulado “A Constelação do Touro”, da qual a estrela Aldebarã faz parte, e se destaca por ser a mais brilhante e também por ser conhecida como “Alfa”, “ Tauri” ou “Olho do Touro”.

 

A Constelação de Taurus, por Johannes Hevelius – Aldebarã aparece junto ao olho esquerdo do touro.


Segundo Fernando Costa, seu nome provém da palavra árabe al-dabar  que significa "aquela que segue" – referência à forma como a estrela parece seguir o aglomerado das Plêiades durante o seu movimento aparente ao longo do céu. Aldebarã é uma das estrelas mais facilmente identificáveis no céu noturno, tanto devido ao seu brilho como à sua localização, conforme texto que pode ser lido em http://www.observatorio.ufmg.br/dicas10.htm

 

 

Professor Pedro Silva, diretor da Escola Municipal 10.19.016 Aldebarã, da 10ª CRE, em companhia de alunas do 5º ano, turmas 1501 e 1502, antes da apresentação na Festa Cultural. Ao fundo, o mural com os nomes de todos os alunos que se destacaram com as melhores notas no último bimestre.

 

Na Escola Municipal Antares conheço outras estrelas. São alunos que se apresentaram magnificamente, na culminância da Festa do Folclore; são professores dedicados e comprometidos com uma educação de qualidade; é a diretora adjunta Ulyssia Maria Silva dos Santos, o diretor Pedro Silva e a coordenadora pedagógica Roberta Gomes, demandando esforços hercúleos, junto com toda a sua equipe de professores, para que a escola alcance e ultrapasse as metas previstas pela Secretaria Municipal de Educação, nos índices das avaliações externas, do Ideb e do Ide Rio; é a professora Ana Paula Cavadas, que vai de casa em casa, visitando a comunidade em busca dos seus alunos faltosos; é o professor de Educação Musical, Roberto de Oliveira Ferreira, apresentando-se com o seu violão e trazendo alegria melódica para aquele ambiente especial.

 

Professores e funcionários da Escola Municipal Aldebarã na foto: Professoras Adriana, Prisilla, estagiária Jaqueline, professoras Amanda Sônia Vieira, Rosicleia, Joelma, diretora-adjunta Ulyssia, professor Roberto, coordenadora pedagógica Roberta e diretor Pedro.

Professora Ulyssia, diretora adjunta da E.M. Aldebarã, com alunas do 5º ano, turmas 1501 e 1502, que se apresentaram na Festa da Cultura, em 8 de setembro de 2011.


Percorro todas as dependências da Escola Municipal Aldebarã em companhia do diretor Pedro, e vejo os lindos murais montados pelos alunos com o apoio dos professores.

 


Logo no corredor que dá acesso à sala da direção, secretária e sala dos professores há um belo mural de Boas-Vindas à E.M. Aldebarã, com um quadro de honra, onde estão estampados os nomes dos três melhores alunos de cada ano escolar.

 

Professor Pedro Silva, diretor da E.M. Aldebarã, tendo ao fundo o mural com os nomes dos alunos que se destacaram com as melhores notas no último bimestre e foram homenageados com um certificado de mérito.


O diretor faz questão de mostrar o modelo do certificado que foi impresso para cada um dos alunos homenageados, com a presença dos pais. Todos receberam uma lembrança daquele momento festivo e de destaque, que é uma das medidas tomadas pela direção da E.M. Aldebarã para alcançar boas notas nas provas enviadas pelo nível central da SME/Rio e também na avaliação externa que será feita este ano para o Ideb.

 

Professor Pedro Silva e professora Ana Paula com seus alunos.

 


Pedro Silva não faz por menos: ele sonha e faz planos para que a Escola Aldebarã, que esteve com suas notas abaixo das médias estabelecidas pelo Ideb e Ide Rio em anos anteriores, consiga alcançar a média 7 (sete) nas provas de 2011.

 

Professora Adriana mostrando um dos murais da escola montados pelos alunos com o apoio dos professores.


Para isso o diretor diz que está contando e apostando na dedicação dos seus professores, enfatizando que os bons resultados somente serão conseguidos com o trabalho coletivo e envolvimento de todos.

 

Algumas professoras da Escola Municipal Aldebarã em companhia da diretora adjunta Ulyssia e do professor de arte musical Roberto.


No auditório da E.M. Aldebarã, em plena tarde de quinta-feira, encontro diversos pais e responsáveis que vieram prestigiar o trabalho da escola e assistir a apresentação dos seus filhos.

 

Alunos da turma 1101 devidamente caracterizados para a dramatização da cantiga de roda "A linda rosa juvenil"

Apresentação dos alunos da turma 1202 com a cantiga de roda "O cravo brigou com a rosa".

 

Alunos da turma 1501 encerrando as apresentações da Festa da Cultura da E.M Aldebarã com as músicas Peixe-vio e Bicho do Mato, acompanhadas ao som do violão pelo professor de arte musical, Roberto.


