A A A C
email

Quarta-feira, 31/10/2012

Maratona de Histórias

Tags: 6ªcre, riodeleitores.

 

A Escola Municipal Thomas Jefferson realizou, durante o mês de outubro, a Maratona de Histórias com os alunos da Educação Infantil ao 5º ano.  Foram dois dias de viagem ao incrível mundo da imaginação! Pais, funcionários, professores e gestores contaram histórias com o objetivo de despertar a imaginação e o prazer pela leitura, trabalhar a concentração e ensinar princípios.

 

 

 

Contar uma história é dar um presente de amor - Lewis Carrol

 

 

A experiência de ouvir e contar histórias é uma antiga arte ligada à essência do ser humano. As narrativas tradicionais expressam, em imagens, as verdades mais profundas da vida. Daí serem eternas.

 

Era uma vez...histórias de heróis, príncipes e princesas, bruxas e dragões. Todas elas mexem com a fantasia, com os sonhos e ajudam crianças e adultos a separarem, com simplicidade e beleza, muitos conflitos. É um convite para o sonhar e, sonhando, formar o próprio caminho.

 

 

A arte de contar, ler e ouvir histórias

 

Contar histórias é a mais antiga e, paradoxalmente, a mais moderna forma de comunicação. No passado, era contador de  histórias o depositário da  experiência, do conhecimento e da sabedoria.

 

Em tempos passados, o rito familiar possibilitava o clima intimista na relação entre as gerações  nas sessões de contação de história. Os tempos mudaram: a relação intimista entre as gerações  está prejudicada pelo acelerado dos ritos sociais modernos, e a nova figura do contador de história passa a ser o monitor de TV.

 

Em um mundo sem tempo como o que vivemos atualmente, torna-se necessário o resgate do instante mágico da contação de história e da leitura.

 

 

 

Criar o hábito da leitura é uma tarefa que deve envolver o hábito daqueles que com ela convive

 

 

 

A Criança e o Livro: relação crítica e reflexiva

 

 

A contação de história é um grande instrumento para despertar o senso crítico e reflexivo nas crianças, afinal, um mesmo texto pode ser interpretado de diferentes formas. Essa mediação de leitura torna-se ainda mais envolvente quando a criança se identifica com a história pelas suas experiências de vida.

 

 

A contação de história transporta a criança para outros mundos e dá vida aos seus sonhos, além de contribuir para o desenvolvimento infantil por despertar emoções e valorizar sentimentos através da magia e da atração que as histórias causam.

 

 

Contar histórias contribui para a formação do hábito de ler. Sandroni e Machado, em seu livro A Criança e o Livro: guia prático de estímulo à leitura, afirma que o amor pelos livros não é coisa que apareça de repente, é preciso ajudar a criança a descobrir o que eles lhe podem oferecer.

 

 

Maratona de Histórias na Escola Municipal Thomas Jefferson

 

 

Partindo da afirmação de que utilizamos a contação de história para promover o incentivo à leitura, podemos então dizer que sonhar, imaginar e sentir são elementos essenciais nesse processo.

 

 

Buscando desenvolver esses elementos em seus alunos, os professores da Escola Municipal Thomas Jefferson promoveram, no mês de outubro, a Maratona de Histórias. Durante dois dias, pais, funcionários, professores e a gestora contaram histórias!

 

 

Após as histórias, os alunos participaram das oficinas de desenho, dobradura e pintura sobre os temas trabalhados. Enfim, foram dois dias de viagem ao incrível mundo da imaginação!

 

 

 

O fascínio da leitura leva as crianças à concentração

 

 

 

 

O universo infantil é cheio de faz-de-conta e a criança leva para o imaginário seu mundo real

 

 

 

 

Ensinar os pequenos a amar os livros não é difícil, pois  existe um encantamento que a história transmite

 

 

 

Práticas lúdicas literárias e o processo de ensino a aprendizagem

 

 

A Maratona de Histórias realizada pela Escola Municipal Thomas Jefferson ajudou a enriquecer várias habilidades que os alunos precisam dominar: a capacidade de dar sequência lógica aos fatos, sentido da ordem, esclarecimento do pensamento, a atenção, o gosto literário, ampliação do vocabulário, o estímulo e interesse pela leitura.

 

 

Diante deste contexto, é que cada vez mais as escolas e os pais devem adotar a literatura infantil para a educação das crianças, pois somente assim formarão adultos competentes e responsáveis na formação de um mundo melhor.

 

 

Parabéns à equipe da Escola Municipal Thomas Jefferson por ajudar a modificar a estrutura social do futuro e a formar cidadãos com consciência social e moral capazes  de melhorar o mundo violento e conturbado em que estamos inseridos através da contação de histórias.

 

 

Você gostou desta postagem? Então envie o seu projeto e/ou ação para ser publicado no Portal Rioeduca! Será um prazer divulgar o seu trabalho ! Nós somos a seXta CRE!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter: @PatríciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

 

 

 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

6ªcre (344)
riodeleitores (185)

Comentários
Momentos assim propiciam aos nossos alunos experiências que podem não estar inseridas no cotidiano familiar, mas fazem toda a diferença no cotidiano escolar. O hábito de ouvir e ler é profundamente relevante para a formação do cidadão consciente que nossa sociedade necessita. Bom saber do reconhecimento do nosso trabalho.

Postado por Suellen Rocha em 01/11/2012 08:32

Tenho muito orgulho de fazer parte de uma equipe que prioriza o desenvolvimento pleno do aluno e que não mede esforços para atingir tal objetivo. Parabéns!Somos uma equipe dedicada e vitoriosa.

Postado por Michele Oliveira em 03/11/2012 21:38