A A A C
email
Retornando 23 resultados para a tag 'mostra'

Quarta-feira, 06/12/2017

Mostra de livros da Escola Municipal São Domingos

Tags: 3ªcre, alfabetização, mostra.

 

   A IV Mostra de Livros da Escola Municipal São Domingos acontece anualmente, sendo o projeto que na sua essência promove em toda comunidade escolar a valorização da alfabetização e dá visibilidade às produções dos alunos.

 

 

Sob a Coordenação da Equipe gestora da unidade escolar composta pela diretora, a professora  Denise Lacerda, a diretora adjunta professora  Leila da Silveira bezerra e da Coordenadora Pedagógica professora Samantha Alves, as professoras regentes da Escola Municipal São Domingos, realizaram a IV Mostra de Livros da São Domingos. 

O projeto teve seu início no ano de 2014 pelas mãos da então professora regente do 1º ano, Samanta com apenas duas turmas do 1º ano. O projeto rendeu frutos pois hoje envolve todas as turmas da escola num ambiente de aprendixado ludico, de estímulo à leitura para toda a comunidade escolar.

Neste ano os diferentes temas foram apresentados nos seguintes livros: Autobiografia, Diário de Ciências, Cordel, Festa Junina, Luiz Gonzaga, Poesias, Mitos do Folclore, Brincadeiras Regionais, Regiões Brasileiras, Carinhas das Turmas e Vivências da Língua Espanhola, visitados nas salas de aula, pelos responsáveis, guiados por seus filhos.

 

 

A Professora Denise Lacerda explica um pouco do que é,de como acontece a IV MOstra de Livros da São Domingos: 

A Mostra de Livros da Escola Municipal São Domingos acontece anualmente, sendo um projeto que na sua essência promove em toda comunidade escolar a valorização da alfabetização e dá visibilidade às produções dos alunos.

Desta forma, a Mostra de Livros da Escola Municipal São Domingos traz os trabalhos realizados ao longo do ano, pelos alunos do 1º ao 3º ano. Os trabalhos unem a literatura a diferentes disciplinas e são apresentados aos responsáveis nesta culminância, em diversos formatos como: dramatizações, contações de histórias, apresentações musicais, além de desenhos e livros escritos e ilustrados pelos alunos.

 

 

Este projeto na sua essência promove para toda a comunidade escolar o nosso objetivo com a alfabetização e o letramento dos nossos alunos, pois trabalhamos com a valorização e constituição de sujeitos leitores e escritores, ao possibilitarmos a formação de leitores aptos a ler e interpretar o mundo, além de escritores capazes de criar novas histórias transformando a realidade.

Nesse sentido, é valorizada a autonomia do aluno em relação às suas próprias aprendizagens, ao mesmo tempo em que ele é envolvido em processos cooperativos, por meio de atividades diferenciadas de leitura e escrita.

Todas as diferentes temáticas apresentadas pelas turmas são desenvolvidas a partir da construção de projetos com os alunos durante todo o ano.

 

 

Enriquecendo o evento, contamos com a presença da escritora Sônia Rosa, encantando com suas histórias e uma emocionante dramatização vivida pelos alunos da escola, do livro de sua autoria "Quando a escrava Esperança Garcia escreveu uma carta."

 

 

Para conhecer um pouco da Professora-Escritora Sônia Rosa 

Sônia Rosa é uma escritora brasileira, professora da Rede Municipal de Educação do Rio de janeiro que se dedica a literatura infantil, possuindo aproximadamente 40 livros publicados, dentre os quais destacam-se Amores de Artistas, livro com o qual ganhou o selo de altamente recomendável da FNLIJ em 1999. 

Em 1999 ganhou o diploma Orgulho Carioca, em reconhecimento das atividades voltadas para melhorar a educação pública municipal.

Por conta do trabalho em prol da leitura que desenvolve na Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro, recebeu muitas  homenagens, destacam-se : A Escola Municipal Edmundo Lins, localizada no bairro de Ramos, que  batizou  sua Sala de Leitura com o  nome da escritora, A Escola Municipal José Pancetti (Realengo, 2002) e a Escola Municipal Marechal Trompwsky (Mangueira, 2007), também inauguraram suas Salas de Leitura Sonia Rosa. E ainda a Sala de Leitura da escola Escola Municipal Miguel Gustavo, em Cordovil, reinaugurada em 2008 recebeu o nome de O Menino Nito , título do primeiro  livro da escritora.

