A A A C
email
Retornando 45 resultados para a tag 'literatura'

Terça-feira, 23/05/2017

Coletânea de Atividades na Escola Municipal Deodoro

Tags: 2ªcre, literatura.

 

A equipe pedagógica da Escola Municipal Deodoro compartilhou com o portal Rioeduca uma coletânea de atividades que foram realizadas na unidade escolar.

 

Primeiramente vamos conhecer o projeto “Festival das Escolas”, patrocinado pela Coca-Cola, cujo objetivo foi motivar os alunos em relação aos valores olímpicos através da produção de um vídeo no qual a escola mostra que o que realiza vale ouro e oferece incentivo aos atletas brasileiros.

Na primeira etapa do projeto, os alunos do 8º ano em conjunto com as professoras de Educação Física, da coordenação pedagógica e dos pais de alguns alunos, produziram um vídeo que foi selecionado e possibilitou a participação da escola em um grande evento realizado no CEFAN (Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes). No dia do evento, os alunos participaram de jogos e de uma etapa final de perguntas e respostas.

 

Festival das escolas

 

A escola também realizou um “Encontro com o Autor”, com o objetivo de incentivar a formação do aluno leitor, aproximando os educandos de escritores brasileiros que apresentam obras voltadas para o público juvenil, dando-lhes a oportunidade de conhecê-los pessoalmente, possibilitando uma rica troca entre leitor e escritor.

A Escola convida um autor por semestre para passar uma manhã com os alunos. O evento conta com a participação de toda comunidade escolar e tem como ponto alto o autor apresentando sua obra, contando suas experiências e ao final promove-se um grande debate no qual os alunos fazem perguntas ao autor. A escola recebeu a escritora Elika Takimoto, que contou sobre a concepção de sua obra mais famosa que é o livro: “Minha Vida é um Blog Aberto”. Durante o debate, um aluno perguntou qual seria o autor que a marcou muito e a autora respondeu que foi a escritora Zélia Gattai.

 

Encontro com o autor

 

Em 2016 a Escola Municipal Deodoro completou 108 anos. O prédio escolar foi tombado pelo decreto 5.303 de 1985, sendo considerada bem de patrimônio cultural. Na data, organizou-se uma cerimônia cívica com o canto do Hino Nacional e com um simbólico abraço coletivo circundando toda a escola. Posteriormente, as turmas, acompanhadas de seus professores e dos funcionários, dirigiram-se à praça Paris para um grande encontro.

O objetivo da atividade foi valorizar o espaço escolar e seu entorno, comemorando o aniversário de 108 anos da escola, a partir da realização de um pic nic coletivo na Praça Paris, em frente à escola. 

 

 

Pic nic para comemorar o aniversário da escola

 

O projeto Jornal Mural tem como objetivo ampliar o universo dos alunos tendo como foco investir na formação do aluno leitor/escritor. Desenvolver no aluno uma análise crítica sobre o que lê e motivá-los a ter uma escrita cada vez mais proficiente.

A professora de Matemática do 7º ano, Katia, preparou alunos monitores que são os responsáveis pela coleta de notícias com a comunidade escolar e pela montagem do mural semanalmente. A proposta deste projeto é valorizar a leitura de textos jornalísticos, já que nem todos alunos têm acesso a eles, uma vez que os mesmos são uma fonte respeitada para pesquisa e para a obtenção de informação sobre o mundo atual.

 

Jornal Mural

 

O portal Rioeduca agradece a equipe da Escola Deodoro por compartilhar conosco estas atividades pedagógicas e desejamos sucesso a toda comunidade escolar.

O contato da unidade escolar é: emdeodoro@rioeduca.net

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 25/04/2017

Água é Vida

Tags: 2ªcre, literatura.

 

No dia 22 de março comemora-se o Dia Mundial da Água e, para lembrar a importância desta data, os alunos do terceiro ano da Escola General Humberto de Souza Mello participaram de uma atividade de conscientização sobre este bem tão precioso que é água.

 

Com o objetivo de despertar a curiosidade das crianças e contribuir para uma reflexão crítica a respeito da importância da água para a Biodiversidade do Planeta, a Professora Vera Nácia convidou a Professora e Educadora Ambiental, Mírian Teresa, para realizar um trabalho com as crianças da turma 1.301 da Escola General Humberto de Souza Mello.

No início da atividade foi feita uma sensibilização utilizando imagens do rio Maracanã, levando em conta que esse é o rio mais próximo do bairro onde residem as crianças.

 

Professora Vera Nácia conversando com os alunos sobre o tema.

 


Logo após, aconteceu uma contação de história com o livro A Água e a Vida - Patrícia Engel Secco - e uma roda de conversa sobre a responsabilidade de cada um para a preservação de rios e lagos, refletindo sobre as pequenas ações pessoais que podem fazer a diferença para a preservação dos mananciais.

 

Contação de história feita pela professora Mirian Teresa.

 


As crianças citaram desde pequenas ações para economizar a água potável até a responsabilidade da sociedade que joga lixo nos rios e do poder público que não limpa, não cuida e não preserva o meio ambiente.