A simpática coordenadora pedagógica, professora Roberta Gomes, vai fazendo a chamada dos alunos para a apresentação na Feira Cultural da escola.

 


Cada apresentação é precedida pela leitura de um texto explicando os costumes, tradições populares, festas folclóricas, músicas, danças, jogos, receitas e crenças, que todos nós aprendemos, mesmo não sabendo precisar suas origens.

 


Com acompanhamento do professor Roberto ao som do violão, a Festa Cultural da Escola Municipal Aldebarã é encerrada com a apresentação dos alunos da turma 1501, que cantaram as músicas “Peixe-vivo” e “Bicho do Mato”.

 


Saio da escola convencido de que Aldebarã é uma estrela que brilha na Comunidade de Antares!

 

As atividades pedagogicas desenvolvidas  Escola Municipal Aldebarã têm merecido destaque nas publicações editadas pelo Programa Bairro Educador, conforme fotos acima reproduzidas de

http://bairroeducador.blogspot.com/2010/11/as-estrelas-da-em-aldebara.html

 

 

                                          

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 01/09/2011

Parcerias: grandes contribuições, belas atuações! EM Sebastião de Lacerda em ação_5ªCRE

Tags: 5ªcre, escolasdoamanhã, riodeleitores, bairroeducador, blogs.

A EM Sebastião de Lacerda, situada no bairro de Irajá, bem próxima à Avenida Brasil, tem parceria com o Bairro Educador.

Finalidade: levar aos alunos um prazer a mais para melhorar a aprendizagem.

 

 

O Projeto Bairro Educador faz parte do Programa Escolas do Amanhã e tem como meta contribuir para a formação integral dos alunos de primeiro e segundo segmento da rede municipal de educação. Para isso, investe no fortalecimento da comunidade escolar por meio de alianças e articulações com atores locais e regionais que possam contribuir para aprendizagem dos alunos. O Projeto promove e estimula as redes e processos de comunicação local, com o foco no aumento da participação de indivíduos e instituições nos processos educativos da comunidade escolar.
 

No dia 26 de agosto a EM Sebastião de Lacerda, realizou a “Festa do Interior” com a participação de todos os estudantes e equipe docente.

 

"Comida, diversão e arte: alimentação saudável nas festas folclóricas", este é o título do projeto desenvolvido pela EM Sebastião de Lacerda, justificando que em toda boa Festa Junina, festas do interior, festas regionais, existem comidas típicas saborosas que deixam qualquer um com água na boca, além da rica cultura nordestina.

 

Toda equipe docente organizou diferentes atividades educativas. E para contribuir com o trabalho realizado na festa, o Bairro Educador levou o Sr. Honorato, cordelista de renome, para realizar oficinas de literatura de cordel.

 

Além disso, a gestora de comunicação do Bairro Educador, Danielle Ribeiro, desenvolveu uma oficina de artesanato com a utilização de material reciclável.

 

 

 

Mas, o que é a Literatura de Cordel?


É uma manifestação cultural, como qualquer outra forma artística, que por meio da escrita são transmitidas as cantigas, os poemas e as histórias do povo — pelo próprio povo.


O nome de Cordel teve origem em Portugal, onde os livretos, antigamente, eram expostos em barbantes como roupas no varal.


Ela destaca-se em regiões onde a cultura é mais valorizada e delineada, como nas regiões Nordeste e Sul, por serem muito mais culturais do que intelectuais.


A literatura de cordel mudou bastante. Os temas já não são como antigamente, quando falavam o sofrimento do povo nordestino. Hoje, reflete a nova realidade que o povo vive, devido a urbanização e a marginalização dos antigos camponeses.


 

 

"Tal atividade está sendo de grande valia, uma vez que estamos envolvidos com a "Festa do Interior", valorizando nossa cultura e a contribuição desse típico brasileiro que com sua origem nordestina contribui imensamente para a formação de nosso povo e nossa história", narra a profª Neiva, diretora da U.E., através do blog da escola.

 

 

Ela relata que a participação de todos foi contagiante e as turmas do 3º ano confeccionaram os cordéis expostos na "Festa do Interior".

 

Oficina de Cordel

 

 

A EM Sebastião de Lacerda tem em seu blog outros projetos interessantes.

Para conhecê-los, acesse o blog da escola: http://emslacerda.blogspot.com/

Blog Bairro Educador, com a publicação deste evento: http://bairroeducador.blogspot.com/2011/08/festa-do-interior-na-em-sebastiao-de.html

 

 Se você, professor, ou sua escola, desenvolveu ou desennvolve algum projeto escreva para nós através dos e-mails de cada Representante de CRE.

Para saber, clique na foto da Equipe Rioeduca e procure sua CRE.

 

                                            

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share