A A A C
email

Sexta-feira, 02/11/2012

Viva Jovelina, Pérola Negra do Samba

Tags: 6ªcre, artesvisuais.

 

O Polo de Educação para o Trabalho, Telêmaco Gonçalves Maia, estabeleceu uma parceria com a Arena Carioca da Pavuna, Jovelina Pérola Negra, através do professor Nilton Barbosa Filho.  Com essa parceria, desenvolveu uma oficina de desenhos com o objetivo de comemorar os 68 anos da cantora e partideira Jovelina Pérola Negra

 

 

Pérola Negra do Samba

 

 

Jovelina Pérola Negra foi uma das  grandes damas do samba e do pagode. Voz rouca, forte e amarfanhada, de tom popular e força batente. Nascida em Botafogo, Jovelina fincou o pé na Baixada, em Belford Roxo. Pastora do Império Serrano, ajudou a consolidar o que é chamado hoje de pagode.

 

 

 

O sucesso chegou  tardiamente e ela não realizou o sonho de ganhar muito dinheiro e dar aos filhos tudo o que não teve. Faleceu aos 54 anos de enfarte.

 

 

PET Telêmaco Gonçalves Maia e Arena da Pavuna: uma Parceria de Sucesso

 

 

Através do Professor Articulador Nilton Barbosa Filho, estabeleceu-se uma parceria entre o Polo de Educação para o Trabalho, Telêmaco Gonçalves Maia, e a Arena Carioca da Pavuna, Jovelina Pérola Negra.

 

 

 

A Arena oferece oficinas gratuítas em vários horários e programação de música, dança, teatro, standup comedy e shows para 1.500 pessoas

 

 

Da união, nasceu o projeto Viva Jovelina, Pérola Negra do Samba, que comemorou os 68 anos da  cantora e partideira. Esse foi o ponto gerador para a realização do trabalho artístico  primoroso de criação de pranchas de caricaturas e de desenhos de personalidades do samba pelos alunos do Polo de Educação para o Trabalho Telêmaco Gonçalves Maia.

 

 

Herança da Musicalidade Africana

 

 

Orientados pelo professor Nilton Barbosa e pelos professores da Arena Jovelina Pérola Negra, os alunos partiram de uma pesquisa minuciosa sobre a ancestralidade afrodescendente e a herança da musicalidade africana que gerou o samba, o caxambu, o jongo e o partido alto.

 

 

Esse último foi caracterizado pela tradição do improviso verbal, rimado, sustentado pelas palmas e por  ritmo  e melodia espontânea.  Reúne uma roda de cantoria trazida do coração da África, mais precisamente de Angola, de onde ressoavam os batuques ancestrais que alcançaram as terras quilombolas da Bahia e do Rio de Janeiro na época da colonização.

 

 

Como o repente nordestino, o Partido Alto também adquiriu as características do desafio entre duplas ou grupos de improvisadores, tornando as rodas de samba mais dinâmicas e divertidas.

 

 

A casa da Tia Ciata foi palco das rodas de grandes partideiros que, mesmo sendo perseguidos pela polícia, consolidaram o estilo como samba de raiz.  Atualmente, ele  permanece vivo e forte, graças à contribuição de Clementina de Jesus, um grande nome representante da ancestralidade africana que deixou um legado para Martinho da Vila, Candeia, Aniceto, Geraldo Babão, João da Gente, Jair do Cavaquinho , Almir Guinéto, João Nogueira, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho, Dudu Nobre, Alcione, Beth Carvalho, Lecy Brandão e tantos outros. Mas foi Jovelina Belfort, a Pérola Negra que continuou a tradição de Clementina.

 

 

Oficina de Desenhos com Caricaturas de Personalidades do Samba

 

 

Após a vasta pesquisa relatada acima, os alunos do PET - Polo de Educação para o Trabalho -  Telêmaco Gonçalves Maia produziram caricaturas das grandes personalidades do samba. Entre elas, a própria Jovelina Pérola Negra.

 

 

As caricaturas realizadas pelos alunos do PET enfatizaram e exageraram as características das personagens pesquisadas de uma forma humorística, além de retratarem gestos vícios e hábitos particulares.

 

 

As caricaturas que veremos a seguir apresentam um estilo bastante semelhante  ao cartoon. São divertidos e com um leve exagero que não deprecia a pessoa desenhada.

 

 

 

A palavra caricatura vem do italiano "caricare", que significa carregar  no sentido de exagerar, aumentar algo em proporção

 

 

 

É comum vermos caricaturas políticas em nossos jornais ou revistas. Entretanto, as sátiras sociais através de caricaturas já existiam principalmente a partir do Século 18, realizadas por artistas de renome.

 

 

 

A caricatura é a "mãe" do expressionismo, onde o artista desvenda as impressões que a índole e a alma deixaram na face da pessoa.

 

 

Todos estão de parabéns pelas obras que abrilhantaram a exposição cultural durante evento do dia 21/07/2012 que foi coroado de êxito. Feijoada, muito samba de raiz, partido-alto e fundo de quintal. Sem deixar de mencionar o show da bateria do GRES Império Serrano, a escola de coração da Pérola Negra do Samba.

 

 

Termino a matéria parabenizando todos os envolvidos neste processo educacional: professores, alunos, coordenadores e tantos outros que ajudaram, de alguma forma, para o desenvolvimento da expressão; ajudando  o aluno a atuar de forma afetiva com o mundo, opinando, criticando e sugerindo. 

 

 

Para finalizar, apresento a vocês um vídeo mostrando o desenvolvimento de todo otrabalho. Vamos apreciar este belíssimo projeto!

 

 

 

 

 

 

Gostou deste projeto? Envie o seu para seu publicado no Portal Rioeduca. Será um prazer divulgar o seu trabalho! Nós somos a seXta CRE!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter: @PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

6ªcre (346)
artesvisuais (69)

Comentários
Parabéns profº Nilton Barbosa, parabéns PET Telêmaco pela excelência do trabalho!

Postado por KATIA BARBOZA em 02/11/2012 20:04

Na certeza de que podemos mostrar ao Brasil, ao mundo e a quem interessar possa a qualidade do trabalho efetivo que toda nossa equipe vem realizando até então com todo empenho, dedicação e sobretudo respeito por aqueles que ainda acreditam numa Educação transformadora - os nossos alunos.

Postado por Profº Nilton Barbosa em 05/11/2012 01:25

Agradecemos as palavras de carinho e reconhecimento pelo trabalho realizado, e acrescento que os Professores Artes Cênicas(Profª Andreia Morais )produziu também Paródias e o Profº Edward Vieira na Oficina de Informática Educativa operacionalizou as atividades interdisciplinares, orientando os alunos participantes na digitação das músicas recriadas e do Projeto em epígrafe. Muito Obrigada, sempre, a toda Equipe, que vem trabalhando por uma Educação de Qualidade.

Postado por Sueli Guedes em 06/11/2012 10:14