A A A C
email

Quarta-feira, 14/11/2018

O esporte como aliado à superação de problemas

Tags: jogos estudantis.

 

O esporte como aliado à superação de problemas

 

    Professora da 7ª CRE investe em alunos e eles chegam ao primeiro lugar no basquete nos Jogos Estudantis

 

Uma grupo de alunos da Escola Municipal Alina de Brito, em Jacarepaguá, viu no esporte um grande aliado para a superação de problemas e para aumentar a autoestima.Graças à competência, habilidade e talento da professora Roberta Arruda, que viu em seus alunos muita garra e determinação, a equipe de basquete conseguiu chegar, neste ano, ao primeiro lugar da modalidade no Jogos Estudantis da 7ª CRE.

O desafio da professora começou no ano passado quando ela resolveu utilizar novas estratégias com uma turma que apresentava comportamento muito agitado, dificuldades com a estabilidade emocional, relação difícil entre os alunos e falta de habilidades para resolver os conflitos sem agressões físicas ou verbais.

 

 

’Criei então uma equipe de basquete com o objetivo de trabalhar as competências socioemocionais, para que criássemos um ambiente de respeito, confiança e cooperação entre eles. Os treinos aconteciam na hora do almoço, nas aulas de Educação Física e em alguns centros de estudo da professora’’, conta ela, acrescentando que além do aprendizado esportivo o objetivo era exercitar a empatia, o autoconhecimento, o diálogo, a resolução de conflitos e a promoção do respeito aos colegas da equipe’’. No ano passado, a equipe chegou em segundo lugar nos Jogos Estudantis da 7ª CRE.

 

Neste ano, um novo desafio: alunos que vieram de outras escolas precisavam elevar sua autoestima e mais uma vez a professora deu o seu melhor. “Muitos de nossos atletas estavam passando por momentos delicados em suas vidas; pela perda ou não presença de familiares próximos, entre outros. Traçamos estratégias para que através do esporte esses alunos pudessem resgatar a alegria, a confiança, a empatia pelo próximo, a motivação para o crescimento pessoal, transformando-os em protagonistas de suas vidas’’. Participamos dos Jogos Estudantis de 2018 da E/7ªCRE e nossa união, o esforço de todos, o respeito pelo outro, o trabalho em equipe fez com que fôssemos campeões.

 

Esses grandes jovens superaram problemas pessoais, adquiriram habilidades sociais, entenderam a importância do esporte e da escola em suas vidas. Acreditamos que serão cidadãos mais responsáveis e farão a diferença para um mundo melhor.

 

Depoimentos dos Alunos Quanto a Importância do Basquete em Suas Vidas:

 

“Me ajudou a entender que posso fazer tudo que eu quiser, se eu tentar posso conquistar sonhos que eu tenho. Melhorou meu comportamento, estou mais calmo, consigo trabalhar melhor em equipe, tanto no jogo como em sala. Antes gostava de ficar sozinho e não queria fazer os trabalhos. Agora participo de tudo, gosto de estar com meus amigos de sala e eles me ajudam nas atividades. Me sinto mais feliz e alegre depois que comecei o basquete. Me esforço mais no treino e na sala.” (Lucas Alves Santiago Gonçalves Sebastião) T.1504

 

“Me sinto melhor , mais confiante, melhorei minhas habilidades e acredito que consigo fazer as coisas.” (José Pedro Martins Barros) T. 1504

 

De acordo com o grupo, José Pedro amadureceu muito. Antes brincava na hora errada, interrompia as aulas para alguma brincadeira. Hoje está mais sério, mais concentrado e se tornou o jogador mais engraçado da equipe, divertindo o time mas quando não está na sala de aula (equipe de basquete)

 

“Antes não praticava nenhuma atividade, só mexia no telefone ou ficava em casa. Quando a professora ofereceu a oportunidade de entrar para o time de basquete fiquei feliz por poder praticar um esporte. Foi a primeira vez que ganhei uma medalha. Antes não me sentia capaz de fazer as coisas, me sentia inferior aos outros. Agora confio em mim, posso conseguir o que quiser, quem sabe virar um jogador de basquete igual ao Le Bron James.” (Felipe Alves Santos do O) T.1504

 

“Antes achava que não conseguiria fazer nenhum esporte, agora além de praticar o basquete, tenho novos amigos. Me sinto mais motivado nas aulas, parei de conversar em sala e me esforço para poder descer para a quadra e treinar. Fico muito triste quando chove e não tem treino.” (Fernando Alves Santos do O) T.1402

 

“Não saía de casa, não brincava e só ficava assistindo TV. Agora eu pratico um esporte, além de ter amigos de outras turmas. Não tem mais o sentimento de uma turma ser melhor que a outra porque somos um único time agora. Me sinto mais contente até aprendi a ler. Tenho mais vontade de vir para a escola e estudar.” (Fernando Barbosa da Conceição) T.1402

 


 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

jogos estudantis (4)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.