A A A C
email
Retornando 14 resultados para a tag 'mosquito'

Sexta-feira, 17/03/2017

Gaspar Vianna na Luta contra o Aedes

Tags: aedes, mosquito, pse, 5ªcre.

 

O ano de 2017 já começou com uma grande frente de luta contra a proliferação e o controle do mosquito Aedes aegypti, que é o mosquito transmissor de várias doenças como a Zika, Dengue e Chikungunya. A escola Municipal Gaspar Vianna, entendendo a importância de ações que promovam a prevenção e o controle do mosquito Aedes, entrou nessa campanha e teve o apoio e o engajamento de todos os professores, alunos e comunidade escolar.

 

Várias foram as atividades implementadas pela escola com esse tema. A seguir estão os trabalhos desenvolvidos nesse mês de fevereiro por algumas turmas, mas ressaltamos que nossas ações contra o mosquito Aedes serão desenvolvidas durante todo o ano de 2017.

A turma 1703 fez um treino ortográfico com a professora Renata Barbosa, de Língua Portuguesa, tendo como tema várias dicas para combater a proliferação do mosquito. A turma 1703 participou de um treino ortográfico diferente com dicas de ações para combater as doenças. Enquanto treinavam as questões ortográficas aprendiam cuidados que devemos tomar na nossa residência para vencer essa guerra contra o mosquito. Os alunos deveriam relacionar a ação à figura correspondente e durante a atividade cada aluno contava como sua família tem se esforçado nessa batalha. Confira:

 


 

No dia 13 de fevereiro, a turma 1303, da professora Márcia, realizou várias atividades muito legais: a confecção de um fantoche do mosquito; a turma “curte ou não curte” algumas medidas para evitar a proliferação do mosquito; a turma fez uma paródia com a cantiga de roda "O sapo não lava o pé" com uma letra incentivando o combate e a proliferação do mosquito: "Não a esse mosquito, pois ele não é mais forte que você!"...Veja algumas fotos:

 


 

A turma 1601 colaborou na campanha contra a proliferação do Aedes Aegypti fazendo cartazes informativos, dentro das aulas de Ciências, com a professora Verônica. Os temas desses cartazes foram: as doenças causadas pelo mosquito, seus sintomas e meios de prevenção. Ficou muito legal! Confira:
 


E a Educação Infantil da turminha EI 51, da professora Marize Godinho, não para de aprontar! Na semana de combate ao mosquito Aedes, realizou várias atividades especiais:

 



Olha os nossos Caçadores de Mosquito! Parabéns!

 


 

A turma da classe especial da Professora Priscilla Rossi também já entrou nessa onda. Os alunos e a professora já estão participando ativamente dessa campanha “Aqui mosquito nao se cria, aprendendo como combater a proliferação do mosquito.” Olha só:

 

Parabéns pela dedicação e comprometimento de todos os envolvidos nesse trabalho de excelência da Escola Gaspar Vianna!


Para saber mais:

Aedes aegypti


Fonte: http://aquimosquitonaosecria.prefeitura.rio/

Sobre a escola:

E.M. 05.14.023 Gaspar Vianna
Diretor(a): Viviane Pinheiro Bianchi
Rua Heron Domingues 122, Irajá
E-mail: emvianna@rioeduca.net
Tels: 3372-5041 / 3372-5665
Blog: http://emgasparvianna.blogspot.com.br/

 

 

Gostou da publicação dessa escola? Envie a atividade/projeto da sua escola para o Rioeducador da sua CRE, para compartilharmos as práticas exitosas na nossa rede municipal de ensino. Clique AQUI para saber qual é o Rioeducador da sua CRE. E não esqueça de deixar o seu comentário!

 


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 16/03/2017

“Aqui mosquito não se cria” na Profº Carneiro Ribeiro

Tags: aedes, mosquito, pse.

 

A Escola Municipal Professor Carneiro Ribeiro abraçou a campanha “Aqui mosquito não se cria” - Mobilização contra a tríplica epidemia de arboviroses (Dengue, Zika e Chikunguya), desenvolvendo o projeto na perspectiva de um processo dialógico, de formação e de transformação a partir da aquisição de conhecimentos, da discussão dos temas e subtemas, levando ao desenvolvimento de competências, habilidades e formação de valores.

