A A A C
email

Segunda-feira, 11/11/2013

Maratona de Histórias 2013

Tags: 6ªcre, riodeleitores, eventos.

 

A Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa realizou com os alunos da Educação Infantil ao 5º ano, no mês de outubro, a Maratona de Histórias, uma das ações do programa Rio, uma Cidade de Leitores.

 

O projeto Rio, uma Cidade de Leitores tem como objetivo principal disseminar uma cultura leitora no âmbito da Rede Pública Municipal de Ensino da Cidade do Rio de Janeiro, envolvendo a mobilização e a articulação de ações entre as escolas e as comunidades de seu entorno.

 

Três eixos de atuação norteiam o projeto: ampliação e melhoria dos acervos; formação de mediadores de leitura; projetos específicos e ações culturais de estímulo à leitura. Destes, destaco a Maratona de Histórias que é realizada sempre no mês de outubro em todas as Unidades Escolares, Coordenadorias Regionais e Nível Central.

 

Durante a Maratona de Histórias, todas estas instituições promovem, em seus espaços, atividades que contemplem a leitura literária, tais como contação de histórias, rodas de leitura, exposições literárias, apresentações, encontros com autores e palestras. Momentos de trocas de experiências e de ensinar o prazer da leitura!

 

Esta animação conta a história de Nina, uma menina que não gostava de ler, mas que, ao se deparar com o rico universo da leitura, descobre uma nova realidade.

 

Como a personagem da história acima, muitos de nossos alunos ainda não descobriram o prazer que um livro pode proporcionar. A escola pode ajudar a mudar esta realidade! O que você está esperando? Faça a sua parte!

 

A Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa já está fazendo a parte dela neste processo de formação de um Rio de Leitores, através da realização da Maratona de Histórias com os alunos da Educação Infantil ao 5º ano. A equipe pedagógica desta unidade escolar tem por meta formar alunos leitores e autores, a partir de uma aprendizagem colaborativa.

 

A Maratona de Histórias aconteceu no dia 14 de outubro, quando a escola já estava com sua rotina normalizada. A abertura do evento contou com a leitura do livro O Reino do Aqui Pode, realizada pela professora de Sala de Leitura, com o apoio dos alunos do 1º ano (turno da manhã) e do 2º ano (turno da tarde).

 

A formação do leitor inicia-se no âmbito escolar e se processa em longo prazo, tendo como mediador o professor, em quem encontramos a possibilidade de diversificarmos o conhecimento.

 

O comportamento do ato de ler não pode ser delegado somente à escola, deve ser uma parceria entre escola e família.

 

É importante que a leitura se constitua como uma prática social de diferentes funções, pelas quais estudantes podem perceber que precisam ler não somente para compreender, mas também para se comunicarem, ampliar os horizontes em relação ao mundo e as questões inerentes ao seu bem estar social.

 

Em seguida, a merendeira Márcia, realizou, no refeitório, a leitura do livro Eu Nunca vou Comer um Tomate, de Lauren Child. No Cantinho do Vinícius, os alunos do 4º ano da manhã e do 3º ano da tarde, fizeram a leitura de poesias de deste encantador poeta brasileiro.

 

Na atividade Historiando pelo Mundo, os alunos monitores do 5º ano da manhã e do 4º ano da tarde leram histórias tradicionais de países dos cinco continentes. A leitura de lendas do nosso folclore, na Ciranda das Lendas,  foi responsabilidade dos alunos monitores do 3º ano da manhã e do 2º ano da tarde.

 

Através da realização de todas estas ações na Maratona de Histórias, os professores estão garantindo o acesso a bons livros e criando um ambiente em que a leitura é prazerosa; condições essenciais e eficazes para se formar leitores de literatura.

 

Ler todos os dias é a chave para alfabetizar e formar uma comunidade louca por livros.

 

Na leitura, o que realmente interessa é a cumplicidade entre o leitor e a obra, alicerçada no prazer que só a leitura é capaz de proporcionar.

 

A leitura é  um hábito mais que saudável, a ser preservado e disseminado, e de suma importância na chamada sociedade da informação em que vivemos.

 

Faça como os professores da Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa! Envolva a história dentro da rotina escolar, valorizando os momentos de contação. Faça do livro um importante material! Prepare cada momento de leitura com carinho e apreço. Antes de contar um livro, leia-o! Conheça-o! Saia da sala de aula e conte a história em espaços diferentes! Crie! Inove!

 

Deixe que as crianças tenham o momento de contar as histórias umas para as outras. Permita que elas levem os livros para casa! Não tenha medo que ele rasgue! Dessa forma, você estará também incentivando a leitura em família! Enfim, torne cada momento inesquecível para a criança!

 

E não esqueça! Leia muito! Torne-se uma referência para seus alunos! Eles verão em você uma leitora apaixonada e determinada! O exemplo ensina mais que mil palavras e, assim como os professores da Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa, você estará ajudando a formar um RIO DE LEITORES!

 

Parabéns a toda equipe da Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa por influenciar, decisivamente, como a comunidade escolar vê, sente, pensa, decide e age em relação à leitura.  É um prazer ter o trabalho de vocês no Portal Rioeduca!

 

Quer conhecer um pouco mais o trabalho da Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa? Então clique AQUI! Até a próxima semana pessoal!

 

Professora Patrícia Fernandes – Representante do Rioeduca na 6ª Cre
Twitter: Paty_PFF
Facebook: patrícia_pff@yahoo.com.br
E-mai: pferreira@rioeduca.net

                               

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

6ªcre (346)
eventos (322)
riodeleitores (213)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.