A A A C
email

Segunda-feira, 07/11/2011

Crônica aos Coordenadores Pedagógicos

Tags: 5ªcre, visitas, rioeduca.

 

Dia 3 de novembro foi um dia meio diferente, daqueles dias que gosto muito de viver.

 

Todas as manhãs e todas as noites checo meus e-mails. Leio os que recebi e revejo alguns para não esquecer de nenhum detalhe.

 

Quarta feira, 2 de novembro,  feriado de finados, fiz a mesma coisa de sempre, porém observei que nos e-mails recebidos havia o da Profª Evanilda, Gerente da GED/5ªCRE, abrindo espaço na Reunião de Coordenadores Pedagógicos de algumas escolas de 3º e 7º anos, que aconteceria no dia seguinte, 03/11.

Este espaço se daria à algumas explicações sobre o Portal Rioeduca, acesso dos e-mails rioeduca.net, blogs e uma possível oficina de blogs em fevereiro de 2012.


 

 

 

Chegando à CRE no horário marcado aguardei o começo da reunião, enquanto conversava com a profª Celeste Parga, CP da EM 05.15.007 Francisco Frias

 

Observei que algumas colegas ainda permanecem na função desde minha saudosa época de Coordenadora Pedagógica, na EM 05.14.024 Almirante Newton Braga de Faria.

 

Revi algumas colegas próximas, como as professoras Giselda, da EM 05.14.002 Cecília Meireles, e Desirée. Outras nem tão próximas, mas conhecidas da época dos cursos de CP que duravam um ano inteiro. Era muito estimulante e enriquecedor! 

 

 

Professora Evanilda, em pé, Gerente da GED/5ªCRE

 

Profª Regina Bizarro, representante do Rioeduca na 5ªCRE, falando aos Coordenadores Pedagógicos.

 

Coordenadores Pedagógicos

 

 Coordenadores Pedagógicos e professoras lotadas na GED/5ªCRE

 

 Coordenadores Pedagógicos

 

A função de Coordenador Pedagógico é extremamente gratificante, mas ainda amedronta inicialmente quem não tem  a dimensão exata desta função. Muitos acreditam se tratar de um profissional que exerce a função de auxiliar do diretor para as questões burocráticas. Outros, que cabe a ele resolver os problemas disciplinares dos alunos.

 

Mas... E o pedagógico?
Estaria apenas na denominação do cargo ou trata-se por definir sua tarefa?

 

O coordenador pedagógico tem que estar consciente de seu papel, da importância de sua formação continuada e da equipe docente, além de manter uma forte parceria entre pais, alunos, professores e direção.

 

A importância do coordenador pedagógico é tão grande, que suas ações produzem impactos bastante produtivos e atingem as necessidades presentes, pelas mudanças ocorridas dentro da sala de aula e na dinâmica da escola.

 

Fui CP por cinco anos e posso garantir que esta, apesar das dificuldades inerentes a nossa vontade, é uma das mais estimulantes funções, perdendo somente para o Regente de turma, pois esta, além de dar vida a sua sala de aula, é extremamente gratificante ao fim do ano letivo pelas mudanças ocorridas em seus alunos. É, simplesmente, um prazer indescritível!

 

Mas o CP, que está ligado diretamente à formação continuada dos professores da escola, passa a conhecer cada detalhe da vida da escola por sua amplitude de ações. Cada detalhe do desempenho das turmas e, obviamente, dos alunos.

Está sempre em busca de melhorias coletivas e quase sempre encabeça as atividades pedagógicas ocorridas na escola.

 

É estimulante para os que gostam de ousar, para os que gostam de renovar, para os que gostam de pesquisar e aprender. É gratificante para aqueles que gostam de conviver com a vida diária da sua escola.

 


Paulo Freire sintetiza bem as ações do coordenador, assim: “As chamadas minorias, por exemplo, precisam reconhecer que, no fundo, elas são a maioria. O caminho para assumir-se como maioria está em trabalhar as semelhanças entre si e não só as diferenças e assim criar a unidade na diversidade, fora da qual não vejo como aperfeiçoar-se e até como construir-se uma democracia substantiva, radical.” (Freire, Paulo. Pedagogia da esperança. Paz e Terra, 1992).“As chamadas minorias, por exemplo, precisam reconhecer que, no fundo, elas são a maioria. O caminho para assumir-se como maioria está em trabalhar as semelhanças entre si e não só as diferenças e assim criar a unidade na diversidade, fora da qual não vejo como aperfeiçoar-se e até como construir-se uma democracia substantiva, radical.”

 

(Freire, Paulo. Pedagogia da esperança. Paz e Terra, 1992). 

 

Paulo Freire

 

Voltando ao início deste texto, quando da minha presença na reunião de CPs, aproveitei para fazer outra visita, agora à EM 05.15.006 Gustavo Lessa, vizinha da 5ªCRE, que tem na direção a professora Roseli Tejo, antiga colega desde minha chegada a SME, em 1986.


