A A A C
email
Retornando 94 resultados para a tag 'familia'

Quinta-feira, 10/10/2013

Espaço de Reforço da Aprendizagem

Tags: família, protagonismojuvenil.

Reforçar, apoiar, revisar e repor conteúdos podem também ser assessorados pela família. Essa é a intenção desse novo espaço de aprendizagem.

 

A Escola Municipal Rosária Trotta criou um blog: o Point do Aluno. Esse espaço serve como apoio e tira-dúvidas dos conteúdos abordados nas disciplinas escolares.

 

 

“O tempo escasso e acelerado nos conduz a uma nova oportunização de reforço escolar e ensino, complementando as atividades da sala de aula. O blog Point do Aluno surge para facilitar a comunicação, dirimindo possíveis dúvidas dos conteúdos explanados em sala de aula. Inclui, ainda, a plataforma de aulas digitiais da Rede Municipal de Ensino: a Educopédia."

 

 

"Utiliza a rede mundial de computadores (ou internet) para multiplicar informações e desdobramentos de conteúdos, de forma que a aprendizagem ocorra de forma prazerosa e na realidade tecnológica.”

 

 

A escola dispõe o acesso não somente aos seus alunos, mas a quem visitar a página. É uma oportunidade de reforçar ainda mais o conhecimento com o uso do computador. Fomenta, assim, o hábito do estudo dos conteúdos curriculares vistos em sala de aula.

 

O que você está esperando para conhecer e começar a tirar suas dúvidas? Passe por lá, conheça e participe!

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 03/10/2013

Crianças e Animais: Combinação Perfeita

Tags: família, protagonismoinfantil.

Crianças que convivem desde cedo com animais domésticos aprendem melhor o conceito de responsabilidade, sensibilidade, respeito e cuidado com o próximo.

 

Os animais têm muito a nos ensinar sobre o amor. Quanto mais nos aproximamos deles, mais alegria nos dão. A relação com os animais ou "pets" nos proporciona uma alegria imediata e provoca sentimentos positivos que contribuem fortemente para nossa felicidade.

 

 

O contato frequente entre crianças e animais propicia muitas vantagens. Graças a um bichinho de estimação, elas aprendem a dar e receber carinho, exercitam o cuidado e a amizade, ficam mais responsáveis e comunicativas e descobrem os seus limites.

 

As crianças que são criadas junto com animais de estimação apresentam muitos benefícios:

 

  • O despertar de sentimentos positivos para o animal pode contribuir para a autoestima e autoconfiança da criança. Pode também ajudar no desenvolvimento da comunicação não verbal, da compaixão e da empatia;

 

 

  • Ter um animal também requer cuidados. Esses cuidados, orientados por um adulto, estimulam a autonomia e a responsabilidade. Cuidar da limpeza do animal e do seu habitat, cuidar da sua alimentação, passear com eles também favorece o desenvolvimento do vínculo afetivo e a lidar com os mais diversos sentimentos;

 

  • Outro ponto positivo é desenvolver a capacidade de se colocar no lugar do outro, pois é preciso interpretar as necessidades do cão. O resultado: crianças menos egoístas e mais seguras;

 

 

  • A criança que convive com animais é mais afetiva, repartindo as suas coisas; é generosa e solidária, demonstra maior compreensão dos acontecimentos; é crítica e observadora, sensibiliza-se mais com as pessoas e as situações.

 

Avaliar a estrutura de sua casa ou apartamento também é muito importante. Se for adotar um cachorro ou um gatinho, peça ajuda de um veterinário para que indique a melhor raça para a faixa etária das crianças, além de orientar sobre os cuidados com a saúde, vacinas e alimentação.

 

Considere inclusive a "raça" SRD (Sem Raça Definida): muito alegres e carinhosos, eles são facilmente encontrados em feiras de adoção e esperam ansiosamente por um tutor. Se for uma criança cheia de amor pra dar, melhor ainda.

 

O respeito e a confiança são essenciais para conviver em harmonia com os animais. Saber como falar e tratar os animais são práticas que ensinam as crianças como devem agir como seres humanos pelo resto da vida.

 

 

Adotar um animal é coisa séria!

 

É um ato de amor!

 

Adote um!

 

Experimente!

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 26/09/2013

Leitura: Um Hábito que se Cria em Casa

Tags: família, protagonismoinfantil.

Ver os pais lerem e ter livros infantis sempre à mão são importantes incentivos para despertar o gosto pela aventura de ler.

