A A A C
email

Sexta-feira, 02/11/2018

O Brasil Que Eu Quero Para o Meu Futuro

Tags: cre10, 10ªcre.

 

Com o intuito de despertar nos alunos o interesse pela leitura, escrita e expressão verbal, a escola realizou atividades com a temática da Independência do Brasil, onde os alunos expressam anseios de um futuro de paz, respeito e igualdade.

 

A Escola Municipal Haydéa Vianna Fiúza de Castro está localizada a Rua São Gomário, s/n° - Vila Paciência, conhecida como comunidade do Aço, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A unidade atende 29 turmas, com 874 alunos da Educação Infantil ao 6° ano. Tem como diretor, o professor Leonardo Lopes Leite, como diretora adjunta, a professora Isabel Ribeiro da Silva e, como coordenador pedagógico, o professor Douglas Emanuel Ribeiro Carmo.

A equipe gestora é formada por professores extremamente empenhados que diariamente lutam por uma gestão democrática, que tem como princípio o respeito às diversidades e a responsabilidade social, dando sempre autonomia e suporte necessário para que o trabalho dos docentes seja desenvolvido da melhor maneira possível. Dessa maneira, é possível construir um ambiente que coloca o aluno como parte principal do processo ensino-aprendizagem.

 

Direção da escola com alguns alunos que participaram do projeto

 

Com o objetivo de estimular o hábito pela leitura e escrita, a direção da Unidade Escolar sempre busca promover a exposição das atividades feitas pelos alunos nos ambientes da escola, visando à valorização da autoestima e integração com o espaço.

— Acompanho os alunos das turmas 1301 e 1304 há dois anos, e no primeiro momento muitos apresentavam dificuldades no processo da leitura e escrita, e consequentemente nas produções textuais. Não havia o hábito pela leitura e alguns alunos apresentavam pouco interesse pelos trabalhos que fossem relacionados à produção textual. Porém, essa realidade foi modificando com o tempo, pois comecei a introduzir diariamente pequenas leituras e produções: do cotidiano, bilhetes, cartinhas, frases, receitas, músicas, tirinhas, notícias e entre outros gêneros textuais, até finalmente chegarmos às produções mais extensas, sendo estas voltadas sempre para a realidade mais próxima possível dos alunos, pois acredito que para a aprendizagem ter significância é importante que o aluno faça parte do processo de ensino aprendizagem, sendo assim de extrema relevância a valorização da sua cultura e história.  afirma a professora Suzana

 

Professora Suzana e alguns alunos do 3° ano

 

Em virtude da data comemorativa, dia da Independência do Brasil (7 de setembro) e todo o cenário político atual com as Eleições 2018, a direção organizou uma pesquisa para que os alunos pudessem levar para sala de aula os últimos acontecimentos noticiados em revistas e jornais sobre o Brasil. Com isso, além da socialização de variadas informação, os alunos puderam ter acesso às leituras jornalísticas, manifestações de críticas, construção de debates e posicionamento diante das notícias expostas.

 

Alunos socializando as reportagens e realizando debates

 

 Este projeto permitiu muita reflexão entre os alunos, pois muitos desconheciam o atual cenário da economia do país e lamentaram muito sobre a falta de segurança que estamos vivenciando por gerar um alto índice de homicídios.  afirma o diretor Leonardo

 

O trabalho foi finalizado com a produção de um vídeo, onde os alunos transmitiram uma mensagem de esperança sobre o Brasil que almejam para o seu futuro, sendo um Brasil diferente, um país de paz, respeito às diferenças, maiores oportunidades de emprego e amor ao próximo. Os vídeos foram realizados pelas turmas de terceiro, quarto e quinto ano.

 

 Em sala de aula, eu comecei a falar sobre o tema cidadania, uma vez que esse ano teremos eleições para diversos cargos públicos, inclusive, Presidente. Os olhos da república se voltam, justamente, para as propostas dos presidenciáveis. As crianças levam esse assunto para sala de aula, então, eu disse para eles que havia uma campanha chamada "O Brasil que eu quero" e que foi muito bem recebida por eles, porque já sabiam do que se tratava e ficaram felizes ao saber que cada um poderia fazer um pequeno texto, ler e gravar, assim como ocorre na mídia. E ficou por conta desse bonito vídeo que foi compilado.  afirma o professor Guilherme

 

 Acreditamos que o projeto, em ano eleitoral, desenvolve uma conscientização politica sem a participação dos partidos, trabalhando a leitura e a escrita de forma critica e contemporânea, dentro de um processo interacionista (professor X aluno X família).  afirma a diretora adjunta Isabel

 

Produções textuais das turmas 1301 e 1304

 

Quer saber mais sobre o nosso trabalho?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (10.19.018) E. M. Haydea Viana Fiúza de Castro
E-mail: emhaydea@rioeduca.net
Telefone: 3305-3142

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

10ªcre (403)
cre10 (25)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.