A A A C
email

Terça-feira, 28/01/2014

O Carinho de uma Sala de Aula

Tags: protagonismoinfantil, saladeaula.

 

Uma sala de aula, principalmente nos anos iniciais, deve conter o que existe de mais precioso e inato no desenvolvimento do ser humano: a expressão da ludicidade. Nada melhor, portanto, que integrar a ludicidade, o desenvolvimento da leitura e os subsídios necessários ao letramento.

 

As dificuldades verificadas no processo de alfabetização de muitos alunos nas turmas podem ser minimizadas, e até mesmo superadas, mediante a convivência com um ambiente adequado.

 

Espantando a monotonia, esse ambiente deve oferecer, nos aspectos físicos da sala de aula, espaços a serem preenchidos por recursos como o alfabeto, o contato com seu próprio nome, já por extenso - afinal, o seu nome e sobrenome é algo próprio do aluno, sua própria e permanente identidade - e com a imagem da assinatura.

 

Além das letras, sílabas, palavras e diferentes tipos de textos, de estruturas que propiciem intimidade com os cálculos e a linguagem matemática, com a integração social e das ciências, concomitante e interdisciplinarmente.

 

E.M Láis Netto dos Reis, turma de 1º ano. Foto da professora Maria Delfina Rodrigues.

 

O objetivo, além de acolher o aluno, é oferecer possibilidades que invistam nas propriedades da leitura, na estrutura da palavra e dos textos, na diversidade textual e no estímulo aos desafios matemáticos cotidianos a partir de experiências dentro de sala. E, também, através de mecanismos simples e práticos, tais como, por exemplo, um mercadinho, onde, manuseando os “produtos”, já se começa concretamente a adquirir, de forma natural, a percepção do sistema monetário brasileiro, dentre outras habilidades necessárias ao cotidiano.

 

As sucatas que se transformam em jogos e em brinquedos, tudo o que se constrói na sala é através do mínimo de materiais disponíveis, enfatizando-se o desenvolvimento autossustentável, a expressão artística, além do senso estético e prático do alunado em questão.

 

Materiais simples e sucatas podem compor instrumentos para auxílio didático. Na foto, sala de 2º ano. Sucata para a janelinha do tempo e mercadinho, entre outros.

 

Deve se elaborar um acervo textual que englobe poesias, histórias sequenciadas e músicas com o objetivo de ressaltar exercícios de mnemônica, em prol do exercício da memória e da natureza de brincar e oportunizar a organização do espaço, a responsabilidade e estimular o senso estético.

 

É primoridial o cuidado com esse ambiente construído e cada dia mais enriquecido com novas informações e muito movimento entre os alunos na realização de diversas atividades. A rotina é importante, mas salpicada de ação e novas propostas. Assim, observa-se que uma metodologia de ensino pode estar relacionada à simples consonância do professor com sua sala de aula que, na realidade, junto aos seus pupilos, torna-se uma casa, um castelo, um mundo...

 

É uma grande recompensa vermos nossos pequenos vasculhando a sala em busca de um trabalho seu ou dos colegas, de uma nova fonte que o professor elaborou ou construiu com ele, ou apenas, como suporte para tirar alguma dúvida.

 

Enfim, a sala de aula pode e deve tornar-se a extensão de sua metodologia, professor. A sala de aula deve ser a expressão do carinho, no qual se firma o desenvolvimento, a autoconfiança e a aprendizagem. Com dedicação e compromisso, um recurso, por mais simples que seja, pode resultar em diferenças muito positivas.

 

 

Vilma Barbareto

Professora da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro

Colaboradora do Rioeduca.net

E-mail: vilmabarbareto@rioeduca.net

Twitter: @VilmaBarbareto

 

                               

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

protagonismoinfantil (22)
saladeaula (6)

Comentários
Parabéns!!!! Realmente, o principal ingrediente para que a receita do sucesso aconteça, é o carinho. Sua prática é incentivadora para muitos.

Postado por adriana miranda em 26/04/2013 10:41

Vilma, achei esse texto o máximo, porque você teve um olhar profundo em questões que normalmente não observamos no dia a dia. Parabéns!

Postado por ReginaBizarro em 26/04/2013 14:21

Parabéns! Acredito que o ambiente criado coletivamente com os alunos é fator de grande importância para o sucesso do processo de ensino aprendizagem.

Postado por Carmen Lucia Ferreira em 26/04/2013 18:37

Parabéns ao texto. Sintetiza poeticamente o interior de uma sala de aula acolhedora, encantadora, prazerosa etc.

Postado por ADRIANA em 27/04/2013 00:13

Carinho, amor, afeto, dedicação, gostar do que se faz nada supera melhor aplicação em nosso trabalho que adjetivos de emoções do bem. Devemos compartilhar com doçura tudo que aplicamos no dia a dia da sala de aula. Parabéns pela matéria.

Postado por Helena(by troia) em 28/04/2013 20:52

Amei! É uma pena que o prefeito de Duque de Caxias não entenda a importância do espaço para o processo de ensino e aprendizagem. Na SAUNA de aula onde trabalho, sequer consigo andar entre as carteiras, pois não há espaço. SNIF!

Postado por Patrícia em 25/01/2014 23:52