A A A C
email

Quinta-feira, 27/09/2018

Fica a Dica: Projeto "Sou Letrando"

Tags: blogrioeducadores, educopédia, mídias, especialistas, educação infantil, creches, edis, professores de educação infantil.

 

Projeto "Sou Letrando"

 

 

Olá! Hoje é quinta-feira, dia de Dicas para quem desenvolve trabalhos com crianças que estão na Educação Infantil e Pré- Escola.


A professora colaboradora do Fica a Dica desta semana é Graciele Gomes da Cunha. O “SOU LETRANDO” projeto de letramento é desenvolvido no EDI (Espaço de Desenvolvimento Infantil) Nobertina de Souza Gouveia, da 8ª Coordenadoria Regional de Educação da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro. As crianças das turmas da E.I- 41 e E.I -51 são as contempladas por este trabalho, que certamente você irá curtir e levar para sua escola.


Antes de conhecer melhor o “Sou Letrando”, é sempre bom destacar que o letramento se preocupa com a função social do ler e do escrever e deve estar presente em um ambiente educador, lúdico e que estimule os pequenos a se interessar cada vez mais com o mundo que o cerca. Isto é, através dos sentidos e percepções, a criança percebe o significado das letras, sua função social . Nas interações e relacionamento com outras crianças e adultos ela se torna participante, autora de suas obras e protagonista, observando sua identidade, produções, e a dos outros.


Na Primeira Infância é essencial estimular os pequenos a terem liberdade de expressão e a experimentar as múltiplas linguagens: Música, dança, artes, leituras da literatura infantil clássica e brasileira, histórias em quadrinhos, jogos, brinquedos e brincadeiras e tantas outras. Tudo que for desafiador e possível de ser realizado propiciará um processo de ensino e aprendizagem harmônico e produtivo.


A professora Graciele relata que o projeto “Sou Letrando” foi estruturado com base na BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e prioriza os direitos da criança de conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se. Seguindo as orientações dos documentos oficiais da SME/RJ e BNCC, a educadora convida seus alunos a explorarem atividades diversificadas com objetivo de proporcionar experiências inéditas e vivências que possam despertar o prazer pela leitura e escrita.

 

 

Pasta utilizada para levar livros para casa e

alfabetário construído pelas crianças

 

 

Os pequenos demonstram interesse e encantamento ao desvendarem tantos significados contidos nos "símbolos" . O que não era compreendido por estar descontextualizado, começa a ganhar sentido. A sala de atividades, e o espaço da unidade se torna um ambiente vivo e educador. Aquelas letrinhas que estão por toda parte, nas paredes, televisão, rótulos, livros, ganham um novo significado. E, como grandes exploradores iniciam uma trilha de conhecimento, repleta de desafios e alegrias.

 


O Aniversário do seu Alfabeto e o Novo Amigo

 

Mascote do livro "O Aniversário do Seu Alfabeto e

brincadeira de barquinho com o nome

 

A educadora compartilha com os leitores do Fica a Dica, a experiência vivenciada com suas turmas. Para os miúdos ela narrou a história do livro "O Aniversário do seu Alfabeto" de Amir Piedade. Os olhinhos arregalados para assimilar cada página, antes de ser virada, demonstrava o interesse da turma no conteúdo do livro. Após a contação e o famoso “Deixa eu ver o livro!” a professora deu continuidade a promoção de incentivos: O personagem da história foi confeccionado, fazendo a história se tornar “Viva”.

 

Outro ponto importante no projeto foi a criação coletiva de uma pasta de atividades. Esta é uma aliada no projeto e integra as famílias ao trabalho realizado no EDI. Os alunos vibram ao chegar sexta-feira, pois sabem que poderão levar a pasta e o personagem para casa. Nesta proposta, os responsáveis participam e fazem pesquisas com seus filhos , buscando em revistas ou jornais, palavras ou objetos que possuam a letra inicial do nome da criança. Depois, recortam, colam e decoram utilizando os materiais enviados na pasta( canetinha, lápis de cor, cola, lápis de cera). Para terminar, os responsáveis e a criança avaliam e registram, com foto e escrita, como foi passar o fim de semana com o "novo amigo".

 

Graciele relata que o projeto inclui jogos, dinâmicas, dança e músicas. Todas as atividades após concluídas, foram registradas por meio de gráfico e escrita espontânea. A professora conta que as turmas realizaram a encenação da história “A Cigarra e da Formiga”. “As crianças fizeram de um jeito bem alegre e espontâneo. Foi um dia muito especial onde todos da Unidade puderam prestigiar as turmas.”

 

O Grande Alfabeto

 


A rotina com o projeto “Sou Letrando” é movimentada pela criatividade e curiosidade dos pequenos, no entanto, a professora destaca a atividade que as crianças interagiram com energia e risadas. Graciele lembrou que nesta época do ano caem muitas folhas no pátio do EDI, e por isso, surgiu a ideia de misturar elementos da natureza ao movimento do corpo da criança e assim formar a imitação das letras.

 

No início da atividade, as crianças ficaram com receio em deitarem nas folhas,que formaram um tapete natural, porém quando perceberam o surgimento das letras com o uso do corpo junto ao dos amigos, apropriando-se da possibilidade de criar, entraram na brincadeira e ficaram entusiasmados, avisando uns para os outros a próxima letra que viria a ser formada. Após a atividade, conversaram sobre a experiência da integração do corpo com a natureza.

 

Fica a Dica de atividades para um ambiente vivo e educador:

 


Varal de alfabeto construído com os alunos, pendurado na altura do olhar da criança;


Baú de livros, no qual as crianças possam ter acesso;


Contação de história pelas crianças. com leitura espontanea;


Blocão em folha 40 kg ou folha A3 para registro de atividades;


Professor como Escriba, participando do relato da criança, registrando-o;


Portfólios individuais e coletivos das atividades e registros das crianças;


Utilização de cantinhos, incluindo os cantos de leitura,

artes e fantasias para brincadeira de faz-de-conta;


Escrita espontânea da criança, tornando-a protagonista de sua produção;


Murais com produções das crianças, colocadas na altura da criança;

 

Registro da evolução do Grafismo em portfólios individuais;

 

 

Curtiu a #DICA da equipe da Professora Graciele?
 

Então, além de aprimorar seus conhecimentos a respeito da importância

do Letramento na Educação Infantil e Dicas de atividade, você pode participar nos enviando dicas, experências ou um relato sobre um projeto desenvolvido com seus alunos.

 

Estamos aguardando!

Envie sua experiência para:

ruteferreira@rioeduca.net 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

especialistas (33)
edis (15)
creches (14)
blogrioeducadores (8)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.