As crianças aprenderam também sobre o Ciclo da água na natureza. Para finalizar, eles fizeram um painel do Ciclo da Água e gravaram um vídeo para as crianças da Escola Municipal no Corisco, em Paraty- RJ, uma vez que a professora Mírian trouxe fotos do rio limpo e preservado que passa próximo a escola deles e apresentou o trabalho realizado pelo professor Luís.

Além disto, a turma fez uma produção textual para registrar um pouco sobre o que as aprenderam sobre a importância da água na nossa vida.

As crianças fizeram como lembrancinha um imã de geladeira, para presentear os pais e a professora convidada.

 

 

Professora Mirian Teresa e alunos da turma 1.301.

 


A professora Vera Nácia agradece a professora Mírian Teresa pela disponibilidade e por presentear a escola com tantas informações e o mais importante, pela formação de seres humanos mais responsáveis pelos seus atos.

O portal Rioeduca agradece a unidade escolar por compartilhar conosco ações que contribuam para a formação de nossos alunos como cidadãos conscientes.

O email da professora Vera Nácia é: veranacia@hotmail.com

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 14/03/2017

Meu Bichinho de Estimação

Tags: 2ªcre, alfabetizacao, literatura.

 

A professora Silvia Kirschbaum produziu um livro junto com sua turma de segundo ano do CIEP Doutor Bento Rubião. A apresentação do livro à comunidade escolar aconteceu em uma manhã de autógrafos.

 

"Meu Bichinho de Estimação" - Livro produzido pelos alunos do segundo ano do CIEP Doutor Bento Rubião


 

A fase da alfabetização é sem dúvida uma das mais importantes da vida escolar do aluno. A professora Silvia Kirschbaum contou ao portal Rioeduca o processo da construção de um livro com os alunos do segundo ano.


“Primeiramente porque considero a Instituição Escola como produtora de cultura. Em segundo lugar, acredito que todos nós podemos nos tornar autores, principalmente nossos alunos. E o fato de nossos alunos observarem suas próprias produções, sejam elas verbais ou pictóricas, publicadas em livros, ou em outras diversas formas de publicações, assim como expostas em murais da escola ou da sala de aula, contribuem para a formação da identidade social de cada um deles, além de reforçarem sua autoestima. Assim, buscava um tema para editar um livro escrito e ilustrado por eles. Minha turma, composta de estudantes muito falantes, apresentava ao mesmo tempo a timidez ao falar justamente nas rodas de conversa. Entretanto, eu os observei muito expressivos ao contarem a história de seus bichos de estimação. Esta conversa de roda surgiu espontaneamente e todos tinham uma história a contar. Uma história interessante, um causo. Na mesma hora, eu disse para eles que faríamos um livrinho com suas histórias. ”  Professora Silvia Kirschbaum.

O objetivo do projeto didático pedagógico era relacionar a oralidade com a escrita, fixando a escrita dos nomes próprios. O primeiro passo foi a elaboração de um texto coletivo no blocão em forma de tabela, onde foram registrados quais são os animais de estimação de cada aluno e qual é o nome próprio de cada um deles.

 

Registro no blocão

 

Em um segundo momento a turma participou de leitura de livros infantis, que tinham animais como personagens. Neste momento, o objetivo foi ampliar a leitura de diferentes narrativas que apresentassem relação do ser humano com animais, de forma explícita ou implícita.

A professora fazia votação com os alunos do livro a ser lido, aproveitando para praticar a cidadania e também para desenvolver neste momento a leitura e interpretação de gráficos, fixando o pensamento matemático.

 

Escolha do livro a ser lido pela turma.

 

No momento da escrita, os alunos puderam escrever sozinhos seus textos ou contar com a colaboração da professora e dos colegas. Após a escrita os textos foram revisados de forma coletiva ou individual, mostrando aos educandos a necessidade de revisar o texto após a escrita.

 

Revisão do texto junto com a turma.

 

“Quando comecei a editar as páginas do livro com os textos já revisados, no computador de casa, eu as levava para a sala de aula no dia seguinte e apresentava a produção à turma na forma de projeção, utilizando o Datashow. Nós líamos todos juntos o texto, então digitado e editado. Depois conversávamos e eu escutava suas opiniões.” Professora Silvia Kirschbaum

Durante a produção da capa do livro, a professora projetou no quadro branco uma história de Ruth Rocha, “A Escolinha do Mar”. Mostrou a capa do livro, dialogando com os alunos sobre a função de uma capa de livro, quais os elementos verbais e não verbais aparecem na capa. Neste dia também foi escolhido o nome do livro, através de votação.

A apresentação do livro à comunidade escolar aconteceu em uma reunião de responsáveis. A professora Sílvia relata como foi este encontro.

