A A A C
email

Sexta-feira, 28/09/2012

Teatro de Sombras

Tags: 5ªcre, artes.

O Teatro de Sombras chegou à E. M. República Dominicana através da professora da Sala de Leitura, Elisa Bamonte, em parceria com a professora de Artes Plásticas, Juliana Gonzalez.

 

A professora da Sala de Leitura da Escola Municipal República Dominicana, Elisa Bamonte, em parceira com a professora Juliana Gonzalez, de Artes Plásticas, trabalharam o Teatro de Sombras na turma 1301, usando dramatização como instrumento de ensino, em  decorrência do PPP da escola “Nós Fazemos a Diferença: Os Afrodescendentes".


E o que é Teatro de Sombras? 

O Teatro de Sombras é uma das formas (gênero) mais antigas e belas de representação do teatro com bonecos, originário da China, e se espalhou pelo mundo.

 

A ideia deste trabalho partiu da professora Elisa Bamonte, após trabalhar com os alunos na Sala de Leitura o livro “Bruna e a Galinha D’Angola”, de Gercil Almeida, da Editora Pallas.

Clique na imagem para ler o livro.

 

Créditos à Profª Cássia Mariotti/SP


 

Mas quais seriam os objetivos das professoras? 


- incentivar a leitura e interpretação de texto; melhorar a escrita e a leitura oral dos alunos; proporcionar aos alunos o acesso aos diversos tipos de linguagens: corporal, visual e a escrita; promover a socialização e o trabalho em grupo; buscar a participação, o estímulo e crescimento cultural dos alunos.


 

TEATRO DE SOMBRAS

 

 

De acordo com a professora Elisa, após a narrativa do livro, os alunos da 1301 gostaram tanto que montaram um texto coletivo sobre a história. Sob sua orientação, a turma preservou as partes principais do texto, formando um roteiro para o Teatro de Sombras.

Pensando interdisciplinarmente, a professora Juliana Gonzalez, professora de Artes da mesma turma, levou os alunos a concluírem as personagens, já iniciadas por ela, em papel-cartão, colando-as em palitos de churrasco para que estes servissem de base. "É um teatro feito por crianças para crianças." diz a professora. 

 

Professoras Elisa Bamonte e Juliana Gonzalez, junto aos alunos e elenco do Teatro de Sombra

 


Para a confecção do teatro, a professora utilizou uma caixa grande de papelão, cartolina preta, papel de seda, papel crepom vermelho e cola. As personagens foram feitas em papel cartão preto. 


As apresentações foram realizadas na Sala de Leitura, com um grupo de turmas de cada vez. O aluno Cristian foi narrando a história enquanto os colegas ficaram atrás manipulando as personagens. 

 

TV ANGOLA

 

 

Já no 5º ano, turma 1501, as professoras trabalharam a lenda "A Galinha Dangola" como texto norteador, dando continuidade ao tema continente africano usando a Televisão de Papelão - TV Angola. 


Esta lenda tem várias versões, mas a professora Elisa, responsável pela Sala de Leitura, optou pela autora Tata Riá Nkissi Nkassuté. Como proposta de trabalho foi apresentado desenhos como narrativa da lenda, através de uma televisão de papelão que chamaram de TV Angola. 

 

Os objetivos: levar os alunos a aprendizagem através da socialização, da criatividade, da coordenação, da memorização, do vocabulário, entre outros.


O trabalho com a turma foi desenvolvido na Sala de Leitura, da seguinte forma: 

- composição dos grupos;
- leitura e interpretação da lenda;
- comentários orais dos alunos;
- divisão pelos grupos das partes da lenda para os respectivos desenhos em papel ofício;
- colagem dos desenhos;
- exibição do trabalho, na TV ANGOLA por cada grupo.


E finalmente, dia 29 de agosto, houve a apresentação da turma 1501, que dividida em grupos, se apresentaou para todas as turmas as suas criações.

