A A A C
email

Segunda-feira, 28/11/2016

Ser Carioca Pede Felicidade

Tags: 10ªcre.

 

 

A Escola Municipal Paralimpíadas Rio 2016 tem um projeto político pedagógico voltado para o vínculo afetivo na aprendizagem e desenvolve excelente projeto de leitura e escrita.

 

A E/CRE (10.19.078) Escola Municipal Paralimpíadas Rio 2016 está localizada à Estrada de Sepetiba, s/n° – Nova Sepetiba, zona oeste do Rio de Janeiro. A unidade atende 610 alunos do 1° ao 5° ano experimental e tem como diretor, o professor Vitor Hugo, como diretora adjunta, a professora Ivaneide Lêdo Lobato, como Coordenadora Pedagógica, a professora Regina Célia Willmer Cardoso e, Márcia Cristina da Silva Rodrigues, como professora regente da Sala de Leitura.

 

Alunos da Unidade Escolar no dia da inauguração

 

A Unidade Escolar foi inaugurada no dia 6 de maio deste ano, junto com as demais escolas do Complexo Educacional de Nova Sepetiba. Foi um dia de muita festa para a comunidade de Nova Sepetiba, com todos os alunos estudando em tempo integral.

O projeto pedagógico da escola intitula-se “Ser Carioca pede felicidade: Juntando os retalhos para mais 450 Anos de histórias e memórias”, onde se justifica a escolha do tema para favorecer maiores e melhores interferências do vínculo afetivo na aprendizagem, no cotidiano de sala de aula e na nossa Cidade, pois a escola é um espaço de multiplicidades, onde diferentes valores, experiências, concepções, culturas, crenças e relações sociais se misturam e fazem do cotidiano escolar uma rica e complexa estrutura de conhecimentos e de sujeitos.

— Com a intenção de traçarmos caminhos que nos permita investigar a relação entre o afetivo e o cognitivo no contexto da sala de aula, na comunidade e com a Cidade do Rio de Janeiro, o projeto tem como eixos a relação entre afetividade e cognição no processo de aprendizagem e a relação afetiva do sujeito com os outros sujeitos como um elemento instigante no processo “ensinar-aprender.” — afirma o diretor Vitor Hugo

O projeto tem como objetivos cultivar os bons hábitos de convivência e amor dentro da família da escola e com os seus pares; incentivar o respeito mútuo a partir de atividades compartilhadas em grupo, diminuindo o grau de agressividade no relacionamento entre os alunos; valorizar as diversas culturas presentes na construção do Brasil como nação, reconhecendo sua contribuição o processo de constituição da identidade brasileira; reconhecer as qualidades da própria cultura, valorando-as criticamente, enriquecendo a vivência de cidadania; exigir respeito para si, denunciando qualquer atitude de discriminação que sofra, ou qualquer violação dos direitos de criança e cidadão, valorizando o convívio pacífico e criativo dos diferentes componentes da diversidade cultural e compreender a desigualdade social como problema de todos e como uma realidade passível de mudanças.

 

Apresentação dos alunos

 

— Assim, ao perpassarmos pelos temas do projeto, tentamos proporcionar com que o aluno conheça, valorize e divulgue as diversas culturas, compreendendo que não há hierarquia entre elas e que a cultura de um povo é produzida por cada um dos seus membros através da convivência em comunidade, buscando ampliar seus conhecimentos e desenvolvendo, assim, atitudes de produção cultural. — afirma a Coordenadora Pedagógica Regina Célia

Um dos projetos desenvolvidos pela escola, foi a criação do “Diário do Aluno”, instrumento de registro diário para os alunos do 4° e 5° anos, que aproveitou o livro “Abafa – Histórias de um acampamento”, material enviado pela Secretaria Municipal de Educação, como mais um recurso pedagógico na promoção e formação do aluno leitor, para desenvolver mais um projeto que é de suma importância para os alunos, uma vez que a leitura e a escrita têm papel fundamental na formação do aluno, pois ajuda a formar sujeitos sociais leitores da realidade em que se inserem e são capazes de usar a escrita como instrumento indispensável à sua participação na construção do mundo histórico e cultural.

Percebe-se que o desafio atual do processo de ensino da língua materna é de tornar o estudante competente, para que possa escrever e entender tudo o que está registrado no mundo, nas diferentes situações de comunicação e nas diferentes tarefas de interlocução em que estamos incessantemente inseridos.

 

Alunos do 4° ano lendo o livro “Abafa – Histórias de um acampamento”

 

Os alunos estiveram envolvidos com atividades como: leitura coletiva de texto, atividades do uso da língua, leitura reflexiva e dialética, produção textual com capítulos do livro no “Diário do Aluno”, onde foram socializadas as produções dos alunos, por exemplo, montando painéis, apresentando dramatizações e criando um novo final para a história, como ocorrido da Turma 1401, da Professora Marcela Vieira. O trabalho com o Diário do Aluno é um grande incentivo para os estudantes construírem sua própria forma de expressão escrita, afirma o diretor Vitor Hugo.

Estas atividades fizeram parte da prática pedagógica e têm auxiliado alunos e professores na otimização do tempo. E cabe ressaltar que, por seu conteúdo dinâmico, contextualizado com a realidade de diversos alunos da comunidade escolar, pela idade das personagens e a similaridade com a personalidade deles, o livro se tornou um estímulo à leitura e alfabetização.

Quanto ao uso do Diário do Aluno, convencionou-se sua utilização como recurso na exploração de gêneros discursivos diversos. Desse modo, os alunos a cada dia têm a oportunidade de ampliar os conhecimentos textuais e sua visão de mundo, onde não menos importante é a liberdade dada aos estudantes de exprimirem seus sentimentos através de palavras escritas.

 

Parte da equipe da E. M. Paralimpíadas Rio 2016

Quer saber mais sobre o projeto?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/SUBE/CRE (10.19.078) Escola Municipal Paralimpíadas Rio 2016
Email: emparalimpiadas2016@rioeduca.net

 

 

Rodrigo Abreu
é Professor da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato: rodrigosantos@rioeduca.net
WhastApp: 98848-6724

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

10ªcre (403)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.