 

De importância inquestionável para o desenvolvimento intelectual de qualquer pessoa, o hábito da leitura pode - e deve - ser estimulado na criança mesmo antes dela estar alfabetizada.

 

Ao folhear livros e ouvir histórias, a criança desenvolve o raciocínio de diversas formas, aprende a pensar de forma lógica e coerente, enriquece o vocabulário e começa a organizar melhor as ideias, além de desenvolver sua criticidade.

 

Livros de pano são excelentes para despertar o interesse das crianças pequenas pela leitura.

 

O exemplo dos pais é fundamental para despertar o interesse das crianças pelos livros. É que ao vê-los folheando jornais, revistas e outras publicações, os pequenos querem imitar e passam a valorizar essa atividade.

 

Os pais, para incentivar o hábito de leitura em seus filhos, podem:

 

  • Deixar livros ilustrados e histórias em quadrinhos ao alcance da criança;
  • Reservar um tempo para ler junto com seu filho;
  • Ao ler uma história, dramatizar as situações e personagens;
  • Repetir a história quantas vezes a criança pedir;
  • Reforçar a leitura com brincadeiras como desenhar os personagens ou modelá-los em massinha;
  • Sempre que possível, deixe a própria criança escolher seus livros.

 

Alunos da E. M.Brício Filho.

 

Um momento enriquecedor para incentivar o contato das crianças com os livros e com os mais diversos autores é levar as crianças a livrarias, participar de sessões de contação de histórias, Sesc e bibliotecas onde, em geral, acontecem essas atividades.

 

 

Como dica, seguem algumas sugestões de bons livros que agradam a maioria das crianças:

 

  • Ovelhinha Rosa da Dona Rosa, Poesia dos Animais, O livro dos Medos, O Pintinho Azul - Donaldo  Buchweitz;
  • Deixado para Trás - Anne Mangan;

  • O Pio da Corujinha - Paula Knight;
  • Coleção Gato e Rato - Eliardo e Mary França;
  • Coleção Mico Maneco - Ana Maria Machado;
  • Quadrinhos da Turma da Mônica - Maurício de Sousa;
  • Picote, o Menino de Papel - Mario Vale.

 

Ao folhear as páginas coloridas de um livro, o pequeno leitor descobre o mundo da fantasia e, o melhor: mergulha e vive essa fantasia!

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 19/09/2013

A Importância dos Amigos

Tags: família, protagonismoinfantil.

No convívio com os colegas, uma lição de respeito, tolerância e desprendimento.

 

A partir de certa fase da vida, a criança mostra-se mais sociável e começa a entrar num dos terrenos mais importantes da vida de qualquer pessoa: a dos relacionamentos sociais.

 

 

Quanto mais precocemente desenvolver sua capacidade de se relacionar com o próximo, menores as chances de apresentar problemas de desajuste social no futuro.

 

No convívio com os colegas, ela exercita a solidariedade, o altruísmo e o respeito pelo próximo. Também experimenta sentimentos variados, como o amor, a ternura e a raiva presentes em qualquer relação. E, aos poucos, aprende a conviver com as regras e a fazer concessões.

 

 

Através da brincadeira, o seu filho aprende a ganhar e a perder, descobre a diferença entre o certo e o errado e passa a compreender o ponto de vista dos outros.

 

A relação com o meio não pode estar limitada aos pais ou à família mais próxima. É preciso deixar a criança conviver com os seus pares, bem como com crianças mais novas e mais velhas.

 

Através de algumas regras simples, os pais podem estimular a sociabilidade da criança:

 

  • Deixá-la à vontade na escolha dos amigos, dando-lhe chance de manifestar suas preferências;

 

  • Reservar um período do dia ou do fim de semana para passear num parque ou praça onde haja crianças;

 

  • Não forçar a criança a conversar ou brincar com outra;

 

  • Conversar sobre os amigos dela, demonstrando interesse;

 

  • Deixar que os amiguinhos venham brincar em casa com ela e vice-versa;

 

  • Mostrar-lhe que uma relação de amizade deve ser sincera e que desentendimentos são passageiros.

 

Alunos da Creche Municipal Zuzu Angel.

 

Fundamentais na formação do caráter das crianças, os amigos são um importante ponto de referência para enfrentar situações novas e formular uma visão própria do mundo.

 

 

Maria Delfina é Professora da Rede Municipal

e responsável pelo Blog Família do Portal Rioeduca.

E-mail: mariadrodrigues@rioeduca.net

Twitter: @mariadelfina11

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share