“A manhã de autógrafos me surpreendeu, a presença foi praticamente da metade da turma. Tanto os alunos como os pais demonstraram emoção e gratidão por um momento tão importante para a vida dessas crianças. Para mim, esta experiência deve ser renovada a cada ano. É muito interessante o resultado de editar produções da escrita dos estudantes do município, pois muitas escolas ainda buscam de seus alunos apenas produções escolares. Acredito que a escola deve produzir cultura, valorizando assim a cultura que as crianças produzem, pois criança é um ser pensante e criativo em crescimento.”  Professora Silvia Kirschbaum

 

Professora Silvia e aluna na manhã de autógrafos.


A professora Silvia Kirschbaum agradece o incentivo e as orientações da professora Regina Martins, que acompanhou a turma através do projeto Escola em Foco.

O portal Rioeduca agradece a professora Silvia por compartilhar conosco esta rica experiência do processo de alfabetização.

O contato da professora Silvia Kirschbaum silviabaum@gmail.com

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net

 


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 01/09/2016

Café Literário no PEJA

Tags: 3ªcre, peja, literatura.

 

 

 

A Escola Municipal Rubens Berardo promove, todos os anos, o projeto da Sala de Leitura intitulado “Piquenique da Leitura”. O PEJA, envolvido nesse projeto, promove o Café Literário que, com uma roupagem mais adequada ao seu perfil, envolve todo o corpo docente, coordenação, direção, sala de leitura e os alunos de todas as suas turmas. Venha com o Rioeduca conhecer um pouco mais desse trabalho.

 

 

A Escola Municipal Rubens Berardo tradicionalmente promove, todos os anos, o Café Literário com as turmas de PEJA na escola como parte integrante do Projeto de Sala de leitura "Piquenique Literário". Como não poderia deixar de ser é um evento muito concorrido na escola pois é a oportunidade de troca entre alunos e professores não só das informações pesquisadas em sala de aula, mas como forma de demosntrar também como diferentes linguagens abordam o tema escolhido. Este ano o tema foi a vida e a obra de Lima Barreto.

 

 

A turma 171, da professora Cicília, trabalhou sobre as doenças da época do Lima Barreto e fez um comparativo com as atuais, assim explorando os vetores como os mosquitos transmissores de doenças da época e atuais. Os alunos confeccionaram os vetores e elaboraram um jogo informativo sobre os vetores e as doenças transmitidas.


A turma 172, da professora Ana Lucia, confeccionou fachadas de casarios antigos em contraponto as casas das primeiras favelas do Rio de Janeiro.


A turma 173, que era da professora Eugênia, fez uma maquete representando a demolição dos cortiços e o início da favela do Morro da Providência.


A turma 174, da professora Heloísa, fez a linha do tempo da vida de Lima Barreto e de suas próprias vidas.
 

 

A turma 191, da professora Edna, montou uma paródia com seus alunos sobre Lima Barreto, elaborou um jogo de perguntas e respostas (quiz) sobre o tema e suas alunas fizeram uma poesia homenageando o autor.

 

A turma 192, da professora Isabel, trabalhou um apanhado de frases e pequenos textos do autor que faziam críticas sociais ao Rio de Janeiro daquela época. E um aluno representou o escritor em uma de suas falas.

 

 

A turma 162, sob a responsabilidade do professor Jan de história, trabalhou a linha do tempo das transformações do Rio de Janeiro na época de Lima Barreto e apresentou uma peça sobre a vida do autor.

A turma 161, sob a responsabilidade da professora Elizabeth de matemática, apresentou o samba enredo da escola de samba Unidos da Tijuca de 1982, que homenageava Lima Barreto.

 

 

A turma 152, com a supervisão da professora Gisele de Língua Portuguesa, apresentou uma esquete sobre uma crônica do autor.

A turma 151, sob a responsabilidade da professora Margaret de ciências, fez trabalhos expositivos sobre a Revolta da Vacina.

A  noite encerrou com todas as turmas cantando o samba enredo da G.R.E.S. Unidos da Tijuca de 1982:

Vamos recordar Lima Barreto
Mulato pobre, jornalista e escritor
Figura destacada do romance social
Que hoje laureamos neste carnaval
O mestiço que nasceu nesta cidade
Traz tanta saudade em nossos corações

Seus pensamentos, seus livros
Suas idéias liberais
Impressionante brado de amor pelos humildes
Lutou contra a pobreza e a discriminação
Admirável criador, ô ô ô ô
De personagens imortais
Mesmo sendo excelente escritor
Inocente, Barreto não sabia

Que o talento banhado pela cor
Não pisava o chão da Academia
Vencido pela dor de uma tragédia
Que cobria de tristeza a sua vida
Entregou-se à bebida
Aumentando o seu sofrer

Sem amor, sem carinho
Esquecido morreu na solidão (bis)

Lima Barreto
Este seu povo quer falar só de você (bis)
A sua vida, sua obra é o nosso enredo
E agora canta em louvor e gratidão

 

 

Ao fim das apresentações os alunos confraternizam com um lanche coletivo .

Parabéns à Direção, alunos e professores da Escola Rubens Berardo pelo excelente trabalho desenvlvido no PEJA. 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share