Suas obras podem ser encontradas nas livrarias a em todas as Salas de Leitura da Rede:

 

 

Depoimento da Diretora Denise Lacerda sobre o principal valor da VI Mostra de Livros: Acreditamos que uma criança convivendo com livros, ouvindo histórias lidas por adultos, vendo adultos lendo e escrevendo, cultivará e exercerá práticas de leitura e escrita, ainda mais motivada.

 

Parabenizamos toda a comunidade escolar da Escola Municipal São Domingos pela excelente iniciativa e também pela homenagem a nossa Prata da casa.. professora Sônia Rosa. 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 15/09/2017

Projetos da Creche Municipal Jeciá de Freitas Ferreira

Tags: 5ªcre, campanha, paz, dengue, zica, mostra, mãe, projetos.

 

Neste ano de 2017, a Creche Municipal Jeciá de Freitas Ferreira se engajou em vários projetos da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, contando com o comprometimento e a responsabilidade de todos os envolvidos para o êxito desse trabalho. Confira a seguir!

 

“Aqui o mosquito não se cria”

Atualmente, o combate ao Mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Zika, Chikungunya e outras, está acontecendo em todos os bairros da nossa cidade.

A creche Jeciá de Freitas Ferreira está fazendo a sua parte e contribuindo para que não haja mais a proliferação do mosquito.

 

 

O posto de saúde Alice Tibiraça, juntamente ao CRAS, realizou uma reunião na crehe para a conscientização de pais, responsáveis e a comunidade.

 

 

Os alunos da creche realizaram atividades que tinham como principal objetivo conscientizar a todos da importância do combate à dengue através de atividades lúdicas e educativas.

Os alunos da turma EI-32 apresentaram a peça “Xô Dengue” aos demais alunos da creche, pais, responsáveis e comunidade. Através da peça, os alunos ressaltaram a importância de não deixar água parada e que cada um precisa cuidar do ambiente que vive.

 

 

Os trabalhos realizados foram expostos para a apreciação dos alunos, pais, responsáveis e comunidade em uma tarde de interação entre todos os envolvidos.

Para saber mais sobre essa campanha, clique no link:

http://prefeitura.rio/web/aquimosquitonaosecria

 

Mostra Mãe Carioca

Na creche, a Mostra Mãe Carioca foi desenvolvida com muito carinho e alegria.

 

 

O poema “Se as coisas fossem mães”, de Sylvia Orthof, foi trabalhado na Turma EI-22 com o objetivo de reforçar os vínculos afetivos, promover e estimular a linguagem oral e proporcionar momentos de reflexão sobre os diversos contextos familiares.

 

 

Todas as turmas promoveram homenagens às mães com apresentações musicais e atividades em que mãe e filhos interagiam constantemente.

A creche ofereceu às mães uma tarde muito agradável, com dinâmicas que reforçaram os valores familiares. Momentos entre mãe e filho são de suma importância, pois eles devem sempre externar seus sentimentos através de afeto, carinho, palavras e ações. 

 

 

“Aqui é um lugar de paz!”

A creche Jeciá de Freitas Ferreira está empenhada no projeto “Aqui é um lugar de paz!”

 

 

Os alunos realizaram atividades que os levassem a admirar pessoas de bem e tê-las como exemplos, formando conceitos e opiniões acerca de questões relevantes, aprendendo a enxergar o outro em suas necessidades, resolvendo seus próprios conflitos e agindo em favor do bem e da solidariedade.

 

 

A turma EI-12 aprendeu como é bom dar um abraço! O abraço é necessário para o nosso bem-estar tanto individual como social, além de ser um excelente meio de comunicação que não precisa ser expressado por meio de palavras. O abraço sincero é aquele que representa carinho, amor, compaixão.

Os trabalhos foram expostos na parte externa da creche para que os pais, responsáveis e a comunidade fossem envolvidos nesse projeto.

É imprescindível que todos nós, cidadãos, tenhamos consciência do nosso papel na sociedade, fazendo assim cada um a sua parte para um mundo melhor!

 

Parabéns pelo trabalho de excelência desenvolvido pela unidade e pelo engajamento de toda a comunidade escolar nas campanhas realizadas neste ano!

 

Sobre a Creche:

Unidade Escolar: Creche Municipal Jeciá de Freitas Ferreira
Diretora: Adriana dos Santos Braga Pinto
Endereço: Praça Nossa Senhora da Apresentação, 298.
Bairro: Irajá
Telefone: 3372-0578
E-mail: cmjferreira@rioeduca.net

 

Gostou da publicação? Deixe seu comentário aqui, pois ele é muito importante para nós!

