A A A C
email

Quinta-feira, 13/12/2018

Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

Tags: 9ªcre, alimentação saudável, nutrição.

 

O CIEP Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda promove ações sustentáveis e torna-se um dos vencedores do Prêmio Museu Light nas Escolas

 

O CIEP Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda, situado da Estrada Moricaba, s/nº, em Campo Grande, e pertencente à 9ª CRE, foi um dos vencedores do Prêmio Museu Light nas escolas. Este prêmio tem o objetivo de estimular o desenvolvimento de projetos educativos que promovam o uso eficiente e seguro da energia elétrica, o combate ao furto de energia (gato) e o combate aos desperdícios e sua relação com o meio ambiente (sustentabilidade). 

 

 

Professores, alunos, responsáveis e profissionais da saúde participam da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

 

 

Seguindo a ideia de promover ações significativas na formação integral dos docentes, a Unidade de Ensino participou da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional (JEAN), do FNDE/MEC, destinada, exclusivamente, às escolas que atendem à Educação Infantil. Na JEAN, foi apresentado um projeto que engloba seis temas: alimentação complementar e prevenção da obesidade infantil; alimentos regionais brasileiros; prevenção e redução de perdas e desperdícios de alimentos; horta escolar pedagógica; agricultura familiar na escola e atividades lúdicas para o desenvolvimento social e relacionado ao ato de comer. A partir disso, foram desenvolvidas uma série de atividades específicas para cada tema. O sucesso foi tão grande que o projeto foi apresentado na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (CEFET/RJ), ocorrida entre os dias 15 e 21 de Outubro de 2018.

 

 

A JEAN mobilizou toda a escola

 

 

A JEAN foi articulada pela professora Regente de Sala de Leitura Cristiane Brandão, com a participação do Instituto de Nutrição Annes Dias (INAD), do Programa da Alimentação Escolar (PAE), do Programa de Saúde Escolar, da Embrapa, do Mercur, do Farmacêutico Marcos José, da Assistente Social Claudete Silva, servidora do Hospital Estadual Eduardo Rabello, da Agricultora Familiar Orgânica Vanessa Danciger e do professor Lúcio Teixeira, de Técnicas Agrícolas.

Alunos participam da manutenção e conservação da horta e adquirem novos conhecimentos com professores e funcionários

 

 Vale ainda destacar, que a unidade de ensino possui uma horta orgânica e hidropônica, realiza sua própria compostagem e reaproveita a água da chuva.  

Na horta da escola, os produtos são cultivados sem o uso de agrotóxicos, enriquecem a merenda escolar e são distribuídos para alunos, pais, professores e funcionários da Unidade Escolar. 

 

 

Alunos se alimentam dos produtos cultivados na horta da escola

 

 

Alguns frutos do trabalho, já estão sendo colhidos. Muitas crianças que não aceitavam o tomate na merenda escolar, já o consomem regularmente em suas refeições e até levam o fruto para casa, a fim de, replicar diversas receitas. Os alunos colocam “a mão na massa” literalmente, contribuindo com a manutenção diária da horta. Os responsáveis também são influenciados pelos alunos a modificarem seus hábitos alimentares, buscando uma vida saudável e evitando os produtos industrializados.

 

 

Alunos e responsáveis colhem os tomates e aprendem diversas receitas

 

 

Outra mudança constatada foi em relação ao desperdício de alimentos. Além de aproveitarem uma maior quantidade de alimentos no prato, as crianças utilizam as cascas dos legumes na compostagem da horta e aprendem que as cascas das frutas servem para preparar deliciosas receitas, como o doce de casca da melancia. A novidade tem sido um sucesso entre os pequenos.

 

Alunos aprendem novas receitas a partir de cascas de frutas e legumes

 

A etapa final da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional envolveu crianças e responsáveis, lançando mão de estratégias que integrassem, ao mesmo tempo, ludicidade, sustentabilidade e protagonismo infantil. Foi exibido um Curta da Embrapa (“A história de João das Alfaces”), seguida de uma roda de conversa com a Dra. Mariana Beatriz, dentista da Clínica da Família, e suas auxiliares. Professores e alunos realizaram uma oficina de pintura em pano de prato e exploração da caixa tátil, confeccionada com caixa de leite, utilizando diferentes tipos de frutas.

Os relatos acerca da mudança de comportamento em relação à alimentação das crianças e, até dos adultos, são constantes, bem como a preocupação com o peso. Os novos plantios de hortaliças, nas residências dos discentes também foram evidenciados e relatados pelos pais. A escola possui como novo desafio multiplicar suas próprias experiências e ações sustentáveis com as creches e outras escolas do entorno.

A diretora do CIEP Pontes de Miranda, professora Selma Fátima de Souza, explica que as ações promovidas em sua unidade ajudam a contribuir com a manutenção dos recursos naturais para as futuras gerações, já que as ações de desenvolvimento sustentável precisam ser cada vez mais difundidas em nossa sociedade. Além disso, a prática de hábitos alimentares saudáveis culmina com uma melhor qualidade de vida para todos.

 

 

Direção da escola, professores e demais parceiros envolvidos na Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

 

Parabéns aos envolvidos nesse excelente trabalho!

 

 

Para saber mais sobre o CIEP Francisco Cavalcanti Pontes de Miranda:
Direção Geral: Selma Fátma de Souza
Direção Adjunta: Sérgio da Costa Araújo
Direção Adjunta: Carla Sabrina Maia de Macêdo
Coordenação Pedagógica: Claudia de Sousa Teixeira
Telefone: 3364-1620
Email: ciepfmiranda@rioeduca.net

 

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

Contato para publicações

 

    


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

9ªcre (325)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.