A A A C
email
Retornando 94 resultados para a tag 'familia'

Quinta-feira, 12/12/2013

Voar além do Céu...

Tags: familia, protagonismoinfantil.

No caminho do crescimento, as crianças conquistam mais independência e precisam que os pais lhe deem o apoio e o incentivo necessários para vencerem os desafios.

 

“As crianças precisam de oportunidade de expressar seus sentimentos, exercitar sua independência e de serem avaliadas pelo que são e pelo que sentem, não pelo que têm de ser para conquistar o amor ou a aprovação dos pais."

Kitty Hagenbach

 

 

Conforme vão crescendo, as crianças vão ganhando habilidades e se conhecem melhor. Ficam encantadas ao perceberem que podem realizar algumas coisas sozinhas. Elas gostam de exercitar essa independência e querem fazer as atividades do cotidiano por conta própria.

 

É importante que os pais aceitem o fato das crianças estarem crescendo e já poderem realizar algumas coisas sozinhas.

 

 


Vão aprendendo a resolver problemas no dia a dia e a lidar com novas informações a cada instante.

 


O papel dos pais é criar referências às limitações e às possibilidades dos filhos, incentivando-os a realizar o que conseguirem.

 

 


Ao permitir que os filhos ajam quando são capazes os pais os autorizam a crescer e favorecem seu desenvolvimento.

 

Uma criança independente relaciona-se melhor com o mundo, por isso na maior manifestação de interesse de fazer algo sozinha, os pais devem incentivá-la, ao invés de fazer por ela e nem exigir perfeição.

 


Superproteger a criança impede seu avanço, pode gerar insegurança e confusão quanto as suas próprias capacidades.

 

 

Saber decidir e escolher é uma tarefa para toda vida.


Curta seu filho e acredite no seu bom senso!


Deixe-os voar....

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11
 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 05/12/2013

Gentileza Gera Gentileza: Seja o Espelho de seu Filho!

Tags: família, protagonismoinfantil.


As atitudes positivas dos pais são importantes no dia a dia para a construção da cidadania das crianças. Por isso, os pais devem mostrar sempre bons exemplos.

 

Parte do aprendizado da criança ocorre por meio da observação do comportamento humano, que vai sendo incorporado desde a infância. As crianças raciocinam por meio daquilo que podem ver ou tocar e, conforme crescem, tornam-se questionadoras, querem saber o porquê de tudo.

 

 


Educação são valores ensinados em casa. São as atitudes dos pais observadas e seguidas pelas crianças que vão construir a cidadania dos pequenos.

 

Por isso, de que adianta se o pai e mãe falar que não é para brigar com o amigo, se ele briga constantemente na rua ou com os próprios familiares? Dizem para comer legumes e verduras, se eles mesmos não comem. Pregar o amor, se eles mesmos não usam as palavras “eu te amo”.

 

 

Quando os pais usam termos inadequados no seu cotidiano, a tendência do filho é imitar é muito grande, principalmente porque aquilo acaba sendo visto como algo natural dentro daquela família.

 

A criança quer sempre agradar aos pais e ter uma identificação com eles, portanto, se os pais falam palavrões, a criança também vai falar. Os pais são sempre os principais modelos dos filhos.

 

 

 

Tudo que não seja ético deve ser evitado. Mentir, omitir e agredir alguém de forma verbal ou física.

 

Os exemplos positivos dos pais são ainda mais importantes durante a primeira infância e adolescência, fases em que o caráter e a personalidade estão se formando.

 

Ensinar os filhos a trabalharem em equipe e a conviverem com respeito às diferenças é uma forma de prepará-los para uma sociedade mais ética e próspera.

 

 


Gentileza, gera Gentileza!


Seja sempre o melhor exemplo!


Pratique, seu filho copia!

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 28/11/2013

Organizando o Dia a Dia...

Tags: família, protagonismoinfantil, saúde.

É importante organizar a rotina doméstica respeitando o desenvolvimento dos pequenos. Obedecer aos horários do sono, da alimentação, da higiene e das brincadeiras. A rotina faz com que eles se sintam seguros e desenvolvam bons hábitos.

 

A alimentação, a higiene, o sono e as brincadeiras ocupam o dia a dia da criança. É importante permitir que esses momentos vividos dentro de casa tenham certa constância e se repitam visando a formação de hábitos saudáveis.