 

Alunos autores-roteiristas e diretores da película "A Lenda da Galinha D’Angola", pela TV Angola 

 

 

"Chamar os colegas para a platéia, encaixar os 'rolos de filme' e caprichar na emoção na voz de cada narrador" foram alguns desafios que os alunos autores tiveram que enfrentar para aprenderem e compartilharem com todas as turmas, sobre a lenda africana A Galinha Dangola.


As professoras, tão gentilmente, explicam como se confecciona uma TV de papelão. 

Material usado:

> 1 caixa de papelão resistente
> 1 cabo de vassoura cortado em dois pedaços
> tinta guache

> pincel
> cartolina preta para os botões, papel laminado para decoração
> tesoura
> cola plástica

> fita adesiva
> papel ofício para o "filme".

 

Passo a passo para confeccionar a TV de Papelão:

1- Recorte um quadrado em um dos lados da caixa para fazer a tela de sua TV. Na parte lateral, próximo à abertura da tela, faça dois furos redondos de cada lado para encaixar os cabos de vassoura – um em cima e outro embaixo.

2- Pinte a caixa por fora, com guache, da cor que preferir.

3- Atravesse a caixa com os dois cabos, pelos furos, deixando pontas para fora para poder rodar o “filme”. 

4- Cole as folhas de papel ofício em sequência e desenhe sua história quadro a quadro, da primeira para a última cena. Uma dica: meça o tamanho do recorte da tela para fazer os desenhos do tamanho certo e não deixar nenhum personagem escondido.
5. Cole com fita adesiva, no cabo de baixo, o fim do “filme”. E enrole todo o papel nesse cabo, deixando sobrar apenas quantidade de folha suficiente para alcançar, esticada, o cabo de cima. Afixe nele a ponta inicial do rolo.
6. Decore a parte da frente da caixa, sob a tela, círculos de cartolina para os botões de volume, sintonizador de canal, desenhe estrelas, círculos em papel laminado e o que mais quiser. Aí é só se esconder atrás dela, rodar o cabo de cima e ir passando o "filme".

 

Parabéns às professoras Elisa Bamonte e Juiana Gonzalez pela brilhante parceria nestes projetos onde a arte e a leitura se fizeram complementar.
 

 
“Não treinar as crianças para a aprendizagem pela força e severidade, mas encaminhá-las para que se divirtam com suas mentes, para que você possa ser mais capaz de descobrir com precisão a tendência peculiar do gênio de cada um.” 

Platão

 

Visitem, acompanhem e comentem as postagens do blog http://escolamdominicana.blogspot.com.br/




Escolas e professores participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos, clicando aqui.

 

Regina Bizarro é Professora da Rede Municipal de Educação e Representante do Rioeduca na 5ªCRE.

Contatos:

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

Twitter: @rebiza

Facebook: #rebiza

                                


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

5ªcre (414)
artes (32)

Comentários
Fico mto orgulhosa e feliz pelo trabalho pedagógico bem sucedido!

Postado por Maristela Tantos em 28/09/2012 11:06

Faço das palavras da Diretora Maristela, as minhas. Fico com a sensação de satisfação por mais um trabalho concluído. Muito orgulhosa!!!!

Postado por Juliana Gonzalez em 28/09/2012 13:01

É muito gratificante idealizar, motivar, compartilhar e executar positivamente uma ideía. Foi o que aconteceu com o Teatro de Sombras e com a TV Angola (tv de papelão). Parabéns aos nossos queridos alunos que fizeram tudo com muito capricho e dedicação.

Postado por Elisa Bamonte em 28/09/2012 14:21

Parabéns professoras da Escola Municipal República Dominicana e alunos pelo lindo atrabalho apresentada nesta postagem.

Postado por Fatima Lucia Braga em 28/09/2012 22:59

PARABÉNS REGINA ,ÓTIMO GARIMPO EDUCACIONAL. BEIJOS, ANA PAULA 5ªCRE GED

Postado por ANA PAULA em 01/10/2012 08:22

É com imenso prazer que vou a procura do que é bom e, com certeza, todos os trabalhos aqui apresentados têm uma excelente qualidade pedagógica. Parabéns aos professores da rede muncipal, especialmente os da 5ªCRE!

Postado por Regina Bizarro em 12/10/2012 12:54