Sua escola realizou algum projeto interessante? Entre em contato com o Rioeducador da sua CRE.

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 10/11/2016

Mostra de Dança - Etapa da 3ª CRE

Tags: 3ªcre, mostra de dança.

 

 

 

 

   A XXXIII Mostra Regional de Dança da 3ª CRE aconteceu no dia 20/09/2106 e contou com a participação de várias escolas que, com muito capricho e talento, fizeram um grande Espetáculo no teatro Abdias Nascimento, na FAETEC de Quintino. O Espetáculo aconteceu em dois momentos e foi repleto de momentos de muita beleza, alegria e colaboração.

 

 

 

 

 

 

A primeira coreografia a se apresentar pela manhã foi "Sambando", da E. M. São Domingos. Orientados pela professora Cláudia Lobão, os alunos deram um show de alegria e samba no pé.

A segunda escola a se apresentar foi a E. M. Levy Neves, que trouxe a coreografia "Diversidade". Orientados pela professora Denise Valle, apresentaram com graça e talento uma linda reflexão sobre a aceitação do outro.

A próxima a se apresentar foi a E. M. Maranhão, com a coreografia "Operários de Tarsila", um belo trabalho coreográfico baseado na vida e obra da pintora Tarsila do Amaral. Orientação: professor Diego Endrigo.

 

 

No show do Intervalo, contamos com a participação do grupo Arte de Rua, grupo de alunos da E. M. Maranhão, que nasceu de aulas na Oficina de dança na própria escola.

A próxima escola a subir ao palco foi a E. M. Levy Neves, com a coreografia "A Luta pela Sobrevivência no Sertão do Nordeste". Orientada pelas professoras Rita de Cassia Brito e Francisca Celia de Queiroz, trouxe a obra de Euclides da Cunha através da dança.

A última escola a se apresentar foi a E. M. Maranhão, com a coreografia "Danças Urbanas". Sob a orientação do professor Douglas Luanderson, os alunos da Oficina de Dança se apresentaram com muita animação.

 

 

Na parte da tarde, nossa Mostra continuou com mais talentos.

O primeiro a se apresentar foi o Núcleo de Arte Nise da Silveira, com a coreografia "Entre Fadas e Bruxas não Existe o Impossível". Sob a orientação da professora Denise Sá, os alunos trouxeram a mágica dos contos ao palco.

A segunda apresentação foi a do Clube Escolar do Engenho de Dentro, que trouxe a coreografia "Canta Brasil", homenageando a alegria do povo brasileiro, sob a orientação da professora Claudia Fonseca.

A terceira apresentação foi da E. M. Barão de Macahubas, que trouxe ao palco um passeio da Grécia Antiga aos dias atuais, na coreografia " Da Grécia ao Rio, De Zeus ao Redentor: Uma Viagem Olímpica com a Barão. Orientação da professora Vania Teixeira Talhado.

A próxima apresentação foi do Núcleo de Arte Nise da Silveira, sob a orientação da professora Denise Sá, trouxeram a coreografia "A Massa", retratando a busca por um mundo melhor para todos.

 

 

No intervalo, tivemos a participação do grupo de dança dos alunos da E. M. Maranhão, que animou a galera, com sua alegria. A próxima a subir ao palco foi a E. M. Lauro Sodré, com a coreografia "Brasil, show de cores". Orientados pela professora Sheila Guedes, os alunos fizeram uma bela homenagem às belezas de nossa terra. 

Após, tivemos a E. M. Londres, que subiu ao palco com a coreografia "Esporte, Arte e Cultura - Olimpíadas e Paralimpíadas da Londres". Sob orientação da professora Claudia Fonseca, os alunos trouxeram o clima dos Jogos Olímpicos.

O Clube Escolar do Engenho de Dentro voltou ao palco com a coreografia orientada pela professora Alda Kemmer, "Caboclinhos", trazendo toda a beleza do Folclore Brasileiro.

A última apresentação foi do Núcleo de Arte Nise da Silveira, com a coreografia "Eu posso, eu consigo". Orientados pela professora Denise Sá, os alunos trouxeram uma linda mensagem para os presentes.

 

 

Foi um dia de grandes talentos e tudo isso graças ao competente trabalho de nossos professores que, com carinho e dedicação, prepararam seus alunos.

