A A A C
email

Sexta-feira, 30/11/2012

Escritores do Futuro

Tags: 6ªcre, riodeleitores.

 

A  turma 1.502 do Ciep Doutor Adão Pereira Nunes, orientada pela professora Cláudia Marques, começou o ano de 2012 fazendo da leitura semanal ,um hábito. Através da apreciação das obras de Machado de Assis, Ferreira Gullar, Mário Quintana e Clarice Lispector, os "Escritores do Futuro" apresentam um avanço notório tanto na escrita  como na leitura.

 

 

É impressionante como no encontramos na leitura e na escrita. Há poucas coisas tão interessantes como ler um livro ou um simples verso e sentir o que temos de melhor e de mais humano. As palavras têm a força necessária para romper ou construir barreiras, causar ou solucionar uma guerra e sensibilizar até os que parecem enferrujados pela incapacidade de sentir.

 

 

A escrita representa-se por si só e tem o poder de tornar real o imaginário e este em mais verdadeiro. Ela nos leva para lugares que nunca fomos e nos faz voar nas asas da imaginação. A escrita é, portanto, uma grande aventura vivida pelos corajosos.

 

 

Contudo, uma boa escrita depende de boas leituras. Por essa razão, a turma 1502 do Ciep Doutor Adão Pereira Nunes, orientada pela professora regente Cláudia Marques, começou o ano de 2012 transformando a leitura semanal em um hábito.

 

 

A cada semana, os alunos leem obras de grandes escritores, seja na sala de aula, sentados no pátio da escola ou debaixo de uma árvore. Eles meditam e escrevem baseados em grandes nomes como Machado de Assis, Ferreira Gullar, Mário Quintana e Clarice Lispector.

 

 

 

Pesquisas do mundo todo mostram que a criança que lê e tem contato com a literatura desde cedo  é beneficiada em diversos sentidos: ela aprende melhor, pronuncia melhor as palavras e se comunica melhor de forma geral. Por meio da leitura, a criança desenvolve a criatividade, a imaginação e adquire cultura, conhecimentos e valores.

 

 

Segundo a professora Cláudia Marques, a cada semana, a turma tem como objetivo ler outros grandes escritores nacionais e internacionais.  Ela ainda diz que é notório o avanço da turma 1502, Os Escritores do Futuro, na escrita e na vontade de cada vez mais conhecer o mundo e fazer parte dele.

 

 

Essa turma é acompanhada desde o terceiro ano pela professora Cláudia, que se sente orgulhosa por notar o progresso dos alunos. A professora acredita que um bom escritor é aquele que consegue deixar-se experimentar, bagunçar a mente e o coração, despertar o silêncio e fundir os pensamentos.

 

 

Os Escritores do Futuro estão aprendendo  a usar a escrita para gritar sem som. Eles buscam alcançar um público cada vez maior, participando  de concursos como As Olimpíadas de Língua Portuguesa, expondo seus pensamentos em Blogs, no Facebook e em outros meios de comunicação.

 

 

 

Expressar-se na forma escrita não é um simples ato de colocar palavras num papel ou digitar num teclado. A maior parte da ação de escrever é invisível para os olhos, acontece no mundo interior de quem escreve e pode refletir este esforço de buscar o equilíbrio entre as emoções, o pensamento e as práticas.

 

 

 


Para Harold Bloom, o sujeito que pretende desenvolver a capacidade de formar opiniões críticas e chegar a avaliações pessoais necessita ler por iniciativa própria.  Não ler apenas por conveniência, mas, acima de tudo, ler por prazer, por desejo próprio de se divertir ou de conhecer algo.

 

 

Para construir significado ao ler, é fundamental ter constantes oportunidades de se enfronhar na cultura do escrito, de ir construindo expectativas acerca do que pode dizer neste ou naquele texto, de ir aumentando a competência linguística específica em relação à língua escrita...

 

 

Por esta razão que a professora Cláudia Marques, desde o princípio, faz com que seus alunos participem de situações de leitura e de escrita.  Ela coloca à disposição das crianças materiais escritos variados, lendo muitos e bons textos para que tenham oportunidade de conhecer diversos gêneros e possam fazer antecipações fundadas nesse conhecimento.

 

 

Durante o ano de 2012, os Escritores do Futuro produziram vários textos inspirados pelas leituras que fizeram. O que veremos a seguir são textos belíssimos, criativos e de muita sensibilidade produzidos pelos alunos da turma 1502.

 

 

 

 
O ato de ler e escrever deve ser concebido como processo de extrair e compor significados fundamentais para a plena formação do indivíduo. Ler significa ser questionado e por si mesmo, significa que certas respostas podem ser encontradas na escrita, significa poder ter acesso a essa escrita, significa construir uma resposta que integra parte das novas informações ao que já se é (Foucambert, 1994, p. 5).

 

 

 


A leitura e a escrita são meios de expressão, comunicação e organização do pensamento, num processo constante de construir, atribuir e compartilhar significados. Por intermédio da leitura e da escrita, ao mesmo tempo em que o indivíduo tem acesso ao conhecimento elaborado pela humanidade, ele contribui para esse mesmo acervo.

 

 

 

 



O que importa é  que a criança assuma e escute o eco de sua voz e aprenda que as palavras, inclusive as suas, podem fazer uma diferença no mundo. Percebam ainda que a escrita dá voz ao escritor. (Dietzsch; Silva, 1994).

 

 

Parabéns,  professora Cláudia Marques por estimular seus alunos para o ato da leitura, indicando a eles bons livros. Seu trabalho permite que as crianças entrem em contato com o mundo das letras e contribui para a formação de leitores  e escritores críticos.  É um orgulho tê-la na 6ª CRE!

 

 

Envie você também o seu projeto para ser publicado no Portal Rioeduca. Aproveite este espaço para divulgar o seu trabalho e trocar experiências com seus colegas. Nós somos  a seXta CRE!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter:@PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

 

                               

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

6ªcre (344)
riodeleitores (185)

Comentários
Ver de perto todo esse desenvolvimento, me emociona muito. Parabéns leitores e escritores do nosso presente e futuro!!

Postado por Bárbara Pudente em 30/11/2012 18:22

Esse trabalho só foi possível porque tenho ótimos alunos, que buscam um mundo além do Amarelinho, e tenho a felicidade de ter ao meu lado profissionais maravilhosos. Agradeço as "Evas" do CIEP Adão, as minhas queridas diretoras ( Ademilda, Sueli, Beth), a minha amada coordenadora Gisele e as minhas amadas amigas de trabalho, as professoras que sempre estão prontas para prestar ajuda, assim como outros membros da equipe como Carolina( Bairro Educador) e Arlene Estagiária). Obrigada por ajudar-me a realizar alguns sonhos!!!

Postado por Claudia Valeria em 01/12/2012 10:56

Que lindo as produções escritas dos alunos, que este trabalho continue em 2013! Parabéns!

Postado por Christiane Penha em 01/12/2012 12:34

Nós fizemos um belo trabalho nem da vontade de sair dessa escola, tudo que fizemos e aprendemos será dificil de esquecer.

Postado por Karoline da Silva em 11/12/2012 10:44

Um belo trabalho para desenvolver a escrita e a oralidade, utilizando diversos recursos. Merece ser compartilhado!

Postado por Gisele em 12/12/2012 19:05