Conversamos sobre o Rioeduca, projetos, blog e parcerias. 

Conheci o recente blog da escola, muito interessante e funcional, que será apresentando brevemente através do Portal Rioeduca.

 

 

Prédio novo da EM Gustavo Lessa construído em 2000

 

 Prédio antigo da EM Gustavo Lessa

 

Como disse, foi um dia diferente, pois essas visitas resgatam o tempo e as amizades que nos fazem ser melhores a cada dia.


Terminei a manhã feliz da vida, prazerosamente fazendo aquilo que hoje me dá muito prazer, "rioeducando"!

 

Profª Regina Bizarro

 

Clique na imagem e conheça todos os e-mails dos representantes do Rioeduca.

 

 

 Equipe do Rioeduca

 

                                          

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

5ªcre (414)
rioeduca (71)
visitas (62)

Comentários
Regina, que crônica interessante! Eu que nunca trabalhei como coordenadora pedagógica (somente como regente de turma), ver um depoimento tão sincero sobre esta função, escrito sob a perspectiva de quem a vivenciou, foi muito especial!

Postado por Imaculada Conceição Manhães Marins em 07/11/2011 01:05

O Pedagógico é a alma da escola.Ele é a razão do existir da escola.

Postado por Fatima braga em 07/11/2011 09:41

Lindo Regina! Agradeço como Coordenadora Pedagógica pelas suas palavras!

Postado por Fatima Costa em 07/11/2011 11:18

Regina, emocionante o que escreveu, me deu até saudade do cargo de CP. Aprendi muito do cargo com você e aproveito para te agradecer por cada palavra de incentivo e de apoio que tive quando trabalhávamos juntas. Obrigada, amiga! Um beijo. Luciana Monteiro (E.M. Cardeal Arcoverde)

Postado por Luciana Monteiro em 07/11/2011 13:07

Sua Crônica é muito consistente, revivi a minha passagem por está função tão importante numa escola.

Postado por Maria José em 07/11/2011 15:10

Agradeço a cada uma de vocês por me dar mais essa alegria. Como nos tempos de coordenação, falo: - "Vamos lá minha gente, a escola não pode parar. Escola é vida e a vida foi feita para se bem vivida. Então, mãos na massa". Bjs

Postado por ReginaBizarro em 07/11/2011 17:41

Agradeço a cada uma de vocês por me dar mais essa alegria. Como nos tempos de coordenação, falo: - "Vamos lá minha gente, a escola não pode parar. Escola é vida e a vida foi feita para SER bem vivida. Então, mãos na massa". Bjs

Postado por ReginaBizarro em 07/11/2011 19:52

Muito legal esse relato que você fez e pela primeira vez vi algo escrito sobre o coordenador com tanta emoção, ou pelo menos me senti emcionada quando li. O dia-a-dia aprisiona nossos momentos de reflexão e muitas vezes esquecemos que somos esse elo importante da corrente e banalizamos nossas ações. Você reacendeu em minha mente a quão gratificante função que desempenho profissionalmente. Valeu! Você foi D+!!!!!

Postado por Sandra Mara Carvalho Oliveira (Olegário Mariano) em 07/11/2011 22:52

Sandra, que maravilha saber que conseguimos reacender, de algum modo, pessoas do bem e para o bem. E, nunca esquecer que "somos esse elo importante da corrente"! AVANTE SEMPRE! Beijos

Postado por ReginaBizarro em 08/11/2011 09:31

Parabéns pelo texto, Regina! Você conseguiu reunir as principais ideias da função de CP, escrevendo lindamente! Fiquei saudosa por certo momento, eu que também passei pela função, um pouco depois de você sair... O CP é, realmente, o cérebro da escola - digo isso sem, é claro, desmerecer os gestores. Mas se o pedagógico não vai bem, a escola não tem como caminhar! Parabéns mais uma vez! Beijos, Luciane

Postado por Luciane em 08/11/2011 17:22

O acompanhamento que faço hoje ao projeto Alfabetizando e letrando aponta para suas palavras. Os CRs têm sido fundamentais para o sucesso escolar de nossos alunos e um desempenho cada vez melhor. Tenho certeza que você, como educadora visionária ensinou muito aos que estão ainda na ativa e ainda há muito o que ensinar. Parabéns pelo texto. Um grande abraço!

Postado por Lúcia Rigueira em 08/11/2011 22:25

Amigas, Luciane e Lucia, muito obrigada pelas palavras gentis. Ratifico o texto foi fluindo pelo amor que tenho por esta função. Ela muito me ensinou a ser o que sou, embora ainda esteja engatinhando. Morrerei aprendendo, pois são imensas as coisas BOAS que a vida tem a nos ensinar. Bjs

Postado por ReginaBizarro em 09/11/2011 04:45