Parabenizamos mais uma vez os professores, responsáveis pelas belíssimas coreografias apresentadas. E as Direções, que deram seu apoio para que este espetáculo fosse possível.

Nosso mais sincero agradecimento aos nossos Jurados, que aceitaram com todo carinho participar desta XXXIII Mostra Regional de Dança. Professora Lúcia de Fátima, professora Elizabeth Silva, professor Fernando Giusti, professora Júlia Ramos e professora Maila Martins.

Nosso agradecimento especial à Equipe da Gerência de Educação, que mais uma vez desempenhou um belíssimo trabalho, com competência e alegria.

E a toda a Equipe do Teatro Abdias do Nascimento, que nos recebeu com tanto carinho.

E damos os parabéns!!! Ao Núcleo de Arte Nise da Silveira, com a coreografia "A Massa", a E. M. Maranhão, com a coreografia "Operários de Tarsila" e a E. M. Londres, com a coreografia "Esporte, Arte e Cultura - Olimpíadas e Paralimpíadas da Londres",  pela classificação para a Mostra de Dança Municipal.

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 06/09/2016

XXXIII Mostra de Dança da 6ª CRE

Tags: 6ªcre, mostradedança.

 

 

 

No dia 28 de julho a 6.ª Coordenadoria Regional de Educação do Rio de Janeiro realizou, na Arena Jovelina Pérola Negra, a XXXIII Mostra de Dança Regional. O evento foi organizado pela professora Denise Ribeiro e contou com a participação de alunos e professores de vinte nove unidades escolares.

 

Ciep Glauber Rocha

 

Os alunos da C. M. Sônia Maria de Moraes Angel Jones fizeram a abertura do evento no turno da manhã. Ao som de um popurri com as músicas do Passinho, Tempo de Alegria e Brasileirinho, as crianças apresentaram duas modalidades olímpicas: ginástica rítmica e natação. As meninas encantaram a todos com delicados movimentos utilizando bambolês e fitas e os meninos simularam os movimentos dos nadadores.

O Edi Frota Pessoa, ao som da música Pular Corda, do grupo Trem da Alegria, fez um resgate dessa brincadeira tão antiga e pouco utilizada pelas nossas crianças. O Edi Prof.ª Roseane Vasconcellos, pensando na diversidade brasileira e sua origem, mostrou em sua coreografia a nossa herança africana. O Edi Hélia Lúcia Moreno Ferreira exaltou a importância das brincadeiras e do brincar na infância.

 

Espaço de Desenvolvimento Infantil Frota Pessoa

 

A C. M. Luís Carlos Prestes foi a quinta escola a se apresentar e emocionou a todos ao representar os valores olímpicos: amizade, excelência e respeito. O Edi Prof.ª Regina Celi Rabelo de Almeida exibiu a coreografia Dança da Nações, onde mostrou um pouco da cultura brasileira. A E.M. Zilda Nunes, sétima escola a se apresentar, homenageou Euclides da Costa, um escritor brasileiro que participou da guerra de Canudos – Bahia.

 

Da Grécia ao Brasil, Oswald é mil, foi a coreografia apresentada pelo Ciep Oswald de Andrade. Já a da E. M. Grandjean de Montigny foi elaborada a partir do projeto Grandjean Olímpica. Os alunos do Ciep Poeta Fernando Pessoa dançaram ao som de Cidade Maravilhosa (Mc Sapão) e País /Tropical (Daniela Mercury). O Núcleo de Arte Grande Otelo celebrou, através de sua dança, os 130 anos do nascimento de Tarsila do Amaral.

 

Núcleo de Arte Grande Otelo

 

A E. M. Antônio Maceo voltou ao passado e fez uma linda homenagem ao berço do samba através das músicas “Pelo telefone”, de Donga e Mauro Almeida, e “Você chegou”, do grupo Barbatuques. A E. M. Alberto José Sampaio deu continuidade a este tema e exibiu “100 Samba não dá”, ao som de Esperanças Perdidas, música do grupo Sambô. O Ciep Glauber Rocha emocionou a plateia com a releitura do trágico romance de William Shakespeare: Romeu e Julieta.

 

O jazz apresentado pelo G. C. Coelho Neto foi deslumbrante, pois mostrou que devemos sempre correr atrás dos nossos sonhos para que eles se realizem. Em sua segunda apresentação, a E. M. Alberto José Sampaio mostrou que a dança tem o poder de unir as pessoas e expressar sentimentos. O Núcleo de Arte Grande Otelo encerrou as apresentações da manhã com o sapateado “Shakespeare: do amor às tragédias”.