 

 

A criança que ainda está construindo a noção de tempo e a rotina acaba se situando melhor em relação aos acontecimentos. Saber que todos os dias mais ou menos no mesmo horário tem determinada atividade assegura a tranquilidade da criança.

 

Essa organização diária lhe dá referências, lhe permite prever situações e lhe proporciona segurança. Por exemplo, quando tem o hábito de ouvir histórias antes de dormir, ela sabe que a hora de ir para cama está próxima.

 

Para que aprenda a se organizar com certa disciplina, é importante que a vida da criança tenha uma estrutura sistemática que lhe sirva de modelo.

 

É fundamental que os pais definam um horário para criança ir para cama, considerando o seu ritmo e o da família.

 

Alguns pais costumam acompanhar a criança até a cama, contando uma história, cantando ou mesmo conversando sobre o que aconteceu durante o dia. Isso não precisa se tornar uma regra, mas é uma excelente maneira de aprofundar a intimidade com os filhos.

 

 

Quando possível, é conveniente que a criança tenha seu próprio quarto. Isso favorece a definição de seu espaço, cria condições para que ela consiga ficar sozinha com tranquilidade, durma na própria cama e crie noção de privacidade e respeito.

 

Se a criança não puder ter seu quarto, é necessário que ela tenha um cantinho só seu, como um espaço reservado para seus brinquedos e pertences.

 

As refeições também devem obedecer a uma rotina preestabelecida. Definir horários para o café da manhã, o almoço, o lanche e o jantar ajuda a disciplinar os hábitos alimentares.

 

 

É aconselhável que a criança se sente à mesa com os adultos durante as refeições e possa ser incentivada a experimentar novos alimentos, especialmente cereais, frutas e verduras.

 

Da mesma maneira, estabelecer uma rotina para a higiene pessoal ajuda a formar bons hábitos, importantes para a saúde, além de favorecer a autonomia, a independência e a responsabilidade de cuidar do próprio corpo. O banho deve ser tomado após as atividades de maior movimentação, nas quais a criança acaba se sujando mais.

 

Se o banho anteceder a hora de dormir, não poderá ser associado a brincadeiras agitadas, que excitarão a criança e afastarão o sono. Escovar os dentes deve ser associado ao término de cada refeição, assim como lavar as mãos, hábito que antecede as refeições.

 

 

Dessa forma, seu filho estará desenvolvendo uma boa percepção temporal e você encontrará muito mais facilidade para se comunicar com ele.

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 21/11/2013

Esporte é Vida, é Saúde! Vamos nos Mexer!

Tags: família, saúde, educação física.

A atividade física faz um bem enorme à saúde mental e física das crianças, além de criar hábitos saudáveis.

 

A alimentação inadequada e uma rotina exclusivamente voltada a computadores, videogames e sedentarismo formam uma combinação perfeita para contribuir com a formação de um adulto obeso e com vários problemas de saúde.

 

 

As novas tecnologias e seu uso desmedido podem estar desviando as crianças de ações como saltar, correr e brincar como era feito antigamente. Por isso, é essencial que os pais e mães estimulem seus filhos a praticar atividades físicas.

 

Hoje em dia, é cada vez mais comum ouvirmos que a prática de esportes é fundamental para uma vida melhor.

 

As atividades físicas promovem o desenvolvimento motor, melhoram a integração e o entendimento do corpo, a autoestima, a autoconfiança e a expressividade. Além de reduzir as condições para o desenvolvimento de doenças crônicas ligadas ao sedentarismo, tais como hipertensão, obesidade, diabetes e doenças do aparelho respiratório.

 

Crianças e adolescentes que praticam exercícios regularmente têm mais facilidade de aprendizado e conseguem melhores notas na escola. A constatação é do estudo publicado no “British Journal of Sports Medicine”.

 

 

Existem muitas opções de atividades físicas: natação, dança, caratê, futebol, etc. Há também escolas e academias que oferecem as mais diversas atividades físicas para desenvolver sua criança em um adulto saudável.

 

O que você está esperando? Converse com seu filho e veja o tipo de atividade que mais lhe agrada.

 

Porém, antes de começar qualquer atividade física, consulte um médico, para avaliar o estado de saúde da criança ou do adolescente e se não existe nenhum tipo de impedimento físico que possivelmente a impeça de praticar algum esporte.

 

 

 Esporte é vida, é saúde! Vamos nos Mexer!

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11
 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share