 

 

O objetivo foi o de levar para além dos muros da escola o projeto desenvolvido, como alicerce para uma proposta de conscientização dos alunos, mas também uma proposta solidária de conscientização da população de que todos somos responsáveis e agentes para eliminação de criadouros em nossa própria residência e entornos.

As professoras Tatiana (T.1101), Roberta (T.1201), Simone (T.1301 e T.1303), Eliane (T.1302), Cristiane (T.1303), Ana Paula (T.1401 e T.1403), Carla (T. 1402), Vanessa (T.1501 e T.1503), Aline (T.1502), Patricia (T. 1601 e T.1602), com a Coordenação Pedagógica e Professora da Sala de Leitura, Lícia Carmem, trabalharam com pesquisas na internet, com a leitura e discussão sobre reportagens de vários jornais impressos, assistiram vídeos informativos para embasamento e desenvolveram conversas informais.

 

 


As ações de produção de materias informativos como a confecção de cartazes, de murais, mosquitos de sucata e prospectos informativos para serem distribuídos à comunidade local, gerou uma grande mobilização de alunos, professores, funcionários e Equipe Gestora em um grande movimento interno.
 


 

“A música hoje em dia tem sido reconhecida como parte fundamental da história da civilização e também, depois de tanto tempo, como ferramenta para o desenvolvimento de inúmeras capacidades humanas, entre elas, o autoconhecimento e a auto expressão.”

Segundo Sekeff, (2007, p.45): A música rítmica dá ao educando o sentido e a emoção do movimento, ampliando sua concepção de mundo. 

Considerando a importância das diferentes formas de expressão por parte dos alunos, as professoras desenvolveram junto com as turmas um rap/paródia sobre como combater o mosquito. A culminância do projeto desenvolvido na Escola Municipal Professor Carneiro Ribeiro se deu com uma caminhada pelo entorno, com a distribuição dos prospectos produzidos pelos alunos com as ações de combate ao mosquito da Dengue para à população local e uma exposição permanente de murais na escola.

 

 

Dengue, chikungunya e zika são transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti. Embora apresentem sinais clinicamente parecidos, como febre, dores de cabeça, dores nas articulações, enjoo e exantema (rash cutâneo ou manchas vermelhas pelo corpo), há alguns sintomas marcantes que diferem as enfermidades. A Fiocruz esclarece essas diferenças em suas produções e é um referencial em questões de saúde pública.

Para saber mais acesse o link: http://www.brasil.gov.br/saude/2016/01/saiba-mais-sobre-dengue-chikungunya-e-zika

 

 

Paulo Freire, em seu livro Pedagogia da Autonomia, fala sobre as experiências educativas e como contribuem amplamente para o que há de fundamentalmente humano no exercício educativo: seu caráter formador. A unidade escolar desenvolveu seu projeto visando a construção de valores, a mudança de hábitos com a intenção de transformações nas atitudes, na construção de uma identidade coletiva de forma que todos possam contribuir de modo individual e coletivo.

 

 


Parabéns à Escola pelo Projeto desenvolvido!

 

 

Escola Municipal Professor Carneiro Ribeiro
Rua Professor Lacê nº 157 Ramos
Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 2562 3957
Gestoras: Claudia de Moraes Goldbach e Elaine Tavares Vieira Soares
Coordenadora Pedagógica: Lícia Carmem Reis Cruz de Campos.

 

 

 


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 28/02/2017

Escolas da 11ª CRE na campanha "Aqui mosquito não se cria"

Tags: 11ªcre, aedes, mosquito, cria.

 

 

Na 1ª Semana de Mobilização da campanha “AQUI MOSQUITO NÃO SE CRIA”, as Unidades Escolares da 11ª CRE realizaram diversas atividades escolares e a Caminhada de conscientização da Epidemia, com procura de possíveis focos do mosquito. CONFIRA!

 

 

O Decreto Rio n.º 42 795, de 01/01/2017 instituiu, na cidade do Rio de Janeiro, ESTADO DE ALERTA contra a tríplice epidemia de ARBOVIROSES – DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA.

Em atendimento ao Decreto, as equipes das escolas estão realizando junto aos alunos, trabalhos e atividades de conscientização da epidemia, a fim de acabar com os focos de mosquito. No dia 10 de Fevereiro, as unidades realizaram uma aula-passeio pelo bairro, no entorno da escola, conscientizando a comunidade escolar e procurando por possíveis focos.