 

Ciep Oswald de Andrade

 

As escolas do turno da manhã deram um show de criatividade, disciplina e alegria. Os alunos do turno da tarde não ficaram para trás e mostraram muita confiança e dedicação nas apresentações. A E. M. General Osório, abriu o espetáculo da tarde com a coreografia União da Cores, que transmitiu a harmonia entre as pessoas de todo o mundo. A E. M. Antenor Nascentes convidou a plateia a vislumbrar a atual luta do povo brasileiro através do olhar crítico e talentoso de Zé Ramalho através da música “Admirável Gado Novo”.

 

A E. M. Manoel de Abreu cativou alunos e professores ao exaltar o centenário de Manoel de Barros, poeta reconhecido nacionalmente e internacionalmente como um dos mais originais do século. A E. M. Octávio Taquínio agradou ao público ao apresentar o Brasil, país de diversidades, através das músicas “Aquarela” (Toquinho) e “Di Ladin” (Dream Team do Passinho). A E. M. Levy Miranda utilizou o movimento para mostrar a realidade urbana na dança de rua.

 

Escola Municipal Levy Miranda

 

O Clube Escolar Pavuna emocionou com o Ballet Clássico Sinfonia da Natureza. Os alunos da E.M. Érico Veríssimo interpretaram a paródia da música “Baile de Favela”, criada pela professora Meirecley e a turma 1302, que propôs conscientizar as pessoas sobre o combate ao mosquito da Aedes Aegypti. A E. M. Hilton Gama, ao som de Sweet Dreams (Beyonce Knowles), mostrou o conflito entre os sonhos e os pesadelos. 

 

A E. M. José Pedro Varela apresentou a coreografia “Alegria de ser brasileiro”, ao som de Ivete Sangalo e Jorge Bem Jor. Batuque Brasileiro foi a dança dos alunos da E. M. Thomas Jefferson. Ela sintetizou a efervescência do pulsar dos corações brasileiros, misturando ritmos que representam a enorme gama cultural do país. A E. M. Andréa Fontes Peixoto coreografou a música “Alma e Coração” (Thiaguinho e Projota), que traz em sua letra mensagens de vitória, perseverança e dedicação.

 

Clube Escolar Pavuna

 

O Clube Escolar Pavuna encerrou as apresentações da tarde da XXXIII Mostra de Dança Regional da 6.ª Cre com a coreografia Olimpíadas da Paz. Ao som de “Um Mundo bem Melhor” (versão de Walter Amanteá e Hudson Borges), os alunos pediram que as Olimpíadas de 2016 fosse um momento de reflexão e que o esporte dê um basta na violência e nos ensine a viver em paz.

 

O projeto Mostra de Dança das Escolas Públicas Municipais do Rio de Janeiro é uma ação da Extensividade em parceria com as Coordenadorias Regionais de Educação. Ele tem por objetivo principal oferecer um espaço para professores e alunos se expressarem através das composições corporais que foram produzidas durante o ano letivo. Com certeza ele alcançou a sua finalidade. Foi um dia inteiro de belas apresentações, lindas mensagens e muita alegria!

 

Espaço de Desenvolvimento Infantil Hélia Lúcia Moreno

 

A integração da dança nas atividades escolares possibilita uma melhora significativa no comportamento social dos alunos, além de desenvolver os aspectos cognitivos e motor, resultando na formação de um cidadão ético, formador de suas opiniões e ideias.

 

Parabéns a todos os professores e alunos que participaram da Mostra de Dança da 6.ª Cre, especialmente à professora Denise Ribeiro (Gerência de Educação), que organizou todo este maravilhoso espetáculo em parceira com as escolas. Buscar uma prática pedagógica mais coerente com a realidade e que leva o indivíduo a desenvolver sua capacidade criativa é uma tarefa de todos e vocês estão contribuindo, de forma significativa, para esta transformação social. É um orgulho ter vocês na 6ª Cre!

 

Quer saber um pouco mais sobre a Mostra de Dança da 6.ª Cre? Entre em contato com a nossa Coordenadoria de Educação ou visite nossa página do Facebook!

 

Gerência de Educação da 6.ª Cre
Contato: (21) 2457-0017 / (21) 24570023
E-mail: gedcre06@rioeduca.net
Facebook: https://www.facebook.com/sextacre.ged/

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share