Veja abaixo alguns registros:

 

E. M. Abeilard Feijó e E.M. Orlando Dantas

 

E. M. Alice Tibiriça

 

A escola Bilíngue Holanda, além de realizar a caminhada e as atividades relacionadas ao Mosquito Aedes aegypti, aproveitou o material disponibilizado pela Multirio e fez os alunos do terceiro ano cantarem juntos com os alunos da educação infantil o Samba "Pra Dengue Sambar".

 

E. M. Holanda

 

E.M. Álvaro Moreyra

 

 

O professor de Educação Musical da E. M. Anita Garibaldi, Frederico Martius Moreira, compôs para as crianças cantarem no projeto de erradicação do Aedes aegypti, A Marchinha do Mosquito.

 

 

 

"Deixei água parada no quintal,
O mosquito colocou os seus ovinhos
em dez dias o zumbido era infernal
Pois nasceram uns duzentos mosquitinhos
Peguei dengue e um vizinho pegou zika
Meu amigo isso não é brincadeira
O danado do mosquito é traiçoeiro
É melhor não dar bobeira"

 

 

E. M. Belmiro Medeiros

 

CIEP Dr. João Ramos de Souza

 

Os alunos da Educação Infantil do EDI Neusa Maria Goulart Brizola além das diversas atividades realizadas, brincaram de procurar imagens dos mosquitos e não podiam confundi-los com a imagens de moscas que também estavam espalhadas pelo pátio. Ao encontrá-las deveriam pegar o spray de inseticida e matá-los, ilustrando como se deve fazer na vida real. Lembrando, que o spray encontrava-se vazio e havia sido limpo pelas educadoras para que não causasse nenhum mal quando manuseado por eles. 

 

 

 

 

E. M. Cuba

O Berçario realizou atividades e jogos de combate e procura a mosquitos. 

 

Creche Municipal Dr. Antônio Monteiro e Creche Municipal Stella Maris

 

E. M. Rodrigo Otávio

 

E. M. Dunshee de Abranches

 

O EDI Tenente Pedro de Lima Mendes realizou diversas atividades na educação infantil: Vasinho anti Dengue, Letra Inicial (Objetos com M), Circuiro Pega o Mosquito, etc

 

EDI Tenente Pedro de Lima Mendes

 

E. M. Cândido Portinari

 

E. M. Conjunto Praia da Bandeira 

 

A E. M. Especial Rotary Club compareceu em uma feira famosa, perto da escola e aproveitou que estava cheia para distribuir panfletos de conscientização.

 

E.M. Especial Rotary Club

 

 

"Parabéns a todos, pela mobilização que fizeram junto aos professores, alunos, funcionários, agentes, responsáveis e toda a equipe escolar para que trabalhos tão lindos fossem criados e confeccionados. Conseguimos acompanhar todas as Escolas. Tivemos de tudo: Caminhadas, cartazes, panfletagem, desenhos, blocos de carnaval, marchinhas, máscaras, mosquitos confeccionados com os mais diversos materiais, teatro. Quanta riqueza e criatividade! Se depender das nossas Escolas, Creches e EDI "Aqui mosquito não se cria!" Parabéns a todos!"

(Tania Maria de Souza Bendas Coordenador E/11ª CRE)

 

 

Quer saber mais sobre?

11ª Coordenadoria Regional de Educação - E/11ªCRE

Gerência de Educação - GED

Email: gedcre11@rioeduca.net 

Telefone: 3383-8144

 

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 22/02/2016

Mobilização dos Estudantes Contra o Zika.

Tags: zica, mec, combate, mosquito.

 

 

 

 

 

 

Ações Para Enfrentamento à Proliferação do Mosquito Aedes aegypti

 

Mais uma vez, o Brasil precisa da participação de todos nas ações de prevenção e controle do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre de chikungunya e da febre pelo vírus Zika.

Divulgue essas informações para sua família, seus colegas e para a comunidade em seu bairro. Contamos com sua ajuda no combate ao mosquito e a todas as suas terríveis consequências. O mosquito não pode ser mais forte que um país inteiro.

 

 

Material informativo 

 

Carta aos Diretores

Carta aos Professores

Carta aos Estudantes da Educação Básica

Carta aos Trabalhadores da Educação

Carta aos Familiares

 

 

Material para ser usado na campanha

Filipeta 

Folder

 

 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share